close

anúncios

DigitalMídiaPublicidade

Novo formato de anúncio do YouTube

Todos conhecem o YouTube pela sua principal característica de uma plataforma de vídeo, e pelo seu grande volume de conteúdo das mais diversas categorias, desde tutoriais, infantil, opinião, esporte, criadores de conteúdo, até clipes musicais.

E por falar em música, o Youtube percebeu que nesta categoria, existe uma grande oportunidade para ser explorada e contribuir com os players desse mercado, além de expandindo o seu leque de anúncios.

“Tentar ajudar os artistas do setor a ganhar mais receita com anúncios” afirmou Lyor Cohenm chefe global de musical do Youtube ao citar sobre o novo formato de anúncio que a plataforma vem desenvolvendo. Os anúncios de áudio de 15 segundos tem como público-alvo os usuários que consome música e podcast pela plataforma.

O YouTube observou que 85% do consumo de música ainda é feito por vídeos, mas os outros 15% é uma grande oportunidade em potencial para a plataforma testar e disponibilizar anúncios de áudio.

Os anúncios de áudio, estão em fase beta, disponíveis através de leilão no Google Ads e Display & Video 360, com base no custo por mil (CPM), segmentação e outras opções como campanhas de vídeo. Nesse formato de áudio, o visual é composto por uma imagem estática ou animação simples contendo uma área clicável para direcionar ao site do anunciante.

Com essa iniciativa, a plataforma espera um acréscimo considerado em suas receitas de anúncio, considerando que já possui mais de 70 milhões de faixas oficias, além de apresentações ao vivo e outros conteúdos disponíveis para os anunciantes divulgarem seus trabalhos e campanhas. Dessa forma o Youtube acaba se tornando um competidor direto da plataforma que tem como base a música e já comercializa anúncios nessa categoria há um tempinho, o Spotify.

Leia Mais
DigitalMídia

A nova versão do iOS 14 e os anúncios custumizados

Depois das últimas noticias de atualização da nova versão do iOS 14, as redes de publicidade online se juntam para pedir mais diálogo com a Apple antes dela estabelecer suas novas políticas de privacidade. Isso tudo porque a nova versão do sistema operacional do iphone deve influenciar diretamente na entrega de anúncios publicitários customizados aos seus usuários.

Um popup aparecerá para o usuário assim que entrar pela primeira vez em um aplicativo, “Seus dados serão usados para entregar anúncios personalizados para você” essa mensagem pedirá a autorização ou não para a liberação de dados do usuário.

Por mais que as redes de publicidade rastreei os dados dos usuários sem se apropriar de suas informações pessoais, a Apple quer ampliar o poder dos seus clientes de decidir a restrição ou liberação de seus dados.

A carta endereçada a empresa assinada pelos principais players que compõem a rede de publicidade online, pede mais esclarecimentos e sugestões para que sejam seguidas por profissionais de marketing, desenvolvedores e outras partes para que preservem a funcionalidade da operação atua. Todo esse apelo promovido pela indústria é justificado pelo grande impacto que essas alterações devem provocar no mercado.

“Sabemos que isso pode impactar seriamente a capacidade de publicadores monetizarem pelo Audience Network e, apesar de nossos esforços, pode tornar o recurso sem eficácia no iOS 14 de maneira que não faça sentido mantê-lo no futuro”, afirmou o Facebook ao informar que tais mudanças devem impactar os anúncios em uma queda de 50% de eficácia.

Leia Mais