close
Opinião

E o futebol vai ficar mais caro

Na próxima Segunda-Feira, dia 12, deverá ser apresentado pela Globo, o Projeto Futebol 2012.

Caracterizado como o produto mais valorizado na TV aberta do país, o Futebol "global" desta vez desperta ainda mais a atenção do mercado publicitário.

Muita expectativa foi criada por conta do modelo de negociação da emissora com os clubes nesse ano de 2011 e a proximidade com a Copa do Mundo no Brasil, em 2014.

Os atuais patrocinadores do Projeto Futebol são: Ambev, Casas Bahia, Coca-Cola, Itaú, Vivo e Volkswagen. Cada um desses desembolsou algo em torno de R$ 134 milhões por uma cota no ano de 2011.

Andei conversando com algumas pessoas nessas últimas semanas e poucos acreditam que o aumento fique em mais de 50% em relação ao ano anterior.

Eu também não acho que a Globo vá repassar o alto investimento que teve para seus patrocinadores. Pelo menos assim, tão prontamente.

Creio que o Projeto fique na casa dos 175 milhões de reais e não vejo possibilidade de abertura de cota ao mercado, uma vez que muito possivelmente, os atuais patrocinadores deverão renovar seus contratos com a emissora.

Ao meu ver, o melhor do Futebol "global", nem é tanto a marca no contexto futebol da Globo, mas sim, a entrega de mídia na vasta programação da emissora, principalmente às Sextas-Feiras.

Porém, acredito que chegará uma hora em que adquirir uma cota de patrocínio dessas, se tornará inviável. Creio que se esse valor ultrapassar a casa dos 200 milhões nos próximos anos, o cenário poderá sim, começar a sofrer alterações.

Agora é esperar pra ver. Meu palpite é o que mencionei linhas acima: algo em torno dos R$ 175 milhões.

Bom Sábado a todos.

Tags : ambevaudiênciablogblog do crespococa colacrespofilipe crespofutebolgloboitaúmídiapatrocinadoresprojetopropagandapublicidadevivovolkswagen
Filipe Crespo

The author Filipe Crespo

Publicitário formado e Mestre em Administração com ênfase em Finanças. Profissional de mídia certificado pelo Grupo de Mídia de São Paulo construiu carreira em agências como Ogilvy, Africa, Y&R, JWT, W/McCann e Lowe, atendendo clientes como: P&G, Unilever, BRFoods, LG, Bradesco e Mastercard. Atualmente é Sócio Diretor do Creativosbr e Consultor de Mídia do McDonalds no Brasil. É idealizador do Amigos do Mercado. É também professor de Planejamento de Mídia na FECAP, na FAAP e no MBA do Mackenzie.

Comentários no Facebook