close

Itamar Peixoto

Publicidade

Havaianas e Jojo Toddynho: “Que tiro foi esse?” – versão Carnaval.

Creativos Br – Publicidade – Havaianas e Jojo Toddynho

Já em ritmo carnavalesco, a Havaianas usa o hit “Que tiro foi esse?” para um filme. Em um vagão envelopado com a campanha global da marca “Viva o verão”, Jojo canta sua música e faz todo o elenco cair em seu ritmo, incluindo as influenciadoras Fernanda Paes Leme e Nana Rude. O filme é criação da AlmapBBDO.

Além do arraso no vagão, a Havaianas, a primeira marca a trabalhar com Jojo Toddynho, distribuirá adereços e promoverá shows nas estações Paulista, Faria Lima e Fradique Coutinho do metrô até dia 18 de fevereiro. E ainda, duas bandas Havaianas circularão nas 3 estações animando os foliões. As ativações da marca são promovidas pela agência Tudo.

O vídeo já conta com mais de 6 milhões de visualizações no Facebook. Confira.

 

Leia Mais
Vai e vem

Nick Law assume criação do Publicis Groupe

Creativos-br-Vai-e-vem-nick-law-Publicis

Com objetivo de impulsionar a evolução digital do grupo, o australiano Nick Law foi anunciado nesta segunda-feira (22) como presidente do Publicis Communications e CCO do Publicis Groupe. O ex-vice-chairman e CCO global da R/GA chegará a seu novo cargo com a missão de elevar a performance criativa do grupo integrando talento criativo, dados e tecnologia para resultar em melhores soluções aos clientes.

Reforçar o posicionamento do Publicis com a criatividade e a tecnologia a serviço de marketing foi, segundo o comunicado do Publicis, o motivo da escolha por Nick Law, um dos grandes nomes da R/GA com carreira de quase 20 anos na agência. Law começa em maio e se reportará diretamente a Arthur Sadoun.

“Ao longo de sua carreira, ele entregou um trabalho de nível mundial que se baseia no que acreditamos que todos os nossos clientes precisam: a alquimia da criatividade e da tecnologia. Essa modernidade das ideias, combinada com suas óbvias habilidades de liderança, faz de Nick a pessoa perfeita para desempenhar um papel tão importante no nosso grupo”, disse Sadoun.

Com o cargo de presidente do Publicis Communications, Law estará responsável por instituir uma cultura criativa unificada que ajude a promover culturas fortes, dinâmicas e diversas em todas as marcas criativas do grupo, que envolvem a Leo Burnett, Saatchi e Saatchi, Publicis Worldwide, BBH, Fallon e Marcel. Ele também designará esforços voltados para a Marcel visando garantir que a recém lançada plataforma de inteligência artificial ajude os criativos da rede.

“Acreditamos que há uma necessidade absoluta de reinventar nosso modelo para uma geração que quer trabalhar de forma diferente, e isso é algo que o Nick entende extremamente bem”, completa Sadoun.

Leia Mais
Opinião

A linha tênue entre presente e futuro, pessoas e tecnologias

CreativosBR-Opinião-Itapeixoto-A linha tênue entre presente e futuro, pessoas e tecnologias-Tecnologia-Comunicação-Marketing-Digital

Com tantos adventos tecnológicos, percebo – entre várias mudanças – alterações no comportamento das pessoas em relação à comunicação (pessoal e corporativa) e à propaganda. Muitas ferramentas (celulares, redes sociais e aplicativos, por exemplo) estão mais acessíveis e as pessoas se mostram cada vez mais dispostas e abertas a relacionamentos, sendo cada vez mais fechadas à “propaganda” (ou pelo modelo “tradicional” da propaganda).

Estes dois fatos se comprovam com as ascensões das redes sociais, dos bloqueadores de propaganda, vulgo ad blocks, e de plataformas como Netflix, que traz filmes e seriados sem intervalos comerciais. As pessoas demonstram interesse em se relacionar (com marcas e com pessoas), e relacionamento se constrói através de comunicação, e de verdade. Generalizando, ninguém gosta de sentir um “número”, nem de ser usado por marcas que só se relacionam interessadas em venda.

Ultimamente muito tem se falado em tendências, entre elas estão: inteligência artificial, realidade alterada (interações entre realidade aumentada e virtual), novos formatos para publicidade digital, vídeos interativos, influenciadores digitais nas estratégias das marcas, e a luta contra as “fakenews”. Esse futuro já começou.

