close

Rafaela Oliveira

Entretenimento

RedeTV! estreia ‘Planeta Startup’ em formato omnichannel

Com olhar no empreendedorismo feminino, reality de startups investirá as mais inovadoras ideias do momento

O ‘Planeta Startup’ está de volta. A maior competição de startups do Brasil estreia uma nova temporada, desta vez em formato omnichannel na RedeTV!. Além de conteúdos exclusivos na grade de programação da emissora, os episódios completos serão exibidos no YouTube do canal. Apresentado por Ana Luísa Médici, jornalista, economista e empreendedora, o projeto contempla ainda a veiculação de conteúdos extras no Instagram e Facebook do canal.

A nova temporada está muito mais empoderada. Com foco no momento do empreendedorismo feminino e em ideias que tragam soluções para fazer do planeta um lugar melhor, uma das premissas do processo de seleção é que as startups tenham algo em comum: ao menos uma mulher em seu quadro societário, com no mínimo 20% de participação.

A maior competição de startups do Brasil é uma parceria RedeTV!, Estilingue Filmes e Lumedici. Na primeira fase do reality, 20 startups selecionadas passam por uma criteriosa sabatina de um conselho, composto por grandes nomes do empreendedorismo nacional. Além disso, as startups contarão com mentorias de especialistas para aprimorar seus modelos de negócios. As 10 startups que melhor responderem ao desafio avançam à fase final da disputa, em que terão que preparar um pitch e apresentar para o corpo de jurados, ao vivo.

O ‘Planeta Startup’ revelará três startups vencedoras, que serão premiadas pelo programa e seus parceiros. A primeira colocada leva 1 milhão em investimentos. A segunda, uma oferta de 6 meses de aceleração no espaço StartUp+ no PIC – Product Innovation Center – do Instituto de tecnologia FIT mais 75 mil em Serviços de tecnologia e comunicação. Já a terceira, também 6 meses de aceleração no espaço StartUp+ no PIC – Product Innovation Center – do Instituto de tecnologia FIT mais 25 mil em Serviços de tecnologia e comunicação no próprio FIT.

Leia Mais
Entretenimento

O impacto das marcas na Olimpíada de Tóquio 2020

A cerimônia de abertura da Olimpíada de Tóquio acontece na sexta-feira, 23 de julho, no entanto, desde ontem começaram as partidas da primeira fase do futebol feminino e softbol, hoje, do futebol masculino. Os jogos já foram adiados devido a situação pandêmica que ainda vivemos, mas, que em 2020 era muito recente e sem dados firmados, por conta disso, os anunciantes e patrocinadores questionaram-se como trazer uma comunicação sensível diante às tragédias sanitárias, decidir se é o momento ideal para promover sua marca relacionada aos esportes e, mais ainda, se de fato o dinheiro investido não seria desperdiçado com o dilema de ocorrer ou não a Olimpíada; é através dessa leitura que entenderemos estratégias adotadas para uma comunicação neste momento.

Com toda festividade e alegria que os jogos olímpicos trazem para todos os países, a maior preocupação está entre as empresas que investiram no patrocínio deste evento, já que o decreto de estado de emergência na cidade acaba hoje. Os patrocinadores globais do Comitê Olímpico Internacional, o COI, garantem expor suas marcas mesmo com a ausência de clima e sem convidados, julgam essa decisão importante pois contamos com a ocasião que aparece a cada quatro anos e com alto alcance de visibilidade, cerca de 3,5 bilhões de pessoas, ou seja, metade do mundo.

Mesmo com a pandemia, confiam que os patrocinadores junto das marcas possam narrar uma história de resiliência com o esporte e, com isso, humanizar essa mensagem com seus produtos e/ou serviços. “Em um momento como esse, a marca não tem de vender, tem de envolver. Essa é uma oportunidade para a empresa mostrar o que pensa, o que valoriza.”, diz Mário D’Andrea, presidente da Associação Brasileira das Agências de Publicidade. Com essa declaração as marcas pegaram o incentivo e colocaram em prática, citaremos algumas como: Panasonic, Bridgestone, Havaianas.

