close

Mídia

Mídia

New Office apresenta nova Sales Manager

Valeria Guerra responderá ao Diretor Nacional de Vendas, Mário Leão.

 

A New Office, a agência de comunicação do Grupo Seed focada no mercado de mídia, acaba de ganhar reforço na área de vendas. Como Sales Manager, Valeria Guerra terá o desafio de fomentar a participação publicitária nos shoppings atendidos pela empresa.

 

Com mais de 20 anos de experiência com veículos de comunicação e o mercado publicitário, Valeria reúne passagens pelo SBT, Elemidia, TV Bandeirantes e Editora Caras. Agora, ela assume uma posição estratégica de identificar e criar novas oportunidades de mercado para os shoppings centers da New Office.

 

“Estamos muitos felizes com a chegada de Valeria à New Office. Sua experiência e visão estratégica serão fundamentais para fortalecermos nossa atuação por todo Brasil”, afirma Mário Leão, Diretor Nacional de Vendas.

 

Leia Mais
Mídia

Grupo de Mídia lança Mídia Dados 2021 com balanço dos impactos da pandemia na mídia brasileira

Avanço do digital, influenciadores e podcasts também ganham destaque na publicação online, que poderá ser acessada, gratuitamente, a partir do dia 13 de setembro

São Paulo, setembro de 2021.  Na era do Big Data é impossível empreender sem dados. Esse é o propósito do Mídia Dados Brasil 2021, um panorama completo desse segmento no mercado brasileiro. A publicação, que poderá ser acessada a partir de 13 de setembro pelo site , consolida as melhores informações sobre todos os canais de contado de mídia no País, e avança na coleta do universo digital, uma ferramenta essencial para os profissionais desse setor, os quais há décadas são apoiados pelo meticuloso trabalho do Grupo de Mídia São Paulo.

Quem sintetiza a relevância desse levantamento, que se aprimora a cada edição, é a presidente do Grupo, a publicitária Lica Bueno: “Aprender a pilotar com o avião no ar está na razão de ser do Grupo de Mídia São Paulo”. Segundo a executiva, a instituição segue em constante reinvenção e aprendizado. “Os desafios mais urgentes são, no momento, operar em real time e ampliar o entendimento da era digital pautada em dados. Todos precisamos ser híbridos e ainda mais ágeis. O mercado demanda dos profissionais de mídia, em especial os que detêm experiência em planejamento estratégico, aperfeiçoamento em relação aos canais digitais, à mídia programática, à BI e gestão de redes sociais”, acentua.

O Mídia Dados Brasil 2021.  A consolidação do meio digital, com movimentação crescente do segmento de streaming de vídeo, a expansão do e-commerce, com novos sites e marketplaces, e a maior relevância de Influenciadores e podcasts para as marcas estão entre os principais aprendizados do estudo. À frente da equipe responsável pelo extenso relatório e conselheira do Grupo de Midia, Luciana Schwartz também ressalta a importância do empenho coletivo na concretização do anuário, em especial a partir do momento único experimentado por todos diante da pandemia que se instalou no planeta.

“Sob os impactos da Covid-19, a publicidade brasileira reagiu rápido, buscando se adaptar a um cenário até então inimaginável”, ressalta Luciana, que acrescenta “Nas agências, todos os segmentos se desdobraram, em especial a Mídia, tateando no escuro em busca de soluções que mantivessem a proximidade entre as marcas e seus consumidores numa fase de estresse máximo. O Mídia Dados 2021 reflete em suas páginas parte dos esforços nesta direção”.

Entre os dados compilados pela publicação estão pesquisas e estudos de empresas renomadas como Kantar Ibope, ComScore, Nielsen, Jovedata, IPC Marketing, IVC e YOUPIX.

