close

Sophia Furlan

EventosConteúdo

Começou o Prêmio Amigos do Mercado 2020

Em 2015, o Amigos do Mercado surge como uma iniciativa para tornar o mercado publicitário mais amigável. Após 5 anos, a iniciativa já contempla mais de três mil usuários em grupos de WhatsApp segmentados por região e área de atuação; mais de 33 mil membros no grupo fechado do Facebook e mais de dois mil seguidores no Instagram.

Nestes canais, o Amigos do Mercado permite que os membros troquem contatos, vagas de emprego, currículos e notícias do mercado publicitário. Além disto, realiza uma série semanal de lives com profissionais de agências, veículos e anunciantes para falarem sobre a área e mudanças que ocorreram em decorrência do período pandêmico.

O maior evento do Amigos do Mercado é o Prêmio Amigos do Mercado, desenvolvido para reconhecer o profissional do dia a dia do mercado publicitário de forma democrática e divertida.

A escolha dos finalistas é realizada por 100 gestores indicados abertamente através do grupo. Estes gestores indicam até 10 profissionais de cada categoria do prêmio, que serão votados pelo público em enquete aberta, elegendo assim os vencedores da 4ª edição da premiação.

As categorias para este ano são: Atendimento, Criação, Content, Executivo, Anunciante, Mídia, Business Intelligence, Operações Comerciais, Pesquisa, Professor, Inteligência de Mercado, Planejamento, Recursos Humanos, Profissional de Apoio, Estagiário, o Prêmio especial In Memorian e o prêmio principal: o Amigo do Mercado.

Neste ano, o Prêmio Amigos do Mercado será um evento prioritariamente digital, com webinars de confraternização para cada etapa da premiação: reunião com os Top 100 Gestores; reunião com os Finalistas 2020; e o Evento dos Vencedores.

Nas edições anteriores do Prêmio Amigos do Mercado, inúmeras empresas apoiaram o projeto. Desta forma, o evento já teve como patrocinadores: Creativosbr, Converge You, IWM Agency, Inarco Troféus, CBN, Grupo Multifaces Brasil, RedeTV!, Globosat, Seedtag, O Globo, Blis, DM Strategic, Caras, b.drops, Outdoor Social, Facebook, Carrega+, Compasso Coolab e Kallas Mídia OOH.

Para ficar por dentro da premiação indicando gestores e votando nos finalistas, acompanhe o Amigos do Mercado em suas redes sociais buscando por @amigosdomercado.

Empresas interessadas em patrocinar o evento deste ano, podem entrar em contato com leandrobernardes@vlcompany.com.br

Leia Mais
Conteúdo

Tenha um bom currículo sem ter experiência

Quando se é universitário é difícil ter qualificações suficientes para as empresas te contratarem, já que buscam experiência ou muitos requisitos.

Hoje trago algumas formas de você construir uma bagagem maior e mais preparada para apresentar às empresas, que vai desde o aprendizado técnico até as tendências de mercado.

Licenças gratuitas do Google
O Google disponibiliza cursos gratuitos com certificado para você aprender a trabalhar com as ferramentas da marca, como Google Ads, Google Analytics e SEO.

Basta dar um Google e começar. Com algum destes certificados, você economiza o tempo do seu futuro chefe em te ensinar a mexer na ferramenta ou o seu próprio tempo, já que muitas vezes você terá que descobrir sozinho como fazer as tarefas do serviço.

Cursos extracurriculares
Ao ter uma bagagem de “talentos” você pode os utilizar na agência. Por exemplo, se você fez Kumon e tem raciocínio rápido para contas, pode se destacar em uma vaga de mídia. Já se você é desenhista ou musicista, fica mais fácil trabalhar em uma produtora de vídeo ou no próprio departamento criativo da agência criando jeangles e ilustrações únicas para os clientes.

O segredo é buscar uma utilidade real das suas skills que antes eram só um hobbie para você, e que agora podem te destacar frente aos demais universitários.

