close
Opinião

Fórmula Indy: muito mais democrática

Neste último final de semana, tive a oportunidade de acompanhar bem de perto, a quarta edição de SP Indy 300, que ocorreu no Anhembi.

A impressão que tive foi demais surpreendente e também demais bacana.

Sempre tive a Fórmula Indy como uma competição de "americanos" e que pouco tinha a ver com o nosso Brasil.

Nas décadas de 80 e 90, passava sim os Domingos de olho no automobilismo, mas era na Fórmula 1, torcendo para o maior ídolo brasileiro de todos os tempos, o Senna e os demais brasileiros que ali corriam.

Nunca me interessei muito por Fórmula Indy.

Tanto é que quando soube que a Band traria o evento em 2009, aqui para São Paulo, olhei de maneira desconfiada. Para mim, aquilo não iria vingar!

Mas vingou! A Fórmula Indy é muito mais democrática que a Fórmula 1. Fala com todos os públicos. É pra todo mundo!

Em todos os sentidos. Na busca por uma maior aproximação com o público brasileiro, tem conseguido fincar sim, suas bases aqui no Brasil.

Os pilotos, mecânicos, público. Todos envolvidos e ao mesmo tempo dispostos a compartilharem o espetáculo. Pena a Globo ignorar o fato, mas também não é nada que já não fosse esperado.

Segundo alguns profissionais que atuam no setor, a SP Indy 300 já é a segunda corrida mais importante da temporada da categoria, ficando apenas atrás da famosa e tradicional Indianápolis.

Ainda que desta vez, nenhum brasileiro tenha marcado presença no pódio, duvido que torcedores ou anunciantes tenham saído desapontados com o evento que se mostrou grandioso e ainda mais promissor para os próximos anos.

Parabéns à Band, Nestlé, Cervejaria Petrópolis e Correios que acreditaram no evento e que ajudam a fazer da Indy, a Fórmula mais democrática dentre todas as outras.

Boa semana.

Tags : bandblogblog do crespocorridacrespoeventofilipefórmulaindymídiapilotopropagandapublicidadesp indy 300
Filipe Crespo

The author Filipe Crespo

Publicitário formado e Mestre em Administração com ênfase em Finanças. Profissional de mídia certificado pelo Grupo de Mídia de São Paulo construiu carreira em agências como Ogilvy, Africa, Y&R, JWT, W/McCann e Lowe, atendendo clientes como: P&G, Unilever, BRFoods, LG, Bradesco e Mastercard. Atualmente é Sócio Diretor do Creativosbr e Consultor de Mídia do McDonalds no Brasil. É idealizador do Amigos do Mercado. É também professor de Planejamento de Mídia na FECAP, na FAAP e no MBA do Mackenzie.

Comentários no Facebook