close

Filipe Crespo

Entretenimento

Por combate à fome, Mastercard promove live

Live será realizada no dia 31 de julho no canal da Mastercard Brasil no YouTube e os donativos serão direcionados à ONG Ação da Cidadania 

No próximo dia 31, sexta-feira, a Mastercard promove mais um grande encontro entre ícones da música brasileira. Desta vez, Liniker e Xenia França se reúnem com Milton Nascimento para cantar sucessos do criador de “Maria, Maria”. A live terá início às 20h30, e será transmitida no canal do YouTube da marca e também nos canais dos artistas, além do Multishow.

A apresentação tem o objetivo de angariar doações de pratos de comida para o movimento “Faça parte: comece o que não tem preço”, iniciativa liderada pela Mastercard que tem como objetivo doar pelo menos 2 milhões de refeições para comunidades carentes em combate à fome e à pobreza.

Durante a live um QR Code ficará disponível na tela, para que o público também possa fazer doações. Cada real doado será revertido em um prato de comida para a ONG Ação da Cidadania, que destinará as refeições para os mais afetados pela pandemia.

Com o mesmo propósito, a Mastercard promoveu, em junho, uma live inédita entre Gilberto Gil e Iza. Assim como na primeira edição, o novo encontro também foi pensado por Zé Ricardo, renomado curador artístico do palco Sunset do Rock in Rio, a pedido da WMcCann, que assina as peças de comunicação.

“Nosso movimento doou, até o momento, 1,5 milhão de refeições, que ajudaram famílias necessitadas neste momento difícil. Foram diversas iniciativas que contribuíram para atingirmos esse número, como nossa última live com Gil e Iza, nossas doações pelas plataformas da RecargaPay e iFood, além da nossa mais recente doação de 1 milhão de pratos de comida para a ONG Visão Mundial. Seguimos com o propósito de atingir nossa meta inicial e esse encontro que promoveremos entre Milton, Xenia e Liniker é mais uma das muitas ações que reforçam o nosso compromisso no combate à fome e aos impactos da pandemia” afirma Sarah Buchwitz, VP de Marketing e Comunicação da Mastercard.

“A segunda live do projeto tem foco na genialidade da obra composta por Milton Nascimento e algumas canções que, como intérprete, ele imortalizou. O resultado é um encontro inédito entre dois grandes nomes da nova geração da nossa música, Liniker e Xenia França, e Milton. A beleza e delicadeza estão desde a concepção de filmagem em linguagem cinematográfica até a escolha do repertório repleto de pérolas da música. Um encontro que, só por sua existência, aborda diversidade e pluralidade humana”, detalha Zé Ricardo.

“É uma honra para nós como agência conduzir esse projeto da Mastercard, que promove encontros inéditos que não têm preço para o público e para os artistas, une gerações de cantores talentosos e contribui com o bem maior que é ajudar a combater a fome no nosso País” afirma Kevin Zung, COO da WMcCann.

Todas as recomendações das autoridades de saúde serão seguidas. Também haverá transmissão em libras.

Faça parte: comece o que não tem preço 

A primeira ação do movimento teve início com a doação via iFood e arrecadou 75 toneladas de alimentos, o equivalente a 300 mil refeições para famílias carentes. Já pela plataforma RecargaPay foram doados 50 mil pratos de comida. Ambos os donativos foram direcionados para a ONG Ação da Cidadania. Na segunda fase, a Mastercard doou 1 milhão de refeições para a ONG Visão Mundial Brasil.

Somente na última live, com Gil e Iza, foram arrecadados 200 mil pratos de comida, o que ajudou a totalizar 1.5 milhão de refeições.

Leia Mais
Marketing

O retorno dos salões de beleza e a organização do setor

Divulgada pelo prefeito Bruno Covas e pelo governador João Dória, na coletiva de imprensa realizada na sexta-feira, 3 de julho, a liberação para reabertura dos salões de beleza em São Paulo, a partir de segunda feira, 06 de julho, gera grande expectativa, porém cautelosa, no mercado da beleza.

