close

bbb

Publicidade

Tiago Leifert em frente à campanha de vacinação da Pfizer: Tomar para Retomar.

Procurando maximizar a atenção para a ação publicitária pró-vacina, Pfizer – em parceria com a Ogilvy – recruta o apresentador do famoso reality Big Brother Brasil para ser o rosto da campanha.

Com as vacinações já acontecendo por todo o Brasil, está havendo uma movimentação de campanhas publicitárias com o objetivo de incentivar o maior número possível de pessoas a se vacinarem. Isso porque existem muitas propagações de afirmações falsas sobre possíveis efeitos colaterais das vacinas da Covid-19.
Dessa forma, procurando remediar e contestar a proliferação de notícias falsas e, acima de tudo, promover o movimento pró-vacina, a Pfizer Brasil iniciou a campanha “Tomar para Retomar”. Essa campanha traz o rosto do anfitrião do Big Brother Brasil, estimulando brasileiros a seguirem o calendário de vacinação do Programa Nacional de Imunizações para ser possível retomarmos nossas atividades diárias.
Além disso, querendo mostrar sua entrega para essa ação, Tiago Leifert, contratado da rede Globo, doou seu cachê integralmente para o Hospital Albert Einstein.
Elaborada pela agência de publicidade Ogilvy, a campanha conta com o site www.tomarpararetomar.com.br, que se dispõe de conteúdos exclusivos elaborados por equipes médicas, como “Dúvidas sobre Vacinação” e “Prevenção da Covid-19”. Ademais, essa ação terá introdução nos meios de comunicação televisivo, em rádios e sites, e nas redes sociais do Tiago Leifert e da Pfizer Brasil.
“E, quando chegar sua vez, você já sabe: vamos Tomar para Retomar.”

Leia Mais
Publicidade

A VISIBILIDADE GERADA PELO BBB

Quem nunca conheceu uma música no BBB?

A visibilidade que o BBB traz é indiscutível – seja ela positiva ou negativa. Rodolffo sabe bem disso, sua participação no reality rendeu bons frutos para a dupla Israel e Rodolffo, e trouxe o reconhecimento que todo artista sonha. O sertanejo foi eliminado nessa terça-feira (6), mas antes disso já faturou R$ 1,5 milhão com a reprodução da música Batom de Cereja nas plataformas digitais. A música é a mais tocada no país e recentemente alcançou a marca de 100 milhões de visualizações no YouTube.

Outro exemplo dessa edição foi a música “Deus me proteja”, de Chico César e Dominguinhos, que teve uma procura muito alta após Juliette – o grande sucesso do BBB – ter cantado-a em um momento de desabafo. A assessoria do cantor informou que as buscas pelo vídeo com a versão acústica original cresceram disparadamente, passando de 7 mil visualizações para 74 mil.

Na edição passada aconteceu uma coisa parecida com a música “Don’t Start Now” da Dua Lipa, que se tornou o hit do BBB20 após a dancinha da Manu Gavassi – que deu um show de marketing e publicidade com os vídeos que eram postados em suas redes sociais durante o confinamento, e influenciou participantes dessa edição, como a Carla Diaz e a Viih Tube. Muita gente conheceu a própria Dua Lipa a partir do BBB, e a música ficou conhecida como “a da Manu do BBB”. A amizade entre ela e a Rafa Kallimann também trouxe ainda mais repercussão para a música “Boa Memória” do Luan Santana, que era cantada por elas em todas as festas.

Podemos concluir então que nem sempre é só o vencedor que sai ganhando, muitas pessoas alcançam o sucesso a partir do programa ou conseguem alavancar suas carreiras, no caso das edições com celebridades. O prêmio acaba sendo muito mais que o dinheiro, mas o reconhecimento e a visibilidade que o programa proporciona.

Leia Mais
EntretenimentoMarketing

Juliette Freire, o case de sucesso do BBB21

“Quem é que faz as redes sociais da Juliette, hein? Quero pra mim também”. Frase publicada recentemente pela Anitta.

A paraibana Juliette Freire, de 31 anos, que entrou no programa com pouco mais de 3 mil seguidores, atualmente tem 17,8 milhões de seguidores no Instagram (e até você terminar de ler esta matéria, pode ser que ela tenha chegado aos 18 milhões).

Ela bateu a primeira marca histórica no reality ao conquistar o título de um dos perfis no Instagram com maior engajamento do Brasil e do mundo, segundo um levantamento da Hype Auditor. Depois de poucos dias, após voltar do paredão, Juliette bateu outro recorde quando uma de suas fotos ganhou 1 milhão de likes em menos de 6 minutos, considerado o menor tempo a chegar nesta marca em toda a história da plataforma. Além disso, sua equipe já afirmou que foi procurada por mais de 100 marcas interessadas em fechar contratos publicitários. Você pode até não gostar de BBB, mas é importante reconhecer a força que ele tem.

