close

Digital

Digital

Já imaginou como seria o Instagram no século passado? David Dobrik já!

Há alguns anos, nos primórdios da rede social mais queridinha do mundo, o que mais se via no feed eram fotos com estilo “retrô”: alaranjadas, com bastante textura e molduras que lembravam as antigas câmeras analógicas. Afinal, o aplicativo foi criado com o objetivo de recriar o estilo de fotos tiradas antigamente. 

Acabou que a rede social virou o sucesso todo que é hoje e essa característica se perdeu no limbo dos milhares de conteúdos compartilhados diariamente. Aliás, se ainda houver algum resquício desse tipo de imagem rodando por aí, não há dúvidas que entrou na categoria cafona e que certamente será “flopada”.

Em pleno ano de 2021 o espírito vintage renasceu ainda mais forte (dizem mesmo que as tendências de moda serão inspiradas nos anos 2000). Criado em 2019, mas só realmente popular este ano, o app DISPO foi criado pelo Youtuber e Tiktoker David Dobrik com o objetivo de reinserir o espírito dos anos de mil novecentos e bolinha nos dias de hoje. A rede social também é voltada para a fotografia, mas seu diferencial é o tempo de espera para visualizar suas fotos. Isso mesmo! No app você fotografa seu objeto e o resultado é publicado somente às 09h da manhã do dia seguinte. 

App dispo na App

Fonte: https://apps.apple.com/us/app/dispo-live-in-the-moment/id1491684197

 

Por mais que esse comportamento possa parecer estranho, o Dispo está fazendo muito sucesso e já conta com mais de 10 mil downloads. E aí, você ficaria muito ansioso para ver o resultado da sua fotografia?

 

 

Leia Mais
ConteúdoDigitalMarketing

4 características do consumo phigital

Antes mesmo da pandemia, víamos no mercado empresas aplicando e aprimorando cada vez mais suas estratégias de omnichannel, ou seja, os clientes já estavam começando a ter melhores experiências com os canais de compra de determinadas marcas.

Daí, veio a pandemia e o caos que ainda enfrentamos no nosso cotidiano, porém, esse cenário mexeu bastante com o mercado, principalmente com as relações de compra. Empresas que enfrentavam resistências para se digitalizar e diminuir a fricção com seus clientes, tiveram que se adequar ou só restavam fechar as portas. O mesmo acabou acontecendo com os consumidores, os mais conservadores e pragmáticos tiveram senão como única opção a internet para adquirir produtos básicos e essenciais sem colocar a saúde em risco.

Praticamente um ano após essa mudança de cenário, podemos identificar um novo tipo de consumidor, o que passou a ser chamado de phigital. Uma mistura entre as vantagens do mundo físico e digital.

Os consumidores phigital perceberam que podiam ter mais comodidade, conforto e qualidade, gastando menos esforço para adquirir um bem ou produto que atendesse suas necessidades da forma que desejavam e que cabiam no seu bolso. Dessa forma podemos observar algumas características desse perfil:

1 — Devido uma infinidade de opções e repletos de informações na palma de suas mãos, os phigital passaram a ter uma maior exigência com suas experiências e suas jornadas de compra com as marcas, comparando sempre com a melhor;
2 — Com a quantidade de produtos no ambiente digital, possibilitou que os consumidores pudessem provar e experimentar novas marcas, tornando-se assim mais infiéis;
3 — Como no mercado on-line há pouco tempo possuía muitas barreiras, é compreensível que os phigital se tornem cada vez mais desconfiados e precavidos com relação aos acordos propostos pelas empresas;
4 — E por fim, um comportamento que começou a ser instigado desde as primeiras práticas de omnichannel, e hoje é inadmissível que as empresas não tenham uma consistência nos seus canais de comunicação.

Isso exige que as marcas diante deste novo cenário tenham mais autenticidade e atitudes mais condizentes com seus discursos, pois não basta mais só manter uma narrativa constante e personalizada nos canais de comunicação.

