close

Guilherme Crespo

Vai e vem

Drogaria Onofre tem novo Diretor de Marketing

creativos br – creativos – vai e vem – Eduardo Mangione é o novo Diretor de Marketing da Drogaria Onofre

Com passagens pela Amcham, P&G e Netfarma, Eduardo chega à diretoria de marketing da Drogaria Onofre para cuidar das áreas de e-commerce, televendas, SAC e visual merchandising, além de toda estratégia omnichannel da marca, que pertence à CVS Health.

A Drogaria Onofre contrata Eduardo pelos seus 20 anos de experiência nas áreas de marketing e tecnologia, e ratifica o foco de colocar o cliente no centro das decisões da empresa, que busca entregar a melhor experiência de atendimento em saúde e beleza para o consumidor.

Leia Mais
Opinião

O LinkedIn como seu aliado

creativos br-blog do crespo-opinião-linkedin como aliado

Há alguns anos o LinkedIn deu o ar da graça na internet com a promessa de estreitar o relacionamento entre candidatos à vagas e empregadores. A ferramenta cumpriu e continua cumprindo o seu papel com eficiência, embora nem todos saibam aproveitar a rede social da maneira correta. A assinatura do Premium, que dá direito a contatar 5 pessoas via mensagem privada e ficar em destaque na visibilidade da procura de headhunters, custa aproximadamente R$ 50 por mês e tem seus benefícios, desde que você os aproveite, claro.

Eu, particularmente, já fui assinante do Premium por alguns meses e desfrutei bem dos benefícios. Como plataforma de vagas eu acredito que a ferramenta tenha suas deficiências, até porque, na maioria dos casos, as vagas são direcionadas para sites terceiros, muitas vezes pagos, o que dificulta a inscrição na vaga. Todavia, sempre usei o LinkedIn como um complemento na busca de empregos. Por exemplo: eu encontrava uma vaga na empresa X em anúncio no Facebook, procurava o responsável da área ou do RH no LinkedIn e entrava em contato com ele falando a respeito da vaga. Dessa forma, eu usava um dos meus créditos, e ficava mais visível na hora de participar do processo seletivo. Se você receber uma resposta do responsável, o crédito é devolvido a você.

Vale lembrar que o LinkedIn é uma ferramenta profissional, não cabendo às pessoas usar a rede social para fazer amizades e postar conteúdo inútil. Tudo o que você faz ali pode ser visto por inúmeras pessoas que atuam na sua área de interesse. Logo, evite colocar como imagem de perfil uma foto na balada, com uma bebida na mão, sem camisa, de óculos escuros entre outros acessórios inapropriados. Lembre-se que a ferramenta tem cunho totalmente profissional e você pode estar sendo visto por alguém que trabalha naquela empresa que você sempre sonhou.

O LinkedIn, novamente frisando, é uma excelente ferramenta para colocar você próximo aos empregadores. Diariamente, inúmeras pessoas são contratadas pelo LinkedIn, e ter um perfil completo e bem elaborado o coloca um passo a frente dos outros. Se você ainda não tem um perfil, já passou da hora de fazê-lo. Se ainda não assinou o Premium, vale experimentar (eles oferecem um plano free de um mês), desde que você utilize a ferramenta da maneira correta.

Boa sorte na busca por uma nova oportunidade.

Leia Mais
Digital

Usuários do Twitter agora podem pedir Budweiser pela rede social

bud

A cervejaria Budweiser fechou uma parceria com o Twitter para que os usuários possam pedir suas cervejas pela Mensagem Direta da rede social. A ação – que faz parte do projeto Twitter Business Solutions (TBS), plataforma desenvolvida pelo Twitter para facilitar a comunicação entre marcas e consumidores – visa facilitar e interagir com o público de maneira original e criativa e promete entregar as cervejas solicitadas em até 5 dias.

É a primeira vez que uma marca de cerveja oferece esse tipo de experiência para o consumidor utilizando essa plataforma.

Leia Mais
Opinião

Deixe as portas abertas

Creativos br – blog do crespo – opinião – deixe as portas abertas

Relacionamento é algo complicado, mas que todos – mais cedo ou mais tarde – acabam tendo que lidar. Sejam relacionamentos amorosos, de amizade ou profissionais, eles estão aí para serem cultivados e colocados em questão. Assim como as histórias, todo relacionamento tem seu começo, meio e fim. Começam muitas vezes por acaso, passam por desafios e grandes emoções e, quando possuem um final, nem sempre são felizes.

É aí que entra meu conselho. Batalhe por um relacionamento sem final ou de final feliz. Relacionamentos sadios trazem muitos benefícios à vida pessoal e profissional, e servem de início para outros relacionamentos. Não deixe de falar com aquela sua namorada com que você teve um relacionamento de 5 anos. Não deixe de dizer obrigado ao sair de um emprego. Não deixe feridas abertas. Acredite, é saudável para você e para a pessoa com quem você se relacionou.

