close

"Você quer uma picape que tenha cavalos ou pôneis?" 

Você já deve ter visto o novo filme da Nissan, nominado de "Pôneis Malditos".

No filme criado pela agência Lew´Lara/TBWA, a Nissan provoca a concorrência simbolizando que as "outras" picapes possuem "pôneis", ao invés de "cavalos" no motor.

Bem irreverente, o filme está sendo veiculado em TV aberta e assinatura e tem ainda uma versão especial e maior para a Internet, que vem "bombando" nas redes sociais.

Além disso, a expressão "Pôneis Malditos" chegou ao TT´s mundiais do Twitter nesse final de semana.

Não é de hoje que a Nissan vem provocando a concorrência com vídeos engraçados, porém para alguns, apelativos.

No filme anterior, até o CONAR teve de dar seus pitacos.

Como mídia que sou, opino da seguinte forma:

O mercado automotivo é muito acirrado no Brasil e no caso da Nissan, que não possui uma verba de mídia de igual tamanho aos seus concorrentes, a estratégia acaba sendo essa, a da provocação.

Ele precisam "fazer barulho" de alguma forma.

Toda essa repercussão que teve o filme nas redes sociais, gerou uma mídia espontânea e de graça para a marca.

Quanto a Nissan não economizou com isso?

"Provocar" a concorrência de forma "irreverente" coloca a Nissan na mente e nos blogs dos consumidores. rs

Vale ressaltar que em 2011, a Nissan já possui 5,3% de share do mercado automotivo.

Para você que ainda não viu o filme, veja agora:

 

Tags : a maldição do pôneiblogblog do crespocavalofilipe crespofilmelewlaramídianissanpônei malditopôneis malditospropagandapublicidadeyoutube
Filipe Crespo

The author Filipe Crespo

Publicitário formado e Mestre em Administração com ênfase em Finanças. Profissional de mídia certificado pelo Grupo de Mídia de São Paulo construiu carreira em agências como Ogilvy, Africa, Y&R, JWT, W/McCann e Lowe, atendendo clientes como: P&G, Unilever, BRFoods, LG, Bradesco e Mastercard. Atualmente é Sócio Diretor do Creativosbr e Consultor de Mídia do McDonalds no Brasil. É idealizador do Amigos do Mercado. É também professor de Planejamento de Mídia na FECAP, na FAAP e no MBA do Mackenzie.

Comentários no Facebook