close
Digital

Seria esse o fim do Facebook?

Divulgação | Pixabay

Depois das diversas acusações que recaíram sobre o Facebook nas últimas semanas, um anúncio all type toma conta dos principais jornais do mundo; e hoje o maior objetivo da empresa é resgatar a credibilidade na segurança dos dados e manter os seus investidores. coque iphone 7 Uma reportagem recente apontou o vazamento de dados de mais de 50 milhões de usuários pela Cambridge Analytics, e o uso deles como parte da estratégia de segmentação de anúncios na campanha presidencial de Donald Trump, coque iphone xs max em 2016, coque iphone tem ameaçado expostamente a credibilidade da rede quanto à segurança de dados. O reflexo imediato sobre essa divulgação, feita na terça feira, 19, coque iphone 6 e ainda em investigação, já aponta uma queda de aproximadamente 10% nas ações do Facebook, ficando em torno de US$ 60 milhões. acheter coque iphone en ligne Uma análise do quadro financeiro do Facebook realizado por Colin Sebastian, analista financeiro, afirma que a maior dificuldade que o Facebook enfrenta é a perda de investimento das grandes marcas em sua plataforma na compra de mídia e no relacionamento com os consumidores. Para reverter a ideia de falta de proteção com os dados, coque iphone en ligne o Facebook estampou nesse domingo, 25, uma página inteira dos mais prestigiados jornais dos Estados Unidos e do Reino Unido, incluindo The Washington Post, The New York Times, The Wall Street Journal, coque iphone pas cher The Observer, Sunday Mirror entre outros a seguinte mensagem: “Somos responsáveis por proteger suas informações. Se nós não podemos, não a merecemos.” O anúncio em all type com a assinatura de Mark Zuckerberg admite o vazamento dos dados e esclarece que já foram tomadas as medidas cabíveis para que o fato não venha mais a acontecer.

Tags : blog do crespocreativosbrdadosdigitalfacebooksafesegurança de dados
Filipe Crespo

The author Filipe Crespo

Publicitário formado e Mestre em Administração com ênfase em Finanças. Profissional de mídia certificado pelo Grupo de Mídia de São Paulo construiu carreira em agências como Ogilvy, Africa, Y&R, JWT, W/McCann e Lowe, atendendo clientes como: P&G, Unilever, BRFoods, LG, Bradesco e Mastercard. Atualmente é Sócio Diretor do Creativosbr e Consultor de Mídia do McDonalds no Brasil. É idealizador do Amigos do Mercado. É também professor de Planejamento de Mídia na FECAP, na FAAP e no MBA do Mackenzie.

Comentários no Facebook