Alguns dos aprendizados do Midia Dados 2021:

*O investimento publicitário, ao longo de 2020, caiu 19%, segundo o CENP-Meios, e 9% segundo o Kantar Ibope Media. Mas já há claros indicadores de recuperação;

*Na TV Aberta e TV por Assinatura, telejornais, programação de entretenimento – com destaque para reality shows como Big Brother (Globo) e A Fazenda (Record), a transmissão de eventos ao vivo, como os esportivos e de entretenimento (Grammy Awards, Oscar, Prêmio Multishow e MTV Miaw Awards) e lives multiplaforma, em parceria com músicos e bandas   – ganharam audiência. Combinada aos veículos digitais, a tevê atingiu numerosos recordes, com elevados níveis de engajamento.

*Tendência observada anteriormente, o consumo dos meios de comunicação favoreceu a Mídia Digital, principalmente se considerarmos que boa parte dos veículos nativos analógicos também se fortaleceu no ecossistema digital, em múltiplos formatos. Com isso, o meio teve crescimento expressivo de audiência e atração de verbas publicitárias, reforçando o papel de protagonismo nos últimos anos. O share da mídia digital passou de 21,2% para 26,7% segundo o CENP-Meios;

* Lives tornaram-se um acontecimento nos primeiros meses das restrições sociais. As empresas anunciantes tiraram proveito do formato, pouco explorado até então, associando suas marcas e produtos à artistas engajados na mobilização por doações para entidades e ONGs.

* O crescimento do consumo de Video on Demand (VOD)/Série também se refletiu nas redes sociais, sendo que Netflix ocupa 18 posições entre os Top 20 mais falados no Twitter.  Perdidos em Floripa (Amazon) ficou em 5º lugar e As Five (Globoplay), na 17º colocação.

* No segmento Entretenimento, o Youtube, Uol Splash, Netflix, Globo e Terra ocupam as cinco primeiras posições do ranking.  Já, na categoria redes sociais, as Top 5, em número de visitantes únicos são: Facebook, Instagram, Pinterest, Bytedance (Tik Tok) e Twitter. Durante a pandemia, também observamos um crescimento expressivo do uso de aplicativos. No ranking dos 30 mais acessados, estão apps de entretenimento e notícias como Facebook, Uol, Globo e  Twitter,  de e-commerce (Mercado Livre, Magazine Luiza e OLX) e  de serviços financeiros (caixa.gov.br, Nubank), entre outros.

* Destaque também para os influenciadores. Muitos deles construíram canais importantes de comunicação com a população, sendo igualmente relevantes para a difusão de marcas e produtos de alguns dos maiores anunciantes do País, bem como de empresas recém-chegadas à publicidade. O Mídia Dados Brasil incorpora à sua edição informações sobre o uso deste novo e importante formato de comunicação;

* O meio OOH, que nessa edição do Mídia Dados passou a consolidar também os dados de mídia em elevadores e mobiliário urbano, apresentou uma redução expressiva de audiência, nos primeiros meses da pandemia, principalmente em regiões com forte presença de empresas e opções de lazer. Contudo, o meio foi rápido em reagir, acompanhando a volta das pessoas às ruas. (Fonte Google/rdbtec).

* O meio Rádio registrou sensível aumento de audiência em praticamente todos os grandes mercados brasileiros, consumido nas casas, carros e devices, pois praticamente todas as emissoras têm hoje seu sinal digital. Os formatos inovadores tornados possíveis pela internet caso dos Podcasts, que vem ganhando audiência e atraindo a atenção dos anunciantes (Fonte: Podpesquisa – BPOD).

*No cenário de valorização da informação de qualidade, os veículos de mídia impressa, Jornais e Revistas, brilharam graças à qualidade superior da sua curadoria e proatividade na apuração das notícias em meio em um ambiente envenenado pelas fake news. A audiência do meio teve crescimento em praticamente todos os grandes mercados consumidores. Iniciativas como a da formação do consórcio entre os veículos de comunicação em sua maioria impressos para consolidação dos dados da pandemia foram notáveis. No ranking de sites de notícias com maior repercussão no mobile, os 10 primeiros colocados são: Globo, Uol, Terra, R7, Metrópoles Sites, IG, Folha S.Paulo, UOL Tilt, Veja e Globo Tecnologia.

