close

patrocínio

Marketing

Wella Professionals, OPI e Fleury patrocinam Be Pink Outubro Rosa da b.drops

Nos dois últimos anos, a campanha arrecadou mais de 250 quilos de cabelo e contou com cerca de cinco mil doadoras. Com 300 salões participantes, localizados em Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo, a edição 2020 da Be Pink vem para ajudar mais mulheres a descobrirem os perigos da doença.

Criada com o intuito de informar e estimular a doação de cabelos, a Be Pink é a maior campanha Outubro Rosa dentro dos salões de beleza do país. A terceira edição, realizada neste ano, alerta de maneira mais impactante em relação aos sinais que o corpo dá e a importância da detecção precoce do câncer de mama, principalmente no momento atual, diante de uma pandemia.

A iniciativa é um projeto do canal de TV b.drops, exclusivo para salões de beleza, que entende que este é um ambiente onde as mulheres se sentem à vontade e mantêm uma relação de confiança e cumplicidade com os profissionais, facilitando a abordagem do assunto. Nesse sentido, a Be Pink leva materiais informativos diretamente a quem precisa, sobre como realizar o autoexame, quais os principais sintomas e quando marcar uma consulta com especialista. Aliás, toda a programação durante o mês de outubro é voltada ao combate da doença.

O outro pilar da campanha é a arrecadação de cabelo. “Não deixe a autoestima de alguém ficar por um fio” é uma das frases de impacto da Be Pink, que leva uma competição saudável para o ambiente do salão de beleza, estimulando as mulheres a doarem seus cabelos e a ajudarem quem precisa. Especialistas explicam que a autoestima é fonte de energia durante o tratamento contra o câncer de mama e que perder os fios é o maior medo das pacientes, fazendo com que algumas cheguem a negar a medicação. Todo cabelo doado nos salões participantes é destinado às ONGs “Atitude na Cabeça” e “Solidariedade em Fios”, responsáveis pela produção de perucas para pacientes em tratamento.

Outra maneira de ajudar é adquirindo os produtos oficiais da campanha pelo e-commerce, no qual 100% do lucro é voltado para as ONGs parceiras e para a “Américas Amigas”, entidade promotora dos direitos humanos, que luta pela queda da mortalidade por câncer de mama no Brasil. Nos dois últimos anos, a Be Pink arrecadou mais de 250 quilos de cabelo de quase cinco mil doadoras.

Para colocar esse projeto tão especial de pé, a Be Pink é apresentada pela “Wella Professionals” que, além de premiar os salões e profissionais ganhadores da competição, assina todos os materiais informativos. Outras marcas do mundo da beleza, como a “OPI” e a “Intercoiffure Brasil”, também estão envolvidas trazendo mais relevância para a participação dos salões. O Grupo Fleury também apoia a campanha neste ano, reforçando a importância da realização rotineira dos exames para o diagnostico precoce.

É importante ressaltar que o câncer de mama é o mais comum entre mulheres, mas apenas 2% delas conhecem os principais sintomas. Além disso, com a atual pandemia, 75% das mulheres interromperam o tratamento contra a doença. Agora, mais do que nunca, a Be Pink se torna essencial na vida delas e na sociedade como um todo.

Sobre a b.drops

A b.drops é um canal de TV exibido exclusivamente em salões de beleza com o objetivo de levar conteúdo relevante e inteligente para mulheres em um momento de descontração e bem-estar. A empresa já é líder do segmento e está presente nos maiores e melhores salões do Brasil.

