close
Mídia

Nova lei da Noruega: Influencers devem dizer a verdade sobre fotos editadas

Remoção de manchas, correção de cor, remodelador corporal, branqueamento de dentes… tantas edições disponíveis nos aplicativos para que você poste sua foto perfeita! Porém não por muito tempo, pelo menos na Noruega. Uma nova lei em vigor exige que influenciadores digitais não postem fotos editadas sem informar quais foram as modificações feitas pelos usuários.

As regras afetarão postagens pagas em plataformas de mídia social, com um objetivo de aliviar a pressão gerada por “pessoas idealizadas na publicidade”.

Aos 26 anos de idade, a influenciadora do Instagram Madeleine Pedersen disse ao programa Radio 1 Newsbeat, da BBC: “Há muitas pessoas que se sentem inseguras com o próprio corpo ou o rosto. Eu mesma já lutei com problemas corporais devido ao Instagram no passado”, Ela ainda disse que altera não apenas as cores e a nitidez, mas a luz para uma ambientação melhor, embora jamais usaria um app para mudar seu corpo ou rosto.

“Entre outras coisas, identificar a publicidade retocada ou manipulada mostra que o corpo da pessoa naquela peça se desvia da realidade em termos de forma, tamanho ou aparência”, acrescenta. A legislação também vale para quando as mudanças são feitas por meio de filtros aplicados às imagens. Ela afeta qualquer pessoa que faça postagens com uma promoção paga nas redes sociais. Isso impacta, claro, muitos atores e cantores, mas principalmente os influenciadores.

A garota ainda acredita que a nova Lei fará com que os influencers da Noruega fiquem menos propensos a alterar digitalmente suas fotografias. “Eles ficarão com vergonha de admitir, então, editarão menos”.

Por outro lado, Eirin Kristiansen, uma influenciadora de 26 anos que mora em Bergen, na Noruega, concorda que a lei é um “passo na direção certa”, mas acredita que ela “não foi muito bem pensada”.

“Para mim, parece mais um atalho para consertar um problema, que não vai melhorar”, disse Kristiansen à BBC, “os problemas de saúde mental são causados por muitas outras coisas além de uma foto editada, e um rótulo nas postagens não mudará a forma como os meninos e meninas realmente se sentem, na minha opinião.”

Kristiansen diz que – para produzir um “certo clima”, ela brinca com luzes e cores: “Acho que devemos nos concentrar mais em como podemos aprender a ser seletivos com o que vemos e como a mídia social realmente funciona”, diz.

Por enquanto não existem discussões sobre outros países aderirem a alguma lei com o mesmo objetivo.

E você, acredita que a Lei pode alcançar outros países? O que seria dos influenciadores se isso acontecesse?

Tags : #mundodigitalmídias digitaismídias sociaismundoNovaleiphotoshop
Giovanna Fontana

The author Giovanna Fontana

Cursando o primeiro ano de Publicidade e Propaganda na FECAP – Fundação de Escola e Comércio Álvares Penteado, possui uma lojinha on-line de bijuterias artesanais e participa do projeto Jovem Influencer Express.

Comentários no Facebook