Leia Mais
EntretenimentoMídia

TikTok e a erotização precoce

O TikTok é uma rede social onde seus usuários podem gravar vídeos curtos e compartilhar na rede, e com a pandemia e o distanciamento social a rede teve seus acessos aumentados por trazer diversos conteúdos que interessa a pessoas do mundo todo. Porém, existem muitos riscos contidos no conteúdo do TikTok, principalmente para as crianças.

Dois anos atrás, a rede teve que pagar uma multa de US$ 5,7 milhões por coletar dados de crianças ilegalmente. Neste ano, o TikTok recebeu também uma multa da Holanda de US$ 900.000 por violar leis de proteção a dados pessoais. Diante de todos os acontecimentos, a rede alterou suas configurações de privacidade e trancou perfis de menores entre 13 e 15 anos.

Contudo, a empresa ainda possui diversas defasagens no seu algoritmo que contribui para criação de conteúdo com algum grau de nudez. Um levantamento feito pela própria rede mostrou que no 2º semestre de 2020 o Brasil ficou em terceiro lugar no ranking de vídeos removidos, tendo mais de 7,5 milhões de vídeos de usuários brasileiros apagados. Os motivos da exclusão dos vídeos foram “segurança de menores” e “nudez e atividades sexuais de adultos”.

Quanto maior o tempo de exposição das crianças nas redes sociais, maiores são os riscos de consumo a conteúdos inapropriados para sua faixa etária. Essas exposições podem levar a erotização precoce. Um exemplo desse caso foi a “Trend do Terninho”, desafio que teve uma grande repercussão no último mês. Nesse desafio o usuário aparece usando um look simples e sem maquiagem, enquanto no fundo é reproduzido um áudio específico; em seguida, com uma transição do vídeo, o usuário aparece mais produzido usando um terno aberto, muitas vezes com nenhuma roupa por baixo.

O desafio ficou bem famoso, tendo mais de 345 mil vídeos gravados, sendo muito desses vídeos gravados por menores de idade.
Estamos vivendo a era das redes sociais, e com certeza ainda vão crescer cada vez mais com os anos. É impossível manter as crianças isoladas delas, por isso é necessário que as plataformas cresçam em segurança de dados e melhorar seus algoritmos de acordo com a faixa etária, bem como é importante um acompanhamento dos pais nos perfis de seus filhos.

 

 

Leia Mais
Mídia

OPL Digital dará cashback de até 15% em campanhas de mídia digital

A OPL Digital está oferecendo aos anunciantes até 15% de cashback nas campanhas de mídia digital até o final do ano.

É a nossa forma de auxiliar quem já é cliente e também novos anunciantes a aumentarem suas vendas em uma época tão conturbada.

A ação funciona da seguinte forma: o anunciante vai receber em entrega de mídia um % na próxima campanha.

Quem investe até R$ 30 mil tem 5% de cashback. Já quem investe de R$ 30 a R$ 60 mil garante 7% de cashback. De R$ 60 a R$ 100 mil, 10%, e acima de R$ 100 mil leva 15% como crédito.

Vale lembrar que o crédito fica disponível para uso em até 6 meses e que o programa é válido até o final de 2021. Anunciantes de todos os segmentos podem participar!

Jovem e inovadora, a OPL Digital é uma empresa de soluções mobile 360 e já atuou para clientes como Schneider Electric, Porsche, Arezzo, Perdigão, Hering, P&G, Latam, entre outros.

Quer saber mais sobre a campanha de cashback? Fale com a OPL Digital.

Leia Mais
Mídia

MDOOH: campanhas criativas e inteligentes para o seu negócio

Esse negócio de consumo on e consumo off é coisa de publicitário. Só no nosso mercado é que a gente fica diferenciando coisas que não combinam mais ficarem separadas.