Leia Mais
Marketing

Corinthians deve anunciar novo patrocinador máster

Foram quase dois anos de espera e com certeza, fez uma diferença danada aos cofres do clube. coque iphone soldes Depois do término do contrato com a Caixa, em 2017, nenhum outro acordo de patrocínio máster para o uniforme surgiu. soldes coque iphone Porém, tudo indica que nos próximos dias, o Corinthians deva anunciar o seu novo patrocinador máster de camisa. Pelo menos é dessa forma que a questão é tratada nos bastidores do clube. coque iphone Trata-se do banco BMG e o acordo deve render ao clube paulista algo em torno de R$ 30 milhões. soldes coque iphone O Banco já estampou de a camisa de outros grande clubes no Campeonato Brasileiro num passado recente. Além deste, o Corinthians possui outros patrocinadores de maior valor, que também estampam a camisa da equipe. coque iphone O mais recente patrocinador foi a Poty, que se desligou do rival São Paulo. coque iphone pas cher É aguardar pra ver se o anúncio do patrocínio do banco BMG ocorre mesmo nos próximos dias.

Leia Mais
Mídia

OMO SPORTS ATIVA MARCA EM JOGO DO BRASILEIRÃO

Em ação da campanha “Cada Gota de Suor Marca”, da OMO, neste domingo (15), durante o jogo Corinthians e Fluminense, o logo OMO Sports surgiu com muito suor no uniforme preto e branco, na área de patrocínio máster do Corinthians. coque iphone xr A ação criada e implementada pela F.Biz inovou utilizando tinta hidrocrômica para revelar a marca Omo Sports conforme os atletas se movimentavam e suavam em campo. “A OMO está constantemente inovando e trazendo produtos que resolvem de primeira, para que as pessoas possam aproveitar os momentos que marcam. coque iphone 6 E assim como OMO é uma das marcas mais lembradas e usadas pelos brasileiros, o futebol é um dos esportes preferidos. coque iphone Nada melhor para mostrar que cada gota de suor marca do que se associando a um esporte que conecta e emociona as pessoas”, destacou Giovanna Gomes, diretora de marketing de OMO. acheter coque iphone en ligne Para se manter inovadora, além de desenvolver o produto, a OMO apostou no patrocínio com camiseta especial que reage ao suor evidenciando o logo da linha sports, feito em tinta transparente. A ação integra campanha de lançamento da OMO Sports e tem o intuito de reforçar a marca em momentos marcantes de diversão, superação e bem-estar. soldes coque iphone A comunicação foi sustentada por plano de mídia com filme publicitário em TV aberta e fechada, além de mídia digital.

Leia Mais
Marketing

Substituição no time da Gillette

Como diriam alguns, "futebol é resultado"! E pelo visto, a Gillette não andava muito satisfeita com os resultados dentro de campo de seus, até então, garotos propaganda do esporte no país, Kaká e PH Ganso.

Sendo assim, a Gillette Brasil anunciou nesta semana, seus novos embaixadores do esporte. São eles: Paulinho, Oscar e Lucas.

Os três ogadorees são grandes promessas do futebol brasileiro, se destacaram recentemente na Copa das Confederações e não costumam aparecer na mídia de barba, o que facilita ainda mais o trabalho da marca.

Isso mostra que quando os resultados não aparecem, os jogadores tem que se preocupar com os reservas do clube e também ncom os reservas no campo publicitário.

Até porque Kaká e Ganso parecem não fazerem parte dos planos do atual técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari.

Muito possivelmente veremos agora Kaká e Ganso, mais barbados.

Bom final de semana a todos!

Leia Mais
Eventos

O que esperar da 13. Semana de Publicidade da PUC-SP?

Como já informado aqui anteriormente, o Blog do Crespo a partir deste ano passará a patrocinar eventos de comunicação que sejam voltados aos estudantes da mesma área.

É uma necessidade e até uma obrigação deste espaço que recebe milhares de visitas de jovens do Brasil e até de outros países da América Latina. 

O primeiro desses eventos com o apoio do Blog do Crespo, será a 13. Semana de Publicidade da PUC-SP, organizado pelos alunos que formam a AgênciaPUC e orientados pelo Professor Adélio Brito.

De 10 à 14 de Setembro, alunos daquela instituição e também não alunos da PUC terão a oportunidade de participarem do evento, que contará com wokshops e palestras com grandes nomes da publicidade nacional.