A Cognizant, empresa de consultoria especializada em tecnologia e negócios, baseada em dados e tendências corporativas, listou prováveis profissões promissoras para um futuro próximo (5 e 10 anos). As principais funções envolvem gestão de dados necessitando de verificação, ética e olhar humano para muitos segmentos.

Com todo esse papo de futuro e de comportamento, vale citar Peter Drucker, que diz que a melhor maneira de prever o futuro é criá-lo; e minha esposa, publicitária Karlla Medeiros, que diz incansavelmente para pessoas e marcas: “Seja interessante, não interesseira (o)”.

 

 

Leia Mais
Digital

Tendência de investimento de mídia digital para 2018

Tendência de investimento de mídia digital para 2018-CreativosBR-Digital-RedesSociais-Marketing-Digital

As plataformas digitais seguem ganhando força e conquistando cada vez mais (likes) espaço na vida das pessoas e nas estratégias corporativas. Em matéria do Meio & Mensagem, profissionais compartilharam como enxergam o cenário de investimento publicitário das marcas para os canais digitais em 2018. Vale observar que, de acordo com pesquisa publicada pelo ComScore em 2017, o mobile no Brasil chegou a representar 73% dos minutos “consumidos” na internet.

As mídias sociais são consideradas fundamentais na comunicação de empresas de todos os tamanhos. Com isso, vêm adquirindo maior participação nas verbas e demandando mais inteligência e integração entre agências e anunciantes, principalmente pelo dinamismo intrínseco da ferramenta e agilidade do cenário. Segundo dados da Zenith Optimedia, cerca de 20% do investimento mundial em publicidade se concentram entre Google e Facebook.

Os desafios dos profissionais de digital e mídia estão entre definir plataformas e redes mais adequadas a interagir com o público final e metrificar dados em um contexto que muda a todo tempo. Segundo a matéria do Meio & Mensagem, em tentativa de mapear as redes sociais dominantes em 2018, o Stories do Instagram e o Whatsapp terão maior atenção das marcas.

Para o diretor executivo de criação da Sapient AG2, Paulo Aguiar, o Instagram será a rede do ano por ser consolidada e apresentar crescimento constante. Ele afirma que o Stories é muito mais do que banners e pouco explorado atualmente. Cristina Uehara, supervisora de conteúdo da ID, também vê um cenário positivo para a rede.   Ela crê que as marcas ainda não usaram todo o potencial do Instagram, em especial do stories, para engajamento e relacionamento com o público. Cristina aposta que o Facebook será o destaque do ano por investir no formato de vídeo para ultrapassar o YouTube.

Enquanto isso, Diego de Carli, head de social da W3haus, afirma que apesar de estar ainda fora das estratégias publicitárias, é o WhatsApp que vai bombar: “é o canal mais humano de todos”. Diego alerta que é preciso ter foco e cuidado com a ferramenta. Mateus Braga, diretor executivo de criação da Isobar Brasil, também está atento ao crescimento do WhatsApp, pois segundo ele é a rede que está mais presente no dia a dia das pessoas.

 

Leia Mais
Opinião

Transtorno espectro empreendedor

OPINIÃO-ITAMAR-PEIXOTO-CREATIVOSBR-CREATIVOS-BR-ESPECTRO-EMPREENDEDOR-EMPREENDEDORISMO

O caráter empreendedor refere-se a uma série de condições caracterizadas por desafios com habilidades individuais, comportamentos, comunicação verbal e corporal, forças internas e diferenças únicas. Sabemos que não existe um único jeito empreendedor, mas vários, motivados ou estimulados por diferentes combinações de influências ambientais, pessoais e de networks.  Trouxe o termo “espectro” exatamente para refletir essa ampla variação das características citadas acima presente em cada pessoa que vive o transtorno de empreender.

Afirmo que todo mundo passa por isso, os sinais mais evidentes de transtorno empreendedor tendem a aparecer logo na infância em uma fase mais conhecida pelos “porquês”. Recomenda-se que os pais, aos perceberem o mínimo sinal, busquem incentivar esse comportamento de curiosidade. Os resultados podem ser incríveis.

Empreender é uma busca, uma perspectiva, ou melhor, é uma visão. Empreender é para todos, mas não é para qualquer um. Não é uma atividade, é um modo de ser, um ponto de visita. É para quem sente dor, uma dor não-física que incomoda. Incomoda tanto que não dá pra ignorá-la, é preciso fazer algo. Empreender é o modo de ser dos inconformados, é o desejo verdadeiro de mudar uma situação, e requer muita paciência e perseverança (pra não dizer insistência).