Softwares básicos
Uma coisa é certa: se você faz publicidade, o computador tem que ser seu amigo. Mesmo trabalhando em áreas que o utilizam menos, como o atendimento, ainda sim precisa ter o domínio do pacote básico de softwares: Word, PowerPoint e Excel.

Destes, o que os estudantes mais têm dificuldade é o Excel, por se tratar de fórmulas e raciocínio lógico, mas se você fez Kumon vai tirar de letra. Se você não fez, a faculdade é a hora perfeita para aprender.

Palestras e talks
Pode não ser tão fácil conseguir acesso a talks que são voltados para profissionais já atuantes no mercado, mas se conhecer um professor que apoia os alunos, vale a pena perguntar se ele teria alguma vaga para você em algum desses eventos.

Neles, você não vai aprender a teoria de como funciona trabalhar, por exemplo, com inteligência artificial, mas vai compreender as demandas e ofertas desse mercado nos dias de hoje. Estar atualizado é fundamental na nossa área, e se você consegue se “antenar” de assuntos que são para um público mais maduro, certamente será visto da mesma forma pelo seu entrevistador.

Ainda sim, se não for possível ir a estes eventos, compareça nas palestras universitárias, e não só da sua faculdade. As faculdades públicas possuem várias programações com profissionais da área, e nas particulares, geralmente dá para levar um acompanhante. Então peça para o seu amigo da cervejada um convite pra ir na palestra do Mackenzie e o convide para ir na da Anhembi.

Trocas são sempre bem-vindas e benéficas para ambos.

Estude cases
Uma forma riquíssima de ter ideias para um cliente – e consequentemente estimular a criatividade – é conhecer cases de sucesso e os aplicar para clientes menores de uma forma que dê resultados.
Certamente, você não pode colocar esses cases em seu currículo, mas deve mostrar conhecimento deles durante a sua entrevista, e se tiver freelado e aplicado algum deles ou exercitado na faculdade, vale a pena comentar também.

E aí, gostou dessas dicas para melhorar o seu currículo, skills e se destacar na entrevista de emprego? Então compartilhe esse texto com o seu amigo da faculdade para ele ser um destaque também!

Leia Mais
Conteúdo

06 dicas para arrasar na entrevista de emprego

Se você está procurando a primeira agência de publicidade pra chamar de sua, ou até mesmo um veículo ou anunciante, esse texto é pra te ajudar a se destacar nas entrevistas de emprego!

Apesar de sermos – no geral – comunicativos, sempre tem algo que deixamos de fazer, então preste atenção nas dicas de hoje.

Expressão corporal
A grande sacada das entrevistas de emprego é a expressão corporal. Você deve passar confiança, proatividade e firmeza, mas sem deixar de ser você mesmo

Por isto, mostre que não está tenso, com os ombros relaxados e braços separados em cima da mesa. Estes são sinais básicos de que você está à vontade e receptivo para bater um papo com o entrevistador.

Dresscode
Não só o seu corpo fala, mas também a sua aparência. Ao contrário do que você deve estar pensando, não estou sugerindo que vá de social – a menos que seja o seu estilo.

Você deve se vestir bem, como se fosse sair para um shopping: uma roupa bonita, que seja do seu estilo e de preferência evitando decotes muito profundos. Você pode usar decote, mas a sacada é acompanhá-lo de uma peça elegante por cima, como um blazer ou echarpe.

Olho no olho
Sim, além do corpo e roupa, seu olhar faz toda a diferença. Uma pessoa segura das suas habilidades olha no olho do outro, pois sabe do seu potencial.

Por mais que seja difícil, olhe ao máximo nos olhos da outra pessoa. Se você se sente desconfortável, intercale olhar no olho esquerdo e no direito do outro, assim não fica com o olhar fixo e se sente mais à vontade.

Simpatia com a concorrência
Ao contrário do que muitos pensam, é importante – e muito – tratar os demais participantes bem.

