close

Pois é. Ontem foi um dia bem diferente para todos nós, brasileiros. Imaginem então, para os cariocas.

Quem diria: o Rio de Janeiro será a sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Violência??? Imagina, cidade maravilhosa!!!

Assisti ao vídeo de apresentação do Rio, ao Comitê Olímpico Internacional.

Pow, quase arrumei minhas malas e me mudei para o Rio. Fernando Meirelles consegiuiu esconder até os morros. Que cidade bacana aquela que aparecia no vídeo.

Me fez lembrar as cenas das novelas das oito, gravadas no Rio. Tudo muito lindo, todos muito ricos e belos.

Somado a isso, crianças felizes, motoristas sorridentes e um sol de 40 graus. Ah, e mais uma vez: nada de morros.

Ao contrário do que vocês podem achar, não sou contra a cidade do Rio de Janeiro ser sede dos Jogos.

É indiscutível que temos problemas sociais aos montes aqui no Brasil e que 20 bilhões de reais poderiam ser destinados para esses problemas, ao invés de uma Olimpíada.

Por outro lado, entendo que o evento força investimentos que talvez não fossem feitos em uma situação normal.

É a velha história do ovo e da galinha.

Como publicitário, estou feliz da vida, porque a coisa vai ser fantástica. Acredito que junto com os setores de engenharia e turismo, a publicidade vai ser umas das áreas que mais vai lucrar com o evento.

Aliás, a coisa já começou a pegar fogo. Os anúncios de oportunidade lotaram as páginas das revistas e jornais hoje e inserções em tv aberta por todo o país.

Ontem mesmo, estava eu na Talent, aqui mesmo em São Paulo, quando ouvi um cara da Mídia falando que o Jornal O Globo iria lançar um caderno especial hoje, com 32 páginas e que em 5 minutos havia vendido todos os espaços publicitários. Caramba!!! Ninguém quer perder a oportunidade de lançar um anúncio no jornal de hoje, lá no Rio de Janeiro.

O rapaz ainda disse que a diretoria do Jornal O Globo estava pensando em aumentar o número de páginas do caderno especial Rio 2016, para possibilitar um maior número de publicidade. Mas sabem por que isso não seria feito? Por que a tiragem ia ser muito grande e estava faltando papelo no Jornal. Pasmem…… faltando papel no Jornal???

Ah não. Nem falo mais nada depois dessa!!!

 

Tags : anúncioblog do crespobrasilcidade maravilhosacoiengenharialulamídiao globooportunidadepropagandapublicidaderio 2016talenttiragemtv aberta
Filipe Crespo

The author Filipe Crespo

Publicitário formado e Mestre em Administração com ênfase em Finanças. Profissional de mídia certificado pelo Grupo de Mídia de São Paulo construiu carreira em agências como Ogilvy, Africa, Y&R, JWT, W/McCann e Lowe, atendendo clientes como: P&G, Unilever, BRFoods, LG, Bradesco e Mastercard. Atualmente é Sócio Diretor do Creativosbr e Consultor de Mídia do McDonalds no Brasil. É idealizador do Amigos do Mercado. É também professor de Planejamento de Mídia na FECAP, na FAAP e no MBA do Mackenzie.

Comentários no Facebook