Leia Mais
Digital

WMcCann anuncia novo head para central de inteligência de dados da Coca-Cola

Bruno Lino chega à agência para liderar o Kolab, central exclusiva de inteligência de dados e insights para a empresa

Com mais de 20 anos de atuação no mercado, Bruno Lino chega à WMcCann para atuar como head do Kolab – central de inteligência de dados e insights exclusiva para Coca-Cola Brasil. Com uma expertise profissional que engloba conhecimentos em estratégia de mídia e estratégia criativa, consumer insights, inovação e gestão de inteligência para comunicação, Bruno integra o time com o propósito de promover e desenvolver soluções que consolidem o cliente e seus modelos de comunicação integrada. “Juntas, a WMcCann e a Coca-Cola Brasil criaram o primeiro lab de inteligência de dados da agência, o Kolab. Pra mim, será um imenso orgulho liderar este núcleo tão relevante para os resultados do cliente. Minha missão será de, junto com o time, antecipar os cenários e insights de comunicação e de negócios para a Coca-Cola Brasil, e também desenvolver soluções robustas e perenes que coloquem o cliente sempre à frente quando se pensa em conexão com a audiência e cultura”, afirma Bruno. “Desde 2013, o Kolab alia o que há de mais tradicional e inovador ao mesmo tempo. Além disso, este núcleo reúne e zela por um importante histórico da marca – que está na agência desde 1942 – e carrega o know-how de diversos profissionais que já atuaram no cliente e na WMcCann, sempre pensando no futuro da comunicação”.

Formado em Comunicação Social pela ECO/UFRJ, Bruno também é Mestre em Administração com ênfase em Comportamento do Consumidor pelo COPPEAD/UFRJ e ESSEC de Paris. Entre os clientes que já atendeu estão Fanta, Leão, Sprite, L’Oréal,  Electrolux, Via Varejo, Mupy e Vale – com atuação em projetos de reposicionamento de marca, gestão de inteligência digital de crise e real time intelligence (na Copa das Confederações e Copa do Mundo em 2014, participou da construção de cases pioneiros no mercado). Nos últimos anos, Bruno Lino teve passagens pelas agências Yöne, Artplan e FutureBrand. Na Coca-Cola, em especial, atuou por 3 anos como Human and Cultural Insights Manager, além de já ter atendido a conta pela McCann entre 2005 e 2007.

 

Marcio Borges, VP executivo e diretor-geral da WMcCann Rio, destaca que o Kolab é um projeto pioneiro no mercado. O hub atua com uma visão 100% data driven e uma filosofia de trabalho pautada na visão humana sobre dados, mídia digital (programática e de performance) e e-commerce. “Nosso propósito com o Kolab é sempre colocar o consumidor no centro de toda a experiência dele com a marca, além de otimizar a verba do cliente, consolidar os planos de comunicação e, principalmente, gerar insights criativos e de negócio. A chegada do Bruno será de enorme contribuição em todos esses sentidos e, sem dúvida, potencializa a força da WMcCann nas entregas que envolvem um olhar multidisciplinar para dados, tecnologia, inovação e criatividade aliada aos resultados”, afirma.

 

Atualmente, a WMcCann também possui labs – centrais de inteligência de dados – para outros clientes como Nestlé e Seara.

Leia Mais
Digital

IWM Agency anuncia novo diretor de contas

Com mais de dez anos no mercado, e pioneira no segmento de marketing de influência, a IWM Agency inicia 2021 com novo diretor de contas.

Rodrigo Nhan passa a integrar visando desenvolver diferentes projetos e ampliar seu currículo que já conta com 17 anos no marketing e passagem por empresas como Webedia, Hypeness e Globosat, em todas ocupando a gerência comercial e de novos negócios.

“Será um prazer ingressar no Time da IWM Agency, uma grande agência do mercado de Marketing de Influência onde, com certeza, poderei contribuir com minha experiência e aprender neste novo momento do mercado”, destaca Nhan.

Leia Mais
DigitalMídiaPublicidade

Guaraná e Paula Fernandes juntos por um Natal brazuca

O melhor do Brasil é o brasileiro, com certeza você já ouviu essa frase, e foi nessa pegada que a marca originalmente brasileira resolveu abrasileirar o evento de maior repercussão mundial. O Guaraná Antártica chamou a Paula Fernandes para juntos criarem uma versão raiz do nosso Natal verde e amarelo.

