close
Opinião

O crime do Realengo… de novo!

O Blog do Crespo procurou não comentar sobre o massacre ocorrido dias atrás, naquela escola no Realengo, no Rio de Janeiro.

E isso ocorreu por uma questão bastante óbiva: esse blog não trata desse tipo de questão.

Ocorre que, nesses últimos dias, acompanhando os telejornais que não se cansam de comentar o fato, sob vários aspectos, comecei a analisar o papel da imprensa em todo esse processo.

Noticiar o fato, é mais do que obrigação. E nesse caso, especificamente, ficou até fácil, pois existe material pacas para alimentar o públivo.

Tem o sargento que virou heroi, depois de bravamente atirar e parar o atirador; tem as imagens da escola; a carta deixada pelo assassino; e até as crianças…… opa…. as crianças não.

O que coloco aqui é apenas uma visão subjetiva. Opinião pessoal.

Essa é apenas a primeira, de duas questões que quero aqui destacar.

Grande imprensa, não precisa, expor as crianças! Para que pegar depoimento de crianças chorando? A cada pergunta feita por um reporter, um filme triste passa na cabeça daquelas crianças, que perderam amigos, naquela manhã.

Tenho visto os mais variados veículos de comunicação, entrevistando crianças. Vamos deixá-las de lado. Como disse, tem material pacas para alimentas os telejornais ou os impressos.

Outra questão que quero aqui comentar, é a seguinte:

Se os vídeos gravados pelo atirador foram encontrados pela Polícia e não pela Globo, por que somente essa emissroa conseguiu os vídeos de imediato? A Polícia não deveria divulgas os vídeos do atirador em uma coletiva para a imprensa, como fez quando divulgou os caras que venderam as armas ao assassino?

Culpa da Polícia? Da Globo? Sinceramente não sei.

Essa "camaradagem" entre emissora e polícia, se é que realmente existiu, não me cheira bem.

Ninguém levantou isso ainda?

Boa Quinta-Feira a todos.

Tags : atiradorblogblog do crespocriançacrimeentrevistaescolagloboimprensajornalmassacremídiapropagandapublicidaderealengorio de janeirovídeo
Filipe Crespo

The author Filipe Crespo

Publicitário formado e Mestre em Administração com ênfase em Finanças. Profissional de mídia certificado pelo Grupo de Mídia de São Paulo construiu carreira em agências como Ogilvy, Africa, Y&R, JWT, W/McCann e Lowe, atendendo clientes como: P&G, Unilever, BRFoods, LG, Bradesco e Mastercard. Atualmente é Sócio Diretor do Creativosbr e Consultor de Mídia do McDonalds no Brasil. É idealizador do Amigos do Mercado. É também professor de Planejamento de Mídia na FECAP, na FAAP e no MBA do Mackenzie.

Comentários no Facebook