Em processos seletivos em grupo, o avaliador quer compreender a sua capacidade de se relacionar com todos.

Por isto, não olhe apenas para ele, mas para cada concorrente que você tem, falando com simpatia com todos eles, mostrando que não está lá competindo – por mais que você esteja sim.

Objetivos na ponta da língua
Sim, as perguntas do RH já caíram de moda, como “qual animal você seria?” ou “porque merece esta vaga?”. Mas se tem algo que sempre precisam saber é: suas fraquezas, forças e objetivos.

É muito importante entenderem no que você é bom para verificarem se está alinhado com o que buscam; no que você é pior para compreenderem se suas dificuldades podem atrapalhar muito a sua estadia na empresa; e seus objetivos, que devem estar alinhados com os da marca.

Então, tire um tempo antes do grande dia para entender melhor sobre você, sobre as bandeiras que você defende e como você se vê naquela agência, veículo ou cliente.

Mostre que está preparado pra ontem
Não tem estagiário melhor para empresas do que aquele que se mostra pronto pro que der e vier.

Vá com caderno, caneta, agenda, o que for. Mas mostre que está pronto para tomar notas sobre o seu primeiro job caso te contratem naquele mesmo instante!

Anote sobre a empresa, sobre o processo seletivo ou algo que achar relevante. Só não perca o foco com rabiscos, ou então essa dica que era pra te ajudar acabará te atrapalhando no final.

E aí, está menos nervoso para a sua entrevista?

Acho que não, mas tenha certeza que pode se sentir mais confiante se seguir estas dicas no dia que for em busca do seu primeiro estágio!

Aproveite e anote todas elas no caderninho que eu sugeri estar ao seu lado no dia da entrevista!

Leia Mais
Conteúdo

Saiba vender bem o seu peixe

Não importa o quanto você tenha o know how sobre a sua área: se você não souber vender o seu serviço bem, ninguém irá apreciá-lo. Se o Sr. Alfredo vende peixes e atende a clientela de cara amarrada, não mostra como o produto está bem limpo e fresco, de fato mostrando o porquê do seu produto ser melhor que o do mercado, as pessoas não irão comprar dele.

É por isto que hoje trago algumas dicas de como você pode melhorar seu pitch e mais provavelmente conquistar o prospect, independente de vender peixes, arte na praia ou desenvolver campanhas.

Use as palavras certas
Muitas vezes ao apresentar nossa empresa, utilizamos palavras que costumamos falar quando estamos na posição de consumidor, e isto pode impactar a forma como o seu ouvinte interpretará o que você for dizer.

Por exemplo, se você disser ao Sr. Alfredo que ele vai “gastar pouco” te contratando porque você trabalha com um preço justo, ele focará na palavra “gastar”, e poderá pensar que não precisa realmente de você, que poderia dar um jeito sozinho pra não gastar dinheiro nesse momento. Isso é muito comum trabalhando com publicidade, principalmente quando se é autônomo, pois apesar dos empresários saberem que precisam do marketing, não querem pagar o necessário pelo serviço.

Porém, se você disser que ele fará um bom “investimento” te contratando, porque você entrega resultados a um preço justo, ele irá olhar para o seu serviço como um investimento de fato, como algo que ele realmente precisa, e aceitará melhor a sua proposta por sentir essa necessidade que os marketeiros tanto precisam gerar no cliente.

Por isto, utilize palavras como “investir” e “resultados”, sempre buscando mostrar que com você ele terá que pescar o triplo pra atender a demanda da sua tenda na Praia Grande.

Dados
Todos sabemos que dados são muito mais do que importantes: são necessários. Por isto, não venho sugerir que você utilize dados confiáveis ou atualizados, já que é imprescindível o fazer. É uma questão de como distribuir esses dados.

Se você jogar várias informações juntas para o seu cliente, além de ficar maçante, pode parecer que você decorou tudo e não consegue torná-los tangíveis à marca dele.

