close
Opinião

O Papel das Mídias Sociais nas eleições de 2018

o papel das mídias sociais nas eleições 2018 – creativosbr
Metropoles

As eleições desse ano movimentaram mais que o normal as mídias sociais. Se você não postou nada de política, com certeza viu alguma postagem ou entrou em alguma discussão. No Whatsapp, Facebook, Instagram, Twitter e até no LinkedIn os ânimos estavam aflorados. Mais do que nunca as pessoas precisavam mostrar e falar suas opiniões em seus canais digitais.

A cada ano que passa estamos mais conectados. O velho marketing político começa a perceber a mudança e a população é totalmente instigada a sair da zona de telespectador de propagandas políticas e interagir diretamente com seu candidato, como já dizia McLuhan: “A tecnologia é a extensão do homem. ” E o que é dito em canais tradicionais ultrapassam as discussões em rodas de amigos e ganham o mundo na internet. Se bem explorados, os multicanais conseguem fazer uma comunicação completa, alcançando vários públicos com diferentes linguagens.

Esse ano não foi só o público que mudou seu comportamento diante as eleições, as próprias mídias sociais estavam mais atentas, em especial o Facebook, que criou ferramentas próprias em sua mídia para esse período e ganhou destaque com a liberação de postagens patrocinadas por candidatos durante campanha eleitoral. Com isso, os candidatos de partidos menores, que não tiveram muito tempo em canais tradicionais, investiram mais pesado no digital e ganharam não só seguidores, mas votos e adeptos da campanha.

Com tanto conteúdo sendo gerado nas mídias sociais, a informação é constante mesmo que em muitos casos venha em forma de Fake News, e por mais que as notícias falsas ainda sejam disseminadas como avalanches, o público já começa a entender o perigo e tenta ficar atento quanto a isso, estimulando até mídias convencionais a abordarem mais o assunto.

O fato é: não foi uma campanha convencional; e – para encerrar – ainda tivemos um novo presidente que fez discurso da vitória por Facebook Live. As mídias sociais estão mais que presentes na rotina do brasileiro, e se você ainda não conseguiu enxergar a importância disso, olhe a estratégia de campanha usada pelo novo presidente. Você pode dizer #ElasSim ou #ElasNão para as mídias sociais, mas precisa compreender a representação desses canais no comportamento da sociedade moderna.

Tags : eleiçoes2018midiassociais
Laiana Ferrari

O autor Laiana Ferrari

Estrategista e Consultora em Mídias Sociais. Mulher empreendedora, Baiana, palestrante e apaixonada por tecnologia. Publicitária, viciada em séries, literaturas e coisas novas. Trabalha conectando empresas que ouvem a consumidores proativos por um mercado mais inteligente e sustentável. Conteudista do creativosbr.

Comentários no Facebook