close

Conteúdo

ConteúdoMarketing

NUBANK LANÇA INICIATIVA #FANTASIESEUCARTÃO

Fantasia Nubank

Bloquinho, ok! Confetes, ok! Fantasia, ok! E o cartão de crédito, tá ok?! 

Todo mundo quer pular o carnaval de boa e sem preocupação, não é? Pensando nisso, a NuBank lançou a iniciativa #FantasieSeuCartão, com o objetivo de evitar ou mesmo diminuir as ocorrências do Golpe da Troca de Cartões, que ocorre na hora do pagamento quando, geralmente, o golpista alega algum erro com a senha ou falha na transação, nesse momento ele troca o cartão devolvendo ao dono um similar e, quando percebe, não está com o seu cartão verdadeiro e já caiu no golpe. Isso acontece por distração e desatenção das vítimas.

A proposta sugerida pela fintech (startups que trabalham para inovar e otimizar serviços na área financeira) é que, ao sair para pular o carnaval e se divertir com a turma, você personalize o seu cartão independente da bandeira e da empresa bancária. Essa ação dificulta a possibilidade do bandido trocar seu cartão pois estará personalizado de forma que seja fácil a sua identificação, mesmo estando próximo a outros cartões similares.

Quem estiver por São Paulo nesse período, pode passar na sede da NuBank (no bairro Pinheiros) no dia 20 de fevereiro. Ao longo desta data, serão entregues cartelas com adesivos, gratuitas para que os usuários de cartões possam personalizar e se divertirem durante a folia.

Mas para quem não pode passar na sede da empresa ou quem for pular o carnaval em outros lugares, a NuBank deixou em seu site um conteúdo muito interessante com dicas e cuidados para fantasiar o seu cartão da forma segura, evitando causar complicações na hora de retirar a fantasia, dentre as dicas estão: não é recomendado usar fitas ou adesivos de alto relevo, evitar usar as partes próximas do chip, não usar produtos de limpeza e ter atenção redobrada com água. 

No final é só correr para a folia, aproveitar o bloco, curtir com a turma e ficar de olho no cartão para não perder de vista e aproveitar todos os momentos.

Leia Mais
Conteúdo

Novas placas do Mercosul – Já viu alguma por aí?

Captura de Tela 2020-02-19 às 22.05.53

Você já deve ter visto alguns carros pela cidade com umas placas diferentonas. No lugar do Estado, é Brasil que vem escrito em uma tarja azul e uma combinação diferente de números e letras mais parecidos com uma senha sugerida pela sua hospedagem de e-mail no restante da placa.

Pois bem, a nova placa é um modelo que passará a ser obrigatório em breve para todos os estados do Brasil. Por ora, somente carros novos ou que sofreram alguma alteração recente possuem as placas do Mercosul.

Tenho percebido que nos estados do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul (sou viajado, hein?!) as placas aparecem com mais abundância. Mas a verdade é que nem todos os Estados já aderiram à obrigatoriedade das placas… ainda!

PREÇO DAS PLACAS

A placa não possui um preço padrão, uma vez que pode ser vendida pelas estampadora

s diretamente para o consumidor, sem intermédio do Detran; mas possui um teto de R$ 138,24 (no Estado de São Paulo), ou seja, o mesmo valor da placa antiga. E sim, caso você queira trocar pra deixar sua caranga mais bonitona, é possível.

QR CODE

Ah, e uma curiosidade interessante: há nas placas a presença de um QR Code, que poderá facilitar às autoridades no rastreio de veículos. É a tecnologia sendo utilizada de forma inteligente.

Mas e você, curtiu a nova placa? Pois saiba que, curtindo ou não, em breve você terá que se adequar às regras, seja por imposição ou, por que não, pela compra de um carro novo?

Leia Mais
ConteúdoDigitalMarketing

5 dicas preciosas para vender pelo Instagram

5 dicas preciosas para vender pelo Instagram

Apesar do Facebook ser uma plataforma completa para quem quer empreender, o público jovem se concentra no Instagram – 38% em 2019 (Statista, 2019) – rede social que, segundo estudo da E-commerce CEO, tem 58 vezes mais envolvimento por seguidor do que o Facebook. Porém, com o alto potencial de engajamento, você precisa se destacar para vender, principalmente em relação às grandes marcas. Como? Eu vou te dar umas dicas.

Frequência de postagens
Um dos primeiros passos para quem está empreendendo é trazer, sempre que possível, um volume de posts. Isto, pois como poucos te conhecem ainda, você precisa mostrar como o seu trabalho é importante e bem feito.

