close

digital

Digital

Dia das Mães poderá ter crescimento de 16% em compras online

CREATIVOS BR – DIGITAL – ECOMMERCE – DIA-DAS-MÃES

A expectativa de crescimento em vendas online, publicada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOmm), chega a R$ 3,3 bilhões para o Dia das Mães. Essa movimentação esperada supera em 16% o faturamento do ano passado (2018). Vale ressaltar que o estudo considera as vendas realizadas entre 15 de abril e 11 de maio. Este estudo prevê um ticket médio de R$ 345,00 e um volume de 9,81 milhões de pedidos realizados pela internet.
A Associação acredita que esse aumento será proveniente ao reaquecimento da economia atrelada e queda no câmbio e a retomada da confiança do consumidor. Para Maurício Salvador, presidente da ABComm, o Dia das Mães seguirá a tendência das outras datas sazonais que vêm demonstrando crescimento. Para ele se trata de uma data tradicional e relevante, onde as lojas se preparam e fornecem melhores condições de compras para os consumidores.

O estudo indica tendência de setores com maior probabilidade de abocanhar uma fatia do bolo maior, aumentando seu faturamento. As categorias preferidas pelos “compradores online” são as de moda, cosméticos, eletrodomésticos, além de artigos de casa e decoração.

Não é novidade que datas como essa trazem muita movimentação na economia, por outro lado, o crescimento constante (e alto) do digital revela grandes mudanças no comportamento do consumidor. Importante pensar qual o seu (o nosso) papel nesses números, você como consumidor está dentro dessa previsão? Você como empresa/agência tem se movimentado para pegar uma fatia desse bolo?

Leia Mais
Digital

8 dicas para procurar emprego no LinkedIn

creativosbr-8 dicas para procurar emprego no linkedin-digital

Você usa o LinkedIn? Seja para networking, procurar emprego ou fazer negócios, a mídia social profissional tem muitas qualidades.

Confira algumas dicas para usar bem essa mídia para procurar emprego!

1) Obter uma indicação de alguém que você conhece que trabalha na empresa onde você está aplicando.

2) Preencha todas as partes da seção “Interesses da carreira” do seu perfil para que os recrutadores saibam que você está procurando.

3) Ao entrar diretamente em contato com um possível empregador, escreva uma mensagem sucinta e personalizada – não apenas copie sua carta de apresentação.

4) Se você não consegue encontrar uma conexão mútua com seu empregador em potencial, estenda a mão para eles através de um grupo comum.

5) Ativar alertas de emprego para ser notificado sobre novas posições assim que forem postadas. Lembre-se: camarão que dorme a onda leva!

6) Siga as páginas de empresas específicas que lhe interessam para ser o primeiro a ver anúncios de contratação.

7) Enfatize suas habilidades em vez de seus cargos (89% dos profissionais acham que as habilidades são ainda mais importantes do que os cargos – Business Insider).

8) Gostar, comentar e compartilhar itens no seu feed do LinkedIn. Não apenas procurar emprego, mas mostrar que está ativo no LinkedIn e que compartilha conteúdo.

Muito mais que um currículo online ambulante, o LinkedIn é uma rede de conexões profissionais. Então, permita-se fazer mais networking, trocar experiências e gerar conteúdo de valor para sua área.

Gostou? Conta aqui a sua experiência com o LinkedIn!

Leia Mais
Digital

Outdoor em aeroporto vira boleto gigante para arrecadar doações

CÓDIGO-DA-AUTOESTIMA-DIGITAL-CREATIVOSBR

Tinha tudo para ser só mais um outdoor, como qualquer outro, mas este é diferente. Em ação criada pela F/Nazca Saatchi & Saatchi para a Fundação Laço Rosa, outdoors foram usados como códigos de barras gigantes: um outdoor no aeroporto de Curitiba e outro no aeroporto de Ribeirão Preto.

 

Ao se aproximar, é possível notar que não é um código de barras qualquer. As barras são formadas pelo nome de mulheres que estão em tratamento e na fila para receber doações. Os boletos gerados são reconhecidos por qualquer instituição bancária, e arrecadarão doações em prol da luta contra o câncer de mama.

 

Para quem vê o outdoor pessoalmente pode mirar o celular e fazer doação na mesma hora, contribuindo para que essas mulheres que estão em tratamento possam receber perucas, artigo importante para autoestima delas nesse momento. Os painéis serão atualizados trocando o código do boleto dando a sensação que as contribuições fizeram a fila andar.

 

A ação, intitulada de #CÓDIGODAAUTOESTIMA, também arrecadará doações pelo site www.fundacaolacorosa.com/doe.

Confira o vídeo:

Leia Mais
Digital

3 anunciantes do Super Bowl se destacam no digital

Anunciantes-do-Super-Bowl-que-se-destacam-no-digital-Creativosbr-Digital-SuperBowl-Pepsi-Verizon-Budlight-Patriots-blogdocrespo

Os Patriots podem ter saído com outra vitória no Super Bowl, mas para os profissionais de marketing, a verdadeira competição estava focada no desempenho das marcas do Super Bowl em todo o cenário digital.

