close

cases

Marketing

Live marketing: um mundo de experiências

O live marketing é a estratégia responsável por criar experiência entre marca e consumidor tornando esta relação mais próxima.

O que é live marketing?

Muito utilizado pelas marcas para construir e estabelecer vínculos mais fortes com seu público, o live marketing, marketing ao vivo ou marketing de experiência, é o ato de gerar interação entre o consumidor e a marca de maneira direta possibilitando um diálogo entre as partes. O live marketing busca despertar as sensações e emoções do público-alvo de uma ação, a fim de aumentar a sua percepção de valor sobre a marca, portanto é necessário pensar em todo o processo de experiência do público na construção dessa estratégia. Nomes como Heineken e Coca-Cola se destacam por criarem ativações que impactam positivamente o consumidor e que, com certeza, ficam gravadas na memória. Veja abaixo como essas duas marcas usaram o marketing de experiência.

Heineken – Rock in Rio
Coca-Cola ação supermercado

Por que usar o live marketing?

Quando uma experiência é pensada em sua totalidade para proporcionar um momento diferenciado para o público, são vários os benefícios convertidos para a marca: 

  • alto nível de repercussão: aliado ao digital uma ativação pode alcançar um público maior e não só aquele que está presente no momento da ação;
  • cria conexão com o público: proporcionar um momento especial na vida do consumidor desenvolve um vínculo afetivo entre ambas as partes;
  • gera confiança: como toda a experiência ocorre em tempo real o público tem a certeza de que está participando de algo verdadeiro e que de fato representa a empresa;
  • espaço para a criatividade: é possível desenvolver estratégias altamente criativas que representam a identidade da empresa e podem se tornar inesquecíveis se pensadas nos mínimos detalhes para refletir a essência da marca;
  • conversão em vendas: a efetivação da venda é uma consequência gerada por uma experiência muito bem feita.

As ações de marketing de experiência podem ser aplicadas em diversas atividades, como eventos, congressos, ações de merchandising, ativações de marca entre outros.

O live marketing, se bem planejado, agrega valor à marca e seus produtos e gera mais engajamento por parte do público.

Leia Mais
Eventos

Chega ao fim, mais uma edição do Fecap Cases

Na noite da última Sexta-Feira, dia 23 chegou ao fim, mais uma edição do Fecap Cases.

Erick Krominski, apresentador do CQC e criador do blog Muito Interessante fechou o evento palestrando para centenas de pessoas que lotaram o Teatro Fecap.

O Blog do Crespo, patrocinador oficial do Fecap Cases 2015, agradece a oportunidade de participar bem de pertinho do evento.

A organização que ficou por conta dos alunos do 6. semestre dos cursos de Relações Públicas e Publicidade e Propaganda, que, coordenados pela Prof. Tânia, deram um show de comprometimento e dedicação.

O Blog do Crespo ficou bastante satisfeito com o patrocínio oferecido à organização do evento.

Parabéns a todos!

#vamoquevamo

Leia Mais
Eventos

FECAP CASES traz grandes nomes do mercado de comunicação

A Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP) vai realizar, entre os dias 19 a 23 de outubro, o “FECAP Cases: Inova ou te devora”, uma semana de palestras sobre as empresas que usaram entretenimento como forma de inovação
.

Todas as seções serão realizadas no teatro do centro universitário das 19 às 22h e terão a presença de renomados profissionais de comunicação para apresentar cases e discutir as ações de suas marcas.

O objetivo deste ano é mostrar que cada vez mais as empresas devem estar atualizadas e inovando, caso contrário, serão “devoradas” pelo mercado.

Para falar sobre o assunto, FECAP CASES 2015 contará com nomes de peso, entre eles, Marcel Bely, que fez mudanças significativas na comunicação digital da prefeitura de Curitiba, Henrique Mattos, diretor de criação da Agência Publicis, umas das 10 maiores agências de publicidade do mundo, Andrea Rubim, coordenadora de mídia e conteúdo da HEINEKEN Brasil, e o repórter Erick Krominski do CQC, que contará sobre sua experiência como comunicador de um programa inovador que quebrou paradigmas da comunicação em uma época em que os noticiários são mais voltados para imparcialidade.

As palestras são gratuitas e abertas ao público.

