close

avon

Publicidade

Avon expande linha de produtos feitos à base de canabidiol

Não é mais segredo que o canabidiol (CDB), um dos princípios ativos extraídos da Cannabis sativa – nome científico da maconha – pode auxiliar no tratamento de diversas doenças, não é mesmo? Já sabemos de seu potencial medicinal, ajudando na melhora de quadros de doenças como epilepsia, esclerose múltipla, mal de Parkinson, Alzheimer, ansiedade, esquizofrenia e câncer. Mas você sabia que o canabidiol pode trazer também benefícios para a sua pele?

É nisso que a comunidade científica e indústria da beleza estão de olho agora: no uso tópico da substância. Em especial, a Avon, que em 2020, lançou a linha de cuidados corporais “Green Goddess” (Deusa verde) que agora se expandiu, contando também com produtos faciais, para acalmar e nutrir da cabeça aos pés. Uma linha vegana, feita 100% de ingredientes naturais, segura, com embalagens recicláveis, fórmulas sem fragrância, sem óleos minerais, sulfatos ou ftalatos, testada dermatologicamente e que acompanha as tendências.Um arraso, né? Perfeita para clientes preocupados com o meio ambiente e com foco no bem-estar.

A linha conta com creme hidratante corporal e facial, óleo de limpeza, e agora também com protetor labial, elixir labial, essência iluminadora e uma máscara. Produtos que possuem efeitos antioxidantes e calmantes, desenvolvidos para minimizar os danos do dia a dia na pele, sendo indicados, principalmente, para peles sensíveis e estressadas.

O óleo para rosto, por exemplo, é preparado com ingredientes de fontes sustentáveis, como: óleo da semente da maconha, esqualano, cúrcuma e extrato de jojoba, todos misturados com a planta, que contém diversas vitaminas e ácidos graxos essenciais. A promessa é ajudar a aliviar irritação, reduzir visivelmente a vermelhidão da pele, equilibrar a oleosidade, hidratar, limpar e relaxar a epiderme. Não restam dúvidas de que os efeitos dessa linha são super importantes para incrementar a rotina de skin-care de qualquer pessoa!

A empresa reforça que a coleção não contém tetrahidrocanabinol (THC), o elemento psicoativo da planta. Mas, mesmo assim, a venda no Brasil ainda não é permitida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que apenas admite o uso medicinal da substância. De qualquer forma, ainda há expectativas de mudanças no cenário da legalização em tempos futuros.

 

Leia Mais
Marketing

Instituto Avon, Uber e Wieden+Kennedy lançam ferramenta para ajudar mulheres vítimas de violência doméstica

Parceria oferece orientação por meio de uma assistente virtual e transporte para que vítimas se desloquem de forma independente

Instituto Avon, Uber e Wieden+Kennedy anunciam hoje uma ferramenta para auxiliar mulheres vítimas de violência doméstica durante o período da COVID-19: uma assistente virtual que, por meio de um chatbot, oferece uma forma silenciosa para que as mulheres peçam ajuda e recebam a orientação necessária dentro de suas próprias casas. O recurso busca auxiliar vítimas de violência doméstica – que, de acordo com indicadores vem aumentando durante o isolamento social.

A partir de agora, mulheres de todo o Brasil que estiverem se sentindo ameaçadas podem buscar ajuda por WhatsApp, por meio do número (11) 94494-2415. Ao acionar esse número, a vítima é contatada por uma assistente virtual, simulando uma pessoa em sua rede de contatos, para melhor entender sua situação. A ideia é não despertar a atenção do agressor.

Depois de responder a algumas perguntas para identificar o grau de risco que corre, a vítima receberá o suporte apropriado. Caso seja necessário buscar hospital, unidade de saúde, delegacia ou centro de atendimento que preste serviço e assistência social e psicológica e orientação jurídica às mulheres em situação de violência, ela receberá um código promocional para solicitar uma viagem de forma gratuita no aplicativo da Uber e se deslocar com independência.

A iniciativa, que faz parte do compromisso global da Uber de fornecer em todo o mundo 10 milhões de viagens para pessoas em necessidade durante a pandemia, é acompanhada por projetos em mais de 16 países que buscam ajudar vítimas de violência doméstica.

No Brasil, a ação é uma parceria com o Instituto Avon e integra o programa VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHA com ações e serviços desenhados em resposta ao aumento da violência contra mulheres e meninas no contexto da pandemia. Para a viabilização das ações, o Instituto Avon selou parcerias com a iniciativa privada e a sociedade civil para mitigar os impactos do isolamento na vida de mulheres e meninas por meio da prestação de serviços essenciais para aquelas em situação de violência. 

 

“A violência contra a mulher é um problema complexo que também está espalhado por nossa sociedade. Temos um compromisso com esse combate e não vamos esquecê-lo neste período de isolamento social. Queremos colaborar com iniciativas que ajudem a avançar nessa questão. Por meio desse projeto conseguimos ajudar quem precisa unindo a tecnologia – que propicia o alcance em grande escala – e a mobilidade para movimentar o que mais importa neste momento.”, comenta Claudia Woods, diretora-geral da Uber para o Brasil.

Leia Mais
Publicidade

Após concorrência, Avon entrega a conta para JWT

Depois de quatro meses de concorrência e árduo trabalho das agências participantes, a Avon anunciou na tarde de ontem, que a JWT ficará com sua conta, aqui no Brasil.

Além da JWT, participaram ainda da concorrência, as agências Talent, Neogama e Y&R.

Até então, a empresa vinha sendo atendida pela Grey 141, porém desde o início deste ano, a JWT já vinha fazendo o atendimento às ações digitais da Avon para a América Latina.

A JWT já assume os trabalhos da nova conta já a partir desse mês de Setembro.

Fico feliz por poder estar trabalhando na JWT exatamente nesse período de boas conquistas.

Que venham os jobs!

 

 

Leia Mais