Cerca 15 mil salões, instalados no Estado de São Paulo, precisaram encerrar suas atividades nos últimos três meses. Quem conseguiu sobreviver vêm se organizando para retornar, na próxima segunda-feira, seguindo os protocolos de segurança e as melhores práticas para manter o ambiente seguro.

A b.drops, empresa de mídia OOH especializada em salões de beleza e presente em mais de 800 estabelecimentos em todo o Brasil, realizou em junho pesquisa com os proprietários de salões de beleza em regiões que já receberam a autorização para a reabertura. O objetivo foi entender o comportamento do consumidor nas duas primeiras semanas após a flexibilização. “Com isso, conseguimos orientar os proprietários de salões de beleza de São Paulo a se planejar para o retorno”, diz o diretor da b.drops, Felipe Viante.

A pesquisa aponta que, na primeira semana pós flexibilização, mesmo tendo que seguir uma série de normas de distanciamento e horários de atendimento reduzidos, os salões atenderam cerca de 40% do número de clientes que recebiam antes da pandemia; na segunda semana, esse índice chegou a 60%. Segundo os respondentes, o retorno aconteceu de maneira gradual, conforme as clientes iam se sentindo seguras para sair de casa.

O faturamento dos salões de beleza e o ticket médio gasto por cliente também tenderam a aumentar conforme o movimento, uma vez que os consumidores, em horários diferentes, faziam mais de um serviço em apenas uma ida ao salão. Sendo assim, o tempo que passavam no local acabava sendo maior, já que uma das medidas de segurança adotada foi o distanciamento. “Comparado a São Paulo, ficamos pouco tempo em quarentena, foram apenas três semanas, e assim que retornamos, já no primeiro mês, tivemos 40% do nosso faturamento normal, no segundo mês ficamos próximo a 50% e agora em Junho chegamos a 60% comparado ao faturamento que tínhamos antes da paralização. As pessoas, aos poucos vão retomando a sua rotina” conta a sócia-proprietária do Fuzz Cabeleireiros e Estética e da barbearia Adam de Florianópolis, Dani Venâncio.

Os cuidados que os salões de beleza devem ter, com a retomada, são diversos e mostram que o que era considerado normal, antes do coronavírus, não existe mais. No C.Kamura SP, por exemplo, as poltronas estão com 2m de distância uma das outras, os lavatórios tiveram poltronas inutilizadas e toda a decoração foi retirada para evitar a contaminação. Todos os profissionais e colaboradores estão certificados e receberam treinamento adequado para oferecer um atendimento seguro. Higienização dos pés, mãos, aferição de temperatura e uso de máscara é o básico e extremamente obrigatório para todos os clientes e profissionais, pelo menos enquanto estiverem no salão. Também será reforçada a limpeza e higienização de bancadas, espelhos, poltronas, escovas, pentes e tesouras a cada atendimento.

Durante o período em que ficaram fechados, os esforços foram voltados para manter a proximidade com os clientes. “Investimos nossos esforços todo no digital, desde newsletters informativas até websérie para o nosso Instagram, como a ‘Beleza levada a sério’, que traz o próprio Celso Kamura contando sua trajetória profissional”, explica a responsável pela área de marketing do C.Kamura SP, Juliana Vieira. “Também preparamos conteúdos estimulando o home care para auxiliar nossas clientes a se cuidarem nesse período de isolamento. Nosso foco não foi ganhar milhões de seguidores em nossas redes, mas sim conhecer cada vez mais aqueles que já são nossos clientes, melhorando o engajamento com a marca”, acrescenta.

Leia Mais
Mídia

Com reabertura de lojas, Office Shopping retoma suas atividades

A Office Shopping, empresa especializada em mídia e locações temporárias em shopping centers e hipermercados, retoma com mais intensidade suas atividades, com a recente reabertura dos shoppings.

“Não deixamos de funcionar, apenas nos reestruturamos em home office, assim como fizeram diversas empresas.  Como nossa atuação também abrange os super e hipermercados, operamos com a venda de mídia nestes ambientes com maior foco.”, explica Cristiano Tassinari, sócio da empresa.