Para participar, basta realizar a inscrição no site: www.fecap.br/fecapcases/
SERVIÇO FECAP Cases: Inova ou te devora
Local: Teatro FECAP (Avenida da Liberdade, 532 – Liberdade – São Paulo/SP)

Datas: de 19 a 23 de outubro

Horários: das 19h às 22h40

Inscrições: www.fecap.br/fecapcases/

 

Agenda

 

19/10 – Segunda Feira

19h – Andrea Rubim – Coordenadora de mídia e conteúdo da HEINEKEN Brasil

21h – Henrique Mattos – Diretor de Criação da Publicis Brasil

 

20/10 – Terça Feira

19h – Marcel Bely

21h – Erickson Monteiro – Fundador do Plugcitários

 

21/10 Quarta Feira

19h – Gabriel Patini – Diretor de Marketing da LandRover

21h – Guilherme Coe – Gerente de Marketing Digital do McDonald’s

22h – Gabriel Simas

 

22/10 Quinta Feira

19h – Pedro Hefs – Diretor de Arte da F/Nazca

21h – Armando Saullo – Radialista, redator e produtor da 89FM.

 

23/10 Sexta Feira

19h – Igor Reis – Marketing, Live Events & Themed Entertainment da Warner Bros

21h – Erick Krominski (Muito Interessante/CQC).

Leia Mais
Eventos

13. Semana de Publicidade da PUC- SP – Resumo do primeiro dia – 10set

Resumo do primeiro dia de palestras – 10/setembro

Palestra de YOUSSEF MOURAD – Sócio Presidente da Digital Pages

Youssef iniciou sua palestra explicando o contexto do surgimento da internet no mundo e também no Brasil e concluiu que, nos dias de hoje, as revoluções são mais acessíveis que no início.  Segundo o palestrante, não é mais necessário ser um pesquisador para ser alguém importante. Citou a invenção da TV e do telefone. Qualquer pessoa tem hoje esse poder.

Na visão de Youssef, um exemplo de "grande sacada' foi o Youtube, onde a própria internet se encarregou de "viralizá-lo". E melhor, por conseguir ainda, em cima disso, um bom resultado financeiro. Falou sobre como os meios impressos vem perdendo com o passar dos anos, espaço para os tablets. É como se faltasse forma, conteúdo e um modelo de negócios – "Tripé", segundo Youssef.

O palestrante chamou a atenção para a distribuição do conteúdo na mídia e provocou os palestrantes: "O que mudou?"

Os veículos passaram a entender que os leitores enxergam os tablets como uma plataforma de distribuição, que podem atingir o leitor de diversas maneiras. E, apesar da instantaneidade e da capacidade de se gerar ótimas oportunidades, o giro de conteúdo cansa o consumidor.

Atualmente, o conteúdo não consegue mais distrair o leitor por muito tempo. As buscas possíveis pela internet levam o leitor direto ao ponto da notícia, assim também como os resumos.

Youssef explicou que a Digital Pages atua na viabilização de conteúdo para jornais que desejam passar seus conteúdos para os tablets, como Folha de S. Paulo, Estadão e Propmark.

Informou que o conteúdo dos dias atuais não pode mais ser unilateral e sim interativo, como uma via de mão dupla.

Já no final da palestra, Youssef deixou um recado aos presentes: "Tem muita oportunidade na mesa. É um momento muito legal, como eu disse para vocês. Antigamente era mais difícil fazer a diferença. Hoje os números são incríveis. Tudo o que é digital cresce. Tudo pode ficar grande rápido. Vocês tem a faca e o queijo na mão para fazer muita diferença nas empresas que vocês vão trabalhar, nas empresas que vocês vão criar". 

 

Palestra de JOÃO DABBUR e CAMILA RODRIGUES – Gerentes de mídia do JWT

Antes de apresentarem os cases criados pela JWT, compararam como funcionam os insights das campanhas "antigamente" e também nos tempos atuais.

Antigamente, os inputs da campanha eram insights e direcionavam o conteúdo como se fosse um guardião de "quem é o target".

Hoje, os inputs são mapeamentos táticos de mídia.