Ao todo, serão 19 profissionais altamente qualificados e posicionados no mercado de trabalho que discutirão questões voltadas ao tema da 13. Semana: "Mídias Alternativas e Inovação". 

Em breve, divulgaremos toda a programação do evento. 

Se você se interessou pelo evento e quer de alguma forma participar, entre em contato com o pessoal da organização, através dos seguintes canais:

www.facebook.com/semanapp

www.twitter.com/semanapp

semanapp.wordpress.com 

A partir de hoje e até o dia 15 deste mês, o Blog do Crespo, ficará exclusivo ao evento, noticiando o que ocorre a cada dia e trazendo para os leitores deste espaço, notícias quentinhas.

Além dos posts com os resumos dos acontecimentos, deveremos trazer entrevistas e fotos dos participantes da Semana.

Os demais canais de comunicação do Blog do Crespo, como Twitter (@blogdocrespo) e a FanPage (/blogdocrespo) auxiliarão também na divulgação do evento e estarão sempre identificados com as hashtags #semanapp #agenciapuc. Porém, Twitter e Facebook também estarão informando à vocês, tudo o que acontece no mundo da comunicação. Estes, sem a identicação das hashtags.

É o Blog do Crespo tentando sempre estar ainda mais próximo do seu público.

Além do Blog do Crespo patrocinam ainda a 13. Semana de Publicidade da PUC-SP, as empresas: Propmark, Papelaria Universitária, Bartira Grill e Bioart.

A 13. Semana da Publicidade da PUC-SP é um evento realizado pela AgênciaPUC com apoio da Universidade. 

A equipe do Blog do Crespo, agradece imensamente a audiência de vocês e pede que fiquem atentos à todos os posts referentes ao evento que serão de grande valia para vocês, estudantes e jovens profissionais do mercado publicitário.

Esperamos que curtam bastante.

Leia Mais
Marketing

Riscos de um patrocínio

Patrocinar um grande evento esportivo não é para qualquer anunciante.

Futebol, Fórmula Indy, Fórmula 1, Olimpíadas…. Por conta da alta visibilidade que um evento desse proporciona, os veículos de comunicação montam projetos comerciais que envolvem um verdadeiro cross media, oferecendo ao mercado publicitário, possibilidades mil de aparição de uma marca.

Todos os anos, recebo os planos de patrocínio para esses grandes eventos esportivos transmitidos pelas maiores emissoras de TV aberta do país. Os números impressionam, tanto de inserções garantidas, quanto de grana, mesmo.

Essas cotas de patrocíno são caríssimas, mas que, por conta do custo-benefício são renovadas pelos já atuais patrocinadores, quase que sempre.

Esse era um dos meus trabalhos na Ogilvy e também aqui na África. Faço as avaliações desses projetos. Analiso se vale a pena oferecer aquele projeto de cota tão cara, ao cliente A ou cliente B da agência. Simulo as entregas de mídia, e vejo se a tática oferecida é interessante aos clientes da casa. Se não for, discuto isso com o veículo e tento uma entrega de mídia mais relevante para meus clientes.

As vezes, chego a conclusão que vale a pena e o cliente não se interessa pelo projeto. O contrário também acontece. E para a minha alegria, é claro, muitas vezes, o cliente se interessa por aquilo que avaliei e principalmente pelo meu diagnóstico.

Para você que não tem noção de quanto custa uma única cota desses patrocínios, vou aqui listar alguns custos TABELA de projetos esportivos oferecidos às agências recentemente:

FUTEBOL 2011 (Globo) = R$ 134 milhões

FÓRMULA 1 2011 (Globo) = 59,8 milhões

FÓRMULA INDY 2011 (Band) = R$ 61 milhões

Vale lembrar que dependendo do projeto, são 4, 5 ou até 6 cotas de patrocínio como fez a Globo com o seu Futebol, neste ano.

Quem anuncia diz que vale a pena e na maioria das vezes, concordo com essa afirmação.