E é justamente neste segmento que surge mais um contrato da empresa.  Além das mídias estáticas, a Office passa a atender o Grupo Pão de Açucar, na área de eventos. O escopo do projeto permite que as áreas disponíveis sejam palco para eventos que agreguem valor a indústria por meio de projetos especiais com ativação ou ‘comprou ganhou’, ou que os eventos, agora remodelados pelo distanciamento social, sejam mais um atrativo, como por exemplo, os Cines Drive In, Tendas Drive Thru para teste do Covid-19 e até mesmo circos Drive In, em que os carros ficam estacionados na direção do picadeiro.

Todo o know-how na área de atendimento a shoppings da empresa contribuiu para esse convite da área de Malls do GPA.

Além de retomar as atividades com este novo contrato, a Office Shopping também anuncia a chegada ao Green Plaza Shopping, empreendimento de conveniência localizado em Belo Horizonte, no bairro de Santa Mônica, para a comercialização de mall e mídia.

Para Paula Caetano, gestora de marketing do Green Plaza, poder contar com o profissionalismo de uma empresa com quase 30 anos de mercado, nas áreas de mall e mídia, tende a ser uma excelente aposta. Paula comenta ainda, que após a reabertura do empreendimento fechado pela pandemia, o fluxo tende a ser uma crescente, pelo fato da empresa ter em seu mix, várias opções de alimentação, dentre elas: o Burger King, o Mineirão e uma filial muito completa da Droga Clara.

Para finalizar, Tassinari comenta que novidades estão por vir, fazendo referência a uma nova empreitada com seu sócio na Retail Media, Marco Antonio Souza. “Marco é uma pessoa muito ativa e cheia de ideias, precisamos aproveitar esses insights e conhecimentos adquiridos por anos no mercado de OOH”.

Leia Mais
Marketing

Chevrolet é a 1ª marca automotiva pelo 3º ano consecutivo no Ranking Effie Index

A companhia foi a primeira na categoria “motor and auto”, além da 6ª marca no mundo e 2ª na América Latina

O Effie Index identifica e classifica as agências, profissionais de marketing, marcas, redes e holdings mais eficazes, analisando os dados dos finalistas e vencedores das competições do Effie Award em todo o mundo. Anunciado anualmente, é o ranking global mais abrangente de eficácia de marketing.

Neste ano, o ranking apontou a Chevrolet como a 6ª marca mais efetiva globalmente, a 2ª regionalmente e a 1ª no setor “motor and auto”.

“Queria parabenizar o time por esse resultado. Isso mostra o quanto a Chevrolet ao redor do mundo tem batalhado para ser eficiente na conversa com o consumidor”, destaca Hermann Mahnke, Diretor Executivo de Marketing da GM America do Sul.

Leia Mais
Publicidade

Chevrolet cria movimento pela positividade

Com mote “Vai passar”, a ação digital tem o intuito de inspirar tempos melhores com ilustrações presentes em peças criadas pela agência WMcCann

A Chevrolet acaba de lançar um grande movimento nas redes sociais chamado ‘’Vai passar’’. Inspirado na linguagem de pôsteres, as ilustrações remetem às mudanças de cotidiano do momento atual. A ação foi criada pela Commonwealth//McCann – divisão exclusiva dedicada ao atendimento da Chevrolet na agência.

As ilustrações criadas por designers trazem mensagens e imagens que inspiram tempos melhores. As peças serão desdobradas em uma série de conteúdos para as mídias sociais, como posts, protetores de telas, imagens para envios via Whatsapp, além da utilização na comunicação interna da marca com seus colaboradores, com e-mails internos e pôsteres na fábrica e em seus escritórios.

“Neste momento de grandes desafios e incertezas, a solidariedade e o otimismo na esperança de um futuro melhor é o que nos move. Com base nessas premissas criamos a campanha, que segue a certeza que em breve sairemos muito mais fortes e voltaremos a celebrar as coisas boas da vida”, afirma Hermann Mahnke, diretor Executivo de Marketing da GM América do Sul.

