close

blogdocrespo

Marketing

Roger Federer é o novo protagonista em campanha da Rimowa

RogerFedeeonovoprotagonistaemcampanhadaRimowa-Marketing-CreativosBr-BlogdoCrespo-

A companhia de bagagem de luxo Rimowa conta com uma nova celebridade para suas comunicações. A marca de origem alemã contratou Roger Federer, o ilustre astro do tênis.

Além da participação de Federer, a marca conta com participação de Virgil Abloh, diretor artístico do segmento masculino da Louis Vuitton; a modelo Adwoa Aboah; o famoso chef e restaurateur Nobu Matsuhisa e o designer de joias masculinas da Dior, Yoon Ahn.

Segundo o diretor de comunicação da Rimowa, essas celebridades possuem como parte da sua rotina de trabalho o hábito de viajar. E diferente de uma viagem a lazer, a Rimowa quer enfatizar que o seu público viaja a um propósito. E por conta desse hábito, possuem uma conexão muito forte com suas malas.

Uma curiosidade sobre a parceria com as celebridades é que foi solicitado que as estrelas utilizassem suas próprias malas em vez de utilizarem produtos fornecidos pela marca.

 

Leia Mais
Opinião

O mercado brasileiro está preparado para o data marketing?

O-mercado-brasileiro-esta-preparado-para-o-data-marketing-Creativosbr-Opiniao-BlogdoCrespo-DataMarketing-Creativos-DigitalAnalytics

Não é nenhuma novidade que atualmente as empresas vêm utilizando dados para transformar em informação a fim de desenvolver seus produtos e serviços, alavancar vendas e aumentar suas receitas.

Apesar desse cenário cada vez mais comum, será que no Brasil as empresas estão realizando essa mudança ou apenas fazendo parte dela? É importante ressaltar que em grandes multinacionais existem departamentos, profissionais qualificados e até empresas e agências qualificados para tirar insights, mas mesmo assim ainda grande parte das empresas não possui esse know-how de como usufruir de todas as informações que têm disponíveis. Com isso, empresas terceirizadas como instituto de pesquisas, consultorias e empresas com vasta base de dados entram no jogo.

Na publicidade, marketing e comunicação, por exemplo, existem 4 maneiras de como as empresas se relacionam com dados:

Nascente: campanhas de marketing usando majoritariamente dados de terceiros e compra direta de mídia, com baixa ligação a resultados de venda.

Emergente: campanhas baseadas em dados próprios e compra de mídia programática com otimização e teste de forma independente por canal de mídia.

Conectado: dados integrados e ativados ao longo de múltiplos canais de mídia com clara conexão a ROI e resultado de vendas.

Multimomento: execução dinâmica, otimizada e personalizada baseada no resultado individual de cada cliente em todos os canais de mídia.

Essas classificações foram feitas por um estudo do Google com a Boston Consulting Group (BCG) que avaliou as 60 principais companhias brasileiras.

O estudo indicou que mais de 55% das empresas estão no estágio emergente e quase 2% no Multimomento. Pode-se dizer que as empresas que atuam no Brasil, de maneira geral, não estão explorando totalmente o potencial que possuem.

Com tanta informação disponível, tratar esses dados, criar audiências e extrair informações relevantes para alavancar vendas é o maior dos desafios que, aparentemente, as empresas ainda não estão nem de longe alinhadas em executar com perfeição, até porque esse tipo de evolução necessita de aprendizado.
Vale ressaltar que, se tecnologicamente as empresas estão aperfeiçoando a maneira de tratar e ler os dados, quem dirá de como executá-los nos demais canais que ainda não estão adaptados a todo esse dinamismo repleto de transformações. É clara a existência de um desalinhamento interno que muitas vezes provoca competição entre os próprios canais de e-commerce, o que torna a situação mais desorganizada. A comunicação integrada deve ser impecável neste cenário.

