close

guaraná antarctica

DigitalMídiaPublicidade

Guaraná e Paula Fernandes juntos por um Natal brazuca

O melhor do Brasil é o brasileiro, com certeza você já ouviu essa frase, e foi nessa pegada que a marca originalmente brasileira resolveu abrasileirar o evento de maior repercussão mundial. O Guaraná Antártica chamou a Paula Fernandes para juntos criarem uma versão raiz do nosso Natal verde e amarelo.

Com uma releitura do “Jingle Bell Rock” totalmente brasileira, a criação fez adaptações musicais e incluiu elementos e situações tipicamente brasileiras valorizando a cultura tupiniquim, já que neste ano vivemos uma época atípica. “Neste ano, com tudo o que estamos vivendo, esse filme vem como uma homenagem a todos nós que vamos precisar comemorar a data de um jeito diferente, talvez sem a família reunida, e enaltecer tudo aquilo que faz dessa festa única e muito Coisa Nossa, como Guaraná Antárctica!”, afirma Alexandre Lemos, gerente de marketing de Guaraná Antárctica.

O filme ainda conta com easter eggs para engajar e interagir com o publico com o proposito de gerar conversas e buzz sobre o material nas mídias digitais e nos grupos de rede social.

“O Natal é a minha celebração favorita e fiquei muito feliz com o convite de Guaraná. Eu espero que os fãs curtam a música e que ela possa levar um pouco de diversão nesse período”, afirma Paula Fernandes ao criar a música especialmente para a época do ano.

O material pode ser visto nos canais da marca e na tv aberta a partir do dia 19 de dezembro, o videoclipe é uma criação da SOKO e da Draftline, inhouse da Ambev.

 

Confira o Vídeo.

Leia Mais
Marketing

Não basta aparecer, tem que convencer!

Não foi a primeira vez que isso aconteceu nessa edição do Big Brother Brasil.

O mesmo erro, idêntico, já havia ocorrido na primeira semana do programa, quando uma prova, patrocinada pelo Guaraná Antárctica, determinaria o líder da semana, o primeiro do programa.

Mas como esse caso do Guaraná já passou, vamos hoje aqui falar da "cagada da vez": SRA. KNORR

Para aqueles que não viram o BBB ontem, eu digo que se pouparam de mais um grande erro de marketing, ao vivo, transmitido para 98% dos domicílios brasileiros.

Tudo bem, trata-se de uma questão subjetiva, interpretativa, mas eu que ontem, já estava muito inclinado a acreditar, e agora tenho certeza,  a opinião pública reagiu como eu já esperava. 

O que podemos esperar de uma prova do líder, onde as pessoas primeiro se vestem de frango e depois se "embalam" e numa fila aguardam para serem "assadas"?

Sim, a prova era "ASSAR" "HUMANOS"!

Qualquer um que assistiu ao programa de ontem, percebeu que a dificuldade da prova não estava em ficar com a fantasia e sim, em aguentar o calor do "forno" por conta da "embalagem". Essa era dificuldade da prova e que fez todos, exceto 1, desistirem!

Não vamos aqui nem falar da questão de embalare as pessoas, sufocamento, crianças…..vixe….assunto pra mais de dias de discussão!

Vamos falar da marca em busca de consumidores. Hehehe Piada, né?

Burro aquele que acha que o que vale é aparecer para todo o Brasil em horário nobre e pronto, missão cumprida!

Pronto nada! Se pode aparecer ao vivo para todo o Brasil em horário nobre, por que não aproveita a oportunidade para falar algo bacana da marca, ao invés de embalar e assar os participantes. Fale de seus diferencias, caramba!

Qual profissional de marketing, em plena consciência, bolaria juntamente com sua agência de publicidade, uma tarefa onde joga, mais do que diretamente, os participantes contra a sua marca.

E isso pôde ser percebido minutos depois (para quem tem MultiShow) , quando os próprios partipantes, "embalados", começaram a pronunciar palavrões a cada momento em que "o frango TEMPERADO ia ao forno".

Que alegria para a marca!

Há quem diga (li hoje na Internet) que os partipantes, na tentativa de descontração, começaram então, a cantar o jinglle de um concorrente da Knorr.

TIRO NA CABEÇA! CAGA AO QUADRADO!

As histórias do: "AGARRA ESSA MERDA" e do "CHUTA A PORRA DA GARRAFA" NÃO foram suficientes para evitarem uma nova mancada?

E hoje? Será que na casa do BBB, nenhum participante andou falando que nunca mais quer ver um frango na vida?

Lá, eu ainda não sei, mas a internet está bombando!!! Todo mundo falando mal da prova e principalmente de uma tal de ……. KNORR!

Ah sim, o Blog do Crespo está ajudando!

Resumindo (se é que é possível), digo que, ao meu ver, a Knorr levou sofrimento aos participantes e algo ainda pior: as redes sociais bombaram NEGATIVAMENTE para a marca.

E é aí que mora o grande perigo: voltamos naquilo que eu disse no início do post: A MARCA ESTÁ APARECENDO!!!

Foda-se! A marca está aparecendo, mas de forma negativa e isso não é bom!

Vejam o título desse post: NÃO BASTA APARECER, TEM QUE CONVENCER!!! E mais: se possível, envolver, criar engajamento do público!

Se eu sou um Diretor de Marketing de um grande anunciante, dificilmente toparia ver minha marca associada à uma prova do líder, pois numa prova do líder, a marca traz alegria à 1 único participante (o vencedor) + seus torcedores e traz tristeza à todos os outros participantes + seus torcedores.

Mas é questão de pensar e chegar a uma ideia que seja viável. Lembram da prova do SuperBonder?

Apareceram e convenceram. Mostraram que o cara não cairia e… NÃO CAIU!!!

A prova durou um tempão e embora tivesse milhões de brasileiros torcendo pro cara espatifar a cabeça, o cara ficou lá grudadinho de ponta cabeça.

Aproveitaram a oportunidade (aparecer na TV) para reforçarem ainda mais o conceito da marca (não cai nem fudendo).

Knorr, guarda essa: planejamento e "caldo" de galinha não fazem mal a ninguém!

Leia Mais