Perseguir e instigar a mudança são coisas que empreendedores fazem instintivamente como a respiração. Requer certa sensibilidade e senso crítico, pois é preciso sentir e observar antes de agir. O sentimento empreendedor existe dentro de todos e a maneira como é despertado em cada um depende dos estímulos e das percepções individuais.

Por essência, comunicadores são (ou deveriam ser) empreendedores de ideias. A inquietação, a inovação e inconformidade diante das situações tanto globais quanto dos respectivos desafios é o que motiva a inacabável luta para emplacar grandes ideias, a convencer lideres a comprarem as mudanças propostas. Comunicadores precisam ser inconformados com situações ao ponto de empreender vozes capazes de transformá-las.

Empreender é sentir as dores, não aceitá-las. É a busca incessante para transformar as dores em respostas, transtornos em benefícios. Entender a sua missão, a sua razão social e o seu propósito é o caminho para ativar o seu “eu empreendedor”.

Empreender é um olhar, uma perspectiva, ou melhor, é uma visão. Essa é a minha visão, qual a sua?

Leia Mais
Publicidade

DPZ&T Conquista M. Dias Branco

creativosbr-publicidade-agencia-dpzt-original

A M. Dias Branco é uma empresa com mais de 60 anos de história no ramo alimentício em todo país e anuncia que a agência DPZ&T foi selecionada para expandir em todo o território nacional a forte atuação que duas de suas marcas, Vitarella e Treloso, têm na região Nordeste. A partir deste mês, a DPZ&T inicia um trabalho de nacionalização das duas marcas, sendo responsável pelas contas on e off.

“Estamos muito felizes e orgulhosos em trabalhar para a M.Dias Branco. Se a Vitarella, apesar da atuação regional até aqui, já é uma marca líder no Brasil, sem dúvida isso se deve ao trabalho da Ampla, que foi a agência responsável pela comunicação e pelo posicionamento da marca nos últimos 20 anos. O nosso desafio é cuidar do projeto de nacionalização da Vitarella, tornando a marca ainda mais conhecida, admirada e desejada em todas as regiões do país. A Ampla, por sua vez, continua atuando com o grupo e passa a atender outras marcas da M. Dias Branco”, afirma Eduardo Simon, CEO da DPZ&T.”

A Vitarella, marca de biscoito mais vendida do país e a 12ª mais consumida em qualquer segmento, surgiu em 1993 em Pernambuco, focada na produção de massas alimentícias e hoje tem mais de 100 produtos cadastrados em seu portfolio. Também atua no segmento de biscoitos como crackers, rosquinhas, wafers, amanteigados, tortinhas e marcas como Treloso.

“Precisávamos de uma agência com um DNA rico em construção de marcas e, nesse primeiro momento, queremos compartilhar com São Paulo e Rio de Janeiro o reconhecimento do consumidor do Nordeste em relação à Vitarella e Treloso. Estamos falando da DPZ&T, que possui relacionamentos duradouros com marcas icônicas e conhece profundamente o Brasil, suas diferentes culturas e particularidades”, afirma Martim Ibrahim, diretor geral de marketing da M. Dias Branco.

 

        

Leia Mais
Mídia

Eletromídia instala painéis em estações de metrô no Rio de Janeiro

MÍDIA-CREATIVOSBR-ELETROMÍDIA-RIO-DE-JANEIRO-OOH

Agora o Rio de Janeiro conta com painéis dupla face e de LED full HD na linha 4 do metrô. Os trechos entre as estações de metrô General Osório e Jardim Oceânico entraram para as possiblidades de mídia OOH com 70 dispositivos.

De acordo com Daniel Simões, sócio e diretor geral da Eletromídia, a escolha dos equipamentos foi feita visando os mais modernos e inovadores para esta linha. Além disso, o local e o tamanho do equipamento possibilitarão que o usuário tenha 100% de visualização em uma enorme frequência. Segundo Daniel, por este motivo a Eletromídia entregará melhor performance de resultados para os clientes.

Leia Mais
Publicidade

Skol e Kondzilla lançam clipe interativo

Skol e Kondzilla lançam clipe interativo – CreativosBR – Publicidade

Para atingir um público que não interage bem com meios tradicionais de propaganda, a Skol resolveu investir na música e estabeleceu parceria com o produtor Kondzilla para a campanha “Redondo x Quadrado”. Com uma pegada interativa, lançaram o clipe “Cola quem quiser”. No site da Skol o público pode escolher qual o ponto de vista quer assistir. Para a versão “Redondo” é só apertar a tecla R, e para a versão “Quadrado” a tecla Q.