A ação nasceu com base na pesquisa ‘TRUTH ABOUT CULTURE AND COVID-19’ – idealizada pelo McCann Worldgroup –, que identificou que ao pensar sobre como será a vida após o período de isolamento social, 73% dos brasileiros esperam mudar e refletir sobre o que aprenderam. Quase metade dos entrevistados se dizem gratos pelas coisas boas em suas vidas.

FICHA TÉCNICA:

Agência: Commonwealth//McCann

Cliente: General Motors do Brasil

Produto: Brand

Nome da Campanha: Pôsteres (Vai Passar)

Ano de produção: 2020

Território: Brasil

CCO: Hugo Rodrigues e Kevin Zung

Direção de criação: Fernando Penteado e Eric Sulzer

Criação: Felipe Racca, Emilio Amora, Marcelo Coelho e Leonidas Razera
VP de Planejamento: Renata Bokel

Planejamento: Leandro Peralta, César Villas Bôas e Isabela Dias

Atendimento: Danilo Ken, Joana Campanelli, Michelle Latessa, Stephanie Gasparini, Stefano Begliomini, Giovana Zanfelicce e Carmen Scórcio

VP de Mídia: André França

Mídia: Jodson Ferreira, Daniel Gebara e Karen Kirizawa

BI: Fernando Cardoso, Rennan Chagas e Alexandre Costa

VP de Produção: Tato Bono

Produção Integrada: Renata Ruas e Nathan Marino

Projetos: Arthur Gonçalves

Produtora: Movee

Diretor de pós-produção: Rubens Angelo

Montador/Motion: Rubens Angelo

Produtora de som: Punch

Produção musical: Punch / Música licenciada

Atendimento: Lili Aragoni

Aprovação pelo cliente: Hermann Mahnke, Federico Wassermann e Paula Saiani

Leia Mais
Marketing

Instituto Avon, Uber e Wieden+Kennedy lançam ferramenta para ajudar mulheres vítimas de violência doméstica

Parceria oferece orientação por meio de uma assistente virtual e transporte para que vítimas se desloquem de forma independente

Instituto Avon, Uber e Wieden+Kennedy anunciam hoje uma ferramenta para auxiliar mulheres vítimas de violência doméstica durante o período da COVID-19: uma assistente virtual que, por meio de um chatbot, oferece uma forma silenciosa para que as mulheres peçam ajuda e recebam a orientação necessária dentro de suas próprias casas. O recurso busca auxiliar vítimas de violência doméstica – que, de acordo com indicadores vem aumentando durante o isolamento social.

A partir de agora, mulheres de todo o Brasil que estiverem se sentindo ameaçadas podem buscar ajuda por WhatsApp, por meio do número (11) 94494-2415. Ao acionar esse número, a vítima é contatada por uma assistente virtual, simulando uma pessoa em sua rede de contatos, para melhor entender sua situação. A ideia é não despertar a atenção do agressor.

Depois de responder a algumas perguntas para identificar o grau de risco que corre, a vítima receberá o suporte apropriado. Caso seja necessário buscar hospital, unidade de saúde, delegacia ou centro de atendimento que preste serviço e assistência social e psicológica e orientação jurídica às mulheres em situação de violência, ela receberá um código promocional para solicitar uma viagem de forma gratuita no aplicativo da Uber e se deslocar com independência.

A iniciativa, que faz parte do compromisso global da Uber de fornecer em todo o mundo 10 milhões de viagens para pessoas em necessidade durante a pandemia, é acompanhada por projetos em mais de 16 países que buscam ajudar vítimas de violência doméstica.

No Brasil, a ação é uma parceria com o Instituto Avon e integra o programa VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHA com ações e serviços desenhados em resposta ao aumento da violência contra mulheres e meninas no contexto da pandemia. Para a viabilização das ações, o Instituto Avon selou parcerias com a iniciativa privada e a sociedade civil para mitigar os impactos do isolamento na vida de mulheres e meninas por meio da prestação de serviços essenciais para aquelas em situação de violência. 

