close
Mídia

Plano de Mídia para um cão desaparecido

Nesse último feriado fui com minha família para Águas de Lindóia, no interior de São Paulo.

Fazia muito tempo que eu não visitava aquela região e me surpreendi com a beleza das praças, a hospitalidade de seus habitantes e obviamente, com os preços das malhas. (hehehe)

Mas algo não muito comum me chamou mais a atenção do que tudo isso que mencionei acima.

Logo no primeiro dia na cidade, ainda na recepção do hotel, observei duas pessoas conversando sobre o desaparecimento de um cão na cidade.

Até aí, normal. Cães desaparecem a todo momento, não é mesmo?

Talvez o que me tenha feito prestar atenção na conversa, foi o fato do tal cão ter o nome de Tobias, nome não muito comum à um cachorro, porém, xará do meu caozinho, quer dizer, caozão.

Até então não tinha conhecimento de nenhum outro cão chamado Tobias.

No primeiro passeio pela cidade, no Cristo Redentor (em menor tamanho e luxo, é claro) me deparei com uma série de cartazetes em busca de informações pelo tal Tobias, o cão desaparecido.

Porém, não seria somente em pontos turísticos que eu encontraria cartazes em busca do Tobias. Em todos os lugares que eu passava, “dava de cara” com algum cartaz. Era restaurante, farmácia, enfim, a cidade toda procurava o tal cão.

Até pensei: “Esse cachorro deve ser de alguém importante”.

Duas moto-som (motocicleta que presta serviço de publicidade através de alto-falantes), auxiliavam na divulgação do tal cão desaparecido, rodando nas ruas próximas ao centro, no final da tarde de Domingo.

Jornais com distribuição gratuíta e faixas localizadas nas saídas da cidade também informavam sobre desaparecimento do cão.

Um verdadeiro PLANO DE MÍDIA feito em busca do cão. E muito bem feito, por sinal. A cidade só falava no tal Tobias.

Tem gente que pode achar que o plano de mídia só foi bem feito se o cão for encontrado.

Se ele foi encontrado eu não sei, mas com certeza o plano de mídia atingiu o objetivo de comunicar o desaparecimento à cidade inteira.

Uma campanha com alta cobertura e alta frequencia.

O objetivo de um plano de mídia é fazer a campanha chegar ao público-alvo com a intensidade correta, ou seja, nem subexposição e nem superexposição.

Inúmeros meios de comunicação foram utilizados e juntos, fizeram bem o trabalho. E o Blog do Crespo, ajudando (de graça!!!)

Fiquei me questionando:

Seria um publicitário, o dono do Tobias?

Será que a divulgação nem era tão boa assim, e eu por ser mídia, fiquei procurando cartazes pela cidade?

Será que prestei mais atenção porque o cão se chama Tobias?

Sei lá, viu. A foto está aí.

Se alguém tiver alguma informação sobre o Tobias, avise o pessoal e me avise também.

Fiquei curioso.

Tags : aguas de lindoiablogblog do crespocão desaparecidocartazetescoberturafrequenciahotéisinterior de são paulojornalmeios de comunicaçãomídiamoto-somplano de mídiapropagandapublicidade
Filipe Crespo

The author Filipe Crespo

Publicitário formado e Mestre em Administração com ênfase em Finanças. Profissional de mídia certificado pelo Grupo de Mídia de São Paulo construiu carreira em agências como Ogilvy, Africa, Y&R, JWT, W/McCann e Lowe, atendendo clientes como: P&G, Unilever, BRFoods, LG, Bradesco e Mastercard. Atualmente é Sócio Diretor do Creativosbr e Consultor de Mídia do McDonalds no Brasil. É idealizador do Amigos do Mercado. É também professor de Planejamento de Mídia na FECAP, na FAAP e no MBA do Mackenzie.

Comentários no Facebook