As pessoas, por exemplo, em sua rotina diária não param e pensam que devem fazer uma atividade no ambiente físico ou algo específico no ambiente digital. “Ah, agora eu irei consumir um meio digital e, mais tarde, um meio tradicional”. Não. Nunca. Hoje é tudo junto e misturado. Tudo ao mesmo tempo. É assim com qualquer pessoa, e é assim com a gente.

Hoje, muitas atividades passaram a ser realizadas através da tela de um celular, e isso trouxe maior otimização de tempo e esforço. Cibercultura, que chama. Porém, isso não fez com que as pessoas deixassem de ir ao cinema, teatro, restaurante e trabalho. Muitos brasileiros já estão saindo de casa com frequência.

Nos próximos meses, com a tão aguardada retomada econômica do pós-pandemia, a atividade comercial vai aquecer. As pessoas irão mais pra rua. Irão consumir, passear, enfim, “bater perna”. E, CLARO, com o celular na mão.

É aí que sua marca entra.

De forma prática, o MDOOH é a tecnologia que permite levar para o celular a mesma campanha exposta nas faces de rua logo após o usuário passar por elas. Utilizando alta tecnologia, somente o usuário dentro do target é impactado por push, display ou mesmo um vídeo.

Além disso, a marca consegue entender a audiência impactada. Muitos dados podem ser extraídos e entendidos neste processo. Essa clusterização pode ser decisiva para os próximos planejamentos.

O MDOOH permite estender a cobertura da mensagem gerando mais impacto e alcance para a campanha.

Mais que OOH? Tem que ser MDOOH da OPL Digital.

Quer saber mais sobre essa e outras soluções incríveis? Fale com a OPL Digital.

Leia Mais
Mídia

Feliz dia nacional do motociclista by Honda Motors

Dizem que a paixão por motos é passado de geração para geração e eu concordo, quem nunca pegou uma estrada e ficou babando nos encontros de motoqueiros com aquelas jaquetas de couro personalizadas?.
Para comemorar o dia nacional do Motociclista, a Publicis desenvolveu uma campanha para a Empresa onde os sons das motos viram uma orquestra.
A agência tem como objetivo principal trazer ao público uma experiência sensorial, onde o projeto é redigido pelo conceito de “Pra quem ama pilotar, o ronco de uma moto é música”.
Para a produção da música o criativo musical e fundador da Hefty, explicou que durante o processo a produtora teve que estudar os sons que eram produzidas pelos motores, os timbres para saber o exato momento para acelerar e encaixar tudo, uma real obra de arte! Que no final foi intitulado como “The motor song” que foi gravada no alto de um prédio em São Paulo, oferente de marketing da Honda declarou que “Para homenagear nosso público, exploramos essa ideia de orquestrar uma música com os sons das nossas motos. É uma experiência sensorial e emocional.” que no final ficou sensacional e fazem qualquer um apaixonado pelo “carro de duas rodas” se emocionar com a homenagem.
A agência além de usar as mídias eletrônicas, também utilizou os influenciadores digitais ligados a marca para propagação da mensagem.

Conte para nós nos comentários qual a moto da campanha mais fez seus olhos brilharem. Sinceramente, na hora que aparece a Gold Wing vermelha e preta eu fiquei toda arrepiada !.

Leia Mais
Mídia

Reputação das marcas – O case recente do Burger King

Durante essa semana uma imagem tomou conta das redes sociais e foi alvo de indignação. A foto foi tirada no dia 13 de junho (terça-feira) na cidade de Lincoln, localizada no estado norte-americano de Nebraska. Ela continha basicamente o letreiro de uma unidade da famosa rede de fast-food Burger King, com os seguintes dizeres logo abaixo: “Todos nós nos demitimos. Desculpe a inconveniência”.