A primeira é parceira global do COI há mais de 30 anos e o intuito é conectar o Japão aos consumidores de um modo que todos estão habituados, através das redes sociais. A empresa deve veicular para TV filmes publicitários feitos pela agência Ogilvy, estrelando o maior medalhista da natação nos jogos Paralímpicos, Daniel Dias, novidade da modalidade skate com Pamela Rosa, surfe com Silvana Lima e Luiza Fiorese do vôlei sentado.

A Bridgestone, mais uma parceira do COI, também se instalou no digital e fará de um jeito diferente, criará um “grupo de zap” com atletas e fãs. Uma ação assinada pela agência de publicidade VMLY&R; divulgação será pelas redes sociais dos atletas patrocinados como, Ítalo Ferreira, atleta da modalidade surfe e Darlan Romani do arremesso de peso, e da rede social da própria Bridgestone.

A Havaianas aposta que, mesmo em um momento difícil, acredita que com seus produtos consegue levar alegria típica de ser brasileiro, apostará nos atletas vestindo acessórios e sandálias da marca. Esperança que, mesmo com a situação complicada ainda no mundo, veicule algo positivo e que todos possam ter um assunto que entretenha, estratégia também da Magazine Luiza, assinante com a Globo, “Vamos aproveitar a atenção trazida pelos Jogos para uma promoção ligada ao tema”, afirma a empresa.

O que impulsiona a credibilidade dos anunciantes nesta edição atípica das Olimpíadas, é explicada pelo home office, segundo pesquisa Behup “Olimpíadas 2021”, cerca de 72% dos entrevistados acompanharão os jogos; a atenção do público mais jovem é conquistada pela entrada dos esportes skate, surfe, basebol/ softbol, 74% confirmam assistir a estas competições ao vivo. A transmissão dos jogos será pela emissora Globo com mais de 200 horas ao vivo na TV aberta, além disso, os canais do SporTV e o streaming Globoplay estarão disponíveis para acompanhar.

Leia Mais
Conteúdo

Jogadora Marta se torna Líder Global de Diversidade e Inclusão da LATAM

Eleita 6 vezes a melhor jogadora de futebol do mundo, Marta vai ajudar o Grupo LATAM em seu compromisso de ser mais inclusivo e diverso. Ainda, ajudará a fortalecer a marca da aérea nos mercados em que atua dentro da estratégia de branding definida pelo grupo

O Grupo LATAM anuncia Marta Vieira da Silva como Líder Global de Diversidade e Inclusão. Numa parceria de longo prazo, a atleta vai ajudar o grupo em seu processo de transformação cultural para ser mais inclusivo e diverso dentro dos três pilares que a LATAM se comprometeu a atuar nos próximos anos: gênero, pessoas com deficiência e diversidade de profissionais. Ainda, Marta ajudará a fortalecer a marca do grupo nos mercados em que atua, especialmente no Brasil, gerando uma conexão ainda mais forte no maior país que o grupo opera, dentro de uma estratégia de branding global. A ação tem assinatura da Graphene IPG (WMcCann + MRM Brasil).

“Temos profundo respeito pelo legado da Marta, que ultrapassa o futebol. Também temos total consciência de que há um longo caminho rumo à inclusão e à diversidade. Seja muito bem-vinda a bordo, Marta! A sua história emociona e inspira pessoas de diferentes lugares em todo o mundo a acreditarem em seus sonhos. Por isso, vamos juntos construir caminhos para um mundo sem fronteiras”, afirma Jerome Cadier, CEO da LATAM Brasil.

Brasileira, 6 vezes eleita a melhor jogadora de futebol do mundo, Marta é embaixadora global da ONU Mulheres e Defensora dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas). Com a LATAM, ela participará de ações internas e externas que vão ajudar o grupo a romper barreiras para construir um mundo sem fronteiras e com oportunidades iguais para todos.

