close
Opinião

A incrível arte de criticar

creativos br – opinião – critica
Fonte: Pixabay

Tem gente que nasceu para criticar. Veio ao mundo com o objetivo de ser do contra e achar tudo ruim ou sem qualidade. Chegou para cumprir a missão de ser o chato da internet e, desde pequeno, já assume o papel de ranzinza entre os amigos. Faz de tudo para achar defeitos onde não há ou destacar os erros alheios que o dono do equívoco reza para que ninguém perceba.

Mas até onde criticar é ruim? Existem diversos tipos de críticas. Uma delas, a construtiva, é muito bem-vinda e necessária para o crescimento pessoal e profissional. É ela quem direciona, quem ajuda e abre o olho de quem gostaria de estar no caminho certo mas anda em pedras pelo errado. É a crítica construtiva que molda caráter e auxilia aqueles que buscam sempre o melhor para si e para os outros ao seu redor.

E as críticas destrutivas? Essas existem para aniquilar sonhos e humilhar as pessoas. São gratuitas e nem sempre vem acompanhadas de argumentos plausíveis. Ela só que destruir mesmo e fazer com que o equívoco se torne falha das feias. Aliás, nem sempre a crítica é direcionada a um erro. Muitas das críticas destrutivas são direcionadas para atitudes do bem, artes bem feitas, escolhas altruístas.

A verdade é que em um mundo onde a internet dá voz a qualquer pessoa, toda obra está suscetível à críticas, sejam elas construtivas, com o objetivo de fazê-lo melhor, ou destrutivas, a fim de fazer apenas você se sentir mal mesmo. Que comecem as críticas sobre este post.

Tags : creativosbrCríticashatersinternetpropagandapublicidade
Guilherme Crespo

O autor Guilherme Crespo

Publicitário e Redator. Tem 31 anos de idade e é pós-graduado em Gestão de Negócios em Marketing pela ESPM. Possui ainda diversas certificações profissionais em instituições como ESPM, FGV e SENAC. Atuou por 5 anos como Redator no Groupon Brasil. Atualmente é Redator Pleno da All Set, atendendo Nestlé (NESCAFÉ Dolce Gusto). Fundador e mantenedor do Creativosbr.

Comentários no Facebook