O recado foi colocado pelos funcionários para anunciar a decisão de uma demissão em massa. O fato por si só já é digno de espanto, mas a motivação por trás dessa ação é um fator ainda mais chocante: os funcionários alegaram estar trabalhando sob condições degradantes e precárias dentro do estabelecimento.

Rachel Flores, gerente-geral da loja, contou em entrevista ao site Today que seu desligamento da empresa foi antecipado após a repercussão da forma de protesto, mas desde o final de junho ela e outros seis funcionários já haviam enviado pedidos de demissão.

Segundo relatos da ex-funcionária, a gerência se recusava a contratar mais funcionários, mesmo diante da iminente necessidade, pois trabalhavam dois ou três funcionários, quando o número ideal seria entre cinco e sete, fato que sobrecarregava a equipe, composta pela metade da força de trabalho necessária para cada turno. A carga horária de trabalho chegava a até 60 horas semanais.

Muitos funcionários, inclusive, apontaram que não havia ar-condicionado na cozinha, o que prejudicava a ventilação do espaço e levou muitos deles a passarem mal com quadros de desidratação. Todos ali se sentiam profundamente esquecidos e desrespeitados pela atual administração.

Um porta-voz da rede Burger King disse em nota que notificou o franqueado para que situações semelhantes não se repitam e que a experiência de trabalho descrita nesta localidade não está de acordo com os valores da marca. Apesar do desfecho, o ocorrido reabre um debate muito importante, e por vezes deixado de lado devido ao caráter essencialmente capitalista de nossa sociedade: o respeito aos direitos trabalhistas e a manutenção de ambientes de trabalho que promovam empatia e harmonia com os colaboradores.

Trabalhar em um local que te trata com dignidade, que dá ouvidos a sua vivência e opiniões e se preocupa também com o seu bem-estar físico e mental é algo fundamental para que a relação de trabalho se estabeleça de forma amistosa. Nenhum direito trabalhista ou humano deve ser infringido.

Casos semelhantes e de maior gravidade já foram reportados diversas vezes pela mídia nos últimos anos, com por exemplo aqueles que envolvem principalmente a indústria de moda e marcas como Zara, Cori, Emme, Luigi Bertolli, Pernambucanas, Marisa entre outras,envolvidas em acusações de uso de mão de obra em condições análogas à escravidão em instalações próprias e confecções terceirizadas.

Carregar ocorridos como os citados acima, além de manchar a imagem de qualquer marca, diminui a credibilidade dela diante do público e reduz os ganhos, já que os consumidores não querem se vincular de nenhuma forma a práticas do tipo, deixando então de consumir, para que não sejam vistos como pessoas que compactuam com o que foi feito. Além de, obviamente, ser algo que infringe os princípios morais e éticos estabelecidos na sociedade, sendo configurado crime.

Então a dica que fica é: transfira seus valores diretamente para sua empresa, de forma transparente, e garanta que todos os colaboradores compactuem com eles também, como forma de zelar pelo cumprimento do propósito de sua marca e imagem. Aja sempre de maneira ética com seus funcionários, os respeitando como indivíduos dignos de serem ouvidos e terem seus pontos de vista considerados, além de proporcioná-los condições adequadas para que realizem suas funções com segurança. Administrar uma empresa requer uma liderança que caminhe junto com os funcionários, não só “mande e desmande”.

Impressões danosas como essas dificilmente são esquecidas pelo público, mesmo que sejam abafadas rapidamente por algumas mídias. Então vale a pena manter a atenção redobrada no cumprimento de todos os quesitos citados acima para que nenhuma das partes, tanto a marca quanto os colaboradores, sofram danos que os comprometam de alguma forma.

 

 

 

 

 

 

 

Leia Mais
Mídia

Nova lei da Noruega: Influencers devem dizer a verdade sobre fotos editadas

Remoção de manchas, correção de cor, remodelador corporal, branqueamento de dentes… tantas edições disponíveis nos aplicativos para que você poste sua foto perfeita! Porém não por muito tempo, pelo menos na Noruega. Uma nova lei em vigor exige que influenciadores digitais não postem fotos editadas sem informar quais foram as modificações feitas pelos usuários.