 

“A violência contra a mulher é um problema complexo que também está espalhado por nossa sociedade. Temos um compromisso com esse combate e não vamos esquecê-lo neste período de isolamento social. Queremos colaborar com iniciativas que ajudem a avançar nessa questão. Por meio desse projeto conseguimos ajudar quem precisa unindo a tecnologia – que propicia o alcance em grande escala – e a mobilidade para movimentar o que mais importa neste momento.”, comenta Claudia Woods, diretora-geral da Uber para o Brasil.

Leia Mais
Mídia

Por Covid-19, Globo altera sua programação

Atenta aos desdobramentos e impactos do COVID-19 no Brasil e no mundo, a Globo está adaptando sua programação e ampliando o espaço para o Jornalismo, levando em conta os interesses e necessidades do público.

A partir desta segunda-feira, dia 16, o ‘Bom Dia’ de cada região terá 30 minutos a mais de duração, indo até 08h30.

O ‘Bom Dia Brasil’ também terá seu tempo estendido e passará a ter duração de duas horas, sendo exibido de 08h30 às 10h30, e entregando a programação para o ‘Encontro com Fátima Bernardes’.

Temporariamente, o ‘Mais Você’ não será exibido. Na parte da tarde, o ‘Jornal Hoje’ terá seu horário ampliado, ocupando parcialmente o horário do ‘Se Joga’.

Durante todo o dia, o Jornalismo trará todas as atualizações do assunto, em flashes ao vivo.

Com a ampliação da cobertura jornalística na programação, os espaços comerciais também serão revistos a fim de atender aos interesses de toda a sociedade brasileira, assim como do mercado publicitário.

As medidas são por tempo indeterminado e as mudanças serão informadas na medida em que forem definidas.

Leia Mais
Vai e vem

Retail Media anuncia chegada de Mário Leão

A Retail Media, empresa de mídia digital com foco e experiência em ambientes de grande consumo diário, com telas de alta definição instaladas em grandes redes como GPA, Rede Hirota e Petz, anuncia a chegada de Mário Leão como novo Diretor Comercial, complementando a reestruturação do grupo, iniciada no final do ano passado.

Mário Leão conta com uma experiência de mais de 20 anos no mercado publicitário, sendo seis deles em empresas de OOH, trabalhando em área comercial de vários veículos de comunicação como Grupo Bandeirantes, jornal Destak, Ativa e b.Drops. Leão também já recebeu o Prêmio Amigos do Mercado, em 2018 – grupo que tem como objetivo trocar informações, contatos e oportunidades de emprego e negócios entre profissionais de veículos e agências. Ele também foi indicado e está no shortlist do Prêmio Encontro de Mídias 2020, na categoria Diretor Geral de Veículo.

O novo executivo deve dirigir a área comercial da Retail Media em todo o Brasil, com o objetivo de orientar a equipe, sendo responsável pela elaboração das melhores estratégias da empresa para o atendimento de clientes e agências.

Leia Mais
Mídia

Mídia Digital para marcas que pulam o Carnaval

Quem trabalha com mídia sabe que em datas específicas ou de festas, os resultados obtidos em campanhas digitais sempre tendem a sofrer alterações.

O Carnaval é uma dessas datas e certamente, já por esses dias de agora, dezenas, centenas ou até milhares de profissionais nas empresas e nas agências quebram a cabeça pensando em como atingir através da mídia digital, o folião consumidor que está com seu celular nas ruas da cidade, curtindo os bloquinhos.

Não é tarefa das mais fáceis, uma vez que, de um dia para o outro, milhões de pessoas ocupam os mesmos metros quadrados de rua, nada comum e nada frequentados nas demais épocas do ano.

Trata-se de uma lógica diferente da convencional para quem compra mídia que faz uso de geolocalização, uma vez que um folião pode ficar no mesmo quarteirão, literalmente no centro de uma grande avenida da cidade, por duas, três ou até quatro horas, pulando loucamente fantasiado e com uma lata de cerveja na mão.

As alterações nos KPIs de mídia nessa data são então consequências de uma clara tendência na redução de consumo de redes sociais nesse período por grande parte desses foliões, que até por motivo de segurança, deixam seus smartphones muito bem guardados em bolsos e bolsas. Sendo assim, se as pessoas ficam mais “desconectadas’, menos expostas também estarão às comunicações de marca.

