close
Marketing

Copywriting: 3 motivos para aplicar

Fonte: Pexels

Você já ouviu falar em Copywriting? É uma técnica de texto com objetivo de vender, através de uma comunicação persuasiva.

É preciso saber que ele é diferente da redação publicitária, embora possa andar junto com ela: enquanto a redação proporciona uma “venda leve” dizendo como o produto é bom, o copy é focado na persuasão, dizendo o que ele pode fazer pela pessoa.

Para um copy funcionar, ainda que não tenha regras definidas fixamente, é de comum acordo que ele deve ser claro, conciso, convincente, simples e envolvente. Ele é direcionado para uma pessoa só e foca nas emoções, na pessoa em si, e não no produto.

Há vários recursos que podem ser explorados para formulá-lo, em especial os gatilhos mentais, que servem como facilitadores do cérebro para conduzir o leitor ao caminho que desejamos. Alguns famosos são o de prova social, que comprova o valor do que você está vendendo através de relatos de outros consumidores, e o de escassez, que traz a urgência da compra pela mensagem de que ele está acabando ou é limitado. São vários os gatilhos que podem ser usados de diferentes formas.

  • 3 motivos para aplicar

Mas por que usar o copy? Como disse, ele tem o objetivo de persuadir para vender. Mas, até chegar nela, o copy possibilita muitos outros benefícios a sua campanha e marca. Seguem aqui 3 motivos para aplicar essa técnica agora mesmo:

  1. Comunicação mais verdadeira – o copy é feito por uma comunicação que vê o leitor como uma pessoa, e não como um cliente. Ele é sobre como a pessoa funciona. Então, quanto mais usado, mais ele transforma a linguagem da sua marca.
  2. Atração e Conquista – com o texto persuasivo, você leva o potencial consumidor pelo caminho do funil de vendas, o atraindo e o conquistando. Um copy bem feito é capaz de, além de vender o seu produto, fidelizar o consumidor.
  3. Dar a sensação de urgência do produto – um copy bom dá ao leitor a sensação de que ele precisa daquilo agora mesmo e que o instiga a adquirir o produto ou serviço imediatamente.
  • “Ok, legal! Mas como eu aprendo a fazer um bom copy?”

Temos um artigo muito legal aqui sobre como fazer copys atrativos 3e também posso recomendar o curso da Universidade Rock Content e os conteúdos de Youtube e podcast do Marcelo Braggion.

Mas a verdade é que o aprendizado só se cumpre de verdade quando colocamos tudo isso em prática! Pode ser que no começo não dê tão certo, mas é escrevendo mais e mais que nos habituamos a fazer copys que cumprem totalmente a sua função.

Caneta e papel na mão e mãos a obra. Spoiler: você vai se apaixonar.

Tags : copycopywritingredaçãotécnica de escritavendas
Isabela Silveira

The author Isabela Silveira

Estudante de Comunicação e Social – Publicidade e Propaganda na FECAP – Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, Isabela Silveira é apaixonada por comunicação, literatura, cultura geek e boas histórias. Tem experiência em Marketing e já publicou dois livros de fantasia, sendo um deles cujo o título é “Com o Fim da Tempestade”.

Comentários no Facebook