“Estou muito feliz e honrada em trabalhar com a LATAM. Vamos jogar juntas para buscar as transformações que precisamos fazer. Quem me conhece sabe o que defendo: liberdade e oportunidade para todas e todos escolherem o que querem fazer no esporte ou em qualquer atividade nas suas vidas”, afirma Marta, nova Líder Global de Diversidade e Inclusão da LATAM.

Mais do que uma jogadora premiada, Marta tem forte relação com as questões de diversidade e inclusão, o que se conecta diretamente com o momento da LATAM, que busca romper barreiras para ser um ativo social importante em todos os países onde atua. Confira aqui os compromissos de Diversidade do Grupo LATAM.

FICHA TÉCNICA:

AGÊNCIA: GRAPHENE IPG (WMCCANN & MRM BRASIL)
TIME DO CLIENTE: Alex Vila, Diogo Elias e Amira Ayoub
BUSINESS LEAD: Jeanini Pedroso
CRIAÇÃO: Diogo Pace, Rubens Cintra, Daniella Reis, Leonardo Chiesi, Paula Baselice, Paloma Nardo, Danilo Cajaíba
PLANEJAMENTO: Lucas Baranzelli, Cinthia Pauli, Muriel Alcayde, Cristian Silva, Ignacio Yañez
SOCIAL MEDIA & CONTEÚDO: Fernanda Vicentini
MÍDIA: Andréia Kalvon, Juan Cavalieri
OPERAÇÕES: Ines Rodriguez, Lara Bigliassi
PRODUÇÃO AUDIOVISUAL: Sabrina Inui
RELAÇÕES PÚBLICAS: Carolina Constantino, Bruno Espinoza, Kerena Neves

Leia Mais
Publicidade

Mauro Rabello assume como CGO na The Heart em nova fase avant-garde da agência

Reestruturação é focada em aumentar fluidez no atendimento e entregar soluções com expertise em cada projeto

Fundada em 2013, a The Heart Corporation anuncia a chegada de Mauro Rabello, como associado e Chief Growth Officer, e uma reestruturação completa alinhada ao novo posicionamento de mercado. Direcionada às necessidades dos clientes que sofreram grande mudança nos últimos tempos e foi catalisada pela pandemia, a agência passa a atuar sob o lema `mais heads, menos overhead´. Mesmo com uma personalidade consolidada no mercado, a The Heart entendeu que seu modelo de negócio precisava se ajustar ao atual momento da publicidade. Para basear sua nova estratégia, a agência realizou um estudo com 30 heads de marketing dos mais diferentes setores a fim de entender o momento das companhias e o que elas esperavam de suas agências num cenário pós-Covid. “O resultado trouxe os insights necessários para nos tornarmos uma agência mais fluída e exatamente do tamanho que cada cliente precisa – montando, à quatro mãos, um squad alinhado à cada demanda, entregando a possibilidade de ser mais ágil e acionável, sem perder a consistência da comunicação”, destaca o CEO Valmir Leite. Além de Leite e Rabello, agência tem como associados também Marcelo Camargo (CCO), Valter Calamita (CFO) e Laura Siqueira (Head de Negócios).

Um outro pilar importante para The Heart é trabalhar como uma agência pessoal, fazendo de fato uma parceria com o cliente com uma real imersão em seu universo e público e, assim, entender a melhor forma de criar uma interlocução de valor. Essa virada de chave será executada de forma mais profunda por Mauro Rabello, que assimilou a necessidade de ter um núcleo de estrutura física e diversos satélites ao redor para auxiliar na execução, com a construção de uma rede de profissionais com habilidades específicas que atuam no segmento dos clientes e entendem a fundo suas necessidades, além de serem capazes de achar boas soluções para qualquer tipo de situação que se apresente.

A chegada de Mauro Rabello

Mauro Rabello, reconhecido profissional de mercado e que atuou para as mais importantes marcas e grupos de comunicação e mídia no Brasil e no mundo, chegou ao time este mês para assumir a função de Chief Growth Officer da The Heart Corporation.

