close

agências

Digital

Um parceiro de mídia digital completo para seu dia a dia

Nos últimos anos, as equipes de mídia têm ficado cada vez mais enxutas dentro das agências de publicidade. Isto fez com que as mesmas tarefas fossem divididas por um número menor de profissionais dentro do time, o que – claro – tornou o dia dessas pessoas extremamente corrido.

Trata-se de um movimento natural que tem acontecido em todos os mercados e em agências de pequeno, médio ou grande porte, muito por conta do modelo de negócio que se desenhou e que foi ainda mais impulsionado em tempos de home office.

Planejar, negociar, implementar e otimizar campanha são apenas algumas dessas tarefas diárias dos profissionais de mídia que se somam às reuniões internas, com clientes e claro, os encontros diários com os veículos de mídia.

Numa rotina tão intensa e pesada, poder contar com um parceiro de mídia que consiga pensar o seu negócio e contribuir de forma estratégica para os bons resultados faz toda a diferença.

Na OPL Digital, com apenas uma negociação a marca anunciante pode estar presente em sites e aplicativos de todo o mundo de forma segmentada, assertiva e que seja geradora de bons resultados. A gente aqui, por conta de nossas parcerias com muitos dos maiores publishers do mundo, possui atuação global, com inventários em todos os continentes, atingindo assim, 95% de toda a internet.

É segurança e intensidade na exposição da sua marca nos maiores sites e aplicativos de conteúdos enquanto você tem tempo para tocar outras demandas igualmente importantes na sua rotina.

Fale com a OPL Digital e saiba como a gente pode te ajudar.

Leia Mais
Conteúdo

O segredo das parcerias duradouras na Publicidade

O mundo da Publicidade sempre foi muito peculiar. Muitos, após o término de um anúncio, se perguntam: “de onde surgiu tudo isso?”. Afirmo ao dizer que parte deles nos brainstorms dos Criativos, outra parte em happy hours pós-expediente; mas sua grande parte vem de onde você menos espera: na confiança construida da relação entre cliente e agência.

Com o avanço da tecnologia e evolução dentro das indústrias de comunicação – como o surgimento da comunicação digital – as peças publicitárias foram ficando cada vez mais instigantes, fazendo automaticamente com que a relação entre anunciante e agência fosse ficando mais próxima e lucrativa.

Que uma boa Publicidade é importante todos sabemos, pois se bem feita, o alcance visual que as marcas atingem é imenso, e a grande visibilidade significa também grande retorno monetário. Dessa forma, a partir do momento que os clientes notavam que o resultavo do trabalho sensacional das agências e seus filmes estavam trazendo resultados positivos, por que “mexer no time que está ganhando”, não é mesmo?

Uma prova dessa fidelização é a relação entre as maiores agências/anunciantes ainda existentes no mercado. Veja:

AGÊNCIA CLIENTE TEMPO
WMcCann COCA-COLA 79 ANOS
WMcCann CHEVROLET 76 ANOS
WMcCann NESTLÉ 68 ANOS
ALMAPBBDO VOLKSWAGEN 65 ANOS
OLGILVY GERDAU 52 ANOS
DPZ&T ITAÚ 49 ANOS
DPZ&T VIVO 43 ANOS
LEO BURNETT TAILOR MADE FIAT 25 ANOS

 

E estes são apenas alguns exemplos de agências renomadas que com muito esforço e trabalho conseguiram fidelizar marcas de grande porte, que mesmo com a evolução dos meios e também da tecnologia, escolheram permanecer juntos até hoje.

E você? Acha que a confiança é o único fator a quem devemos atribuir a fidelização desses anunciantes? Ou acha que vai muito além disso, e que outros fatores podem contribuir para a mudança de agência e arriscar partir pra cima de uma nova parceria? Coloque-se no lugar de um cliente, você arriscaria?

Leia Mais
Opinião

Assédio sexual e moral na indústria de comunicação

O assédio na indústria global de comunicação é uma questão que evidencia a gravidade do tema. Pesquisas recentes apresentam dados preocupantes nos quais 90% das mulheres afirmam já terem sido vítimas de assédio sexual e 89% de assédio moral em ambiente profissional, segundo o Meio&Mensagem.

