close
ConteúdoOpinião

Materiais exclusivos de futebol viram investimento na educação

creativosbr-blogdocrespo- opiniao-footballforacause

E se aquela camisa trocada pelo jogador na final da partida ou lançada para torcida pudesse ser transformada em escolas ou livros? É isso que o Football For A Cause faz. coque iphone soldes Caracterizado como Negócio Social, o Football For a Cause faz parcerias com times e jogadores de futebol e recolhe os itens esportivos que geralmente não são reaproveitados pelo time, como camisas, shorts e chuteiras. coque iphone xr Após recolhê-los, esses itens são vendidos no site e metade do lucro gerado é destinado para projetos de destaque na educação básica do país. coque iphone xr

A empresa surgiu na França, quando o fundador, André Georges, percebeu as pessoas oferecendo dinheiro pelas garrafinhas de água usadas pelos jogadores. coque iphone 7 Portanto, as primeiras parcerias criadas e atividades foram realizadas no exterior. coque iphone 2019 Foram recolhidos equipamentos utilizados pelo jogador Luciano Castan durante uma partida oficial do seu antigo clube, Stade Brestois, e vendidos na plataforma, gerando recurso para apoiar a finalização da construção de uma escola no interior do Malawai.

Com pouco menos de 1 ano de atividades no Brasil, o grupo composto por 3 jovens (André Georges, Manuela Carvalho e Laiana Ferrari) já tiveram em contato com alguns times brasileiros, e oficializaram parceria com o Santos, o primeiro clube brasileiro a apoiar a causa.

Nesse período, foi possível financiar um projeto junto com a ONG Parceiros da Educação, que transformou 48 alunos de escolas públicas em escritores.

Tags : futebolnegociosocial
Laiana Ferrari

O autor Laiana Ferrari

Estrategista e Consultora em Mídias Sociais. Mulher empreendedora, Baiana, palestrante e apaixonada por tecnologia. Publicitária, viciada em séries, literaturas e coisas novas. Trabalha conectando empresas que ouvem a consumidores proativos por um mercado mais inteligente e sustentável. Conteudista do creativosbr.

Comentários no Facebook