close

Digital

Digital

Tendência de investimento de mídia digital para 2018

Tendência de investimento de mídia digital para 2018-CreativosBR-Digital-RedesSociais-Marketing-Digital

As plataformas digitais seguem ganhando força e conquistando cada vez mais (likes) espaço na vida das pessoas e nas estratégias corporativas. Em matéria do Meio & Mensagem, profissionais compartilharam como enxergam o cenário de investimento publicitário das marcas para os canais digitais em 2018. Vale observar que, de acordo com pesquisa publicada pelo ComScore em 2017, o mobile no Brasil chegou a representar 73% dos minutos “consumidos” na internet.

As mídias sociais são consideradas fundamentais na comunicação de empresas de todos os tamanhos. Com isso, vêm adquirindo maior participação nas verbas e demandando mais inteligência e integração entre agências e anunciantes, principalmente pelo dinamismo intrínseco da ferramenta e agilidade do cenário. Segundo dados da Zenith Optimedia, cerca de 20% do investimento mundial em publicidade se concentram entre Google e Facebook.

Os desafios dos profissionais de digital e mídia estão entre definir plataformas e redes mais adequadas a interagir com o público final e metrificar dados em um contexto que muda a todo tempo. Segundo a matéria do Meio & Mensagem, em tentativa de mapear as redes sociais dominantes em 2018, o Stories do Instagram e o Whatsapp terão maior atenção das marcas.

Para o diretor executivo de criação da Sapient AG2, Paulo Aguiar, o Instagram será a rede do ano por ser consolidada e apresentar crescimento constante. Ele afirma que o Stories é muito mais do que banners e pouco explorado atualmente. Cristina Uehara, supervisora de conteúdo da ID, também vê um cenário positivo para a rede.   Ela crê que as marcas ainda não usaram todo o potencial do Instagram, em especial do stories, para engajamento e relacionamento com o público. Cristina aposta que o Facebook será o destaque do ano por investir no formato de vídeo para ultrapassar o YouTube.

Enquanto isso, Diego de Carli, head de social da W3haus, afirma que apesar de estar ainda fora das estratégias publicitárias, é o WhatsApp que vai bombar: “é o canal mais humano de todos”. Diego alerta que é preciso ter foco e cuidado com a ferramenta. Mateus Braga, diretor executivo de criação da Isobar Brasil, também está atento ao crescimento do WhatsApp, pois segundo ele é a rede que está mais presente no dia a dia das pessoas.

 

Leia Mais
Digital

Perfil do social media no Brasil

creativosbr-blo-do-crespo-digital-perfil-do-social-media-no-brasil

Na sétima edição do estudo “O profissional de inteligência de mídias sociais no Brasil”, a pesquisadora Claudia Zandavalle propôs um questionário que foi respondido por mais de 400 profissionais da área, dispersos por todo Brasil, que reuniram respostas para os mais diversos tipos de perguntas, entre elas: como está configurada a profissão de social media? Qual o perfil desses profissionais? E quais as plataformas mais usadas?

Segundo o levantamento, houve o crescimento de 2% de participação da região Nordeste, seguido pela região Centro-Oeste com 1%. A região com menor participação no geral é a Norte, com apenas 5%. Na demografia de gênero, as mulheres são maioria com a parcela de 53%, menos na região Norte, onde a participação masculina é superior. Quanto à faixa etária, a maioria tem em média 29 anos. Na pesquisa anterior a média era de 28 anos.

A formação desse profissional e os estudos são bem amplos. A maioria não se dedica exclusivamente a ser social media, 26% trabalham metade do tempo focados na área e 21% trabalham a menor parte do tempo focados na área. Ou seja, 47% fazem outra atividade. A maioria desses profissionais, 46%, é formada em Publicidade ou Jornalismo. Sobre mudanças de empresa, 33% dos trabalhadores trocaram de local de trabalho uma vez nos últimos três anos, sendo os principais motivos: salário e aprendizado. Sendo a média salarial almejada 55% superior ao salário atual.

O planejamento e a execução são as atividades que tomam mais tempo para 48% desses profissionais. Um fato curioso é a atividade de análise tomar menos tempo, já que 42% são analistas. Algumas hipóteses são levantadas diante deste resultado: a atividade de análise está automatizada, a execução toma o tempo da análise, ou a análise é feita ao longo da execução.

Também foi identificado que a maioria dos profissionais (54%) busca outros cursos de formação para complementar seus conhecimentos. Foram citados o total de 119 cursos, sendo a maior parte voltada às atividades de monitoramento e métricas, seguidas por etnografia e análise de redes. No mapeamento sobre as ferramentas mais utilizadas aparecem a plataforma brasileira Stilingue em primeiro lugar, seguidos pelo: Google Analytics, Scup, Facebook Insights e SocialBakers.