Por isto, distribua os dados ao longo da sua apresentação, seja criativo sempre contextualizando com a realidade, aplicando em ideias de campanhas que podem fazer com base neles, e principalmente provando que utilizando bem essas informações, a marca do seu prospect ascenderá.

Postura e simpatia
Eu não sei vocês, mas se quero comprar algo no shopping e me atendem mal, não importa o quanto eu queira aqueles óculos de sol. Eu não compro, e acredito que não seja só comigo. Ainda tem aquelas pessoas que compram, mas não consideram que tiveram uma experiência de compra satisfatória.

Como eu sei que você não quer perder vendas ou fidelidade de clientes por os atender mal, você deve apresentar uma boa postura corporal, falar com clareza e de preferência com simpatia, como o Sr. Alfredo fará depois de ler esse post.

Mostre que você está feliz em atender aquela pessoa, em desenvolver uma campanha para a marca dela. Seja você mesmo, só que o “você” que está no melhor dia da sua vida. Atenda bem, tenha postura, esclareça dúvidas e respeite o espaço do seu cliente pensar no que você está oferecendo.

Pode ter certeza que apresentar uma campanha criativa de braços cruzados e voz sonolenta não vende, mesmo que a ideia seja maravilhosa.

Esteja aberto
Por fim, esteja aberto ao que o cliente quer. Ouço quase que diariamente dos meus chefes na agência que no final quem está pagando é o cliente. Seu papel, independente da área em que atua, é mostrar o que acha melhor para ele e apresentar os riscos das demais opções, e cabe a ele optar pelo que ele acha melhor.

Receba bem feedbacks, tente encaixar o desejo dele no meio do seu plano de mídia, por mais que saiba que vender peixes na rádio não vá ser uma boa escolha. Basta você informar ao Sr. Alfredo que seria melhor se fizessem uma ação na praia ao invés de anunciar na rádio.

E aí, gostou do artigo? Foram dicas simples e reais que fazem a diferença na hora de conquistar o seu cliente. Muitas delas aprendi testando e percebendo que aceitavam melhor as minhas ideias quando as utilizava.

Espero que você consiga vender seu peixe melhor que o Sr. Alfredo que quer anunciar na rádio da Praia Grande.

Leia Mais
Digital

Live do Amigos recebe, na próxima semana, Carlo Paschoal, Danilo Fuin, Edson Pintan, Isabel Borba e Hiram Baroli

Com o objetivo de unir os profissionais do mercado publicitário para um bate-papo semanal e virtual, o Amigos do Mercado vem realizando uma série de lives que debatem, entre outras coisas, o que aprendemos nas últimas semanas.

Nesta semana a Live acontecerá dia 16 de junho, a partir das 18h30.

Na próxima terça-feira, dia 16 de junho, participarão do bate-papo Carlo Paschoal, Diretor de Novos Negócios da Carrega+; Danilo Fuin, diretor comercial da NovaBrasil FM / Estúdio Ene; Edson Pintan, diretor comercial da Mix Media; Isabel Borba, Head de aeroportos da JCDecaux e Hiram Baroli, diretor comercial de operações da Folha de S.Paulo. Eles irão contar suas experiências pessoais e sua visão geral de como o mercado e as empresas nas quais trabalham estão lidando com o momento atual.

A transmissão será pelo YouTube do Amigos do Mercado.

Amigos do Mercado é uma rede que conecta profissionais de publicidade nas redes sociais e eventos.

Leia Mais
Digital

Live do Amigos recebe, na próxima semana, Ana Matozo, Bruno Campos, Marcos Saurin e Henrique Carsalade

Com o objetivo de unir os profissionais do mercado publicitário para um bate-papo semanal e virtual, o Amigos do Mercado vem realizando uma série de lives que debatem, entre outras coisas, o que aprendemos nas últimas semanas.

A Live desta semana acontecerá amanhã, dia 09 de junho, a partir das 18h30.