Porém, um grande evento pode sofrer imprevistos e se sua marca estiver diretamente relacionada à esse evento, certamente por consequência, passará a sofrer imprevistos também.

Várias são as possibilidades: Querem ver?

– Imaginem um energético patrocinar um piloto de Fórmula 1 que de uma hora para outra, passou a perder todas?

– Ou um banco patrocinar um time que não paga seus jogadores?

– Uma empresa de calçados esportivos patrocinar um velocista que por ventura, torce o calcanhar?

Poderíamos aqui listar dezena de situações que já aconteceram nesse sentido.

São situações que embora o patrocinador não tenha sido o responsável pelo imprevisto, sua marca está associada diretamente ao fato e não tem como separar. O público faz questão de juntar.

São os riscos do patrocínio, que podem ocorrer no Brasil ou em qualquer outro lugar do mundo.

E aí, de nada adianta aquelas avaliações que eu faço, pois esses imprevistos, também, chamados de variáveis incontroláveis, simplesmente acontecem!!!

Pergunto: Vocês assitiram à SP Indy 300, que ocorreu antes de ontem, ontem e HOJE, em São Paulo?

Se não viu, aqui resumo: o treino ocorreu normalmente no Sábado e ontem deveria ocorrer a corrida.

Ontem, dia da corrida, aconteceu o chamado IMPREVISTO. Pilotos concentrados, motores roncando, pista mais ou menos bacana, torcida presente nas arquibancadas pra fechar o grande evento, TV Band ao vivo. Cenário perfeito para um evento esportivo de alto nível.

Mas veio a chuva e acabou com tudo. Não havia condições de corrida. Obrigar os pilotos à correrem, seria um atentado a segurança do próximo.

Tentaram, mas as batidas aconteceram antes da primeira curva e graças a Deus, o bom senso prevaleceu.

Mas e aí? Como a Band ia resolver essa questão com os patrocinadores?

Nesse momento, de indefinição se teria nova largada opu não, eu liguei à TV. Tentei entender o que estava acontecendo. Vi que corrida não tinha e que todos aguardavam uma definição da direção de provas. Teria uma relargada ou continuava na corrida quem não bateu?

O Luciano do Valle parecia que estava em um velório. Falava pouco, sem emoção alguma e por conta das poucas imagens que a Band tinha da corrida, assistir aquilo, virou um tormento, parecia o Cidade Alerta, que repete as imagens 40 vezes por minuto. Ah..o camarote da Band, com a participação de artistas, passou a ser o melhor da transmissão.

A grande preocupação da Band, não era a chuva, ou quem ia largar em primeiro. A Band estava preocupada com seus patrocinadores.

Itaipava (Cerv. Petrópolis), Nestlé, Caixa e DoveMenCare (Unilever) compraram uma corrida de Fórmula Indy, com audiência de Domingo a tarde. E agora? E se não tiver a corrida?

A solução encontrada pela Band foi simples e óbvia: estamparam os anunciantes em tela segundo após segundo. Luciano do Valle ajudava narrando os inserts e as publicidades virtuais que apareciam na TV.

Com a corrida transferida para a Segunda-Feira, no meu modo de ver, perderam os anunciantes que apostaram suas fichas na Band.

A audiência da corrida numa Segunda-Feira de manhã não foi a mesma da audiência esperada para o Domingo a tarde, caso tivesse mesmo a corrida.

E agora? Alguém leu as linhas pequenas do contrato?

Como o mídia agora vai chegar para o anunciante e perguntar se ele gostou do evento? Ele comprou gato por lebre, não?

Vai haver bonificação da emissora ou os anunciantes simplesmente foram atingidos pelos RISCOS DE UM PATROCÍNIO?

Culpa da Band? Não. Culpa da chuva? Olha, também digo que não, mas aí já são outros quinhentos e que fica para um outro post, né Sr. Kassab?

Boa semana a todos.

Leia Mais
1 2
Page 1 of 2