close
Opinião

Quantos dos “seus” estão no mecado de trabalho?

Fico feliz quando descubro que mais um de meus alunos conseguiu adentrar ao tão concorrido mercado de trabalho publicitário.

Isso é algo que tem se tornado mais frequente. A cada dia que passa,
fico sabendo de gente trabalhando em agências pequenas ou grandes,
institutos de pesquisas, clientes anunciantes e até em veículos de
comunicação.

Fazem questão de me avisarem, seja por e-mail,
mensagem ou por um profissional qualquer que traz a informação. Respondo
com festa, por verdadeira felicidade e orgulho.

O mercado publicitário está demais aquecido e em constante busca por profissionais qualificados e diferenciados.

Quem é bom, tem espaço. A sorte, que já foi o fator principal, passou a ser coadjuvante.

Melhor assim!

Aqueles que descobrirem isso ainda em período de faculdade e desde
então buscarem a sua diferenciação, mais cedo ou mais tarde,
conquistarão o seu espaço no mundo da propaganda.

E se hoje é assim, uma década atrás, posso garantir que não era.

Me formei numa turma em que iniciou com 85 alunos. Destes, se formaram
um pouco mais de 20. E que eu tenha conhecimento, não tem 5 que atuam no
mercado publicitário atualmente.

É triste, mas também é um pouco do retrato daquela turma e daquele momento do mercado.

Uns viraram músicos, outros jornalistas. Outros, depois de tanto
tentarem, continuaram em seus empregos provenientes de empresas
familiares ou algo do tipo.

Era outra época, em que a cada ano,
eram “arremessados” ao mercado, muito mais profissionais do que o
mercado precisava. Ainda hoje isso ocorre, mas a diferença é que naquele
tempo, não bastava buscar a diferenciação.A sorte era muito mais
importante do que é hoje.

Tenho amigos que se prepararam e ainda
assim lutaram seis ou sete anos para agarrar a sua primeira
oportunidade. Hoje, quem lutar certo, terá seu espaço garantido em menor
tempo.

E você? Quantos dos “seus” estão presentes no mercado?

Tenho um sonho profissional de um dia, bem lá na frente, montar uma
agência apenas com jovens profissionais e sem aqueles medalhões que
tanto vemos por aí. Acho que o resultado deste formato pode ser bem
positivo.

Um brinde às novas oportunidades e claro, ao meu sonho também.

Um grande abraço.

Filipe Crespo

Tags : alunosblogblog do crespocrespocursodadificulddedoeequipesformaçãomarcamercadomídiapreçopropagandapublicidadetrabalhoturmasvestibular
Filipe Crespo

The author Filipe Crespo

Publicitário formado e Mestre em Administração com ênfase em Finanças. Profissional de mídia certificado pelo Grupo de Mídia de São Paulo construiu carreira em agências como Ogilvy, Africa, Y&R, JWT, W/McCann e Lowe, atendendo clientes como: P&G, Unilever, BRFoods, LG, Bradesco e Mastercard. Atualmente é Sócio Diretor do Creativosbr e Consultor de Mídia do McDonalds no Brasil. É idealizador do Amigos do Mercado. É também professor de Planejamento de Mídia na FECAP, na FAAP e no MBA do Mackenzie.

Comentários no Facebook