Mas a pergunta que não quer calar: como e quem fez isso acontecer, enquanto a sister está confinada? É claro que ela tem seu mérito por conquistar tantos brasileiros com seu jeito espontâneo e coerente, mas por trás de seu sucesso nas redes sociais também existe um time de 20 pessoas trabalhando muito.

Eles distribuem o conteúdo da melhor forma e linguagem para cada rede, sempre tentando alinhar com a Juliette de dentro da casa. Existem pessoas para chefiar o conteúdo de cada rede social com muito cuidado e atenção, fazendo com que Juliette esteja muito bem representada em Instagram, Facebook, Twitter e Tik Tok. Eles aproveitam ao máximo os arquivos disponíveis da sister, como por exemplo os stories já gravados, para explorar todas suas personalidades: a advogada, a maquiadora, a cantora, a que faz piada, e que fala de assuntos sérios também e por aí vai… 

A audiência procura por Juliette, mas se o conteúdo não for relevante, atrativo e gerar identificação, não atrai tamanha atenção e engajamento do público.

Leia Mais
Marketing

Seara Gourmet e SunsetDDB usam drone em ação no BBB21

A Seara Gourmet surpreendeu os participantes do BBB21 nesta segunda-feira (29) com a visita inesperada de Claude Troisgros, embaixador da marca.

Além da chegada do chef, um drone levou sanduíches de Mortadela Defumada Seara Gourmet para os brothers. Enquanto eles saboreavam o lanche, Troigros incentivou os participantes a terem um momento “Chef” e a usarem toda a criatividade possível para elaborar sanduíches com os ingredientes especialmente levados ao programa.

A ação, criada pela SunsetDDB e desenvolvida em parceria com a Globo, teve repercussão nas redes sociais e se estendeu ao “Encontro Com Fátima Bernardes”, na manhã desta terça-feira (30).

A Seara oferecerá mais experiências de ativação de marca até o final do BBB21 para surpreender a todos.

Leia Mais
Marketing

BBB e Influencers: A estratégia do On e Off

Na vigésima edição do Big Brother Brasil, a produção inovou na forma de divulgação do programa. Estratégias que envolveram, principalmente, a imagem de influenciadores digitais, provocou bastante curiosidade na audiência e ganhou as redes.

Como estratégia de divulgação, antes do programa começar, entraram na casa vários nomes da internet, como: Thaynara OG, Lore Improta, Blogueirinha e outros digital influencers e puderam passar uma tarde na casa do reality. Eles utilizaram suas contas nas redes sociais para mostrar como está a casa na edição comemorativa do BBB 20.

Não ficou só por isso! Outra novidade que também faz parte da estratégia de marketing do programa, é que os entre os participantes, além dos anônimos, a produção decidiu incluir algumas celebridades. Esses famosos usam suas redes sociais para a divulgação do seu trabalho e também postam do seu cotidiano.

Com essas estratégias, o cross entre televisão e internet está fortalecido, principalmente no que diz respeito às ações publicitárias que essas celebridades já mantinham fora da casa. 

A seguir, dois casos de cross media que estão acontecendo nesta edição do BBB:

Bianca Andrade, por exemplo, mais conhecida por Boca Rosa, chamou atenção dos seguidores quando apareceu ao vivo, vestindo o mesmo look da foto que havia sido postada mais cedo em seu perfil no Instagram. A influenciadora também fez o lançamento de sua linha de maquiagem, que também teve interligação com cenas protagonizadas dentro da casa.

Outro exemplo de estratégia e planejamento é o que a Manu Gavassi e sua equipe estão fazendo. Além dos publi posts e patrocínios, ela desenvolveu uma campanha para o lançamento de seu novo clipe. No primeiro dia de confinamento a conta da celebridade no Instagram postou um vídeo iniciando uma história que continua sendo contada em tempo real, conforme as semanas em que ela permanece no programa. Até o momento, o perfil da influenciadora já ganhou mais de 1.8 milhão de seguidores e muitos memes.

A relação de ganho está estabelecida entre a emissora e os influenciadores. Eles conseguem ampliar o alcance de suas redes sociais e incluir publicidade de seus patrocinadores dentro da mais influente emissora do país, que, por sua vez, ganha cada vez mais visibilidade e audiência entre os mais jovens, público que, ao longo do tempo, migrou a audiência para outros meios. 

Leia Mais
Opinião

E se ninguém falar do BBB, o Blog do Crespo fala sozinho!

A história se repete pela décima terceira vez.

