close
Entrevistas

Entrevista: Josué Brazil

É bem verdade que o Blog do Crespo demorou um pouco mais do desejável para retomar a maratona de entrevistas, prometida quando este blog completou 2 anos.

Porém, o que posso adiantar, é que uma série de entrevistas já foram feitas, estão arquivadas e aos poucos, serão aqui postadas para vocês.

Hoje, trago para vocês, uma entrevista feita dias atrás com o publicitário, professor, radialista e blogueiro, Josué Brazil.

Profissional atuante no Vale do Paraíba, contou pro Blog do Crespo, sobre suas atividades na região e como vê o futuro da nossa publicidade. 

Depois, se desejarem, nos mandem emails ou comentem o post, com suas observações.

Confiram aí:

Josué Brazil

Quem é ele?

Publicitário e professor universitário de Propaganda, atualmente lecionando na Universidade de Taubaté. Foi proprietário de duas agências de propaganda (Trio Comunicação Mercadológica e Publicus Comunicação Publicitária) e teve passagens por veículo de comunicação e outras agências de propaganda. É apaixonado pela atividade publicitária e através do seu blog, o ValePublicitando (www.valepublicitando.com) divide um pouco desta paixão com seus alunos e colegas de profissão. Como radialista, apresenta os programas Bossa, Jazz&Cia e o Publicitando, ambos pela Rádio Unitau.

 

Blog do Crespo – O Blog do Crespo conhece o Josué Brazil, como professor e blogueiro, mas parece que antes disso, você foi proprietário de duas agências de publicidade. É isso mesmo? Conte um pouco dessa sua experiência aos nossos leitores.

Josué Brazil – É verdade, fui dono de duas agências. Uma de cada vez. A primeira abri quando ainda estava no terceiro ano de faculdade e, em função da absoluta falta de experiência e de vários planos econômicos, durou uns três ou quatro anos apenas. Aí dei um tempo e fui trabalhar com turismo. Quando soube que a Globo vinha para SJCampos chamei três amigos e abrimos a Publicus. Essa teve vida mais longa, cerca de treze anos. Fechei-a em 2011 para me dedicar somente à carreira acadêmica.

 

Blog do Crespo – É fato que o Vale do Paraíba é uma região sócio-econômica importantíssima para o país, por conta de seu potencial industrial e "estratégica" localização, que serve como rota entre os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Mas tratando especificamente da indústria da comunicação: Qual o nível de desenvolvimento desse mercado de comunicação no Vale? Existe ainda receio das empresas quando se fala em Publicidade? Existem boas agências na Região? 

Josué Brazil – Ainda estamos num estágio de formação e consolidação de uma cultura de marketing e comunicação. O fato de várias empresas terem passado a regionalizar sua comunicação tem sido decisivo para a mudança (positiva) do mercado. É o caso das grandes construtoras/imobiliárias/incorporadoras. O mercado vive uma fase ótima de uns três anos para cá, com profissionalização das agências e fornecedores, novos anunciantes e crescimento econômico. Há boas agências no Vale do Paraíba, notadamente em SJCampos e Taubaté.

 

Blog do Crespo – Quais seriam hoje os anunciantes de destaque? As contas publicitárias desses anunciantes estão concentradas nas mãos de agências paulistanas, cariocas ou agências locais? Qual sua visão sobre isso?

Josué Brazil – Os setores que mais anunciam são a construção civil e o varejo de automóveis. Temos também algumas prefeituras e câmaras municipais que são importantes anunciantes. Depois, temos o restante do varejo e o setor de serviços que vem crescendo ano a ano. E a maioria é atendida por agências regionais. Normalmente, as indústrias nacionais que têm planta na região são atendidas por agências de São Paulo. O Rio de Janeiro nunca teve muita presença aqui. Mas mesmo neste segmento já há serviços de comunicação, principalmente internos, contratados junto a agências locais.

 

Blog do Crespo – O Blog do Crespo acompanha relativamente de perto, o trabalho e o envolvimento que tem com seus alunos na UNITAU, extrapolando a relação aluno x professor e sim, tornando-se parceiro deles durante o período de faculdade e principalmente, depois. Partindo dessa análise, conta um pouco pra gente, como é o trabalho que realiza na UNITAU.   

Josué Brazil – Isso tem muito a ver com paixão, emoção e envolvimento. Eu me formei na UNITAU. Tenho verdadeira adoração pelo trabalho lá. Mas também tenho muita ligação com o mercado regional de propaganda. Sou compelido por emoção e razão a batalhar para que ele cresça. Quanto aos alunos e ex-alunos acho que é um processo evolutivo como professor. Já fui do tipo durão e distante, mas percebi que era melhor se aproximar e entender de perto esse público. Adoro me aproximar da garotada. Comecei a blogar por causa deles. E todo o mais das redes sociais que veio depois também tem origem nessa vontade de ser próximo dos alunos. Eu vibro quando um deles vai para o mercado ou consegue se destacar em sua atividade. Sou meio pai babão hoje em dia. Mas ainda sei cobrar com força os trabalhos, exercícios e avaliações.

 

Blog do Crespo – Muito se fala sobre a distância que existe entre o que se aprende na faculdade e a realidade do mercado publicitário. Você entende dessa forma também? Como minimizar essa possível distância?

