close
Publicidade

Revistas famosas se adequam ao meio digital devido à pandemia

Fonte: Pexels

A pandemia pegou todos de surpresa e não foi diferente com os jornais e revistas. Eles tiveram que se atualizar e se adequar com o atual cenário. Sendo assim, foram para as mídias digitais – que são muito utilizadas hoje em dia.

Citarei alguns exemplos abaixo:

A revista Veja é um desses exemplos. Uma das maiores revistas do país nomeou-se no Instagram como “Veja no Insta”. Uma ótima sacada, na minha opinião – onde você consegue encontrar as principais notícias do Brasil e do mundo e já conta com 2 milhões de seguidores. Além disso, a revista conta com mais dois perfis: o “Veja Rio” (254 mil) e o “Veja São Paulo” (867 mil), onde é possível encontrar, respectivamente, as notícias dos dois estados.

A revista Quem também entrou nessa e já conta com 3,5 milhões de seguidores no Instagram, onde é possível encontrar notícias de assuntos variados e relevantes. Também estão sendo feitas entrevistas com famosos e que podem ser encontradas no site da revista, nos famosos “arrasta pra cima” e “link na bio”.

A conta oficial da Caras, uma das principais e mais renomadas revistas do país, já conta com 5,1 milhões de seguidores e posta notícias com foco em artistas e celebridades, como por exemplo flagras da Juliette do BBB21, reposts de famosos e programas. Além disso, também possuem a conta “Caras Creators”, chamada de “conexão entre influenciadores e marcas ao mundo de Caras”, e a “Revista Caras”, que fala sobre as notícias do mundo internacional.

E você? Sabia dessa nova tendência dos jornais e revistas? Ainda prefere comprar a revista física ou os canais digitais já te conquistaram? Eu particularmente já fui conquistada e adoro, acho super prático, e o melhor é ter na palma da mão a qualquer momento.

Tags : Pandemiaredes sociaisrevistas
Júlia Maluf

The author Júlia Maluf

Estudante de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda na FECAP – Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, Júlia Maluf é sonhadora e apaixonada por comunicação, música e futebol. Apreciadora de boas conversas, histórias e bons filmes.

Comentários no Facebook