No geral, as pessoas têm dificuldade em relação à frequência, pois não é todo dia que fazem uma venda – seja de bombons à livros usados -, e geralmente quando isto ocorre, vende-se itens diferentes para um mesmo cliente.

Por isto, guarde algumas fotos da sua venda de segunda-feira para postar novamente na quinta-feira. Só não vale postar a mesma foto, hein.

Organização do feed
Minha primeira dica foi postar com frequência, mas isto não significa postar com má qualidade. Lembre-se sempre que o Instagram é uma rede social muito visual e que requer uma composição de fotos especial. Quanto mais harmônico for o seu perfil, mais confortáveis os usuários se sentirão em navegar nele.

Se você sabe mexer com softwares de edição, faça posts de datas especiais para descontrair. Se não sabe, não tem problema, pois você pode organizar seu perfil através de um degrade das cores predominantes de cada imagem, ou simplesmente adotar uma cor base e sempre utilizá-la. Para me inspirar, gosto de olhar feeds como @lojaeclipse ou @mario_dozono.

Comente em fotos
Soou estranho, né? Comentar em fotos permite que novos usuários te conheçam ou clientes fiéis se lembrem de você, possibilitando que você tenha conversões de compra. Fora isto, não deixe seus seguidores falando sozinhos nos seus posts. Sempre responda para eles publicamente e o chame no direct para detalhes maiores. Isto permitirá que o algoritmo do Instagram entenda seu perfil como relevante e o divulgue mais facilmente.

Porém, não seja uma marca chata que persegue os usuários pedindo para eles te visitarem. Se você vende acessórios, comente algo como “nossa argola prateada iria arrasar nesse seu look!”. Além da curiosidade, o usuário irá até seu perfil ver se realmente aquele brinco argolado ficaria legal nele, o que pode gerar uma graninha pra você.

Aposte nos stories
Cada vez mais as pessoas entram no Instagram só para dar uma espiada nos stories, pois estão no trabalho ou na faculdade. Portanto, não deixe de interagir por lá, assim seu perfil pode aparecer para as pessoas que te seguem.

Aposte nas enquetes e GIFs que a rede social traz, tornando os seus stories leves e interessantes. Aproveite para tirar dúvidas sobre os produtos e entregas num horário em que a pessoa irá te escutar. Quando ela está em casa comendo ou dando aquela espiada antes de dormir é uma boa, já que está em seu momento de lazer e provavelmente com o som ativo.

Mostra a tua cara, Brasil!
Na internet, as pessoas querem ver rostos e histórias, e não anúncios. Você pode contar a história da sua marca para elas, pois dá mais confiança em saber quem está vendendo aqueles produtinhos de beleza, além de se tornar mais natural a exposição de uma marca nos stories sugeridos para ela ver.

Precisamos humanizar a internet, e se você faz isto com os seus clientes, tenha certeza que eles irão preferir você em relação à menina da faculdade que só posta as trufas e esquece de falar sobre a pessoa mais importante de uma marca: o cliente.

Gostou das dicas? Não é receita de bolo, mas te garanto que se você fizer o que sugeri acima, você será mais relevante para os usuários e para o Instagram, permitindo que mais pessoas te conheçam e se engajem, tornando a conversão para compra 5 passos mais perto de você.

Leia Mais
Conteúdo

5 passos para acabar com o bloqueio criativo

man-742766_1920

Todo profissional de área de Criação já teve ou já ouviu falar sobre o assombroso “bloqueio criativo”. Mas, afinal, o que é isso?

O bloqueio criativo é uma espécie de “branco” que dá em nossa mente, igual aqueles que acontecem quando você vai responder uma questão de uma prova na faculdade a qual você tem certeza que sabe a resposta, mas não consegue lembrar nem com reza braba.

Pois saiba que o tal do bloqueio criativo é algo absurdamente comum entre os criativos das grandes (pequenas e médias também) agências de todo o mundo. E ele costuma acontecer justamente quando o prazo do job é curto e adivinha, do maior cliente da agência.

Por isso, separei algumas dicas de como dizer: “Xô, bloqueio, traga minhas ideias de volta.” Veja abaixo:

 

TOME UM CAFÉ

Se você não gosta de café, não tem problema. O “tomar um café” é mais uma desculpa para, na verdade, fazer uma pausa. Essa sim é uma boa dica para combater o bloqueio criativo.

 

OUÇA UMA MÚSICA

Ouvir música é uma boa opção porque desvia nossa mente dos pensamentos que estamos tendo naquele momento e que podem interferir no desenvolvimento das suas ideias. Vale até funk, olha só que belezura!