É importante ressaltar que nos ambientes profissionais de comunicação há mais casos de assédio moral do que consideramos, isso resulta muitas vezes em um local de pressão diária para os funcionários, pois nota-se constantemente cobranças de tarefas em prazos quase impossíveis de serem cumpridos, jornadas extenuantes de trabalho (incluindo noites, feriados e finais de semana) e humilhação moral por parte de superiores ou clientes.

Com relação ao assédio sexual os dados comprovam que as principais vítimas são as mulheres. Uma pesquisa, realizada em 2017, pelo Grupo de Planejamento (GP) ouviu 1.400 pessoas (homens e mulheres) que trabalham em empresas de comunicação da região metropolitana de São Paulo. 51% das mulheres afirmaram já ter sofrido assédio sexual e 39% delas acrescentaram que houve alguma forma de contato físico durante a situação.

Vídeo | Pesquisa sobre Assédio Moral e Sexual do Grupo de Planejamento (GP)

“[…] Chorei todas as vezes que isso aconteceu. Contei no RH, mas eles disseram que eu deveria agradecer por gostarem de mim”, disse uma das entrevistadas anônimas do vídeo anexado acima. O estudo trouxe luz para uma realidade que é amplamente conhecida, porque é partilhada por todos, mas absolutamente naturalizada: a toxicidade do ambiente de trabalho e das relações no mercado de comunicação.

Experiências como as citadas, ou até mesmo piores, têm um impacto enorme na saúde física e psicológica das vítimas. E, consequentemente, prejudicando assim a saúde da empresa como um todo já que os funcionários são espelhos da corporação e merecem respeito como tal.

A psicóloga Alessandra Costa, especialista em assédios e corrupção, fala um pouco sobre como esses assédios, ainda tão frequentes, podem ser solucionados. Inicialmente ela reforça a importância da indústria de comunicação ter um Código de Ética e colocá-lo em prática diariamente com todos os funcionários, independentemente da função exercida e hierarquia na instituição.

A CreativosBr convida o mercado de comunicação a refletir sobre o tema que é tão sério e, infelizmente, ainda tão recente. Para ajudar, deixamos em anexo um documento interessante sobre o tema que pode ajudar na análise sobre o assunto. Sendo um pdf feito pela Agência Wunderman Thompson, a qual realizou uma campanha intitulada: “Agência sem assédio”.

Leia Mais
Publicidade

#LGBTNãoÉMáInfluência: agências fazem campanha nas mídias contra PL504

Creativosbr se une a outras agências em campanha contra a homofobia

Em apoio à causa LGBT, nós da Agência Creativosbr e toda nossa equipe levantamos a mesma bandeira e manifestamos o repúdio aos discursos de ódio e preconceitos que vêm acontecendo em nossa profissão. Não iremos nos calar.

A publicidade e a propaganda não aceitam e jamais permitirão que a homofobia invada nosso planeta. Nos referimos à PL 504, que será votada nesse dia 22 de abril, na Assembleia Legislativa de São Paulo, que sugere que a presença de pessoas LGBT na publicidade é má influência.

Citações como “desconforto emocional a inúmeras famílias”, “práticas danosas às crianças”, “evitar inadequada influência na formação de jovens e crianças” são inaceitáveis e não vão calar a classe publicitária.

Nos unimos com diversas agências em prol das campanhas #LGBTNãoÉMáInfluência e #AbaixoPL504 para que o projeto de autoria da Deputada Estadual Marta Costa (PSD) não tenha sucesso na Assembleia.

É um absurdo que, em pleno 2021, o ser humano não tenha aprendido que o respeito e a diversidade sejam partes dos elementos básicos de uma sociedade. Somos pessoas, somos diversos, e exigimos que a propaganda seja livre, principalmente do preconceito.

Leia Mais
Publicidade

Deadlines: no limite da morte

Ainda me lembro do meu primeiro emprego/estágio como Redator, na Diretoria de TI do banco Bradesco, numa reunião com os desenvolvedores de projeto, quando minha parceira de trabalho perguntou para o cliente: “Qual o deadline do job?”