Por fim, acredita-se que é com o tempo, com o erro e o aprendizado que as empresas irão se aperfeiçoar no processo como um todo. Assim como ondas de som, essa transformação que está começando nos departamentos de digital analytics logo em breve atingirá as áreas mais tradicionais de uma organização que, quando começarem a se adaptar, verão os resultados na economia de escala e no aumento de receita, o principal objetivo de toda essa revolução da informação.

Leia Mais
Marketing

McDonald’s substitui o plástico dos seus canudos por alternativas biodegradáveis

McDonald’s-substitui-o-plástico-dos-seus-canudos-por-alternativas-biodegradáveis-Creativosbr-marketing-blogdocrespo

Na Índia, o McDonald’s vem trabalhando ao longo dos últimos meses com os seus fornecedores para implementar uma ação sustentável em seus restaurantes. A principal filial do McDonald’s no oeste e sul da Índia informou que fez essa transição do plástico para alternativas ecológicas e biodegradáveis para os itens usados nas embalagens. A empresa já se afastou do plástico em Maharashtra e das principais cidades de Karnataka.

O McDonald’s vem trabalhando para uma mudança a nível internacional. E na Índia, a previsão é que nos próximos meses essa solução sustentável já esteja sendo aplicada em todo o mercado. De acordo com o McDonald’s, os restaurantes agora oferecem aos clientes talheres de madeira em vez de plásticos.

Vale ressaltar que esta prática de trabalhar com fornecedores a fim de utilizar  materiais sustentáveis é realizada nos Estados Unidos, mas não somente pela franquia, bares e restaurantes já adotaram a postura em diversos lugares do País. Até setembro, a meta do McDonald’s é que todos os restaurantes no Reino Unido e na Irlanda já estejam com os canudos biodegradáveis sendo utilizados, assim, dando continuidade ao seu projeto sustentável a nível mundial.

Leia Mais
Marketing

AB InBev busca o mesmo reconhecimento de suas marcas

ABInBevbuscaomesmoreconhecimentodesuasmarcas-Creativosbr-Marketing-Creativos-BlogdoCrespo-ABInbev-Cerveja

Stella Artois, Budweiser, Corona, Miller. Essas são só algumas marcas que pertencem à gigante multinacional belga dona de mais de 200 marcas de cervejas. Com certeza todos os públicos de cerveja pelo mundo conhecem essas e outras grandes marcas, mas não se pode dizer o mesmo da companhia.

Isso porque os consumidores não reconhecem a AB InBev com o mesmo glamour quando se diz que trabalha numa Heineken ou numa Budweiser, por exemplo. Tal fato é confirmado por Tatiana Stadukhina, diretora de marketing que atua no norte da Europa e que, inclusive, reforça essa ideia ao mostrar que o desejo da empresa é que seu nome seja forte na percepção das pessoas como a própria Unilever ou P&G. “Atualmente nossas marcas têm mais significado para a vida dos consumidores, mas estamos discutindo sobre como tornar a AB InBev famosa”,  diz Tatiana.

Com projetos de sustentabilidade, a AB InBev quer que suas compras sejam de fontes renováveis com o intuito de reduzir 25% nas emissões de CO² até 2025. Além disso, a diretora de marketing reforça dizendo que a cultura da empresa é o fator principal para essa mudança de percepção de marca.

A partir do momento da contratação de jovens trainees para a área de Marketing, espera-se engajar com a cultura da empresa e consequentemente transmitir esses valores às marcas da companhia impactando de maneira positiva tanto o negócio quanto o mercado. Com isso, a ideia é passar esses valores de uma maneira mais enaltecida ao consumidor com marcas mais relevantes culturalmente falando.

Encontrar novos momentos culturais também é fundamental. Em 2017, a AB InBev implementou um novo modelo de negócios, chamado de CEF (Category Expansion Framework), em todos os mercados, com o objetivo de obter análises mais profundas sobre o crescimento. O quadro, que adotou da SABMiller após uma fusão entre as duas empresas em 2016, visa aumentar a categoria global de cerveja, identificando novas oportunidades e oportunidades de consumo.