Com base nos primeiros  dados divulgados por canais de mídia social e plataformas de análise, o maior burburinho on-line foi gerado pela Verizon com seu anúncio “The Team That Wouldn’t Be Here “. O anúncio da Verizon ficou no topo da lista dos anúncios mais populares do Super Bowl no YouTube e na iSpot.tv. A Verizon também exibiu a maioria das visualizações de vídeo em um único tweet, segundo o Twitter.

A Pepsi ganhou mais representatividade no Instagram do que outros anunciantes do Super Bowl, de acordo com a InfluencerDB, plataforma de análise de campanha de influenciadores. A empresa aproveitou não apenas uma, mas três estrelas para o comercial do Super Bowl da marca. Cardi B, Steve Carell e Lil Jon se uniram para promover a Pepsi. O alcance da mídia tradicional dessas celebridades é diretamente refletido em engajamento nas mídias sociais.

Outro comercial que se destacou foi o anúncio da Bud Light que, de acordo com o relatório da 4C, teve 90% de sentimento positivo. A Bud Light foi a marca do Super Bowl mais mencionada globalmente no Twittter, segundo a Salesforce.

O Super Bowl é sempre uma grande chance para as marcas aparecerem de forma criativa e baterem recordes de alcance. Agora é esperar o próximo ansiosamente para apreciar a criatividade das marcas e, em segundo plano, descobrir o time vencedor.

Leia Mais
Digital

Pesquisa aponta que homens e mulheres valorizam avaliações de forma diferente

Pesquisa-aponta-que-homens-e-mulheres-valorizam-avaliacoes-de-forma-diferente-Creativosbr-Digital-Creativos-Brightlocal-BlogdoCrespo-Avaliação-comportamento

Você, consumidor, costuma avaliar os estabelecimentos que visita, o produto que compra ou o serviço que contrata nas redes sociais? E você que possui um negócio se preocupa em estimular que seus clientes o avaliem pelas redes sociais? Saiba que uma nova pesquisa aponta que as marcas podem se destacar perante aos seus concorrentes por meio das avaliações dos seus clientes.

A BrightLocal lançou uma pesquisa sobre como os consumidores usufruem das avaliações on-line levando em consideração as diferenças na idade e sexo. Este estudo levou em consideração uma amostra de 1000 consumidores dos EUA.

Seguem os principais insights da pesquisa:

  • 86% dos consumidores leem avaliações de empresas locais (incluindo 95% das pessoas entre 18 e 34 anos)
  • Os consumidores leem uma média de 10 avaliações on-line antes de se sentirem capazes de confiar em uma empresa local
  • 40% dos consumidores levam em consideração somente as revisões escritas nas últimas 2 semanas – em comparação com 18% no ano passado
  • 57% dos consumidores só usarão um negócio se tiver 4 ou mais estrelas
  • 80% dos jovens entre os 18 e os 34 anos têm escrito comentários on-line – em comparação com apenas 41% dos consumidores com mais de 55 anos
  • 91% das pessoas de 18 a 34 anos confiam tanto em avaliações on-line quanto em recomendações pessoais
  • 89% dos consumidores leem as respostas das empresas aos comentários
  • 37% dos homens disseram que sempre liam avaliações on-line
  • 37% dos homens sempre leem as respostas das empresas às avaliações
  • 44% das mulheres nunca foram convidadas a deixar uma revisão on-line para um negócio
  • 63 por cento das mulheres acreditam que as críticas negativas exigem respostas, mas mais homens acham que as respostas às críticas positivas são importantes

Uma das conclusões dessa pesquisa é que se o público da sua empresa local é predominante formado por homens, saiba que eles não apenas valorizam as avaliações em si, mas também suas respostas. Agora se a maioria do seu público pertence ao sexo feminino, é fundamental que sua estratégia envolva a solicitação de mais avaliações, seja por email, um sinal no ponto de venda ou pessoalmente após a experiência do cliente devido a oportunidade para as empresas superarem seus concorrentes gerando opiniões de suas clientes.

Na era digital onde todos podem ser um formador de opinião, conclui-se que além das avaliações para impulsionar um feedback positivo para quem está pesquisando por um determinado produto ou serviço, também é de extrema importância o retorno que os consumidores recebem das empresas após avaliarem um negócio.

Mais detalhes da pesquisa no link: https://www.brightlocal.com/learn/local-consumer-review-survey/#local-business-review-habits

Leia Mais
Conteúdo

FIRE Festival: confira o que rolou no maior evento do mercado digital

BLOG_15-razoes-670×419

O maior evento do mercado digital aconteceu nesta última semana, dos dias 27 a 29 de setembro, em Belo Horizonte. Promovido pelo Hotmart, o FIRE Festival reuniu inovação, entretenimento e empreendedorismo de forma única.

