close
Publicidade

O reflexo do álcool nas estradas

A publicidade contribui, e muito, para a conscientização das
pessoas com relação a polêmicos temas como a violência doméstica, as drogas e o
assunto mais comentado nos dias atuais: os acidentes de trânsito causados pelo
consumo de álcool.

A capital inglesa, Londres, registrou – em 2011 – 280 mortes
causadas pelas consequências dos inconsequentes cidadãos que beberam e pegaram
o volante logo após. O número representa 15% das mortes nas estradas do país.
Pegamos Londres como exemplo pois, através desses dados, foi criada uma
campanha pela Leo Burnett de Londres para a Think, uma iniciativa do
Departamento de Transporte do Reino Unido para a prevenção de acidentes. Embora
a ação tenha se passado na Europa, todos nós sabemos que os números do Brasil
não ficam para trás.

Em suma, o objetivo da campanha era alertar, através do
banheiro de um pub, os jovens que estariam suscetíveis a tais consequências.
Enquanto o rapaz lavava as mãos, um rosto colidia com o espelho, de dentro para
fora, causando um enorme choque no rapaz, além de mostrar com perfeição uma cabeça
machucada pelos estilhaços (com direito a sangue e tudo mais).

Sim, a “brincadeira” pode não ser engraçada, aliás, nem é
essa a intenção. Mas todos sabemos que é a única forma de conscientizar as
pessoas quando o assunto em pauta é tão polêmico quanto este. Veja o video:

Tags : acidentesálcoolbanheiroblogblogdocrespoburnettcampanhacomunicaçãoconscientizaçãocrespodireçãoeuropainglaterraleolondresmarketingmortespropagandapublicidadethinktrânsito
Filipe Crespo

The author Filipe Crespo

Publicitário formado e Mestre em Administração com ênfase em Finanças. Profissional de mídia certificado pelo Grupo de Mídia de São Paulo construiu carreira em agências como Ogilvy, Africa, Y&R, JWT, W/McCann e Lowe, atendendo clientes como: P&G, Unilever, BRFoods, LG, Bradesco e Mastercard. Atualmente é Sócio Diretor do Creativosbr e Consultor de Mídia do McDonalds no Brasil. É idealizador do Amigos do Mercado. É também professor de Planejamento de Mídia na FECAP, na FAAP e no MBA do Mackenzie.

Comentários no Facebook