Com extenso currículo e sólida experiência internacional, Rabello passou por McCann-Erickson/Coca Cola, Y&R/Colgate, Euro RSCG/Philips e em sua experiência mais recente foi na Dentsu Brasil como Brand Leader, em que promoveu um turnover de mais de U$ 12MM em 8 anos de trabalho, com uma total reorganização das contas e com um grande foco no desenvolvimento de novos negócios.

Função semelhante à que ele desenvolverá na The Heart, onde chega com grande visão de mercado para dar forma à esse novo momento da agência.

“Na pesquisa recente desenvolvida pela The Heart com mais de 30 dos principais CMOs do mercado brasileiro sobre o que os Clientes procuram em suas agências, fica clara a necessidade de resolver o binômio custo/benefício. Conseguir agilidade, qualidade nas entregas e novas formas de solução de negócios acaba encarecendo os serviços das agências. Por isso, e caminhando para equilibrar essa relação, chego a The Heart para consolidar nossa proposta de uma agência de estrutura enxuta, mas focada na qualidade e senioridade da equipe garantindo resultados eficazes e a construção de soluções exclusivas para os clientes”, afirma Rabello.

Leia Mais
Conteúdo

Importância do podcast na sua marca

O termo podcast tem o significado de um áudio gravado para divulgação nas plataformas digitais com a possiblidade de download para ouvir a qualquer momento. Foram criados para acompanhar a evolução da tecnologia e o novo comportamento da audiência. Segundo dados do IBOPE, cerca de 40% da população brasileira já ouviu podcast, equivalente a 50 milhões de pessoas, no entanto, mostra também o quanto ainda pode crescer; mas afinal, qual sua relação com o digital?

Existem quatro motivos que mostram o uso de podcast e a expansão da sua marca e/ou empresa podem andar juntos: praticidade, assertividade do público-alvo, confiança e, por último, visibilidade.

Não é novidade que os usuários busquem maior facilidade e praticidade nas redes, e os podcasts fazem o uso disso, podendo ser escutado enquanto outras atividades. A versatilidade é um de seus destaques, quanto mais fácil o conteúdo chegar à plataforma, maior a probabilidade de alcançar os consumidores, já que não vai demandar esforço da parte deles e, com isso, pode ser trabalhado junto da marca;

A assertividade do público-alvo é garantida já que cada podcast aborda um assunto específico para um público que já demonstra interesse no assunto, os produtos e serviços oferecidos em seus podcasts favoritos são considerados relevantes com este fato;

O ato de ouvir é bem mais íntimo e pessoal comparado à leitura, escutar uma pessoa com voz entusiasta promove mais emoção do que um anúncio numa rede social; outro aspecto que transparece confiança e lealdade dos ouvintes é que parte das pessoas antecipa o lançamento de cada parte dos seus áudios favoritos incentivando a volta deles; isso pode ser estendido para sua marca, onde verão os anfitriões como especialistas;

E por fim, tendo diferentes maneiras de encontrar o que se oferece garante que sua marca seja mais vista por todos, usar mais este canal é uma estratégia para aumentar um meio de relacionamento com o cliente, sua presença digital e expandir para o tráfego do site.

Leia Mais
Mídia

WMcCann anuncia Fabio Urbanas como novo VP de mídia

Executivo assume a posição a partir de 7 de julho, mesma semana que André França, atual VP da área, migra para a cadeira de Presidente da agência

A WMcCann anuncia Fabio Urbanas como novo vice-presidente de mídia. Com 21 anos de experiência, Fabio chega com a missão de seguir mesclando técnica, criatividade, storytelling e resultados de negócios. A diretoria de dados responderá diretamente ao André França.

“O Fabio é incrível, generoso como pessoa e analítico como profissional. Um cara técnico, que olha as minúcias e gosta de aprender e se transformar. A missão dele é continuar construindo jornadas para que as marcas possuam um papel significativo na vida das pessoas, buscando o melhor resultado para os nossos clientes, com o uso intensivo de dados e criatividade”, enfatiza André França, atual VP de mídia de dados, que assumirá como Presidente da WMcCann, a partir de julho de 2021.