 

MUDE DE JOB

Trocar de job para um outro que seja de outro segmento ou que exija um outro tipo de trabalho é uma boa ideia também. Dessa forma você foge da semântica que está deixando você louco e com bloqueio na mente e depois você voltará para o job anterior.

 

BUSQUE MAIS REFERÊNCIAS

Às vezes você pode confundir o bloqueio criativo com falta de referências. Busque mais sobre o assunto. Procure ver o que já foi feito a respeito, o que pode ser aproveitado de uma outra forma de assuntos similares, enfim. A internet é a nova Barsa e tem muito mais possibilidades pra você obter referências.

 

QUINTO PASSO

Aqui eu deveria escrever um quinto passo, mas não tive criatividade para pensar em algo. Seria um bloqueio criativo? Acho que vou voltar para a primeira dica e segui-la para ver se desbloqueio a mente.

Grande abraço, pessoal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia Mais
ConteúdoMídia

SOUL GOOD: O CHOCOLATE DA DIETA

58ed0df3d8268

Durante o Santander Track&Field – maior circuito de corridas de rua da América Latina – a Kopenhagen estreia sua mais nova linha de chocolates, a linha Soul Good, uma proposta que visa unir o que faz bem para o corpo e que seja delicio no paladar.

 

O público deste novo produto é os atletas de rua com estilo de vida saudável, que a partir de agora poderão trazer ainda mais sabor às suas dietas. Assim, a parceria com a Cross Networking no evento foi uma ótima forma de apresentar os novos chocolates para seu público. Ao invés de apenas veicular nas redes sociais banners e posts sobre a novidade, nada melhor que levar a degustação para “dar um gás” a mais durante a corrida.

 

A indústria do chocolate costuma crescer 6% ao ano em países desenvolvidos, faturando cerca de US$8,4 bilhões por ano. Porém, como o Brasil está se desenvolvendo, há de se esperar que tenha números ainda maiores. Atualmente, a venda de chocolates cresce 25% ao ano, chegando a US$35 bilhões em 2018 (Euromonitor, 2019). 

 

Sobre os chocolates Soul Good, é importante ressaltar que além da leveza das calorias do produto, ele aborda um conceito totalmente zero açúcar, lactose, gorduras e clean label – produtos compostos apenas por ingredientes facilmente reconhecidos pelo consumidor. A nova linha da Kopenhagen conta com bombons maciços, de avelã, com língua de gato e lajotinha, além dos clássicos tabletes de cacau e cacau com nibs (pedaços de amêndoas).

 

Com tantas opções, chega até ser difícil escolher uma só, mas como é um chocolate saudável, vá na Kopenhagen e experimente um de cada! Depois nos conte qual você gostou mais.

Leia Mais
Marketing

Beautiful Café: L’Oréal Paris promove encontro inédito no Brasil para celebrar a beleza sem idade

image002

Com ativações criadas pela WMcCann e produção da V3A, evento contou com talks com a presença de personalidades como Fátima Bernardes, Taís Araújo, Cláudia Raia e Fernanda Gentil, além de ativações para o lançamento de três produtos

L’Oréal Paris é uma marca que tem como missão trazer o melhor de cada cabelo e pele de cada mulher, através de sua tecnologia avançada. Isso vai totalmente de encontro ao que a mulher moderna acredita atualmente, quando se fala do conceito de idade sem tabu. Ela não está mais preocupada com sua idade cronológica e sim, em trazer à tona o melhor da idade que tem, sem se restringir à normas, regras ou limitações impostas pela sociedade. Dentro deste tema, a L’Oréal incentiva a auto-realização, auto-estima e principalmente a conversa entre mulheres. E essa é exatamente a proposta do Beautiful Café: um espaço para mulheres falarem sobre seus sonhos, quebra de tabus e respeito, temas reforçados pelo lançamento de 3 produtos. O evento, realizado pela primeira vez no Brasil, aconteceu no dia 29 de agosto, no Copacabana Palace.

Aberto para convidados, o evento contou com dois Beauty Talks principais: o poder do ácido hialurônico no cuidado da pele e o que é Episkin; e Movimento Ageless: idade sem tabu e o respeito às escolhas da mulher. Os painéis contaram com as presenças de Fátima Bernardes, Taís Araújo, Cláudia Raia e Fernanda Gentil, além das Influenciadoras Andrea Santa Rosa, Vic Ceridono e Paola Antonini, e Elisabeth Bouhdana, Diretora Científica Global de L’Oreal Paris. O evento encerrou com um show de Luisa Sonza para celebrar o lançamento de Elseve Longo Dos Sonhos. Toda a produção foi desenvolvida com processos sustentáveis, para gerar o mínimo de impacto no meio ambiente.