As regras afetarão postagens pagas em plataformas de mídia social, com um objetivo de aliviar a pressão gerada por “pessoas idealizadas na publicidade”.

Aos 26 anos de idade, a influenciadora do Instagram Madeleine Pedersen disse ao programa Radio 1 Newsbeat, da BBC: “Há muitas pessoas que se sentem inseguras com o próprio corpo ou o rosto. Eu mesma já lutei com problemas corporais devido ao Instagram no passado”, Ela ainda disse que altera não apenas as cores e a nitidez, mas a luz para uma ambientação melhor, embora jamais usaria um app para mudar seu corpo ou rosto.

“Entre outras coisas, identificar a publicidade retocada ou manipulada mostra que o corpo da pessoa naquela peça se desvia da realidade em termos de forma, tamanho ou aparência”, acrescenta. A legislação também vale para quando as mudanças são feitas por meio de filtros aplicados às imagens. Ela afeta qualquer pessoa que faça postagens com uma promoção paga nas redes sociais. Isso impacta, claro, muitos atores e cantores, mas principalmente os influenciadores.

A garota ainda acredita que a nova Lei fará com que os influencers da Noruega fiquem menos propensos a alterar digitalmente suas fotografias. “Eles ficarão com vergonha de admitir, então, editarão menos”.

Por outro lado, Eirin Kristiansen, uma influenciadora de 26 anos que mora em Bergen, na Noruega, concorda que a lei é um “passo na direção certa”, mas acredita que ela “não foi muito bem pensada”.

“Para mim, parece mais um atalho para consertar um problema, que não vai melhorar”, disse Kristiansen à BBC, “os problemas de saúde mental são causados por muitas outras coisas além de uma foto editada, e um rótulo nas postagens não mudará a forma como os meninos e meninas realmente se sentem, na minha opinião.”

Kristiansen diz que – para produzir um “certo clima”, ela brinca com luzes e cores: “Acho que devemos nos concentrar mais em como podemos aprender a ser seletivos com o que vemos e como a mídia social realmente funciona”, diz.

Por enquanto não existem discussões sobre outros países aderirem a alguma lei com o mesmo objetivo.

E você, acredita que a Lei pode alcançar outros países? O que seria dos influenciadores se isso acontecesse?

Leia Mais
Mídia

Sincronização de campanha no ambiente digital com o anúncio na TV ou Rádio. Já ouviu falar?

Se tem uma coisa que não falta em mídia digital é novidade. A todo momento, aparece uma nova tecnologia que surge pra facilitar a vida das pessoas e tornar fácil aquilo que até então talvez fosse impensável.

A comunicação de marcas no ambiente digital evoluiu de igual forma e a cada dia que passa, mais e melhores maneiras de impactar os consumidores são apresentadas ao mercado anunciante.

Sabemos que as pessoas vivem grudadas ao celular o dia todo. Talvez deixem ele de lado ali, somente na hora de dormir. Talvez nem isso. O consumo médio diário hoje é de 10h04m olhando para a tela de um smartphone. Sabemos também que é bastante comum e que mais de 70% dos internautas brasileiros assistem, por exemplo, a TV enquanto também navegam pela tela de um celular.

Dessa forma, gostaríamos de falar sobre o TV Sync da OPL. Uma tecnologia à disposição de marcas de produtos e serviços que vai além dos recursos tradicionais existentes da comunicação das marcas e que bem explora todos os limites da mídia programática.

Vamos explicar como funciona. De modo prático, assim que o anúncio da marca entra na TV, a campanha é lançada também no ambiente digital, para o target escolhido e na tela do Smartphone.