Apesar dos últimos resultados da companhia nos últimos três anos terem sido o melhor, o principal desafio da AB Inbev tem sido o crescimento de vendas na categoria lager, que se encontra estagnado, tendo em vista as mudanças nos hábitos dos consumidores conforme adotam uma preferência por cervejas artesanais.

Leia Mais
Mídia

Novo game da Ubisoft é lançado com ação de branded content

all 3 games

Para o novo lançamento do jogo Far Cry5, desenvolvido pela empresa francesa Ubisoft, a produtora Massiv realizou uma ação de branded content contratando influenciadores reconhecidos no mundo do game.

Nesta ação, Rato Borrachudo, Gusang e Cherrygumms são os protagonistas que interpretam personagens do jogo em cenas autênticas do game e conhecidas por todos os fãs do jogo. O filme é mais uma das produções realizadas para a Ubisoft que possui um brand channel com mais de 1 milhão de inscritos no YouTube.

Luther Peczan, vice-presidente de brand da Wbedia e CEO de Massiv, afirma que “criar conteúdo com a qual o usuário se identifique é de extrema importância para engajá-lo, atualmente. E usamos os influenciadores justamente para criar essa ligação do público com o conteúdo”.

Vale ressaltar que o último game da franquia Far Cry foi lançado em novembro 2014.

Leia Mais
Publicidade

EVERYBODY LOVES THIS

tyler-james-williams-everydoby-loves-this-creativosbr-blogdocrespo-publicidade

Este ano, o McDonald’s trouxe diversas campanhas geniais, fazendo uso de uma linguagem totalmente despojada e atual, como “Que Tasty foi esse?”, com a cantora Jojo Todynho; e “Prepara a emoção”, filme da Copa com Neymar e Anitta. Logicamente que não seria diferente para divulgar seu novo incremento no cardápio, o queridíssimo refil grátis.

A marca, em parceria com a agência DM9DDB, embarcou na história de que “a repetição pode ser ainda melhor” e trouxe o personagem Chris, do ator Tyler James Williams, protagonista da série Todo Mundo Odeia o Chris, para divulgar a novidade #todomundoamarefil.

Tyler, em 2016, anunciou que bloquearia os fãs brasileiros que insistentemente deixavam comentários em suas publicações nas redes sociais com alguns dos bordões da série como: “Passa um dólar”, “Ela está tão na sua!”, “Suco de fruta”, “Grande homem” entre tantos outros.

A proposta foi justamente trazer o ator Tyler James Williams para, de maneira divertida, brincar com a perseguição dos fãs brasileiros e a repetição desenfreada de comentários para provocar os fanáticos por fast food.

Com a voz de Philippe Maia, narrador da série em sua versão brasileira, a brincadeira é proposta “Já que vocês adoram repetições. eu tenho uma novidade que vale a pena repetir: novo refil do McDonald’s!” e completa: “e quem sabe assim vocês me deixam em paz?”. A verdade é que após a repercussão desse comercial todos os fãs invadiram suas redes sociais com o comentário “refil maneiro”, e continuam não o deixando em paz.

#TodoMundoAmaRefil

Já que #TodoMundoAmaRefil, a galera não precisa mais ficar repetindo comentários pro Tyler James Williams 😂 Agora tem refil no McDonald’s! Venha descobrir essa novidade de novo e de novo. 😂❤ Consulte restaurantes participantes em: bit.ly/RefilNoMc

Posted by McDonald's on Tuesday, April 17, 2018

 

E você, o que achou da ideia do refil maneiro?