A pesquisa completa com todos os dados e gráficos você confere abaixo:

Leia Mais
Digital

Como a P&G ajudou na luta contra a fraude publicitária

Marc_Pritchard_at_IAB_3x2

O Trustworthy Accountability Group, um organismo de vigilância da indústria focado principalmente na luta contra a fraude publicitária, disse nesta terça-feira que o número de empresas que receberam o selo “Certified Against Fraud” aumentou mais do que o dobro desde abril, com 26 companhias adicionadas desde então.

A notícia chega aproximadamente um ano depois que Marc Pritchard, diretor de marca da Procter & Gamble, disse que sua empresa exigiria que “qualquer entidade que trabalhe com mídia digital” teria que passar pelo programa Certified Against Fraud da TAG ou arriscar perder o negócio da P&G. A P&G é considerada o maior anunciante do mundo, gastando US$ 4 bilhões por ano.

“Sem dúvida, quando Marc Pritchard fez sua ligação à ação, criou uma incrível quantidade de impulso em torno da TAG”, diz Mike Zaneis, CEO da TAG.

“As empresas não estão fazendo isso porque querem lucrar com a P&G, mas porque outros comerciantes estão exigindo”, diz Zaneis. “E eles querem trazer segurança a marca e impedir a fraude”.

Zaneis também diz que a participação na iniciativa “ads.txt” da indústria, que foi criada este ano para eliminar a “falsificação de domínio”, se tornará um dos requisitos da Certidão Contra a Fraude da TAG no próximo ano.

A TAG certificou seu primeiro lote de empresas em dezembro de 2016, uma pequena multidão com apenas 17 companhias. O total hoje é de 49, com mais 120 no processo de revisão ou aprovação. “Mais de 80 empresas de fora dos Estados Unidos se inscreveram para a certificação TAG este ano, uma grande parte da qual vem da Europa e da Ásia”, diz Zaneis.

O programa de certificação antifraude da TAG tem como objetivo frustrar a fraude publicitária ao “marcar” todo mundo no ecossistema de anúncios digitais, desde compradores e vendedores de mídia até vendedores e intermediários de fraudes publicitárias.

A certificação não é gratuita, uma vez que as empresas devem pagar pelo menos US$ 20.000 por ano para manter o selo Certified Against Fraud do Watchdog.

Enquanto isso, ninguém sabe quanto se perdeu com a fraude publicitária nos canais digitais a cada ano porque o ecossistema de anúncios digitais é muito complexo para contar.

Leia Mais
Digital

Atualização do Instagram permite postar Stories sem aplicativo

creativosbr-blogdocrespo-atualizacao-do-instagram-permite-postar-stories-sem-aplicativo-digital

Em mais uma batalha da guerra travada, Instagram golpeia Snapchat com mais uma atualização, que não é no aplicativo, mas sim no site da rede social.

Caso você não tenha o app instalado no seu celular, mas quer postar no Stories e salvar suas publicações favoritas, basta acessar o site: instagram.com direto do seu smartphone, fazer o login e aproveitar mais essa facilidade. Toque no botão da câmera no canto superior esquerdo, e escolha entre usar a câmera ou escolher uma foto da galeria tirada nas últimas 24 horas. Então, você poderá adicionar texto colorido à imagem, escolhendo seu tamanho e posição — ainda não foi implementado stickers, hashtags nem filtros nessa versão. Toque em “Adicionar à sua história”, e pronto. A foto vai desaparecer do seu perfil normalmente, como no aplicativo, em 24 horas. A versão para desktop ainda não foi confirmada se será lançada.

Nas últimas semanas aconteceram outras atualizações no Instagram, como seguir hashtags e ver os Stories dos seus amigos no site móvel. Esta última já possui 300 milhões de usuários ativos diários, e a proposta é expandi-lo ainda mais, inclusive para quem não tem memória sobrando no celular. Fato é que a empresa ganha cada vez mais usuários e busca facilidades para o uso da rede social.

Se você chegou ao fim desse texto, verificou a atualização e ainda não consegue postar Stories em instagram.com, ou mesmo salvar posts, tenho um recado para você: “esses recursos estarão disponíveis para todos nas próximas semanas”, diz o Instagram. Então aguarde um pouco e comente o que você acha dessas atualizações.

Leia Mais
Digital

Google mostra tempo real de espera em mais de 1 milhão de restaurantes

Creativosbr_google_digital_2

Se você está cansado de esperar horas e horas para ser atendido em um dos seus restaurantes preferidos, saiba que esta demora chegará ao fim com a nova atualização do Google.