A marca mostra toda sua força em inovação e tecnologia com um lançamento de produto em cada uma das categorias no Brasil: Elseve Longo Dos Sonhos (cabelos), Revitalift Hialuronico (pele) e Renovação Imedia (Coloração).

O Beautiful Café foi idealizado inicialmente pela McCann Paris. A versão brasileira foi criada pela WMcCann e produzida pela V3A. O evento contou com imersão em inovação, sendo um espaço de relacionamento e informação, e outro com conteúdo tecnológico para o lançamento dos três produtos. A estrutura contou também com espaços instagramáveis com a temática dos lançamentos.

Leia Mais
Conteúdo

AsteriscoNão

Capa

A NuBank surgiu como uma Fintech que trouxe ao mercado financeiro uma nova alternativa de cartões de crédito. David Vélez, CEO da NuBank, diz que ao chegar no Brasil teve que abrir uma conta bancária e, ao entrar em uma agência, passou por uma péssima experiência. Por ser profissional da área de finanças, já sabia que o mercado do Brasil cobra os maiores juros do mundo e aplicam elevadas tarifas. coque iphone outlet Ao ligar os pontos, percebeu uma ótima oportunidade de mercado, já que o oligopólio financeiro não valorizava os seus clientes e sim o dinheiro deles.   Então a solução que David encontrou foi formatar seu primeiro produto, cartão de crédito NuBank, onde o cliente era valorizado antes do seu dinheiro, com taxa zero, transparência e um excelente atendimento. O NuBank logo se tornou o “roxinho” mais querido do Brasil, pois simplesmente foi a primeira instituição financeira que saiu do do discurso de “fazer acontecer” e realmente “fez acontecer”, com destaque para sua comunicação e posicionamento. coque iphone 7   Logo após o cartão de crédito veio a NuConta e em dezembro de 2018, a NuBank colocou uma referência das agências bancárias na Pinacoteca, a porta giratória, simbolizando que a burocratização dos bancos e das instituições financeiras ficou no passado. coque iphone 6   Neste mês a marca lança mais uma provocação ao mercado. Com o seu posicionamento bem claro, a NuBank utiliza os mobiliários urbanos (relógios de rua) para alfinetar os bancos e alertar os clientes reforçando seu posicionamento.   #AsteriscoNão é um combate as meias-verdades, é a mensagem que sua nova campanha passa. coque iphone pas cher As peças utilizam os motes das campanhas de seu s concorrentes para alertar os clientes sobre as informações com asteriscos que geralmente viram uma armadilha para o público. “Asterisco. coque iphone xs max Feito para você não ler.” Fazendo referência ao banco conhecido como digital. “Vem pra esse movimento você também. coque iphone Vem?” Referência ao banco mais popular do Brasil. “O que o seu banco pode fazer por você hoje? Acabar com os asteriscos.” Alusão ao banco aberto aos empreendedores do Brasil.

Leia Mais
Conteúdo

Leica faz tributo a fotógrafos

Frame Leica The Hunt 6

Inspirada por histórias de fotógrafos que não medem esforços para que todos vejam a realidade, a Leica estreia nova produção dedicada a esses profissionais. coque iphone   Luiz Marinho, fotógrafo e representante da marca no Brasil, afirma que “sem a paixão e o olhar dessas pessoas, nenhuma câmera faria história sozinha. coque iphone pas cher Por isso, sentimos que seria justo e verdadeiro homenageá-las, pois são nossos olhos pelo mundo”. coque iphone   Na produção “The Hunt”, a marca resgata o Protesto na Praça da Paz Celestial (1989), mas também retrata outros momentos densos, da guerra à natureza selvagem, para traduzir a coragem desses homens e mulheres.   Para a dupla de diretores de cena, Kid Burro (Stink Films) “são raros os filmes que permitem uma imersão em conceito e desenvolvimento como este. coque iphone 6 Estudamos, por mais de um ano, diversas histórias de fotógrafos e, principalmente, os obstáculos por que passaram para conseguir as fotos marcantes de suas carreiras. Sem a bravura e ousadia deles, talvez muitas histórias nunca tivessem percorrido o mundo”. coque iphone   Criado pela F/Nazca Saatchi & Saatchi, o tributo tem quase 5 minutos de duração para envolver o espectador numa narrativa única sobre risco, paixão e história. “Que fotos têm o poder de transformar o mundo, ninguém duvida. Mas a gente achou que estava na hora de contar, também, as histórias dos heróis por trás das fotos”, declaram Rodrigo Castellari e Pedro Prado, criativos responsáveis pelo filme.