Conheço muitas pessoas que perderam oportunidades na vida por terem fechado as portas para seus relacionamentos. Pessoas que poderiam ter conseguido um emprego bacana ou conhecido alguém legal, mas que viraram as costas para um relacionamento que poderia começar.

Eu mesmo tenho amizade com minhas ex-namoradas, tenho portas abertas com empregos anteriores, e isso só me faz bem. Por isso, antes de fechar as portas com uma pessoa ou empresa, lembre-se que, se o fizer, o único que perderá nessa história é você.

Lute por um final feliz, batalhe por páginas ricas e cheias de emoção. Assim você terá sempre oportunidades para começar uma nova história.

Leia Mais
Digital

Porta dos Fundos ironiza geração refém de aplicativos

Creativos – Creativosbr – Blog do Crespo – Digital – Porta dos Fundos ironiza geração refém de aplicativos

Que o mundo viraria refém da tecnologia todo mundo já esperava, mas que as pessoas se transformariam em seres preguiçosos, nem tanto. A verdade é que para tudo, hoje em dia, existe um aplicativo no seu smartphone que facilita a vida no dia a dia, seja para pedir comida, para ouvir música, seguir o caminho de casa entre outras facilidades.

As pessoas de hoje em dia mal sabem o caminho de casa para o trabalho, mal se comunicam pessoalmente e tampouco sabem o número do telefone de seus cônjuges e parentes mais próximos. A tecnologia, ao mesmo tempo que ajuda, acaba por deixar o ser humano mais frio e dependente.

Foi com essa premissa que o Porta dos Fundos, conhecido canal de humor no YouTube, criou o vídeo “Aplicativos”. No episódio, três amigas conversam em uma mesa de bar e trocam figurinhas sobre os novos aplicativos que facilitam sua vida. O humor se confunde com a triste realidade humana, que pode sim se beneficiar com a tecnologia, mas que se torna capanga da vida virtual.

O que você acha disso?

Leia Mais
Opinião

CPF x CNPJ

Blog do Crespo – Creativos Br – Creativosbr – Opinião – CPF x CNPJ

No corner azul, o CPF se mantém confiante em saber que tem uma variedade maior de golpes. No outro corner, o CNPJ se garante na sua liberdade para derrotar o já consagrado adversário. Ambos trazem consigo a grande torcida que os apóiam em todos os momentos dessa luta que nunca acaba.

O CPF tem em seu cartel benefícios como FGTS, 13º, férias, vale alimentação, refeição e transporte; e se garante oferecendo estabilidade e futuro promissor a toda sua equipe. Já o CNPJ não tem nenhuma dessas características, e se apóia na liberdade e na flexibilidade de horários para vencer a batalha.

Na sua opinião, quem vence? O mais completo e estável ou o mais livre e flexível? Pois bem, ambos têm sua torcida, e a luta que sempre teve o CPF como favorito, agora traz adeptos a torcer pelo CNPJ. A verdade é que o governo tem apoiado cada vez mais o CNPJ, uma vez que favorece os empregadores que têm que lidar com impostos e encargos em demasia para manter um colaborador registrado. Em contrapartida, os colaboradores do CNPJ sofrem com a falta de estabilidade e com a insegurança pelo medo de saírem com uma mão na frente e outra atrás em caso de derrota.

Eu, que torço pelo CPF, acredito que o CNPJ é favorito uma vez que tem o governo ao seu lado. Afinal, a corda sempre arrebenta para o lado do mais fraco, e nessa batalha, com o governo apoiando, fica fácil saber quem é o mais forte.

Leia Mais
Publicidade

Audi divulga o modelo A8 e o novo filme do Homem-Aranha

CREATIVOS BR – BLOG DO CRESPO – PUBLICIDADE – AUDI A8

Os super-heróis têm cada vez mais o carisma do público em geral. Com uma grande legião de fãs pelo mundo, se tornam protagonistas muitas vezes de filmes publicitários para diversas marcas.

A Audi não perdeu tempo e, a fim de promover seu modelo A8, fechou parceria com a produtora do filme “Spider-Man: Homecoming”, que está prestes a ser lançado no início de julho nos EUA.

No filme, o jovem Peter Parker está passando por um teste para tirar sua carteira de motorista. Ele enlouquece o instrutor utilizando os mais variados itens tecnológicos que o Audi A8 possui. Depois de um percurso, o personagem ainda tem tempo para sair do carro e lutar com bandidos sem ter sua ausência notada.

O filme é da Muhtayzik Hoffe e já conta com mais de um milhão de visualizações no YouTube.