Leia Mais
Vai e vem

Adriano Alarcon é promovido a VP de Criação na DM9

Adriano-Alarcon-é-promovido-a-VP-de-Criação-na-DM9-Creativosbr-Vai-e-Vem-Blog-do-Crespo

Promovido a VP de Criação, Adriano Alarcon possui 20 anos de carreira e já trabalhou na AlmapBBDO, F/Nazca S&S e FCB. Com 36 Leões em Cannes na bagagem, Alarcon tem grande experiência com trabalhos offline.

O novo posicionamento da DM9 visa oferecer um serviço integrado com o digital, o que tem a ver com Alarcon. Afinal, metade dos Leões conquistados na carreira são de trabalhos desenvolvidos pro online.

Alarcon ressalta: “Minha experiência coincide com os objetivos da DM9 de fornecer um trabalho mais híbrido e integrado com o digital”. Paulo Coelho, copresidente, ressaltou Adriano Alarcon: “Seu trabalho tem sido muito representativo na DM9. Levando a qualidade do offline para o online, suas realizações melhoraram o padrão de nossas entregas”.

Adriano também já teve uma passagem pela própria DM9 onde se encontra atualmente há 2 anos desde a sua volta.

Leia Mais
Mídia

Fãs, integrações com marcas e transmissões ao vivo: o crescimento do Esports

CREATIVOSBR-MIDIA-ESPORTS

O esporte eletrônico é um segmento que está em ascensão nos últimos anos. Isso porque os homens da Geração Y eram o principal público dessa indústria que, atualmente, a cada três fãs de esporte eletrônico um é representado pelo sexo feminino.

O consumo de Esports não expandiu somente para o público feminino. Segundo Guy Constantini, vice-presidente de Marketing Global da Skydance Media, há diferentes perfis de telespectadores: “há pessoas que possuem tempo o suficiente para jogar por horas e mais horas, enquanto a outra audiência quer assistir aos jogos de mais alto nível serem disputados, mas não possuem tempo para se dedicar a várias horas de jogo”; o que foge do estereótipo que apenas jogadores viciados acompanham os campeonatos de jogos eletrônicos.

Craig Levine, diretor de estratégia da ESL, reforça que hoje em dia a interação com Esports não acontece somente em frente a uma tela. Hoje há campeonatos com público lotando arquibancadas. “Os eventos ao vivo são um grande sucesso de Esports. É uma maneira importante para as marcas se inserirem nesse meio”. Se você acha que publicidade à moda antiga expondo o logotipo de sua empresa vai funcionar, esqueça, porque nesse meio é preciso contribuir com essa comunidade. Há grandes marcas como Red Bull, Coca-Cola e Toyota que estão criando engajamento com esse público ao se inserirem nesse espaço por meio de um estilo de vida.

O COO da Hi-Rez, Todd Harris, disse que se tratando de Esports, a integração social e a comunicação andam em perfeita harmonia tendo em vista que este é um esporte digital para uma geração digital.  O Esports é uma indústria relativamente nova que possui grande potencial de crescimento para chegar ao mesmo patamar de ligas esportivas tradicionais, diz Jon Gosier, fundador da AudiGent. Uma plataforma de inteligência de audiência irá propor novas maneiras de monetizar essa informação.

Quando se começou a falar sobre Esports, as informações obtidas para fins comerciais não eram um tanto atrativas para as marcas. Apesar disso, as mesmas estavam interessadas em se envolver com aquilo que viam como diferente e cheio de novidades. Então chega a Twich.Tv, um site de streaming, investindo U$ 45 milhões, à medida que parceiros não tão conhecidos se inseriram no espaço. “Todo esse cenário dificultou para os clientes se dirigirem aos seus diretores de marketing dizendo que Esports venderá seus produtos sem nenhum dado para comprovar”, disse Kolodny.

A TBS exibiu 21 transmissões Esports desde o verão de 2017, que é mais do que a Disney XD (13) e a ESPN2 (cinco). ESPN e NFL Network também exibiram Esports. A TV também está transformando Esports e pro-gaming (liga profissional) em geral. À medida que os jogos profissionais continuam a crescer, o interesse é em televisar Esports entre as redes de transmissão e cabo para cada vez mais alimentar esse nicho de telespectadores que não para de crescer em níveis mundiais.