Leia Mais
Conteúdo

A batalha entre o cinema tradicional e o streaming

A-batalha-entre-o-cinema-tradicional-e-o-streaming-Creativosbr-Mídia-Creativos-Netflix-Cinema-Streaming-Amazon-blogdocrespo

Não é de hoje que se vê o streaming ganhar cada vez mais espaço no mercado de entretenimento. soldes coque iphone Tal fato é que, até mesmo a gigante indústria de Hollywood pode se sentir ameaçada num futuro próximo devido ao debate em torno dos lançamentos nos cinemas que demoram uma janela de 90 dias para ser disponibilizado em DVD ou em digital. O que se discute estar em jogo é o futuro das salas de cinema e do entretenimento na tela pequena que aos poucos surgem como novos gigantes da tecnologia derrubando décadas de tradição hollywoodiana. Enquanto a Netflix transmitiu filmes online ao mesmo tempo, ou apenas algumas semanas depois de sua estreia nos cinemas, a concorrente Amazon Studios disse que gostaria que alguns de seus filmes ficassem apenas 2 a 8 semanas nos cinemas antes de estar disponível em sua plataforma de streaming, a Amazon Prime. coque iphone 7 Até mesmo o rei do multiplex – Walt Disney Co – está entrando no universo do streaming alimentando a ideia de que possa querer filmes nas salas de estar mais cedo. A Netflix twittou que “ama o cinema”, mas também apoiava o acesso de pessoas que não podem pagar ou não moram perto de cinemas. coque iphone soldes Muitos proprietários de teatros se opõem, citando possíveis danos a seus negócios. Adam Aron, diretor executivo da AMC Entertainment Holdings, a maior operadora de teatro do mundo, disse que sua empresa “consideraria toda e qualquer alternativa”, mas quaisquer mudanças no atual padrão da indústria “teriam que ser benéficas para nós ou neutras para nós”. coque iphone xr Em contra partida, outros disseram que os consumidores estão satisfeitos com o sistema atual. As vendas de ingressos em 2018 atingiram o recorde de US$ 41 bilhões globalmente e US$ 12 bilhões nos Estados Unidos e no Canadá, mesmo quando a Netflix lançou cerca de 90 filmes para streaming. A franquia da Disney como “Black Panther” e “Avengers: Infinity War” gerou um total de US$ 7,3 bilhões nas bilheterias mundiais em 2018, mostrando que as telas de cinema tradicionais possuem muita lenha para queimar ainda. coque iphone E não só isso, a Disney e outros estúdios enfatizaram a experiência especial de assistir um filme em um teatro escuro. “Muito mais pessoas tiveram seu primeiro beijo em um cinema do que na sala de estar de seus pais”, disse Toby Emmerich, executivo sênior da Warner Bros, parte da WarnerMedia, da AT & T, que também planeja lançar uma campanha de streaming. coque iphone en ligne Dos mais céticos aos mais abertos, pode-se concluir que o streaming e o cinema tradicional ainda conviverão por um longo tempo juntos.

Leia Mais
ConteúdoOpinião

Materiais exclusivos de futebol viram investimento na educação

creativosbr-blogdocrespo- opiniao-footballforacause

E se aquela camisa trocada pelo jogador na final da partida ou lançada para torcida pudesse ser transformada em escolas ou livros? É isso que o Football For A Cause faz. coque iphone soldes Caracterizado como Negócio Social, o Football For a Cause faz parcerias com times e jogadores de futebol e recolhe os itens esportivos que geralmente não são reaproveitados pelo time, como camisas, shorts e chuteiras. coque iphone xr Após recolhê-los, esses itens são vendidos no site e metade do lucro gerado é destinado para projetos de destaque na educação básica do país. coque iphone xr

A empresa surgiu na França, quando o fundador, André Georges, percebeu as pessoas oferecendo dinheiro pelas garrafinhas de água usadas pelos jogadores. coque iphone 7 Portanto, as primeiras parcerias criadas e atividades foram realizadas no exterior. coque iphone 2019 Foram recolhidos equipamentos utilizados pelo jogador Luciano Castan durante uma partida oficial do seu antigo clube, Stade Brestois, e vendidos na plataforma, gerando recurso para apoiar a finalização da construção de uma escola no interior do Malawai.

Com pouco menos de 1 ano de atividades no Brasil, o grupo composto por 3 jovens (André Georges, Manuela Carvalho e Laiana Ferrari) já tiveram em contato com alguns times brasileiros, e oficializaram parceria com o Santos, o primeiro clube brasileiro a apoiar a causa.

Nesse período, foi possível financiar um projeto junto com a ONG Parceiros da Educação, que transformou 48 alunos de escolas públicas em escritores.

Leia Mais