Com uma releitura do “Jingle Bell Rock” totalmente brasileira, a criação fez adaptações musicais e incluiu elementos e situações tipicamente brasileiras valorizando a cultura tupiniquim, já que neste ano vivemos uma época atípica. “Neste ano, com tudo o que estamos vivendo, esse filme vem como uma homenagem a todos nós que vamos precisar comemorar a data de um jeito diferente, talvez sem a família reunida, e enaltecer tudo aquilo que faz dessa festa única e muito Coisa Nossa, como Guaraná Antárctica!”, afirma Alexandre Lemos, gerente de marketing de Guaraná Antárctica.

O filme ainda conta com easter eggs para engajar e interagir com o publico com o proposito de gerar conversas e buzz sobre o material nas mídias digitais e nos grupos de rede social.

“O Natal é a minha celebração favorita e fiquei muito feliz com o convite de Guaraná. Eu espero que os fãs curtam a música e que ela possa levar um pouco de diversão nesse período”, afirma Paula Fernandes ao criar a música especialmente para a época do ano.

O material pode ser visto nos canais da marca e na tv aberta a partir do dia 19 de dezembro, o videoclipe é uma criação da SOKO e da Draftline, inhouse da Ambev.

 

Confira o Vídeo.

Leia Mais
Digital

Smart Fit vai à mídia com OPL Digital

Para conquistar novos clientes, Smart Fit atua com ações de push notification em smartphones

 

É sabido que frequentadores de academia estão cada vez mais interessados na utilização de apps que os auxiliem em seus treinos, seja em casa ou ao ar livre, tanto para o acompanhamento de resultados quanto para músicas e compartilhamento de performance.

Por conta disso, a Smart Fit, através da OPL Digital, entrou com uma campanha em mídia digital para falar especificamente com atletas do dia a dia de uma maneira eficiente e imediata.

Para esse contato, com um público cada vez mais digital e prático, a empresa adotou formato de push notification, ideal para campanhas que possuem objetivos de alcance e engajamento.

O push notification é uma notificação recebida em um aplicativo de smartphone ou tablet (ou em um navegador) após seu aceite (opt-in) ao baixar o app. Ou seja, uma mensagem de alerta emitida na tela de início, fazendo com que o dono do aparelho veja instantaneamente sua mensagem.

“Nós sugerimos a ação com o push notification porque ele tem inúmeras vantagens, como por exemplo o alto poder de engajamento, a facilidade de uso pelo fácil gerenciamento e, principalmente, a análise de comportamento do consumidor, uma vez que o canal tem um sistema de análise de dados que permite a criação de um perfil de comportamento dos usuários.” – conta Rodolfo, CEO da OPL Digital.

Além do push notification, existem ainda outras formas eficientes de atingir o público desejado com a chegada da mensagem, as quais a própria OPL Digital oferece em seu portfolio de soluções para as marcas.

Entretanto, para esta ação o push notification foi suficiente para trazer bons resultados à Smart Fit, que agora faz parte da carteira de clientes da OPL Digital.

Leia Mais
DigitalMídiaPublicidade

Novo formato de anúncio do YouTube

Todos conhecem o YouTube pela sua principal característica de uma plataforma de vídeo, e pelo seu grande volume de conteúdo das mais diversas categorias, desde tutoriais, infantil, opinião, esporte, criadores de conteúdo, até clipes musicais.

E por falar em música, o Youtube percebeu que nesta categoria, existe uma grande oportunidade para ser explorada e contribuir com os players desse mercado, além de expandindo o seu leque de anúncios.

“Tentar ajudar os artistas do setor a ganhar mais receita com anúncios” afirmou Lyor Cohenm chefe global de musical do Youtube ao citar sobre o novo formato de anúncio que a plataforma vem desenvolvendo. Os anúncios de áudio de 15 segundos tem como público-alvo os usuários que consome música e podcast pela plataforma.

