close

Alberto Fachin

Mídia

Grupo de Mídia SC anuncia os vencedores do Prêmio Mídia Destaca 2017

93b3f46528378c142e0d879ce331bffa

O Prêmio Mídia Destaca tem como objetivo premiar os profissionais de comunicação de Santa Catarina. E nessa 9ª edição englobou tanto profissionais de mídia quanto veículos de comunicação. A votação analisa profissionais das praças de Blumenau e Região, Joinville e Região e Grande Florianópolis.

O resultado saiu na noite de 6 de julho, anunciado pelo Grupo de Mídia de Santa Catarina. Confira os vencedores como melhores profissionais de mídia:

 

VENCEDORES – BLUMENAU E REGIÃO

– Melhor Profissional de Mídia: CAROLINE PAGEL – SEVEN COMUNICAÇÃO

VENCEDORES – JOINVILLE E REGIÃO

– Melhor Profissional de Mídia: ADRIANA BARON – EXIT COMUNICAÇÃO

VENCEDORES – GRANDE FLORIANÓPOLIS

– Melhor Profissional de Mídia: GLAUCILENE MATOS – ONEWG

 

Vale ressaltar que outras categorias também são premiadas, tais como:

 

Melhor Veículo de Comunicação:

Mídia Eletrônica Televisão;

Mídia Eletrônica Rádio;

Mídia Impressa;

Mídia Exterior;

Mídia Online;

 

Melhor Atendimento Comercial:

Mídia Eletrônica Televisão;

Mídia Eletrônica Rádio;

Mídia Impressa;

Mídia Exterior;

Mídia Online;

 

Melhor Profissional de Operações Comerciais (OPEC);

Melhor Empresa de Representação Comercial;

 

Veja o regulamento para a categoria de profissionais de mídia: http://grupodemidiasc.com/pages/grupom/files/midia-destaca-midias.pdf.

Leia Mais
Digital

CPV promete precificar visitas ao PDV

arm-1867759_1920

Hoje em dia existem muitas siglas que representam métodos de precificação para trabalhar dados e informações nas plataformas digitais. Alguns exemplos são CPC, CPM, CPL, CTR, CPA, e assim sucessivamente. Se você já fica com dor de cabeça por se confundir com tantas siglas, é melhor se acalmar. Isso porque a In Loco Media desenvolveu um novo modelo de pagamento com o objetivo de cruzar anúncios em mobile com o ponto de venda.

O Custo por visita (CPV) é o nome desta nova sigla que tem como objetivo mensurar exatamente quantos consumidores foram impactados por determinado produto ou estiveram em determinado ambiente que coincide com o anúncio que receberam pelos seus dispositivos móveis. Este processo ocorre por meio de tecnologia de geolocalização da In Loco que se apropria de redes de Wi-Fi, GPS e sensores de aparelhos móveis, possibilitando assim, análises precisas na localização dos usuários impactados.

Imagine só. Você é dono de uma hamburgueria de bairro e quer atrair mais clientes da região para visitarem o seu estabelecimento. Então resolve auditar as pessoas que passam em frente ao seu estabelecimento e por um raio de distância do local. Os consumidores que tiverem um dispositivo móvel serão contabilizados e poderão ser impactados com anúncios. A partir daí, o CPV mensura e custeia esses dados para quantificar o custo para o anunciante.

Este é só mais um novo exemplo de como os investimentos para mobile crescem uma vez que o mobile já deixou de ser uma tendência e tem chamado atenção das marcas cada vez mais.

Leia Mais
Digital

MASTERCHEF LIDERA RANKING DO KANTAR TWITER

mail-566337_1920

Durante o mês de maio a 11 de junho de 2017, o talent show de culinária brasileiro da TV Band liderou o ranking do Kantar Twitter TV Ratings.

Diariamente são analisados os programas de TV aberta que, durante sua exibição, atingem um número de comentário sobre determinada programação por usuários diferentes no Twitter. Além disso, o estudo reporta o número total de tweets relacionado ao programa durante sua transmissão.

Os rankings semanais divulgaram que a edição do Masterchef 2017 liderou o número de tweets e de comentários de autores individuais. Foram aproximadamente 729.700 tweets digitados por 165.600 indivíduos no Twitter.

Outros programas que tiveram uma maior participação nos rankings semanais foram o reality show Power Couple, produzido pela TV Record, atingindo o número próximo de 179.600 tweets por 38.900 autores individuais. Domingão do Faustão obteve uma parcial de 24.800 autores individuais perante a 63.100 tweets. O fato mais curioso é o Encontro, com Fátima Bernardes atingir 69.500 tweets apenas com 3.500 usuários do Twitter.

Vale ressaltar que o Kantar Twitter TV Ratings é um estudo da Kantar Ibope Media em parceria com o Twitter.