Fabio atuou na Kantar Ibope, Giovanni FCB e, desde 2006, esteve na direção de mídia da Y&R (atual VLMY&R), Africa e Lew’Lara\TBWA, até torna-se head de mídia e dados na AlmapBBDO há quase 10 anos. O executivo geriu as operações de mídia de grandes marcas como Volkswagen, Facebook (WhatsApp, Instagram e Facebook Blue), LG, Audi, Pepsico, Visa, Colgate-Palmolive, Vivo, Perdigão, FCA, Nestlé, Nivea Beiersdorf, Bristol Myers, MAN, Heineken, Cielo, Bradesco Seguros e Elo. Em 2019, recebeu o maior reconhecimento do mercado de comunicação: o Prêmio Caboré como Profissional de Mídia do Ano. Fábio é formado em administração de empresas pela FMU, com pós-graduação em publicidade & marketing pela ESPM e MBA na Berlin School.

“Estou muito feliz em integrar o time da WMcCann. A área de mídia está passando por um momento de transformação há tempos e atualmente ganha mais relevância e protagonismo na comunicação das marcas, pois é tema essencial quando o assunto é entender o consumidor e trazer para ele conteúdos e mensagens, usando contextos, canais e momentos que sejam apropriados, dependendo do perfil, demandas e etapas dentro do funil de decisão de consumo. O desafio, portanto, é integrar cada vez mais os processos de mídia com as áreas de dados, planejamento e criação, visto o seu papel fundamental no processo de construção da estratégia, e a sua vocação para projetar, alcançar e otimizar os resultados de negócios e marca de nossos clientes”, destaca Fabio Urbanas.

Leia Mais
Publicidade

Representatividade na publicidade

A reflexão sobre a representatividade como um todo é de grande importância em um mês que carrega a forte presença do público LGBTQIA+ nas campanhas publicitárias e propagandas, mas não são somente eles que não se sentem representados, o tema aborda a população negra, feminina, portadores de deficiência e até mesmo os idosos.

 

Segundo a pesquisa Todxs, um estudo desenvolvido pela ONU Mulheres e Heads Propaganda, viabilizado pela Aliança Sem Estereótipos, com o poder de fala sobre a importância de eliminar estes estereótipos nas campanhas e conscientizar as agências e anunciantes; comparados a dados de 2020, o resultado é de estagnação ou retrocesso. A presença de homens negros como protagonistas na TV teve declínio de 22% para 7%, das mulheres negras alcança o percentual de 25%, no entanto, existe este pico desde 2018; mulheres brancas ainda representam 74% das protagonistas. Dentro disso, existem caracterizações que conquistam espaços, mas de uma forma lenta, como cabelos cacheados e crespos, corpos plus size e midsize, já que a indústria tem dificuldade de romper padrões, possuindo 60% das peças com presenças magras, cabelos lisos, jovens.

 

E quando tratamos do público LGBTQIA+, PCD e maiores de 60 anos, temos os maduros atingindo 12%, porém, novamente na tecla de a maioria ser pessoas brancas, aqueles que representam a diversidade sexual com 1,3% e os portadores de alguma deficiência com os menores números, 0,8%; a diversidade dos consumidores tem crescido constantemente, o que impulsiona as marcas a assumirem papéis defensores e aderir autenticidade.

 

Listarei as 6 marcas que mais trabalham diversidade em suas campanhas no Brasil, (informações de Youpper- Consumer & Midia Insights);

 

– O Boticário

– Natura

– Coca-Cola

– C&A

– Skol

– Dove

 

São pesquisas que prometem movimentar e provocar mudanças não só nas campanhas e propagandas, como também na conscientização da sociedade, o que causa preocupação nas marcas para representar mais esses públicos. Fato desta semana, com a mudança da embalagem, pela primeira vez, da Leite Moça, onde decidiu substituir a camponesa por mulheres reais.

 

Com tudo isso, afinal, você se vê fielmente representado?