Leia Mais
Vai e vem

Sara Silva é a nova Diretora de Planejamento da F.biz

CREATIVOS-BR-BLOG DO CRESPO-VAI E VEM-SARA FBIZ

A gaúcha Sara Silva acaba de chegar à F.biz para fazer parte da equipe de Renata d’Ávila, CSO da agência. Ex-JWT, a nova Diretora de Planejamento da agência chega com a missão de atender as marcas Jeep e Motorola. “Criatividade e estratégia são resultados da entrega de toda a agência e não de uma área ou outra apenas, e isso combina muito com a forma integrada de trabalho da F.biz”.

Com 17 anos de carreira, Sara é formada em Publicidade e Propaganda pela PUC-RS e pós-graduada em Comunicação com o Mercado pela ESPM-SP e já trabalhou para marcas como Nissan, Claro, Coca-Cola, Guaraná Antarctica, P&G (Always, Gillette), J&J (Listerine), HSBC, Kellogg’s entre outras. Seu objetivo é aprimorar os seus conhecimentos sobre tecnologia e comportamento humano, em processos mais integrados de trabalho.

Leia Mais
Opinião

Ser generalista ou especialista?

duvida

Ouvir os mais experientes é algo que falta aos jovens nos dias de hoje. Talvez por isso há tanta informação que, em vez de ser bem aproveitada para se tornar conhecimento, continua a ser apenas uma informação.

Logo depois que casei, tive um problema com o chuveiro e não sabia trocar sua resistência. Tentei fuçar e apanhei bastante do chuveiro. Liguei para o meu pai e, em tom de desabafo, disse a ele que estava cansado de não saber fazer nada. Foi aí que ele me deu um dos melhores conselhos que já recebi: você deve aprender a ser generalista, e não especialista.

A verdade é que sempre estudei e foquei meus estudos e dedicação naquilo que eu entendia e era bom. Fiz diversos cursos de Redação, minha profissão. Enquanto eu estava focando no mesmo assunto para me tornar uma especialista, outros estavam aprendendo diferentes áreas. Eu estava errado? Não necessariamente. É bom ser especialista, mas no mercado atual – assim como na vida pessoal – o generalista tende a se dar melhor e ter mais oportunidades.

Resolvi então transformar a informação que recebi em conhecimento. Desde então tenho feito cursos diferentes, e estou buscando conhecer outros mundos. Entrei para uma pós-graduação em Gestão de Negócios, me inscrevi num curso de sommelier, tenho lido livros de diferentes assuntos e estou buscando um espacinho na minha agenda e uma graninha no meu bolso para fazer um curso de culinária. Cursos de mecânica básica e “como se virar em casa com problemas domésticos” também seriam uma boa.

Então sejamos mais generalistas do que especialistas. Como disse, não que seja ruim você ser especialista em algo, mas ser generalista lhe ajudará a ser mais versátil, a sofrer menos no dia a dia e conhecer novos e diferentes mundos, além de – por que não – descobrir um novo talento?!

Leia Mais
Opinião

A força das redes sociais

forças

As redes sociais têm cada vez mais importância na imagem de marcas e pessoas. Por meio delas é possível levar uma empresa ao sucesso ou até mesmo ao fracasso. Saber como se portar e que posições tomar é fundamental para que você esteja sempre “de bem” com o seu público.

É verdade também que as pessoas estão mais intolerantes. Não à toa, as redes sociais dão voz e são palco de críticas ou elogios vindos de pessoas de todos os cantos do mundo. Uma opinião endossada por outra pessoa vira bola de neve e os julgamentos refletem em verdadeiras campanhas de ódio.

Uma vez li em um livro, chamado Tudo é Óbvio, que as pessoas tendem a defender aquilo que a maioria defende, como por exemplo em um linchamento. Se você está passando na rua e todos estão falando que a pessoa que está apanhando é um ladrão, você automaticamente a julga como ladrão e entra no linchamento, mesmo sem saber a verdade da história. Lógico que isso é uma tendência do subconsciente, e também não é uma unanimidade, apenas uma tendência.

O mesmo acontece com as marcas. As chances de você odiar uma marca que todos estão criticando são grandes. Quem nunca entrou nas redes sociais de uma empresa e, ao ver muitas críticas, não desistiu de comprar ou adquirir produtos da marca?

Sites como TripAdvisor, Booking e Reclame Aqui são grandes exemplos que vão além das redes sociais e têm papel fundamental na construção das imagens das empresas. São determinantes para você decidir se ficará hospedado naquele hotel, se comerá naquele restaurante ou se comprará o produto daquela marca que atendeu mal o outro.

Fato é que as redes sociais podem se tornar grandes aliadas das empresas se bem administradas. Se comunicar com os críticos, se desculpar quando necessário e se fazer presente nas redes sociais é algo importante para as marcas que prezem pela boa imagem. As redes dão voz ao público, mas também dão voz às empresas, e cabe a elas se posicionarem e aproveitar tão interessante canal de comunicação para estreitar relacionamento com as pessoas.

Leia Mais
1 2
Página 1de 2