Existem três jeitos de se apropriar da solução de Sync:
1 – Reimpactando o target na tela do celular, assim que ele ver na TV o filme da marca
2 – Utilização de Guerrilha, implementando na ferramenta termos para captação de áudio
3 – Se apropriando de um território ou programação. Por exemplo, se você quiser associar a sua marca com programas de culinária ou futebol, assim que o target for impactado por esses programas, em qualquer canal, receberá o Reimpacto na tela do Smartphone.

Ah, mas será que isso faz algum sentido?

Quase 30% das pessoas que visualizam um comercial na TV tendem a procurar por informações online sobre o assunto. Sincronizando as plataformas, transformar o usuário interessado em um clique ou uma conversão para sua marca torna-se muito mais fácil. Aumento de CTR%, visita e por consequência, venda.

Além da TV, essa tecnologia também permite sincronizar a campanha do digital com o Rádio. É o que chamamos de Rádio Sync. Desta vez, o áudio emitido pelo rádio é captado pela fermenta e a mensagem aparece na tela do smartphone. Incrível, não?

Aqui na OPL DIGITAL temos cases incríveis para clientes que utilizaram a TV Sync ou o Rádio Sync em suas campanhas. Obtivemos resultados em que duplicamos a taxa de vistas de um site, quadruplicamos as conversões de um site e um outro em que a taxa de rejeição de um site caiu 65%.

Fale com o time comercial da OPL Digital e saiba como utilizar todos os benefícios da TV Sync para a sua campanha.

Leia Mais
Mídia

Um século do Guaraná Antarctica – Desafio dos Sócios

O Guaraná Antarctica foi o primeiro refrigerante com sabor guaraná criado no mundo e com frutos direto da Amazônia tem sua originalidade desde 1921, completando hoje 100 anos de sua existência traz para seu público modelos de Campanhas instigantes e inovadoras que contarão com presenças ilustres como Whindersson Nunes e Ingrid Guimarães para divulgação dessa data célebre.

Os filmes publicitários e campanhas digitais trazem a tona o “jeitinho brasileiro” como a superstição do chinelo virado para cima para que traga entretenimento na promoção lançada pela marca “mandar no Guaraná”.

O programa nada mais é que: você entrará na plataforma, fará um cadastro e conseguirá co-criar com a marca, participando de ativações, criando novas promoções como uma espécie de sócio, que precisarão ser criativos e escolher um novo bordão do Coisa Nossa (canal da marca no Youtube) e as 5 melhores ideias irão para o ar e os ganhadores,  serão presenteados com um ano de Guaraná Antarctica,e depois dessa chuva de prêmios podem receber uma bonificação, e quem não gosta de um dinheiro extra?.

Ah, e assim que você ingressa no programa é bonificado com um desconto de até 30% para compra de produtos no APP do Zé Delivery, plataforma de vendas digital, maneiro né?.

A marca traz para o mundo publicitário a inovação, contando com a presença de seu público alvo para a interação e decisões nesse ano de 2021, e os escolhidos, terão a chance de participar até de um filme da campanha. Sua intenção em compartilhar esse momento tão especial com o público faz com que os brasileiros se sintam acolhidos pela marca.

Os filmes publicitários estão sendo aos cuidados da Agência SOKO, onde Rafael Ziggy, chefe de criatividade reforça “Temos visto um movimento interessante de celebridades tomando à frente de marcas, mas uma marca tão brasileira quanto Guaraná Antarctica tinha que ir além. O centenário foi o momento perfeito para convidar as pessoas a serem sócias de Guaraná na comemoração dos seus 100 anos”.

A marca ao decorrer desse século traz ao público a carinha típica do Brasil, e seguindo nesse pensamento, acredito que uma das coisas que mais chama a atenção do brasileiro são as bonificações que despertam o lado competitivo saudável e anseio em ganhar. Fora os prêmios a empresa dá a chance de sentirmos o gostinho de fazer parte de uma companhia tão fantástica como eles… E você, já se inscreveu para se jogar de cara nesse desafio?.

Leia Mais