close
Mídia

Por que os que consomem menos mídia no mundo estão entre os mais bem informados?

Desde a última Quinta-Feira, estou lendo o livro "Tem Alguém Aí?", que ganhei de presente do Gaion, no dia em que deixou a Ogilvy.

Escrito por Mark Austin e Jim Aitchison, o material chegou no Brasil através de uma parceria entre a Nobel e o Grupo de Mídia de São Paulo.

O livro nos traz um verdadeiro e completo estudo sobre as maneiras de comunicação no século XXI, no continente asiático.

 Embora eu ainda não tenha terminado a leitura do livro, já posso afirmar que o conteúdo é muuuito interessante e ao meu ver, todo profissional de marketing, deveria fazer essa leitura.

Por mais conhecido e disseminado que seja o marketing em todas as partes do mundo, é surpreendente ver como as empresas asiáticas montam suas estratégias, tendo em vista, uma cultura de hábitos e consumo, muito diferente do que vemos no lado ocidental.

Acabo de ler um parágrafo, que trata do consumo de meios de comunicação na Ásia, por parte dos jovens.

É um tema que abre para muitos outros e certamente poderíamos aqui, ficar horas discutindo a respeito.

Vejam só uma parte do livro que transcrevo aqui pra vocês:

"(…) Os jovens asiáticos consomem cada vez menos mídia convencional. Os jornais são persistentementes evitados; as revistas são muito caras; é mais provável que eles leiam as toalhas de papel das bandeijas em restaurantes fast-food. O rádio foi substituído pelo MP3. A TV está limitada a quatro programas por semana no Channel V. Tudo na vida deles é orquestrado, até o tipo de pilhas que usam em seus walkmans. Tudo é cuidadosamente considerado, depois de consultas detalhadas a amigos e colegas. A excessiva sede de conhecimento é movida pela incansável busca por informações dos parceiros, alimentadas por canais invisíveis (…)"

Acho que esse parágrafo respondeu a pergunta que está no título dest post.

Boa semana a todos.

  

Tags : asiáticosblogblog do crespoconsumocrespoculturafilipe crespogaiongrupo de mídiajaponêsjim aitchisonjovenslivromark austinmarketingmeio de comunicaçãomídianobelogilvypropagandapublicidadetem alguém aí
Filipe Crespo

The author Filipe Crespo

Publicitário formado e Mestre em Administração com ênfase em Finanças. Profissional de mídia certificado pelo Grupo de Mídia de São Paulo construiu carreira em agências como Ogilvy, Africa, Y&R, JWT, W/McCann e Lowe, atendendo clientes como: P&G, Unilever, BRFoods, LG, Bradesco e Mastercard. Atualmente é Sócio Diretor do Creativosbr e Consultor de Mídia do McDonalds no Brasil. É idealizador do Amigos do Mercado. É também professor de Planejamento de Mídia na FECAP, na FAAP e no MBA do Mackenzie.

Comentários no Facebook