A criação é da F/Nasca e, segundo o diretor de criação Theo Rocha, o objetivo era criar um conteúdo que as pessoas realmente quisessem assistir. A parceria com Kondzilla começou com a busca de um novo talento para criar uma música inédita, original e que conversasse com o conceito da Skol.

Leia Mais
Opinião

Você é criativo. Por enquanto.

Creativosbr-Opinião-Você-é-criativo-por-enquanto-comportamento-criatividade

Por quanto tempo você é capaz ser criativo, de fazer a diferença? E se essa capacidade tiver uma vida útil, como uma bateria? O que faz para recarregá-la? Você é capaz de desconstruir e reaprender?

Para abrir esse “debate interno” vou iniciar com um trecho de Karen Fuoco, executiva de marketing e consultora da Miami Ad School, para o Meio & Mensagem.

“Em um mercado de alta competitividade, com milhares de profissionais medianos, normais e invisíveis, uma pequena diferença de comportamento e de atitude pode resultar em uma significativa vantagem competitiva”.

Modelos de negócios, de ideias e linhas comunicativas, assim com as tecnologias, são voláteis, e – principalmente por conta das tecnologias – evaporam com facilidade. As sacadas brilhantes de hoje já não terão a mesma resplandecência “amanhã”, e isto é bem óbvio, depois do efeito surpresa o impacto tende a se tornar mediano (ou não, vai que viraliza).

Mas não é sobre isso que quero dizer. Vamos falar sobre a própria criatividade e não a criação. Por quanto tempo os padrões de criação funcionam? Aquele modelo de negócio que nasceu como inovador, perdurou por quanto tempo sem adequação? E aquela linha de comunicação, por quanto tempo comunica com eficiência com o público?

Vamos falar sobre o modelo mental, o mindset de pessoas criativas, pessoas de atitude e que mudam o comportamento quando necessário. Aposto que conhece ou já ouviu falar de alguém que possa ter a fantástica “síndrome do Midas”, tudo o que toca vira ouro, aquela pessoa que cria ideias incríveis, modelos de negócios lucrativos, enfim pessoas de sacadas geniais. O que fazem essas pessoas para nutrir o cérebro? O que você faz fomentar a sua criatividade?

Creio que essa resposta possa ser completamente pessoal e intransferível. Ou seja, cada pessoa tem suas necessidades intelectuais diferentes. Percebo que às vezes a busca de referências e a vontade de fazer diferente não são suficientes para “elevar sua nota” e colocar você acima da média, pode ser que isso seja apenas o requisito mínimo pra jogar o jogo.

Alias, se o que está fazendo está passível de comparação, pode ser um sinal dizendo que a disrupção se faz necessária. Para nós comunicadores, pensadores, empreendedores, influenciadores e eternos estudantes, o desaprendizado precisa ser levado a sério tão quanto o aprendizado, mas tem-se que sacar o timing. Saber a hora de tirar o time de campo é tão importante quanto saber a hora de atacar.

Vivo na pele essa inquietação, e a pergunta que jogo pra você é a mesma que me faço diariamente: você ainda faz a diferença no que se propõe a fazer?

Leia Mais
Vai e vem

Antônio Rodrigues é o novo Diretor de Mídia da FCB Brasil

Antônio Rodrigues é o novo Diretor de Mídia da FCB Brasil – Vai e Vem – Creativos BR

Com passagens pela Young&Rubicam, África e  DPZ&T, Antônio Rodrigues, o novo Diretor de Mídia da FCB Brasil, já atendeu clientes como McDonald’s, Itaú, Brahma, Vivo, Colgate, BMW Group e Walmart.

Antônio iniciou sua carreira na Y&R em 2005, e desde 2012 é membro da Divisão de Integração do Grupo de Mídia de São Paulo. Em 2016, foi ganhador de 05 prêmios de Mídia, sendo dois no Maximídia: “Melhor Estratégia de Mídia e Grand Prix”, uma Prata no EffieAwards Latam na categoria “Media Idea”, e um Ouro e uma Prata no Festival de Media Latam nas categorias “Melhor Estratégia de Comunicação e Melhor Lançamento de Campanha”. Todos com o projeto C&H FoodTruck – McDonald’s.

Leia Mais
1 2 3 4 5 6
Página 3de 6