O Google, uma das maiores empresas de inovação dentro do campo de Digital, promete trazer nova atualização que disponibilizará o tempo real de espera nos restaurantes. Esse recurso estará disponível tanto para pesquisas na rede de busca do Google como no Google Maps.

É bem verdade que a Google já nos oferece o tempo em média de permanência e os horários que possuem maior pico de visitas, porém – segundo a própria Google – a ideia é ser ainda mais ambiciosa e buscar oferecer estimativa de espera em tempo real para que os usuários possam programar sua visita, ou ao menos saber em quanto tempo poderão saborear aquele maravilhoso macarrão.

No período inicial, a estimativa é mostrar informações de mais de um milhão de estabelecimentos pelo mundo, e a promessa é de que a atualização estará disponível em breve.

A ideia é que a atualização seja acoplada ao painel de horários com maior movimentação já existente na plataforma.

Quem sabe aquele seu restaurante preferido não estará na lista?

Fonte: Google

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia Mais
Digital

Instagram Stories e WhatsApp Status chegam a marca de 300 milhões de usuários ativos

SNAPCHAT-COMP-FB

As duas ferramentas que surgiram como clones do Snapchat bateram a marca de 300 milhões de usuários, ultrapassando os 173 milhões de usuários da rival.

O Snapchat chegou a uma perda de 443 milhões de dólares, enquanto, no mesmo período do ano passado, Mark Zuckemberg viu o Facebook lucrar mais que o dobro de sua receita, comparado a 2015, com a influência direta dos anúncios no Instagram.

No mês passado, o Facebook lançou um recurso que permite aos usuários compartilhar ‘Instagram Stories’ diretamente para ‘Facebook Stories’. Embora a opção de publicar ‘Storie do Facebook’ para ‘Storie de Instagram’ ainda não tenha chegado, a empresa disse que poderia trazê-lo no futuro próximo.

Segundo o TechCrunch, o Facebook pode copiar futuramente os avatares personalizáveis do Snapchat e a ferramenta de compartilhamento de localidade do SnapMap. Enquanto isso, o Snapchat, que deverá reportar ganhos na segunda quinzena de novembro, conseguiu adicionar apenas 7 milhões de usuários ativos diários no segundo trimestre de 2017.

Leia Mais
Digital

WhatsApp falso engana 1 milhão de usuários do Android

creativosbr – whatsapp falso engana 1 mihão no android – blogdocrespo – digital

Na última semana, foi lançada uma versão “fake” do WhatsApp, a qual teve mais de 1 milhão de downloads na Play Store, loja oficial do Android. Nomeado de “Uptade WhatsApp Messenger”, os criadores do golpe abusaram da semelhança entre o aplicativo falso e original para enganar até os usuários mais atentos. Um dos truques foi utilizar o nome do desenvolver de “WhatsApp Inc.”, dando credibilidade ao software.

O WhatsAppFake ainda possuía diversos anúncios para incentivar os usuários a baixarem outros softwares fraudulentos. Ao baixar o aplicativo, também era instalado um segundo, chamado WhastApp APK (uma espécie de “zip” para Android), fazendo com que o usuário utilizasse normalmente o app, sem perceber o golpe.

A farsa foi desmascarada após um usuário se manifestar no fórum on-line Reddit. Após atrair atenção indesejada, o desenvolvedor desonesto aparentemente mudou o nome infrator por conta própria e, logo em seguida, o Google retirou o aplicativo do ar.

A Forbes apontou o problema como “mais uma recente em uma longa série de incidentes em que o Google mostrou pouca gravidade na tentativa de proteger os usuários do Google Play”. Em incidentes anteriores, especialistas em segurança ou usuários desafortunados encontraram malware em aplicativos de mensagens comprometidas, em uma linha de jogos infantis populares e mesmo em versões falsas do PokemonGo.”

 

Leia Mais
Digital

Twitter testa post com 280 caracteres

creativosbr – twitter com 280 caracteres – digital – blogdocrespo

O CEO do Twitter, Jack Dorsey, garantiu que o limite de 140 caracteres seria mantido, mas não foi muito bem isso que aconteceu. Nessa terça-feira, 26, Dorsey anunciou uma novidade que agitou os Twitteros de plantão.

A Mídia Social deixa de lado seus 140 caracteres, característica marcante do canal, para dobrar o valor para 280 toques. Até então, a novidade havia sido liberada apenas para um grupo de usuários, que servirá para coletar dados e reunir feedbacks. Após esses primeiros testes, a possibilidade de todas as mensagens terem 280 caracteres é grande.