Na noite de hoje tem início mais uma edição do tão contestado Big Brother Brasil, na tela da TV Globo.

Desta vez, aparentemente o programa não traz novidades logo de cara, como tem ocorrido em edições anteriores.

E o que nos chama atenção é que mais uma vez, as pessoas tratam o programa como a "escória" da TV aberta nacional.

Ainda que não cabe aqui julgar o que pensa cada um, parece que se tornou cool criticar o BBB nas páginas do Facebook ou do Twitter.

Acontece que para nós, profissionais de mídia, nos cabe não somente julgar o programa como expositor de princípios e valores dos que lá estão, mas sim, como oportunidade de mídia.

Sim, é verdade que ano passado, o programa apresentado pelo chato do Bial viu a sua audiência cair. Não são boatos, são fatos.

A audiência caiu sim e isso tem acontecido nas últimas edições. Estamos atentos a isso!

Mas por outro lado, o programa tem apresentado sucesso comercial. A edição passada do BBB, foi a que apresentou a maior receita com publicidade em toda a história do programa na emissora.

Para se ter uma ideia, neste ano, as cotas de patrocínio que custavam algo em torno de R$ 23,9 milhões foram vendidas todas ainda no mês passado. Nesta edição, Garnier e Chocolates Brasil Cacau se unem à Fiat, Unilever e Ambev!

Precisamos saber e bastante sobre esse programa. Talvez não haja necessidade de assistirmos todos os dias o "pessoal da casa", torcermos, etc, mas temos que saber o que se passa para identificar ali oportunidades para nossos clientes.

Eu, por exemplo, já tive experiência com ações de merchan no programa e terei mais uma vez, nesta edição de 2013. A disputa por uma ação no programa é tão acirrada que existe uma dificuldade absurda para se conseguir uma boa data.

Desta forma, creio que não podemos ignorar o programa. O Blog do Crespo estará atento ao programa, trazendo à vocês leitores, informações de audiência, conteúdo e oportunidades para os anunciantes.

Logicamente, não nos cabe o julgamento, ainda que subjetivo, dos participantes que lá estão e de suas atitudes. Esse tipo de informação não iremos abordar, por não nos interessar e nem aos nossos leitores.

Porém, quanto às informações que interessam à mídia, podem ter certeza que se ninguém falar do BBB, o Blog do Crespo fala sozinho!

Leia Mais
Opinião

Por que ignorar o BBB?

Todo ano é assim.

Enquanto para uns, a ansiedade reina por mais uma edição de BBB que se aproxima, para outros, o que tem início é a manifestação de repúdio ao programa.

Para tudo na vida, tem quem ame e quem odeie.

E por conta disso tudo é que queria dar a minha opinião.

Um profissional de mídia não pode ignorar o BBB, por pior que seja. Não é porque eu não gosto do programa A ou do programa B, que não devo acompanhá-lo e saber seus dados de mídia.

Odeio o Dória, mas assito ao Aprendiz. Odeio o Pânico, mas preciso acompanhar o programa.

O BBB, querendo ou não é um sucesso no Brasil. São 12 edições em 10 anos. 

É verdade que a audiência já não é mais a mesma das primeiras edições, mas por outro lado, o programa é um sucesso comercial e quase não se acha mais espaços para ações de merchandising.

Na estreia do programa na última Terça-Feira, a média de audiência domiciliar foi de 33 pontos, contra 29 de média na faixa horária da emissora. Quais outros programas da Globo dão esse índice? Novela III e Jornal Nacional. Só!!!

Além disso, o programa é sempre utilizado pelos anunciantes para lançamento de produtos.

As ações de merchandising que acontecem no programa são as mais comentadas por profissionais de marketing e também pelo público, seja pelo seu sucesso, como a do SuperBonder ou pelo fracasso, como a ação do Guaraná Antarctica, na edição passada.

Mídia não tem que saber disso?

E o poder que o programa tem de gerar buzz na internet? Algum outro programa de TV oferece um conteúdo absurdo de comentários, críticas ou elogios, como acontece com o BBB?

Mídia não tem que saber disso? (2)

Tenho muito cuidado com esse preconceito sobre o programa. Ele acontece no mundo inteiro e é sucesso sim.

Também sou crítico ao seu formato, suas regras, mas nada disso importa perto da força que o programa continua tendo na TV brasileira.

Quantas marcas não investem fortunas pra gerar um buzz que o BBB gera naturalmente?

Sim, cada um sabe o que faz e não é meu objetivo aqui te provar que o BBB faz bem à você.

Mas como profissional de mídia, entendo que ele faz bem pra mim.

Preciso saber se minha marca cabe lá. Preciso saber se meus concorrentes estão lá. Preciso saber que tipo de ação rola e que tipo de ação não rola.