Mas é claro que existem maneiras inteligentes de se fazer publicidade para esse público em plena folia, ou até mesmo e, principalmente, nos dias que antecedem à essa folia toda.

Já imaginou quantas marcas poderiam se aproveitar desses dias que antecedem o Carnaval para vender mais cerveja, água, cadeira de praia, fantasia etc para entrega boa e relevante de mídia digital?

Através de um bom banco de dados que inclui o histórico de navegação é completamente possível cruzar as informações e saber, por exemplo, se aquele folião buscou no período recente pela programação dos blocos de rua da cidade, por hotéis em praias do litoral ou mesmo por preços de entradas em carnavais de clubes tradicionais. Mais do que isso, é possível impactar consumidores que estiveram em um determinado local, como os ensaios das escolas de samba no Anhembi, por exemplo.

E se, por um acaso, o consumidor é daquele que busca “sumir” em datas de bagunça como essa, conseguimos também impactá-lo facilmente, por conta de seu possível rastro deixado no ambiente digital, semanas antes do Carnaval, onde ele buscava por programas mais tranquilos e distantes do barulho. Quem sabe um final de semana em Águas de Lindoia ou Poços de Caldas? Ou quem sabe buscou por filmes que se destacaram no Oscar ou por novidades no Netflix?

É praticamente impossível hoje tomarmos decisão de compra ou consumo sem que tenhamos deixado rastros por aí. A mídia programática está aí exatamente pra fazer com que as marcas possam se conectar com esse público que deixou pegadas na rede.

Nada melhor que um exemplo pessoal.

Nos últimos dez dias de minha navegação no ambiente digital, eu deixei rastros que podem ser de interesse para vários segmentos de mercado. Reservei por um site diárias de hotel em Ilhabela; comprei o agendamento da balsa para não ficar na fila; comprei um par de ingressos para um show de reggae que irá acontecer na Ilha durante o Carnaval; além disso, na última semana, coloquei no meu Waze como destino 2 supermercados da Vila Mariana e entrei em mais de 5 farmácias por Alphaville, buscando protetores solares e repelentes para o corpo.

Juro, não tem nenhuma marca se aproveitando dessas minhas pegadas no ambiente digital, pelo menos por enquanto.

É na dificuldade que surgem as oportunidades. No Pós-Carnaval as marcas voltarão a fazer campanha com força, dentro da lógica do “agora o ano começou”.

Balela, o Carnaval deixa pegadas importantes que podem fazer com que dados virem informações que, por sua vez, se bem pensados e utilizados, transformarão em insights para mensagens futuras de marca.

E você, profissional de marketing ou mídia: como pensou a comunicação da sua marca durante o Carnaval?

Leia Mais
Marketing

Nova linha da Barbie representa a diversidade cultural

Para enfatizar o respeito às diferenças e à inclusão, a Mattel, empresa dona da marca Barbie, acaba de lançar uma nova linha de bonecas.

Ao todo, são 176 novos modelos da chamada Barbie Fashionista que trará 9 tipos de corpos, 35 tons de pele e 94 tipos de cabelos. a pessoa com deficiência também será retratada nessa nova linha. O produto chega às gôndolas das lojas ainda nesse primeiro trimestre do ano e o preço sugerido é de R$ 79,99.

É uma mudança importante para a empresa, uma vez que a boneca Barbie se consagrou no mercado décadas atrás com corpos os chamados “corpos perfeitos”, além do cabelo loiro e liso.

Assim como a Mattel, outras empresas tem levado aos seus produtos, o tema que por ser demais importante, merece que a discussão ocorra já com as crianças para talvez, quem sabe, se tornarem adultos mais tolerantes e respeitosos com as diferenças.

Exemplo disso é a Faber-Castell, que recentemente lançou uma campanha em conjunto com o Mc Donalds, em que tratava das cores de pele, conforme matéria publicada pelo creativosbr, dias atrás.

Leia Mais
1 2 3 4 5 240
Page 3 of 240