Exemplo disso é o case da Coca-Cola Brasil, na Copa do Mundo de 2010. A JWT estava concorrendo com outras campanhas de outras agências para ser a criadora da campanha da marca naquela oportunidade, a Copa do Mundo de 2010. E, apesar do grande número de filmes, não foi possível juntar para que juntos fizessem sentido aos olhos dos telespectadores, dentro de uma proposta da Coca-Cola Brasil.

Como o público era formado por adolescentes e a JWT procurou dar relevância a esse público.

Como conseguiram isso? Através da trilha da campanha, que no período de Copa, se tornou praticamente a música tema do evento. Virou a sensação naquele momento.

Além deste, os mídias da JWT apresentaram também o case da Ford (Ford Connect), onde através de uma promoção do Facebook, foi possível identificar diferentes perfis de consumidores, que se encaixavam nos ideais da empresa.

Um case da Listerine Essencial também foi levado aos estudantes presentes à palestra. A proposta era que, através de um sorriso bonito, os consumidores poderiam "abrir' novas portas em suas vidas. Através de uma mídia focada em jovens da classe C, com apoio de banners em diversos sites, levavam aos internautas, dicas culturais, de educação, etc.

Para finalizar as atividades da noite, citaram o case da Gomes Costa, também cliente da agência, em que para se divulgar um novo produto, distribuiram aquários "acoplados" com vending machines por diversos ambientes como: academias, laborátorios e lanchonetes onde as pessoas acabam procurando se alimentar de forma mais saudável.

 

E desta forma, teve fim a primeira noite de palestras da 13. Semana de Publicidade da PUC-SP.

Em breve, tudo o que rolou no segundo dia de apresentações.

#semanapp

#agenciapuc  

Leia Mais
Publicidade

Cases e portfólios: o que mais valoriza na apresentação de uma agência

Na Revista Marketing, do mês de Junho, saiu uma matéria bastante interessante sobre as expectativas dos anunciantes em relação aos serviços prestados pelas agências de publicidade e de marketing, de forma geral.

A matéria, assinada pela jornalista Anna Gabriela Araujo mostra que, em tempos de crise, a relação cliente x agência torna-se fundamental para a “preservação do casamento”.

Tal assunto já foi debatido por este blog, semanas atrás.

A matéria é bem extensa e procurei trazer para este blog, apenas alguns dos muitos dados importantes que traz a reportagem, vejam:

Na pergunta O QUE O ANUNCIANTE MAIS VALORIZA NA APRESENTAÇÃO DE CREDENCIAIS DE UMA AGÊNCIA?

54,9% Cases / Portfólio de clientes

22,9 % Entendimento do negócio e do target

22,3% Inovação e Credibilidade

20 % Equipe e profissionalismo

14,9% Apresentação trabalhada

10,9% Mostrar resultados

6,6% Tamanho / Estrutura

5,7% Estratégia / Pesquisa

2,9% Mídia / Comunicação Integrada

2,3 % Preço / Oferta

Analisando os números acima, tenho uma boa e má impressão.

Fico feliz quando vejo que o preço não é mais (pelo menos é o que mostra a pesquisa) o grande diferencial de mercado. Isso é bom, haja vista, um número absurdo de agências jogando seus honorários lá pra baixo e trabalhando quase de graça.

Porém, fico um pouco triste, ao ver que matérias como: estratégia, pesquisa e mídia não são de grande interesse para os anunciantes. Eles preferem ver trabalhos realizados para outros clientes, que na maioria das vezes, têm problemas e objetivos diferentes da empresa dele.

Amigos de profissão: qual a opinião de vocês, dos números acima apresentados?

Leia Mais
Mídia

Grupo de Mídia de São Paulo promove curso sobre mercado online

Grupo de Mídia de São Paulo prepara o curso “Mídia e Marketing Digital – Tendências Planejamento Avançado e Cases”, que será realizado entre os dias 1 e 8 de junho, em São Paulo.

Ele contará com a participação de publicitários como Leandro Fujita e Túlio Paiva (Giovanni+DraftFCB), Igor Puga (ID TBWA), Luciano Vaz (Fischer Amércia) e Antonio Bicarato (Taterka), entre outros.

O curso demonstrará qual o impacto do celular na mídia, como planejar uma campanha online e apresentará cases de clientes. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (11) 3846-1203/3842-5219.

A informação é do site Meio e Mensagem.

Já fiz o curso e digo que vale a pena.

Leia Mais