Leia Mais
Publicidade

Rio Pinheiros amanhece com emojis boiando

creativosbr – rio pinheiros aparece com emoji boiando – publicidade – blogdocrespo

O problema da poluição do rio Pinheiros não é de agora, e foi pensando nisso que Marcelo Reis, copresidente de uma agência de propaganda, junto a um grupo de publicitários, criou o movimento “#VoltaPinheiros” com indignação pelo descaso com o Rio.

Com o objetivo de gerar uma movimentação que leve a criar um projeto visando desenvolver um rio saudável para a capital paulista, foram colocados na manhã do dia 06 de março dois emojis de fezes infláveis boiando no rio na altura das pontes Octávio Frias de Oliveira, a famosa Ponte Estaiada, e Eusébio Matoso na Marginal Pinheiros.

Apesar dos infláveis terem chamado mais atenção, outras ações também foram realizadas, como uma faixa na ponte Cidade Jardim pedindo mais atenção do Governador Geraldo Alckimin. Foram enviadas almofadas no formato do emoji para cerca de cinquenta políticos paulistanos incluindo agentes da CPTM, SABESP além do próprio governador e prefeito da cidade, com a seguinte mensagem: “Esta almofada é um confortável presente para quem consegue dormir com o Rio Pinheiros desse jeito“.

 

Uma ação impactante que com certeza sacudiu os governantes e mexeu com os paulistanos. E você, o que achou?

Leia Mais
Mídia

Mars pretende consolidar globalmente 1.4 bilhão de dólares em mídia

mars-pretende-consolidar-globalmente-1.4bilhão-de-dólares-em-mídia-CreativosBr-Mídia-CreativosBr-Creativos-BlogdoCrespo-Mídia-Mars-Planejamento

A mundialmente conhecida fabricante de chocolate Mars está passando por um processo de reavaliação de planejamento e compra de mídia em escala global. Dona das marcas M&M, Snickers, Twix entre outras, a Mars tem atualmente 3 agências que administram os seus processos de mídia.

Com o objetivo de consolidar as tarefas de mídia em uma única entidade global, Andrew Clarke, Diretor de Marketing e Customer Officer da Mars, diz que “queremos garantir que nossas mensagens atravessem fronteiras chegando aos nossos consumidores; sendo mais rápidos, mais ousados e inovadores nesse cenário de mídia que se encontra em constantes mudanças.”

As 3 agências que desempenham o trabalho de administrar os processos de planejamento e compra de mídia são a MediaCom, Starcom e OMD. Mas Clarke deixa bem claro que para prestar serviços à Mars, é preciso ir além. Os concorrentes precisarão demonstrar uma estratégia de mídia integrada baseada em dados. “Os dados são de suma importância para a tomada de decisão, tanto no ganho de conhecimento quanto aos nossos objetivos de marketing e o investimento, por meio de insights”, complementa.

A corporação já sabia que teria que consolidar todas suas tarefas globais de compra e planejamento de mídia com uma única agência tendo em vista que em 2014, além das 3 agências as quais dividia as atribuições locais de compra, ainda empregavam mais 8 agências. Nota-se que a Mars vem se dedicando a essa tarefa diminuindo seu quadro de entidades e prestadoras de serviço de mídia

Em 2014, a Mars gastou US$ 1,7 bilhão em mídia global. Só nos EUA, foram investidos US$ 745 milhões em mídia nos EUA em 2016 e US$ 515 milhões no primeiro semestre de 2017, de acordo com um relatório da Kantar Media. A previsão para 2019 é de que a empresa aterre um único parceiro de mídia para desembolsar um valor de mídia maior para o planejamento e compra de mídia enquanto aproveita dados, tecnologia e análise para oferecer estratégias e ações impactantes.

Leia Mais
1 2 3 6
Página 1de 6