O YouTube observou que 85% do consumo de música ainda é feito por vídeos, mas os outros 15% é uma grande oportunidade em potencial para a plataforma testar e disponibilizar anúncios de áudio.

Os anúncios de áudio, estão em fase beta, disponíveis através de leilão no Google Ads e Display & Video 360, com base no custo por mil (CPM), segmentação e outras opções como campanhas de vídeo. Nesse formato de áudio, o visual é composto por uma imagem estática ou animação simples contendo uma área clicável para direcionar ao site do anunciante.

Com essa iniciativa, a plataforma espera um acréscimo considerado em suas receitas de anúncio, considerando que já possui mais de 70 milhões de faixas oficias, além de apresentações ao vivo e outros conteúdos disponíveis para os anunciantes divulgarem seus trabalhos e campanhas. Dessa forma o Youtube acaba se tornando um competidor direto da plataforma que tem como base a música e já comercializa anúncios nessa categoria há um tempinho, o Spotify.

Leia Mais
Digital

Vem aí uma Black Friday diferentona

Todo ano, empresas dos mais variados segmentos passam meses pensando em suas estratégias para uma das principais data do varejo: a Black Friday.

Num ano tão diferente e com tão poucas oportunidades de contato físico com os consumidores, essa data ganha uma dimensão e uma importância ainda maior para marcas de produtos e serviços.

Nascida nos Estados Unidos e adaptada para os moldes brasileiros, a data sofreu bastante no começo em nosso país. Marcas exageraram na dose com promessas e artimanhas milenares de divulgação e, em pouco tempo, expressões como “black fraude” ou “tudo pela metade do dobro” eram ditas em rodas de conversas que tratavam do tema, sempre de maneira pejorativa e usadas contra a data.

Porém, não há como negar que com o passar dos anos (e também com o passar dos erros), as marcas foram aprendendo e a data foi amadurecendo. Empresas adaptaram as suas Black Fridays ao comportamento de compra e consumo do brasileiro e passaram a se preocupar em trazer promoções realmente relevantes ao consumidor. Aquela que não fazia dessa forma, era prontamente julgada e jogada de escanteio pelos consumidores.

Sendo assim, pode-se dizer que a data passou a ser realmente atraente e isso se comprova quando se observa os resultados extremamente satisfatórios para o comércio nas últimas edições.

Neste ano, a perspectiva é ainda melhor que nos anos anteriores. Assistiremos a Black Friday mais digital de todos os tempos e para o e-commerce é uma oportunidade nunca vista antes. Pesquisa recém divulgada pela Méliuz, startup brasileira com atuação na área de tecnologia, 70% dos brasileiros pretendem fazer compras nesta Black Friday.

Empresas começam então a se movimentar. É extremamente importante que o ambiente digital da marca esteja pronto para receber esses compradores aptos e ansiosos por comprar na Black Friday. O site da marca tem que ser leve, rápido, amigável e de navegação intuitiva. O produto tem que estar disponível em todas cores e modelos, a entrega tem que rápida e o frete… que frete???

Porém, tão necessário quanto tudo isso acima é o que as marcas podem criar na cabeça dos consumidores para a Black Friday desde já. É necessário que essas mesmas marcas que irão cuidar de seus sites, também planejem (agora, pra ontem), como se dará a exposição de suas ofertas no ambiente digital antes mesmo da data, para que no dia exato da Black Friday, a marca já esteja posicionada na mente dos consumidores.

Marcas que depositam na Black Friday, a esperança de bons números para fechar o ano no azul, já começaram a se movimentar. Agências de publicidade já produzem planos de mídia digitais em busca de melhores oportunidades para encontrar navegando de um lado para outro, os consumidores afoitos por compras.

E você? Como anda o planejamento de mídia da sua marca para a Black Friday?

Leia Mais
Digital

Bacardi oferece nova experiência digital para os consumidores

Bacardi atualiza sua experiência digital para um mundo que compram e bebem em casa.

 

O surto de COVID levou a um aumento do consumo doméstico na indústria de destilados e para atender a essa demanda. Bacardi, a maior empresa privada de bebidas espirituosas do mundo, lançou uma nova experiência digital na Europa para aumentar sua pegada digital e fornecer experiências conectadas inovadoras aos consumidores.