Leia Mais
Marketing

O sucesso do Spotify

Esta semana, o aplicativo de música Spotify provou que não foi preciso esperar os últimos meses do ano para entender seu comportamento musical do ano de 2021; na última quarta-feira, 2, a plataforma lançou a sessão “Only You” que releva seus gostos variados de estilos musicais e podcasts. Foi dito ao Estadão que o serviço fica disponível até 30 de junho.

Há alguns anos o Spotify faz o uso de estatísticas de consumo do usuário para gerar uma troca de experiência entre eles, não só ele como também as redes Facebook com suas retrospectivas, relatórios do Instagram; e o “Only You” veio para movimentar o serviço mostrando a flexibilidade dos seus estilos musicais e provando que cada um que consome no aplicativo é único.

Este sentimento de sentir-se único é o que gera uma mídia espontânea e com uma conexão real, sua estratégia foi utilizar o marketing de experiência. Utilizam as emoções dos usuários para conhecer, conquistar, engajá-lo e finalmente, fidelizá-lo, nos passa a sensação de identificação – com o Spotify não é diferente; ele começa a entender suas preferências e conforme for entendendo seu comportamento cria playlists feita para você, te conquista, gera uma troca e consequentemente, já estamos envolvidos com o aplicativo e interagindo, compartilhando sobre ele em outras redes.

A identificação se deu ainda mais com a divisão feita pela experiência que contou com:

Jantar dos sonhos: um mix personalizado com 3 artistas que convidaria para um jantar romântico;

Mapa Astral: fazendo um trocadilho com as músicas e quais representam o Sol, Lua e Ascendente do seu signo, artistas que não saem do repeat, músicas mais sentimentais e as últimas descobertas, respectivamente;

Horário do dia: uma análise dos sons e podcasts que você mais escuta em determinada hora do dia;

Dupla de artistas: os dois artistas mais ouvidos recentemente;

Sua viagem do tempo: o modo como você “viajou” musicalmente durante o período do ano;

Seu gênero/tema preferido: gêneros e podcasts baseado nos seus hábitos do streaming.

Este é o grande sucesso do Spotify, oferecimento de conteúdos e serviços personalizados, independentemente de uma conta free ou premium, a estratégia de marketing da plataforma é a entrega das preferências de cada usuário, tudo é gerado por experiência.

Leia Mais
Publicidade

O lugar de um publicitário

A área onde um publicitário pode atuar é algo que sempre surge dúvidas, já que esta profissão evolui conforme as marcas, produtos e a tecnologia vai mudando. Com isso, listarei algumas áreas que estão em ascensão nas agências e vale a pena ficar de olho:

-Business Intelligence: mais conhecido apenas como “BI”, seu papel é ajudar na coleta de dados sobre seu target e sobre a mensuração das ações de comunicação. Passou a ser um diferencial relevante, já que garante a assertividade nos resultados. Responsável por decisões estratégicas, fornecer insights e participar ativamente de discussões do produto;

-Inovação e prototipação: novas funções surgem no departamento de desenvolvimento, as bancadas se utilizam de fabricação de protótipos usando a eletrônica, robótica; o lema é errar mais rápido e corrigir mais rápido ainda;

-Community Manager: gerencia, planeja e acompanha as execuções e resultados do trabalho em mídias sociais. Este profissional pode trabalhar na análise da marca e seus concorrentes, juntamente com os resultados do dia a dia.

-Social CRM: os consumidores passam mais tempo elogiando ou discordando de produtos, por isso, as empresas buscaram entender as manifestações de seus clientes, desenvolveu o “SAC 2.0”, onde filtram as informações para a melhora.

Além disso, existem oportunidades fora de uma agência e que estão conquistando espaço, como trabalhar com consultorias, departamentos de marketing e no mercado digital, com possibilidades de empreender. A publicidade acompanha as mudanças e tendências, e é importante caminhar junto delas e sair das limitações, afinal, sempre haverá publicidade onde existe marca.

Leia Mais
Conteúdo

APP Brasil fortalece atuação no país com projeto de expansão.