O Twitter anunciou que a mudança serve para ajudar os usuários do Ocidente a publicarem mais seus pensamentos e ideias.  O público de idiomas como japonês, chinês e coreano pode transmitir longas mensagens em 140 caracteres e, no caso, de usuários da língua inglesa, tem que cortar e abreviar palavras e expressões importantes para conseguir se comunicar.

“A maioria dos tuítes japoneses tem 15 caracteres, enquanto a maioria dos tuítes em inglês tem 34. Nossa pesquisa nos mostra que o limite de caractere é uma grande frustração para pessoas que tuítam em inglês, mas não é para quem tuíta em japonês. Além disso, em todos os mercados, quando as pessoas não precisam colocar seus pensamentos em 140 caracteres e, na verdade, têm muito de sobra, vemos mais pessoas tuitando, o que é fantástico!”, afirma o Twitter em seu blog oficial.

Muitos usuários não apoiaram a ideia, não achando necessária a mudança, e reclamaram comparando o Twitter com o finado Orkut. E você, o que achou da novidade?

Leia Mais
Digital

Colaboradora do Creativosbr, Laiana Ferrari palestra no Social Media Week

Creativosbr-digital-laiana ferrari

Aconteceu, na semana de 11 a 15 de setembro, mais uma edição do Social Media Week, em São Paulo. O evento, que reúne os maiores nomes da atualidade, ofereceu palestras dos mais diversos temas e aconteceu nos auditórios da ESPM, no campus da pós-graduação situado na famosa Rua Joaquim Távora, na Vila Mariana.

Entre os palestrantes do evento, nossa colaboradora Laiana Ferrari esteve presente com a palestra Storytelling: Conte sua história nas Mídias Sociais, que aconteceu no dia 15, sexta-feira. A palestra abordou sobre a importância de contar uma história de forma relevante para entreter e engajar seu cliente nas mídias sociais, e reuniu estudantes de Comunicação, profissionais da área e empresários interessados no assunto.

“O storytelling é uma forma de chamar atenção do seu público, entregando algo de valor para ele. É interessante para o público, exatamente para ele ter insights para criar histórias.”, disse Laiana Ferrari após o evento. Ao todo, mais de 50 pessoas estiveram presentes no local, e mais de 2,5 mil pessoas puderam acompanhar ao vivo pela internet.

A palestrante e colaboradora do Creativosbr falou um pouco pra gente sobre mais uma oportunidade de estar no evento: “É sempre incrível! Foi meu segundo ano e a sensação é maravilhosa. A interação do público, a recepção, faz com que fique ainda melhor.”

Laiana Ferrari é Técnica Administrativa, graduanda em Publicidade e Propaganda, possui certificação em Inbound Marketing, Marketing de Conteúdo e Google Adwords. Com apenas 22 anos, já foi sócia de uma agência de Inbound em Salvador, e hoje atua como consultora, atendendo clientes em várias partes do Brasil.

Leia Mais
Digital

Um caso de amor sobre os modelos de iPhone da Apple

creativosbr-blogdocrespo-digital-Um-caso-de-amor-sobre-os-modelos-de-iPhone-da-Apple

Sabemos o quanto que a Apple já consolidou e reafirma a sua marca ao longo dos anos. Legiões de fãs que fazem de tudo para adquirir os produtos da “maçãzinha” e mantêm esse relacionamento fiel são a prova que a Apple é considerada uma lovemark.

Hoje (12), o vice-presidente de marketing global da Apple, Phil Schiller, apresentou o iPhone 8, o iPhone 8 Plus e o iPhone X (pronuncia-se iPhone 10, em referência aos dez anos da marca) em um evento em Cupertino, na Califórnia. Cheio de novidades e mais do que nunca tecnológicos, os smartphones chegam para despertar a curiosidade e o sonho de consumo dos apaixonados pela marca.

Já faz alguns anos que o celular transcendeu o limite de apenas fazer ligação e ter internet, esta última mais recente, e tornou-se uma experiência com um universo de facilidades que cabem em uma mão. A Apple vem trabalhando essa imersão dos seus usuários há um tempo e sempre procura estar à frente dos avanços nessa categoria.

Mas até quanto vale trocar seu iPhone por um modelo mais recente? A marca já é famosa por não ter preços tão acessíveis, que são ainda superiores com os impostos aplicados com a importação. A resposta é simples e previsível: ele deve ser consumido em baixa escala e, dessa forma, manter-se como categoria superior. Segundo o site Vox, o iPhone X vende o conceito de que o melhor telefone é uma ideia poderosa que, potencialmente, transcende a estreita análise custo-benefício. Ou seja, você compra pelo valor agregado à marca e não a um preço.

Os novos modelos chegam ao Brasil ainda este ano e devem movimentar bastante o mercado. E aí, você já sabe se vai trocar o seu smartphone?

Leia Mais