Nesta terça-feira, dia 09 de junho, participarão do bate-papo Ana Matozo, Head Comercial da Outdoor Social; Bruno Campos, diretor de marketing digital e mídia da GM na América Latina; Marcos Saurin, CEO da Myntelligence; e Henrique Carsalade, gerente comercial da Ameixa Produções e embaixador do Grupo Amigos do Mercado Minas Gerais. Eles irão contar suas experiências pessoais e sua visão geral de como o mercado e as empresas nas quais trabalham estão lidando com o momento atual.

A transmissão será pelo YouTube do Amigos do Mercado.

O Amigos do Mercado é uma rede que conecta profissionais de publicidade nas redes sociais e eventos.

Leia Mais
ConteúdoDigital

Live do Amigos recebe, nesta semana, Fabiana Maia, Fábio Brancatelli, Mário Leão, Ricardo Ambrust e Virginia Any

Com o objetivo de unir os profissionais do mercado publicitário para um bate-papo semanal e virtual, o Amigos do Mercado vem realizando uma série de lives que debatem, entre outras coisas, o que aprendemos nas últimas semanas.

Estas conversas ocorrem sempre às quintas-feiras, à partir das 18h30.

Nesta quinta feira, dia 04 de junho, participarão do bate papo Fabiana Maia, diretora de mídia e atendimento da Talent Marcel; Fábio Brancatelli, CEO da A+V Zarpa; Mário Leão, diretor comercial da Retail Media; Ricardo Ambrust, procurement senior manager da Johnson&Johnson e Virginia Any, diretora comercial da ELLE. Eles irão contar suas experiências pessoais e sua visão geral de como o mercado e as empresas nas quais trabalham estão lidando com o momento atual.

Para assistir, basta seguir o @amigosdomercado em suas redes.

Amigos do Mercado é uma rede que conecta profissionais de publicidade nas redes sociais e eventos.

Leia Mais
Digital

RedeTV! é a primeira emissora brasileira a ter 10 milhões de inscritos em seu canal no YouTube

Canal está ainda entre os 15 mais vistos no país na plataforma de vídeos

A RedeTV! é a maior emissora brasileira no YouTube em números de inscritos em seu canal principal. Mantendo-se na liderança entre os canais de TV aberta na plataforma há mais de um ano, a página da RedeTV! alcançou nesta semana a marca de 10 milhões de inscritos. O canal se destaca também em número de visualizações, sendo o único entre as televisões abertas a figurar no ranking dos mais vistos do SocialBlade, ocupando o 14º lugar.

O canal da RedeTV! no YouTube soma 6,1 bilhões de visualizações, mais do que o dobro da segunda colocada do segmento de televisão. De acordo com o ranking do SocialBlade, a página da emissora contempla mais views do que a do sertanejo Gusttavo Lima, por exemplo, que recentemente produziu lives no período de isolamento social.

Muito além de uma televisão aberta, a RedeTV! tem ampliado o desenvolvimento de produções multiplataforma, reforçando sua operação enquanto produtora de conteúdo a ser distribuído em diferentes verticais.

Toda sua estratégia e inteligência digital está concentrada na Peanuts Content, empresa voltada para a produção, gerenciamento e comercialização de conteúdo exclusivo para plataformas de social videos, responsável por tornar a emissora um dos maiores players digitais do país com um crescimento orgânico nas plataformas.

Ao todo a Peanuts administra cerca de 25 milhões de inscritos e seguidores no YouTube e Facebook com uma audiência total de 12 bilhões de views em seus vídeos.

