close
Publicidade

A aula do engraxate

Sexta-Feira cansativa, final de tarde, eu podre e então resolvo tomar uma cerveja no barzinho do toldo verde. (não sei o nome).

A história é real e aconteceu na semana passada. Também sou filho de Deus e mereço uma cerv…Brahma – cliente África.

Estava lá, sentado no bar do toldo verde, quando se aproxima um rapaz, com sua caixa de engraxate.

Logo penso: "Putz, ele veio no dia errado. Sexta – único dia da semana em que uso tênis e não sapato. Deixei o garoto frustrado".

Mas não. O garoto engraxate então se aproxima de mim e pergunta: "Moço, com licença. Na empresa em que o senhor trabalha, existe um departamento de RH"?

Juro que era a primeira e única cerveja da noite, mas ainda assim, demorei para processar a fala do engraxate. Aliás, super educado.

Quem diria não?

Respondi que sim e então veio a nova pergunta: "Se eu lhe deixar um papel, o senhor me faria o favor de entregar no RH de sua empresa?"

Fiquei pasmo novamente e então pensei: "Vai me deixar um currículo. Honesto, digno e atitude interessante e que merece todo o meu respeito." 

O engraxate então retira de sua caixa, um folheto (panfleto mesmo), em que oferece seu serviço de engraxate às empresas.

Peguei o papel e com seu agradecimento, ele partiu para mesas vizinhas e o processo foi o mesmo. Por onde ele passava, as pessoas se surpreendiam com a investida do rapaz engraxate.

Analisei o papel e agora trago para vocês.

Observem o folheto, que farei algumas considerações.

Puta sacada do rapaz ou de alguém que está por trás dele. (no bom sentido).

Tentou falar com as empresas e argumenta fortemente da importância de funcionários com sapatos lustrados. (detalhe para a foto de sapatos lustrados)

Porém, ainda que engraxate, ele não foi poupado de minhas singelas críticas:

Achei o texto regular e o dia escolhido para a entrega (sexta-feira) inadequado. Sei que ele escolheu o dia em que os bares tem maior movimento, mas poucos daqueles panfletos entregues, durariam até a próxima Segunda, dia em que os funcionários (só os de bom coração) entregariam o folheto no RH.

Mas de uma forma geral, o engraxate está de parabéns.

Eu fiz minha parte. Entreguei o panfleto no meu RH, mas antes, tive a preocupação de scanneá-lo para dividir com vocês, aqui no Blog do Crespo.

O que acharam da atitude do rapaz?

Foi uma puta aula de publicidade, num bar frequentado por inúmeros publicitários que hoje, cuidam de muitas das maiores contas do país.

Se não rolar o serviço de engraxate, ele pode levar o currículo dele no bar, que pode ser que, ele vá parar numa agência.

A aula do engraxate! 

Até, galera!

Tags : adequaçãoagênciaatitudeblogblog do crespocriaçãodistribuiçãoengraxatefilipe crespomídiapanfletopropagandapublicidaderedaçãorh
Filipe Crespo

The author Filipe Crespo

Publicitário formado e Mestre em Administração com ênfase em Finanças. Profissional de mídia certificado pelo Grupo de Mídia de São Paulo construiu carreira em agências como Ogilvy, Africa, Y&R, JWT, W/McCann e Lowe, atendendo clientes como: P&G, Unilever, BRFoods, LG, Bradesco e Mastercard. Atualmente é Sócio Diretor do Creativosbr e Consultor de Mídia do McDonalds no Brasil. É idealizador do Amigos do Mercado. É também professor de Planejamento de Mídia na FECAP, na FAAP e no MBA do Mackenzie.

Comentários no Facebook