Preciso saber o que meu público acha de cada participante para saber como direcionar a comunicação do meu cliente.

Então pergunto: Por que ignorar o BBB?

Boa semana a todos.

Leia Mais
Marketing

Não basta aparecer, tem que convencer!

Não foi a primeira vez que isso aconteceu nessa edição do Big Brother Brasil.

O mesmo erro, idêntico, já havia ocorrido na primeira semana do programa, quando uma prova, patrocinada pelo Guaraná Antárctica, determinaria o líder da semana, o primeiro do programa.

Mas como esse caso do Guaraná já passou, vamos hoje aqui falar da "cagada da vez": SRA. KNORR

Para aqueles que não viram o BBB ontem, eu digo que se pouparam de mais um grande erro de marketing, ao vivo, transmitido para 98% dos domicílios brasileiros.

Tudo bem, trata-se de uma questão subjetiva, interpretativa, mas eu que ontem, já estava muito inclinado a acreditar, e agora tenho certeza,  a opinião pública reagiu como eu já esperava. 

O que podemos esperar de uma prova do líder, onde as pessoas primeiro se vestem de frango e depois se "embalam" e numa fila aguardam para serem "assadas"?

Sim, a prova era "ASSAR" "HUMANOS"!

Qualquer um que assistiu ao programa de ontem, percebeu que a dificuldade da prova não estava em ficar com a fantasia e sim, em aguentar o calor do "forno" por conta da "embalagem". Essa era dificuldade da prova e que fez todos, exceto 1, desistirem!

Não vamos aqui nem falar da questão de embalare as pessoas, sufocamento, crianças…..vixe….assunto pra mais de dias de discussão!

Vamos falar da marca em busca de consumidores. Hehehe Piada, né?

Burro aquele que acha que o que vale é aparecer para todo o Brasil em horário nobre e pronto, missão cumprida!

Pronto nada! Se pode aparecer ao vivo para todo o Brasil em horário nobre, por que não aproveita a oportunidade para falar algo bacana da marca, ao invés de embalar e assar os participantes. Fale de seus diferencias, caramba!

Qual profissional de marketing, em plena consciência, bolaria juntamente com sua agência de publicidade, uma tarefa onde joga, mais do que diretamente, os participantes contra a sua marca.

E isso pôde ser percebido minutos depois (para quem tem MultiShow) , quando os próprios partipantes, "embalados", começaram a pronunciar palavrões a cada momento em que "o frango TEMPERADO ia ao forno".

Que alegria para a marca!

Há quem diga (li hoje na Internet) que os partipantes, na tentativa de descontração, começaram então, a cantar o jinglle de um concorrente da Knorr.

TIRO NA CABEÇA! CAGA AO QUADRADO!

As histórias do: "AGARRA ESSA MERDA" e do "CHUTA A PORRA DA GARRAFA" NÃO foram suficientes para evitarem uma nova mancada?

E hoje? Será que na casa do BBB, nenhum participante andou falando que nunca mais quer ver um frango na vida?

Lá, eu ainda não sei, mas a internet está bombando!!! Todo mundo falando mal da prova e principalmente de uma tal de ……. KNORR!

Ah sim, o Blog do Crespo está ajudando!

Resumindo (se é que é possível), digo que, ao meu ver, a Knorr levou sofrimento aos participantes e algo ainda pior: as redes sociais bombaram NEGATIVAMENTE para a marca.

E é aí que mora o grande perigo: voltamos naquilo que eu disse no início do post: A MARCA ESTÁ APARECENDO!!!

Foda-se! A marca está aparecendo, mas de forma negativa e isso não é bom!

Vejam o título desse post: NÃO BASTA APARECER, TEM QUE CONVENCER!!! E mais: se possível, envolver, criar engajamento do público!

Se eu sou um Diretor de Marketing de um grande anunciante, dificilmente toparia ver minha marca associada à uma prova do líder, pois numa prova do líder, a marca traz alegria à 1 único participante (o vencedor) + seus torcedores e traz tristeza à todos os outros participantes + seus torcedores.

Mas é questão de pensar e chegar a uma ideia que seja viável. Lembram da prova do SuperBonder?

Apareceram e convenceram. Mostraram que o cara não cairia e… NÃO CAIU!!!

A prova durou um tempão e embora tivesse milhões de brasileiros torcendo pro cara espatifar a cabeça, o cara ficou lá grudadinho de ponta cabeça.

Aproveitaram a oportunidade (aparecer na TV) para reforçarem ainda mais o conceito da marca (não cai nem fudendo).

Knorr, guarda essa: planejamento e "caldo" de galinha não fazem mal a ninguém!

Leia Mais
1 2
Page 1 of 2