Confira o ranking dos canais brasileiros em visualizações no YouTube:
1) KondZilla: 30,1 bilhões
2) Galinha Pintadinha: 15,3 bilhões
3) GR6 Explode: 14,9 bilhões
4) Luccas Neto: 11,1 bilhões
5) Rezende Evil: 10,3 bilhões
6) Marília Mendonça: 10,3 bilhões
7) Turma da Mônica: 10,1 bilhões
8) Felipe Neto: 9,9 bilhões
9) Maria Clara & JP: 8,1 bilhões
10) AuthenticGames: 7,8 bilhões
11) Henrique e Juliano: 7,8 bilhões
12) Totoykids: 7,6 bilhões
13) Zé Neto e Cristiano: 6,7 bilhões
14) RedeTV!: 6,1 bilhões
15) Gusttavo Lima: 6 bilhões

Fonte: SocialBlade

Leia Mais
DigitalMarketing

7 dicas para tirar uma renda extra na quarentena

Durante a pandemia muitas pessoas estão desempregadas ou tiveram reduções salariais. Pensando nisto, trago para vocês algumas dicas que estou colocando em prática para abrir meu ateliê de crochê.

Trabalhe com algo que você já sabe fazer
Para abrir um pequeno negócio durante a quarentena, liste coisas que você sabe fazer: um doce gostoso, artesanato ou identidade corporativa. O importante é você se sentir confiante para vender os seus serviços.

Pode ser algo relacionado ou não com a sua profissão. Eu por exemplo, estou fazendo uns freelas de identidade corporativa, mas também estou abrindo o meu ateliê. Una a sua criatividade com a sua experiência. Uma dica muito boa é partir para o lado gastronômico, já que aumentou muito a demanda para serviços de delivery.

Entenda a demanda
Além de fazer algo que você já sabe, deve entender o quanto as pessoas buscarão por este serviço no momento.

Como dito anteriormente, o delivery está com grande demanda, mas não é só isso. Cosméticos e artesanato são muito procurados em datas especiais, como o Dia dos Namorados e o Dia dos Avós, que estão pertinho já.
Pense em datas nas quais as pessoas comprariam o seu produto e se prepare para deixar tudo pronto e depois só vender.

Encontre fornecedores ativos
Para ter um lucro melhor, o segredo é encontrar bons fornecedores. O problema é que com tantos comércios fechados e com fretes absurdos, fica complicado ter fornecedores com bons preços e variedades de produtos.

Vale a pena procurar fornecedores de fora da sua região, pois os fretes acabam sendo menores que de grandes lojas, e há disponibilidade de mercadoria. Buscando armarinhos, pude perceber que os melhores preços estão em cidades próximas, como São José dos Campos, Campinas e regiões do ABC.

Faça do negócio um negócio de família
O melhor durante a quarentena é o tempo que estamos passando com quem mora com a gente. Eu moro com a mamãe, e como ambas fazemos artesanato, decidimos nos unir para produzir roupinhas de nenê e cachecóis para vender, ela no tricô e eu no crochê.

Encontre algo em comum que você e a pessoa com quem mora sabem fazer: se você faz esfihas e sua noiva faz doces, abram uma conta no iFood e vendam juntos!

O importante é se unir neste momento para conseguir superar as dificuldades.

Tenha redes sociais atrativas
Se for um projeto só para a quarentena, talvez não seja tão interessante abrir uma página para a marca de vocês, e sim trabalhar com as pessoas que já te conhecem.

Use suas próprias redes sociais para ofertar o serviço e tirar dúvidas sobre entrega segura e tempo de produção.

Porém, independente de usar sua própria conta ou uma conta nova, use cores atrativas e faça postagens relevantes para o público, despertando o interesse dele e mostrando que você é confiável para comprarem contigo.

Trabalhe o marketing boca a boca
Como as pessoas estão evitando comprar produtos não essenciais, será mais fácil vender para quem te conhece.
Comunique as pessoas próximas a você e ofereça descontos para elas caso te indiquem para amigos que fecharem encomendas com você também.

É uma forma de você aumentar a sua demanda e incentivar as pessoas a comprarem com você, que foi flexível com elas, incentivando a pessoa que te conhecer a fazer o mesmo, aumentando a sua rede de contatos que confiarão ainda mais no seu serviço por um amigo ter te indicado.

