close

conar

Publicidade

Provocações como estratégia publicitária

A propaganda comparativa vez ou outra movimenta o cenário das grandes marcas com sutis provocações com a concorrência. coque iphone 6 Entre os casos globais mais “famosos” temos as rivalidades Coca-Cola x Pepsi, e também Mc Donalds x Burguer King. soldes coque iphone Apesar da publicidade comparativa ser permitida na legislação brasileira (Art. 32 do CONAR), não é tão comum essa prática quanto na cultura norte americana. acheter coque iphone en ligne Contudo, a necessidade do discurso publicitário pressupõe comparações: diretas ou indiretas, sobre concorrentes ou mesmo apenas sobre comportamentos e anseios de consumidores. coque iphone 8 Para Juliana Albuquerque, gerente Jurídica do Conar, o que prevalece é a informação. O conteúdo do anúncio precisa esclarecer o consumidor. Já que tocamos no assunto, a Nextel lançou no último final de semana um VT provocando praticamente toda a concorrência. coque iphone en ligne Inclusive protagonizado por João Cortês, ator que ficou conhecido atuando em campanhas da Vivo. Confira: E se você é adepto ao tom provocativo, veja abaixo a brilhante sacada da Forbes, só que neste caso a provocação não é para a concorrência e sim para uma sociedade inteira. Veja o “início” desta ação de posicionamento contra a corrupção e de valorização ao empresário sério; a Forbes criou em conjunto com a Ogilvy e a empresa de tecnologia Nexo. coque iphone O projeto, apesar de ainda estar em andamento, foi baseado em inteligência artificial e machine learning. O intuito é que a imprensa posso entrevistá-lo até o fim deste mês e que a publicação chegue às bancas a partir de 16 de abril. coque iphone As opiniões quanto a publicidade comparativa são inúmeras e controversas. Há quem enxergue como antiética, agressiva e desnecessária, mas também há quem veja com bons olhos o “burburinho” que pode gerar e pensa nesse tipo de abordagem como criativas e oportunas.

Leia Mais
Mídia

Campanha sobre imposto na venda de cigarros vai parar no CONAR

Foi aberto no CONAR (Conselho Nacional de Auto Regulamentação Publicitária), processo que visa julgar a campanha "Imposto Cresce, Crime Agradece", do Fórum Nacional contra a Pirataria e Ilegalidade.

A decisão foi tomada pelo CONAR após o recebimento de 7 denúncias de consumidores.

Os filmes da campanha que veiculam inclusive em TV Aberta, trazem artistas renomados do cenário nacional como Jackson Antunes e Caco Ciocler.

A mensagem é de que o aumento de imposto na venda de cigarros favorece o crime.

A FNCP, mencionada acima, afirma que os comerciais não fazem nenhum tipo de apologia ao crime. 

Até que o CONAR julgue a questão, os filmes seguem veiculando normalmente na mídia.

No Youtube, os vídeos da campanha somam mais de 1 milhão de visualizações. 

Abaixo, veja um desses criativos:

 

Leia Mais
Entretenimento

“Publicidade em Blogs”, por Blog do Crespo

Pessoal, muita gente nos pergunta sobre publicidade em blogs, uma vez que, meses atrás, nos posicionamos de maneira contundente sobre o assunto. Desta forma, mais uma vez informamos:

O Blog do Crespo não é, de maneira alguma, contra a publicidade em blogs pessoais. Porém, o Blog do Crespo entende que alguns formatos publicitários existentes e que "se misturam" ao editorial acabam por trazer a dúvida ao leitor quanto à credibilidade da informação.

Quando o anúncio está posicionado fora do conteúdo do blog, apenas ali exposto, no seu canto, e aproveitando a a audiência daquele blog para divulgar sua marca, não tem problema algum.

Resumindo para não deixar meias palavras: o Blog do Crespo é sim contra publieditoriais ou posts patrocinados, por entender que isso interfere na credibilidade do conteúdo. Quanto aos demais formatos, que apenas "surfam" a audiência do site, estando posicionado como anúncio e sem interferência no seu conteúdo editorial, o Blog do Crespo não vê problemas.

O Blog do Crespo quer que seus leitores sempre acreditem em tudo que ali é postado, como pensamento dos integrantes de sua equipe. Elogiamos e criticamos empresas sem intenção outra qualquer, que não seja, passar a opinião expressa do Blog do Crespo aos seus leitores.

Obrigado!

Leia Mais
Publicidade

Conar libera anúncio que desagradou vegetarianos

Eu e o Conar temos um problema: não concordamos em quase nada!

Raramente eu concordo com uma decisão do órgão que tem como missão, fiscalizar  tudo aquilo que é veiculado na mídia.

Porém, desta vez, tenho a dizer que concordei com a decisão dada pela entidade para o caso do filme da Antarctica SubZero.

Ué, uma vez ou outra, podemos concordar, não?

Não sei se você chegou a ver o filme, mas o Conar recebeu denúncias de pessoas que se sentiram "debochadas e desrespeitadas" com a peça veiculada pela marca.

No filme é mostrado um desmotivado "churrasco vegariano" (com carne de soja) acompanhado de cerveja "comum".

Será que as minhas aspas na expressão churrasco vegetariano, na linha acima, também pode ser encarado como desrespeitoso?

O Ibope julgou como uma peça normal, com muito bom humor. A denúncia foi arquivada.

Ao contrário de inúmeros outros consumidores, que estão criticando a Ambev através dos comentários do Youtube, onde o vídeo está hospedado.

Veja o filme e dê sua opinião:

Leia Mais
1 2 3
Page 1 of 3