Josué Brazil – Acho que isso sempre existiu e sempre vai existir. E não é porque a faculdade não ensine direito. É porque trabalho é diferente de estudo. Só isso. Aqui tentamos ao máximo aproximar o mercado da academia, através de palestras, eventos, encontros e debates. Troxemos o capítulo regional da APP (APPVale) para dentro da faculdade. Eles estão sediados lá. Como temos muitos ex-alunos no mercado, sempre os trazemos para trocar ideias com os que estão começando. Temos tembém muitas ofertas de estágio. E mesclar professores com forte atuação no mercado com professores com ampla formação acadêmica me parece o melhor caminho para sanar esse problema. 

 

Blog do Crespo – Como professor e publicitário que é, quando um aluno lhe pede conselhos sobre seu futuro, você o orienta a atuar no mecado no qual está se formando, no caso, o Vale, ou ir para mercados como São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo?

Josué Brazil – Sempre digo que depende do que ele quer, do que ele sonha. Tem gente que quer muito fazer carreira em São Paulo, principalmente. Então eu digo: "Prepare-se muito. A briga é feia." Mas como a região é ótima para viver, a maioria quer ficar e ajudar o mercado a se desenvolver para poder pagar bem. Temos muitos ex-alunos que estão bem aqui, em São Paulo, no Rio e até no exterior.

 

Blog do Crespo – O mercado paulistano tem contratado muitos profissionais do interior e litoral do Estado. Existe algum motivo para isso, na sua opinião?

Josué Brazil – Acho que quem vem do interior vem disposto a mais. Não tem vergonha de fazer anúncio de varejo e malinha direta porque já fazia isso de onde veio e vai fazer melhor porque vai trabalhar com mais verba. Se conseguir emprego numa agência de promoção média vai achar legal. Não escolhe entre apenas as dez maiores do ranking. Tenho uma aluna que ainda está no quarto ano mas está numa agência de promoção em Sampa. Na primeira entrevista em que apresentou o portfólio, foi contratada. O cara do interior, acredito, é mais flexível. E entende melhor todos os públicos, já que no interior estamos todos mais próximos. Como há boas escolas no interior e a digitalização aproximou tudo profissionais do interior reduziram a diferença para os das capitais.

 

Blog do Crespo – Qual sua opinião sobre a Prova de Certificação, criada no ano passado pelo Grupo de Mídia de São Paulo?

Josué Brazil – Acho positiva. Embora seja meio cético a essas certificações e provas, tipo OAB, por exemplo. Mas acho que a ideia é criar uma melhoria no nível dos profissionais e isso é válido. Mas devemos ficar atentos. Não pode virar OAB!

 

Blog do Crespo – Para finalizar, gostaria de saber sobre o novo desafio: um programa de rádio chamado Publicitando. Conte um pouco pra gente sobre essa nova empreitada do Josué Brazil. Quem mora em São Paulo, por exemplo, consegue acompanhar o programa?

Josué Brazil – Já vinha com a ideia de levar de alguma maneira o conteúdo do blog para o rádio. Até demorei demais. Adoro rádio. Sonhava em ter uma emissora. Aí, quando a UNITAU colocou no ar sua emissora educativa e convidou professores de comunicação para desenvolver conteúdo eu pensei um pouco e me arrisquei: pus no ar o Bossa, Jazz&Cia, que está no ar há uns 05 ou 06 anos. Depois que peguei o jeito da coisa resolvi levar o Publicitando para o rádio. E está indo bem, apesar de ainda precisar de alguns ajustes. Quem mora em São Paulo pode acompanhar o programa pela internet. É só acessar http://site.unitau.br/scripts/radio/ O programa vai ao ar todo Sábado das 12 às 13 horas.

 

Blog do Crespo – Agradecemos muito por sua entrevista. Acompanhamos de perto seu trabalho, por blog, twitter ou facebook. Agora, pelo rádio! Temos ainda o ValePublicitando como blog parceiro do Blog do Crespo. Mais uma vez, obrigado. Abraços.

Josué Brazil – Eu é que agradeço a oportunidade e aproveito para agradecer também pela força que o Blog do Crespo sempre deu para as minhas iniciativas. Seguimos na parceria! Grande abraço! 

 

Entrevista exclusiva ao Blog do Crespo, em 08/11/2011. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.

Tags : blogblog do crespoentrevistafilipe crespojosué brazilmídiaprofessorpropagandapublicidadepublicitandopublicusunitauvale
Filipe Crespo

The author Filipe Crespo

Publicitário formado e Mestre em Administração com ênfase em Finanças. Profissional de mídia certificado pelo Grupo de Mídia de São Paulo construiu carreira em agências como Ogilvy, Africa, Y&R, JWT, W/McCann e Lowe, atendendo clientes como: P&G, Unilever, BRFoods, LG, Bradesco e Mastercard. Atualmente é Sócio Diretor do Creativosbr e Consultor de Mídia do McDonalds no Brasil. É idealizador do Amigos do Mercado. É também professor de Planejamento de Mídia na FECAP, na FAAP e no MBA do Mackenzie.

Comentários no Facebook