Faça ações sociais
As pessoas esperam ainda mais durante a pandemia que as marcas realizem ações sociais. Por isto planeje-se para doar parte de seus lucros ou produzir máscaras e distribuir em hospitais ou para pessoas necessitadas.

Acima do lucro, o importante é nos ajudarmos durante esta fase difícil, para que todos superem este momento e possam voltar a se ver num futuro mais breve.

Gostou das dicas? Fique em casa e continue vendendo, deixando as pessoas felizes em receberem seus produtos e ajudando a sociedade a espairecer um pouco. Una-se com quem está com você e se divirtam fazendo algo que gostam tirando uma renda em cima disso!

Leia Mais
ConteúdoDigital

Alavanque seu Instagram através dos stories

Para você aumentar as visualizações do seu perfil corporativo, os stories são uma ótima estratégia, já que você não conta apenas com a possibilidade de aparecer no feed, mas tem a oportunidade de ser notado através dos stories.
Hoje, trago cinco dicas de como você pode fazer stories interessantes para a sua empresa, desde a estética deles até o conteúdo em si.

Mostre quem está por trás
Principalmente para pequenas empresas, mostrar quem faz o negócio funcionar é essencial para passar credibilidade para o prospect. Ao passar uma boa imagem de quem você é, o usuário se sente mais à vontade para te acompanhar e interagir, além de ser mais provável efetuar uma compra com você.
Nestes stories, mostre quem é você, fale sobre a sua rotina e o “por trás das câmeras”, abrindo um pouquinho do seu processo de vendas, para que entendam toda a sua linha produtiva e confiem no seu serviço.
Seja alegre, carismático e confiante. E principalmente, seja você mesmo, afinal você é o espelho da sua empresa.

Tenha um mascote
Muito interessante para empresas com público mais jovem, ter um mascote é uma boa estratégia, pois os usuários criam um apego emocional por ele, vinculando-se à sua marca.
O mascote pode ser tanto um bichinho de pelúcia, quanto uma estátua ou até mesmo um peludo de verdade. Se seu pet é receptivo e não se sente acanhado com câmeras, faça fotinhos com seu bichinho. Mas não se esqueça: o seu pet é o seu melhor amigo, então não judie dele só para ter mais views.

Legende os vídeos
Muitas pessoas escrevem com fundos coloridos nas fotos dos stories, mas são poucas aquelas que usam as legendas nos vídeos.
A dica é que você as utilize para instigar o telespectador a continuar a assistir o story, mas sem forçar muito a barra. Por exemplo, se você vai falar sobre a entrega segura para clientes que comprarem pelo e-commerce, escreva algo como “como estamos entregando na quarentena”.

Utilize cores do próprio story
Sabe aqueles tons vibrantes que o próprio insta sugere você utilizar para colocar de fundo nas legendas? Eles são bonitos sim, mas podem destoar um pouco do que você está fazendo no seu story.
Para harmonizar ainda mais seus stories, escolha uma cor bonita que aparece na foto ou filmagem que tirou, priorizando uma cor diferente que aparece de relance, ou uma cor bonita que apareça mais, como da sua blusa azul ou do enfeite de cabelo. Independente da cor que pegar, ficará melhor do que as padrões do Instagram.

Faça enquetes
A última dica deste post é que você interaja direto com a sua audiência, através de enquetes do próprio insta para que os usuários se sintam parte da sua marca. Aproveite também para tirar dúvidas dos usuários, gerando informação para eles e explorando suas dúvidas para divulgar ainda mais como a sua empresa trabalha.

Com o que você leu acima, surpreenda seus seguidores e se prepare para melhorar a forma como sua empresa é vista. Mas não se esqueça: planeje-se para isto e entenda que não acertará de primeira, mas nem por isto deve desistir.
Você já faz alguma dessas dicas que eu passei aqui hoje? Conte para os outros leitores aqui nos comentários de que forma isto te ajudou a ter seguidores mais engajados e mais vendas também!

Leia Mais
1 2
Page 1 of 2