close
Marketing

Méqui 1000, uma experiência a parte

Mequi 1000 credito
Méqui, Mequinho, Mecôso. Com certeza você já foi impactado por essa publicidade, e deve ter achado fantástico a sacada e ousadia da marca de se adaptar da gíria e se apropriar do carinho com que seus consumidores passaram a chamá-lo.
No início, suas fachadas foram mudadas em dois locais, na Avenida Paulista e na Barra, no Rio de Janeiro, sem comunicar o porquê dessa mudança; depois, quando a impacto foi causado de forma positiva, a marca começou a sua comunicação dialogando com o consumidor e pedindo a sua participação para sugerir outros nomes, outros apelidos e outras formas carinhosas que costumam chamar o tão famoso fast food. E com esse retorno, a marca começou a espalhar pelo Brasil adaptação da identidade, desenvolvendo lâminas de bandejas diferentes, mudando embalagens de produtos, mudando menus, foto dos perfis das redes sociais entre outras coisas. Hoje são sete restaurantes com fachadas diferentes, com gírias locais espalhados pelo Brasil.
Há 40 anos que o McDonald’s está no Brasil, e nunca houve uma redução na quantidade de clientes ou mesmo de produtos vendidos. Em um momento de dificuldade econômica em que o Brasil se encontra é notório que a população irá reduzir seus custos, mas os líderes de mercado têm a responsabilidade de provocar mudanças no mercado que possa entregar mais valor agregado e se destacar dos demais para não serem taxados de supérfluos ou desnecessários, porem não é toda marca que consegue isso. Portanto, este ano, o McDonald’s comemora a sua abertura do milésimo restaurante, isso é sinônimo de que não só é um excelente líder de mercado, como também está em um momento especial, pois poucas marcas conseguem manter seus clientes apaixonados e ativos em momentos de crise.
A nova loja fica localizada na Avenida Paulista e possui uma experiencia completa aos consumidores de Méqui. Além dos produtos tradicionais, lá você encontra um menu com 15 produtos exclusivos que só tem lá, também é possível consumir um menu a parte de McCafé com produtos sem lactose e bebidas diferentes.
A experiência não fica só nos produtos, o atendimento será um diferencial, além dos totens de autoatendimento posicionados em todo o restaurante, no segundo andar o cliente pode comprar no menu digital, colocar uma plaquinha com sua identificação na mesa e ser servido sem precisar ir buscar o lanche, uma experiencia nada convencional dos modelos de fast food.
Wi-Fi de qualidade, ambientação totalmente diferenciada e sem contar na arquitetura preservada de uma das casas mais ícones da Avenida Paulista, por ter sido construída em 1940 e apesar de ter alguns aninhos, seu ambiente interno foi totalmente reformulado para que proporcionasse espaços instagramáveis, tendo como ícone central um Big Mac desconstruído de aproximadamente um metro e meio de altura pendurado no centro da loja. E na sua parte externa, além da sua parte de convivência onde acontecerá shows e espaços para brincadeiras, a loja possui um mirante no topo em que disponibiliza binóculos em formato de caixinhas de sanduíches para observar e contemplar a beleza da cidade, pois o restaurante será 24 horas.
Como se não bastasse toda a ambientação, os novos produtos e o novo modelo de atendimento, o Méqui 1000 traz para a sua inauguração uma ativação em parceria com o app Airbnb, que consiste em levar um trailer ambientado do McDonald’s onde as pessoas vão poder reservar para passar uma noite dormindo e curtindo essa experiência maravilhosa.
“A gente tem o privilégio de ser uma marca global, mas ao mesmo tempo, quando a gente fala de comida, estamos entrando muito na cultura local, nos hábitos locais, então é muito comum dentro do sistema McDonald’s você achar restaurantes que vende yakisoba, sopa, croquete, arroz e feijão. Há essa liberdade para que a marca consiga se adaptar as culturas locais e aqui no Brasil a gente também fez isso, mas também como estratégia de comunicação a gente quer se aproximar das pessoas. Então quando a gente usa as gírias locais, fala a linguagem do brasileiro ou até mesmo permite que eles nos chamem com apelidos carinhosos que eles nos dão, a gente mostra que está bem pertinho deles e é isso que a gente é, uma marca que está no dia a dia dos brasileiros”, afirma João Branco – CMO do McDonald’s no Brasil.
Tags : ativaçãoexperiênciamarketingmcdonaldsMéqui
Pabllo Stanlley

O autor Pabllo Stanlley

Publicitário, Coordenador de Marketing da Unimed Teresina-PI. Formado pela Estácio CEUT-PI e MBA em Gestão de Marketing na ESPM-SP, certificado pelo Grupo de Mídia. Trabalhou em agências atuando no departamento de Mídia, gerenciando as contas do Governo do Piauí e outros clientes do mercado. Fez parte do time da afiliada da TV Globo como Analista de Planejamento, desenvolvendo projetos comerciais voltados para as necessidades do mercado aproximando os anunciantes ao veículo de comunicação.

Comentários no Facebook