“Os últimos seis meses foram sobre coquetéis em casa como uma resposta ao fechamento de cidades e locais”, disse o diretor sênior de marketing digital da Bacardi, Chris Windebank. “Temos ajudado os usuários a descobrir seu mixologista interior, mostrando receitas e ferramentas online. As pessoas estão aprendendo a fazer coquetéis como uma forma de melhorar as celebrações caseiras, ou relembrar sobre seu bar favorito ou um encontro especial. ”

Para cumprir seus objetivos de fornecer uma experiência digital aprimorada, a Bacardi contratou a EPAM, uma empresa de design e desenvolvimento de software para melhorar a consistência e a percepção da marca, ao mesmo tempo em que oferece economias de custo significativas.

A EPAM otimizou o ambiente digital da Bacardi implementando uma plataforma digital para várias marcas, uma plataforma de automação otimizando a capacidade 16 vezes maior de implantação de sites e uma redução de 42% nos custos de infraestrutura.

Além disso, foi possível alcançar esses resultados significativos implementando o uso eficiente de dados em nuvem, aprendizado de máquina avançado e IA, bem como assumindo um desenvolvimento mais amplo da infraestrutura de tecnologia. O aumento da eficiência operacional também pode ser encontrado na transferência de vários sistemas de gerenciamento de conteúdo para o WordPress, bem como no aumento do uso da nuvem para conteúdo.

A estratégia da EPAM foi buscar estabelecer uma relação direta com o consumidor, iniciando o compartilhamento de conteúdos e experiências por meio de apps, do site e de outros canais digitais, assim, automatizando a experiêcia digital.

“Embora o usuário não esteja comprando o produto diretamente de nós”, disse Harman, “estamos criando uma experiência completa. Antes eles aprenderiam sobre um produto em nosso site, mas depois teriam que sair e pesquisar online onde comprá-lo. Agora eles podem fazer tudo em um só lugar, na mesma visita.”, finalizou.

E com essa estrutura qualquer economia de custo resultante da infraestrutura reduzida dá mais capital para reinvestir na experiência do usuário e em ativos digitais. Que no digital, isso significa aparecer de maneiras fáceis de navegar e com conteúdo relevante.

 

 

Leia Mais
Digital

8 postagens que sempre funcionam

Sabe aquela hora em que parece que as ideias acabaram? Essa lista é para te ajudar a trazer as ideias de volta e arrasar nas postagens.

Afinal, não existe a fórmula do sucesso, mas existe coisas que todo mundo gosta e vale a pena arriscar!

 

  1. Dica de Livro:

Em meio a tantas opções, ter uma boa indicação de alguém de confiança faz total diferença. É até um pretexto para iniciar uma interação com o público.

  1. Dica de aplicativo:

Nada como indicar um aplicativo prático, que salva sua vida e pode salvar a do seu público também.

  1. Dica de filme/série:

Quem não adora uma indicação? Não tem nada pior do que sentar para assistir algo e não saber o que escolher.

  1. História:

Uma das artes mais antigas do mundo. Uma boa história desperta emoções e conecta.

5.Notícias:

Sabe aquele resumão com novidades da sua área? Ou uma boa notícia? As pessoas adoram saber de notícias de uma maneira prática e rápida.

6.Dica de lugares:

Gostou de um lugar? Indique! Com certeza alguém vai adorar a sugestão.

7.Frase motivação:

Parece até clichê, mas não é. As pessoas gostam de frases. Mas não frases soltas e sem sentido. Precisa fazer sentido para o seu conteúdo e público.

8.Resultados:

Depoimentos de clientes, resultados alcançados… tudo isso fortalece a sua marca e faz o público reconhecer você como alguém que sabe o que fala/faz.

 

Mas lembre-se: Essas postagens soltas não vão fazer efeito. É preciso uma estratégia e estar alinhadas com seu público e conteúdo.

Gostou da lista? Então compartilha com os amigos!

Leia Mais