Leia Mais
Opinião

Não é bem assim

CREATIVOSBR – BLOG DO CRESPO – OPINIAO – NAO E BEM ASSIM

Muito se ouve que ser Mídia é brincar de batalha naval, que é o queridinho dos veículos de comunicação e sempre é presenteado com convites e ingressos para os mais diversos eventos. Não que estejam errados. Cá entre nós, ser Mídia tem seus mimos e caprichos. Mas esqueceram de mostrar o outro lado da moeda sobre ter afinidade com uma calculadora que se encontra até numa padaria.

Só quem é Mídia sabe a pressão que é reservar um comercial na Globo e rezar para que dê tudo certo; do contrário, corre grande risco de ficar sem sua veiculação, arcar com os custos e ainda parcelar a inserção em 460 suaves prestações.

Também, qual Mídia nunca teve dores de cabeça com relatórios de investimentos devido aos centavos de diferença por trabalhar com números quebrados ou arredondados? Com certeza, se você é Mídia desde os tempos de estagiário, já cortou muito papel e sujou muito suas mãos com jornal. E o primeiro pedido de inserção? Foi emocionante, não?

Dizem que o primeiro plano de mídia a gente nunca esquece, esse eu assino embaixo! Mas há aquela dúvida cruel: devemos colocar uma inserção na Novela III ou 8 inserções no Auto Esporte? Bom, depende. Mas com toda a certeza, uma das tarefas mais desafiadoras de um Mídia é justificar ao cliente aquela verba de mídia para um plano ideal e obter sucesso.

Essas são só algumas peculiaridades que marcar “x” em uma planilha traz. Mas sem dúvida a maior das peculiaridades é quando março está chegando: enquanto os criativos pensam em Cannes, nós Mídias só conseguimos pensar na caixa de Páscoa da Globo e da Record.

Leia Mais
Mídia

Fãs, integrações com marcas e transmissões ao vivo: o crescimento do eSPORTS

CREATIVOSBR-MIDIA-ESPORTS

O esporte eletrônico é um segmento que está em ascensão nos últimos anos. Isso porque os homens da Geração Y eram o principal público dessa indústria que, atualmente, a cada três fãs de esporte eletrônico um é representado pelo sexo feminino.

O consumo de Esports não expandiu somente para o público feminino. Segundo Guy Constantini, vice-presidente de Marketing Global da Skydance Media, há diferentes perfis de telespectadores: “há pessoas que possuem tempo o suficiente para jogar por horas e mais horas, enquanto a outra audiência quer assistir aos jogos de mais alto nível serem disputados, mas não possuem tempo para se dedicar a várias horas de jogo”; o que foge do estereótipo que apenas jogadores viciados acompanham os campeonatos de jogos eletrônicos.

Craig Levine, diretor de estratégia da ESL, reforça que hoje em dia a interação com Esports não acontece somente em frente a uma tela. Hoje há campeonatos com público lotando arquibancadas. “Os eventos ao vivo são um grande sucesso de Esports. É uma maneira importante para as marcas se inserirem nesse meio”. Se você acha que publicidade à moda antiga expondo o logotipo de sua empresa vai funcionar, esqueça, porque nesse meio é preciso contribuir com essa comunidade. Há grandes marcas como Red Bull, Coca-Cola e Toyota que estão criando engajamento com esse público ao se inserirem nesse espaço por meio de um estilo de vida.

O COO da Hi-Rez, Todd Harris, disse que se tratando de Esports, a integração social e a comunicação andam em perfeita harmonia tendo em vista que este é um esporte digital para uma geração digital.  O Esports é uma indústria relativamente nova que possui grande potencial de crescimento para chegar ao mesmo patamar de ligas esportivas tradicionais, diz Jon Gosier, fundador da AudiGent. Uma plataforma de inteligência de audiência irá propor novas maneiras de monetizar essa informação.

Quando se começou a falar sobre Esports, as informações obtidas para fins comerciais não eram um tanto atrativas para as marcas. Apesar disso, as mesmas estavam interessadas em se envolver com aquilo que viam como diferente e cheio de novidades. Então chega a Twich.Tv, um site de streaming, investindo U$ 45 milhões, à medida que parceiros não tão conhecidos se inseriram no espaço. “Todo esse cenário dificultou para os clientes se dirigirem aos seus diretores de marketing dizendo que Esports venderá seus produtos sem nenhum dado para comprovar”, disse Kolodny.

A TBS exibiu 21 transmissões Esports desde o verão de 2017, que é mais do que a Disney XD (13) e a ESPN2 (cinco). ESPN e NFL Network também exibiram Esports. A TV também está transformando Esports e pro-gaming (liga profissional) em geral. À medida que os jogos profissionais continuam a crescer, o interesse é em televisar Esports entre as redes de transmissão e cabo para cada vez mais alimentar esse nicho de telespectadores que não para de crescer em níveis mundiais.

Leia Mais
1 2 3 4
Página 4de 4