close
Opinião

QR Code: perdeu o brilho ou faltou engajamento?

Fonte: Pexels

Quase sempre vemos durante as publicidades no time break ou programas de TV os apresentadores falando para entrarmos no site pelo QR Code, apontar a câmera do celular para sabermos mais informações do produto/serviço ou obter uma promoção de compra no site e por aí vai. Mas, nem todo mundo entendeu como isso funciona.

E a pergunta que fica é: será que essa função perdeu seu brilho tão rápido quando chegou ou faltou engajar mais as marcas a usarem essa funcionalidade tão propícia para o mundo digital?

Antes de começarmos a especular um pouco mais sobre isso, vamos entender o que é o QR Code.

O QR Code é um código parecido com o aquele código de barras que vem nas faturas das nossas contas, mas ele é um gráfico 2D e pode ser lido pela câmera da maioria dos celulares. Quando lido, o aparelho direciona o consumidor ou leitor para uma página de seu interesse e, por isso, é importante que esse código seja estritamente seu e as informações contidas nele sempre estejam atualizadas.

Fato é que, na maioria das vezes, as pessoas veem as outras falando desse código e o observa em bares e restaurantes para agilizar as compras, mas quase nunca ele é utilizado. Então, por que isso acontece? Há uma solução?

Na minha experiência de celular sem a funcionalidade de leitura do QR Code, devo confessar que não uso muito essa operação e penso que para outras pessoas isso também aconteça. E talvez isso ocorra porque o timing foi perdido, ou seja, essa grande invenção do QR Code demorou para ser acompanhada por algumas marcas e, devido alguns celulares não possuírem a função de leitura desse código, fazer o download de mais um aplicativo no celular para realizar essa operação não esteja nos planos de muitos consumidores. Mas, como eu disse, são especulações sobre isso.

Logo, não há outra opção: assim como é preciso treinar a escrita para escrever melhor, só vamos fazer uso do código com mais frequência se ele for colocado em mais lugares.

Por isso, esse uso vem crescendo aos poucos: os códigos passaram a ser mais visto em obras de arte (para saber mais informações sobre ela), no WhatsApp Web para se conectar no desktop e até em hamburgueres (como fez a Coca-Cola na sua nova ação em comemoração ao Dia do Hambúrguer).

Existem várias formas de engajar o público por meio dessa ferramenta e até pessoas individualmente já a podem obter, como no Instagram quando vamos compartilhar nosso perfil com alguém.

Dessa forma, nada no mundo digital pode ser perdido: entenda seu público, invista em informações atualizadas e que vão trazer interação com os usuários e vamos fazer essa ferramenta tímida se tornar uma grande influenciadora de informações.

Tags : códigosengajamentomundo digitalopiniãopublicidadeQRCODE
Quezia Lira

The author Quezia Lira

Estudante de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda na FECAP – Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, Quezia Lira é residente de Guarulhos, na Grande São Paulo, tem 19 anos e é apaixonada por livros, séries, músicas e viagens. Acredita que, além de tudo na vida ter um propósito, todos podem alcançar seus sonhos e que um dos maiores presentes da vida são os caminhos que percorremos.

Comentários no Facebook