A Diretoria Executiva Nacional traz a unificação das atividades de todas as regionais da associação e marcam os primeiros meses da nova diretoria.

A Associação dos Profissionais de Propaganda (APP Brasil), entidade que apoia e estimula as atividades da comunicação e auxilia no aperfeiçoamento do profissional, está atuando efetivamente para expandir suas atividades em todo território nacional, com a recém-criada Diretoria Executiva Nacional. O projeto visa aumentar a representatividade da entidade em todo o país, agregando mais unidades em todo o Brasil, fortalecendo ainda mais o mercado da comunicação. As ações, estruturadas na nova diretoria, comandadas pelo atual presidente Silvio Soledade, e o diretor executivo Toni Valente, já expandiu as atividades da APP Brasil nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Goiás e Pará.

Para dar forma ao projeto, o presidente da entidade Silvio Soledade e o diretor executivo Toni Valente realizam, semanalmente, reuniões on-line com todas as regiões do país, ouvindo os líderes do mercado publicitário e identificando oportunidades para que todas as unidades da Rede APP possam compartilhar experiências, trocar conhecimento e replicar nacionalmente importantes ações locais.

“O crescimento da APP é essencial para alcançarmos a pluralidade na área de comunicação”, destaca Silvio Soledade, presidente da APP Brasil. “Nós priorizamos a interação, a competência e o engajamento do meio. A expansão das regionais mostra que a APP está ganhando corpo, relevância e, acima de tudo, pluralidade. Todas estão engajadas e unidas na mesma direção e fortalecendo ainda mais o mercado publicitário”.

O formato horizontal que passou a ser adotado recentemente já traz bons resultados e muito interesse dos profissionais de todo Brasil, em menos de dois meses a APP já expandiu suas atividades nas regiões do ABC Paulista, Bauru (SP), Marília (SP), Litoral Paulista, São José do Rio Preto (SP), Vale do Paraíba (SP), Uberlândia (MG), Vitória da Conquista (BA), Belém (PA) e Goiânia (GO), proporcionando o aumento da atuação da associação.

“A Diretoria Executiva Nacional visa dar voz e promover o networking e integração com profissionais das principias cidades do país, visando a troca de experiências e o compartilhamento de ações de interesse nacional”, destaca Toni Valente, diretor da APP Brasil. “Diferentemente do formato vertical, que consta com estatuto, sede, CNPJ, presidente, vice-presidente, conselho fiscal e de administração, o formato regional é horizontal e alinhado com a APP Brasil. Possui uma estrutura mais enxuta e formada por profissionais de diversos segmentos da comunicação, que compõem uma diretoria regional onde todos têm voz e se dedicam a fortalecer, apoiar e promover ações locais de interesse do mercado”.

Toni Valente, diretor executivo da APP Brasil: expansão regional adota modelo de gestão horizontal. Crédito: Divulgação

Além das novas regionais, até então formalizadas, a APP conta com representantes constituídas que já possuem histórico de sucesso e representatividade em Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Sorocaba (SP) e Mogi das Cruzes (SP), Maringá e Londrina (PR). Agora, essas unidades também estarão alinhadas com o novo formato, proporcionando a troca de experiências de ações consolidadas que já promovem. “Vamos seguir dialogando com as principais cidades do país, como já vem ocorrendo com Recife (PE), Vitória (ES), Joinville (SC), entre outras, para que possamos ampliar a representatividade da APP por todo o Brasil”, completa Toni Valente.

Outra iniciativa da associação é unificar o calendário de atividades de todas as APPs e ampliar o acesso dos eventos e ações para todo o país, a exemplo do evento “Os Eleitos”, idealizado pela APP Ribeirão, e do projeto da APP Campinas “Atitudes Inspiradoras”, criado durante a pandemia para divulgar as boas ações das empresas. “Ao unificarmos o calendário, oferecemos a possibilidade de mais profissionais terem acesso ao conteúdo de qualidade com os melhores nomes do mercado e que até então eram restritos a apenas alguns locais”, acrescenta Silvio Soledade.

Leia Mais
1 2
Page 1 of 2