close
Marketing

5 formas simples de usar conteúdos interativos

Foto de mulher de costas, câmera sobre o ombro mostrando a tela do seu notebook, que está em uma página amarela e com opções de personalização
Divulgação Unsplash

Quando estamos ouvindo um monólogo, assim que o locutor encerrar, o conteúdo também acaba. E, se ele não for muito cativante ou o esgotar o interesse do assunto, nem vamos querer ouvir até o fim, não é?

Agora, se estamos em um diálogo, o assunto se estende, se molda e cresce com quem está envolvido nele.

No meio online também, muitas vezes é mais interessante para o consumidor interagir com o conteúdo — e, consequentemente, com a marca — do que apenas receber passivamente o que está sendo dito. Tanto porque isso torna da experiência algo mais diferente quanto porque permite que tenhamos um pouco de algo que tanto tem feito falta: envolvimento humano.

É por isso que os conteúdos interativos se tornaram uma das tendências de marketing de 2021. Em um contexto de isolamento social, eles trazem para o ambiente virtual, onde mais passamos o tempo atualmente, possibilidade de calor humano.

Além disso, também é positivo para a marca pois fortalecer sua conexão com o consumidor, garantir maior retenção e engajamento e fomentar a base de dados — afinal, ao conversar com alguém, você aprende mais sobre ela. E, ao mesmo tempo em que a marca conhece o público, o público conhece melhor a marca e a identidade dela é reforçada.

Mas como fazer isso? A interatividade pode estar presente de diversas formas, e nem precisa de grandes invenções para colocá-la em prática desde já.

  • Lives -> as experiências em tempo real também são uma tendência de 2021, mas para que atinjam seu potencial a interatividade é necessidade, o quanto for possível e adequado. Seja uma live simplesmente para conversar com o público, responder perguntas e ler comentários, ou para educá-lo através do bate-papo, ou interagindo através do chat ao vivo. Para isso, é preciso que se escolha uma plataforma onde seja permitido o uso de ferramentas de interação.
  • Quizzes e questionários -> pode ser tanto algo descontraído para entretenimento, ou algo voltado para entender as dúvidas do público, ou o que eles que eles gostam de consumir da marca e o que querem de novo, ou para suas opiniões, ou até para saber melhor quem eles são.
  • Enquetes -> já dá pra pensar nos stories do Instagram né? Da mesma forma que os quizzes, podemos usar essa ferramenta para perguntar algo ao público ou fazer uma votação.
  • Vídeos interativos -> se você assistiu “Black Mirror: Bandersnatch”, da Netflix, deve se lembrar da experiência de definir o rumo da trama com apenas um clique. Pode ser mais fora da caixinha, mas não é algo impossível, embora precise de uma boa estratégia e planejamento. Lançar um vídeo gravado em que no final o público vota para onde quer que ele continue ou o que quer que o locutor aborde em um próximo tema, e realizar isso depois em uma live, talvez?
  • Publicações para conversar com o público -> terminando com uma opção mais simples, mas que pode funcionar muito bem se for feita com inteligência, também tem a possibilidade de proporcionar uma conversa direta com seus seguidores, seja fazendo uma pergunta, propondo que cada um comente algo sobre determinado assunto, ou até pedindo uma votação nos comentários.

Um detalhe a mais que pode perceber é que, se forem feitas as perguntas certas ou se prestar atenção na interação, você também conseguirá ter uma noção melhor de em qual etapa do funil o seu público está, o que ajudará nas futuras produções.

A melhor opção será o que for mais adequado para o seu público. Uma dica é, antes de decidir o formato, fazer um planejamento detalhado (um esboço desenhado por ajudar ainda mais) e definir o objetivo final dessa interação.

Tags : conteúdos interativosexperiênciainternetlistasmarketing de conteúdomídias sociaistendências de marketing
Isabela Silveira

The author Isabela Silveira

Estudante de Comunicação e Social – Publicidade e Propaganda na FECAP – Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, Isabela Silveira é apaixonada por comunicação, literatura, cultura geek e boas histórias. Tem experiência em Marketing e já publicou dois livros de fantasia, sendo um deles cujo o título é “Com o Fim da Tempestade”.

Comentários no Facebook