Tela azul.

Voltamos para a mesa e, no caminho, ela me explicava o que era o tal do deadline. Era o tal prazo, que mais cedo ou mais tarde, eu saberia que – em meio à refações – ele nem sempre seria cumprido. Talvez por isso teria “dead” no nome.

No âmbito da publicidade, o deadline é o tempo limite para a realização de um job, o qual pode ser negociado com o cliente, e que muitas vezes acaba sendo alterado durante a execução do trabalho; mas é ele quem dita a regra do jogo.

É fato que cada dia mais as empresas têm trabalhado com deadlines mais apertados dentro de suas equipes, o que faz com que os jobs cheguem com menos qualidade no cliente; por isso, é fundamental que, na hora de negociar o prazo com o cliente, todas as etapas do processo sejam pensadas, desde a elaboração do briefing, planejamento, criação, aprovação e ainda contar com as refações que podem acontecer no meio do caminho.

Devemos sempre contar com uma folguinha no prazo para contratempos. Por isso que os programas internos de organização de processos são importantes, assim como os cronogramas, para que possamos enxergar o todo e ter o controle dos jobs. Dessa forma os deadlines se tornam nossos parceiros, e deixam de se tornar símbolos da morte.

E você, lida bem com os deadlines na sua empresa?

 

 

 

Leia Mais
Conteúdo

A importância dos processos nas agências de publicidade

Enganam-se aqueles que acham que as agências de publicidade são uma zona. Quer dizer, depende das agências. Algumas podem até ser, mas não aquelas que tomam como princípio os processos como parte importante do seu dia a dia.

Sempre pensei que não existiam processos em uma agência, que tudo era feito de qualquer jeito, até que um dia conheci o Trello e fui convidado a participar de um curso de método Ágil (Agile Scrum). Percebi o quão importante era cada etapa e cada função de um processo, e como o método kanban do Trello ajudava e muito no dia a dia de uma agência.

A verdade é que a palavra-chave “organização” é fundamental para qualquer tipo de empresa. Quando se tem uma visão do todo e se enxerga o que os outros departamentos estão fazendo, fica mais fácil você entender o porquê você está fazendo aquilo, e tudo começa a fazer sentido. É muito mais lógico você desenvolver um job entendendo para quê ele serve e para onde ele vai do que simplesmente fazê-lo como se estivesse apertando um parafuso como Chaplin em Tempos Modernos.

É fato que as agências que não se adequarem aos processos ficarão para trás. E existem diversas maneiras e programas – muitos deles gratuitos – de você se organizar no dia a dia. Programas como o Asana, Basecamp e o Jira (esse conheço pouco) são alternativas até mais completas – como o caso do Basecamp de você mudar a vida da sua agência no dia a dia.

Então se você trabalha em uma agência de publicidade e ainda não conhece os programas que citei acima ou não tem nenhum tipo de processo implementado no dia a dia da agência, está mais do que na hora de discutir internamente sobre a importância dos processos em sua rotina de agência.

Leia Mais
Entretenimento

Vem aí, um Blog do Crespo muito mais dinâmico!

 

Sabemos que nosso mercado é demais dinâmico, gerando novas informações a todo momento.

Desta forma, sentimos a necessidade de tornarmos o Blog do Crespo muito mais dinâmico e com atualizações mais frequentes sobre tudo o que acontece em nosso mercado publicitário.

A partir da próxima semana, teremos um número maior de informações aqui postadas, afim de servir aos nossos leitores, como um canal atual e relevante.

Serão notícias sobre o vai e vem de profissionais, sobre as novas campanhas que estão no ar, os eventos da área e tudo mais o que acontece no mundo da publicidade.

Da mesma forma, as notícias serão sempre encaminhadas para nossa FanPage no Facebook e também para nosso perfil no Twitter.

Contamos muito com sua participação para que possamos estar sempre alinhados com o que espera de nós.

Um grande abraço a todos.

Leia Mais
1 2
Page 1 of 2