Entre as inúmeras possibilidades, o evento apresentou diversos cases de sucesso na área, em um ambiente totalmente propício para desenvolver ideias e networking. As palestras aconteceram em dois palcos simultâneos. Os temas de cada um dos palcos foram os mais diversos possíveis, com foco em assuntos mais técnicos no Palco Park e os demais no Palco Palace.

As temáticas abordadas foram divididas nos seguintes segmentos:

Produtores Digitais e Influenciadores

Técnicas e estratégias já comprovadas pelos maiores nomes do mercado. Tráfego, SEO, Branding.

Comunicadores

Marcas de primeira grandeza e com cases de sucesso atuais em branding, marketing e relações públicas. As principais tendências em comunicação do mundo.

Artistas e Desenvolvedores

Conteúdo técnico, voltado para que o talento não só se transforme em um negócio lucrativo, mas para que ele encontre outras aplicações para o que mais sabe e ama fazer.

Empresários e Startups

Principais players de um mercado em amplo crescimento. Ambiente ideal para que ideias ou proposta encontre o parceiro, investidor e timing certos.

Entre as palestras que mais me chamaram atenção, uma delas foi a do Mairo Vergara. Palestrando pela primeira vez em um evento em toda sua vida, Mairo Vergara, primeiro produtor a se tornar Black Sun, veio animado para compartilhar as 3 estratégias que ele usou para se tornar Top 1 da Hotmart. Quer saber quais são? Confira:

Seu produto é a base de todo seu negócio. Por isso, ele tem que estar no topo do seu mercado. Escolha e domine uma única estratégia de marketing. Assim, você consegue melhorar cada vez mais suas ações de divulgação.

Crie conteúdo gratuito para gerar valor para sua audiência e reforçar sua marca. É isso que fará com que você consiga vender depois para o público que consome seu material.

DICA BÔNUS: entenda qual é o verdadeiro motivo do que você está fazendo. É esse motivo que fará com que você aguente todos seus problemas como empreendedor.

Dica do Mairo Vergara: quando você gera mais valor do que qualquer outro produtor de seu mercado, a única opção de seu cliente é comprar seu produto.

Pausa para foto no evento devidamente vestida de CreativosBR
Pausa para foto no evento devidamente vestida de CreativosBR

Outro momento bastante interessante foi o bate-papo no Painel Profissão Internet. Os participantes Danilo Basso, Felipe Titto, Pathy dos Reis e Karina Milanesi debateram sobre como as marcas, os especialistas e os influenciadores digitais estão redefinindo o mercado digital e as principais estratégias de marketing. Eles traçaram um paralelo entre a queda da audiência das mídias tradicionais e a ascensão da visibilidade dos influenciadores digitais. Por isso, reforçaram a importância das marcas investirem em ações de marketing com personalidades que reforcem os seus valores e propósitos.

O músico Kiko Loureiro também participou do FIRE Festival. Ele, que também é especialista em marketing musical e gestão de carreiras, contou a sua história com a música e como ele está usando o music business para mudar a vida de pessoas em todo mundo. Para ele, a conexão de ensinar é totalmente diferente da conexão da música e da banda. Por isso, ele levou um tempo até entender o que seus alunos verdadeiramente precisavam. “O que o músico precisa não é de uma nova escala, é de elevar a sua carreira, poder viver da música e não desistir do sonho de tocar.” Por meio de uma pesquisa, Kiko percebeu que estava equivocado ao pensar que o objetivo dos músicos interessados em music business era alcançar a fama. Ele compreendeu que o que os seus alunos realmente querem é conseguir viver de música e serem reconhecidos em seu meio familiar.

Um dos pontos altos do Festival foi a palestra da Nathalia Arcuri, fundadora do Me Poupe!. Ela compartilhou um pouco da sua trajetória falando sobre como economizar dinheiro desde criança refletiu em sua vida. Além disso, ela reforçou que identificar a origem dos problemas ajuda a resolvê-los mais facilmente. Outra dica valiosa é que, muitas vezes, precisamos bater o pé e seguir em frente, já que a maioria das pessoas não conhece nosso negócio como a gente.

Dica da Nathalia Arcuri: ofereça um serviço de excelência e você terá mais do que clientes, mas embaixadores do seu produto.

Acredito que o momento mais esperado foi a palestra da cantora e empresária Anitta. Além de contar como foi o começo da sua história na música, ela compartilhou seus maiores erros, acertos e aprendizados enquanto líder de uma equipe de sucesso. Uma das dicas mais poderosas sobre gestão de pessoas é que o líder deve sempre se colocar no lugar da sua equipe e, principalmente, convencê-la de que suas ideias são boas para que eles façam com o coração. “Para me comunicar com as pessoas que trabalham comigo, eu faço um exercício de lembrar como é a visão do colaborador.” Anitta também contou sobre as estratégias para se lançar no mercado exterior. Para ela, o segredo foi entender que, mesmo já sendo um sucesso no Brasil, era preciso começar em passos pequenos lá fora. “Quando você começa em outro mercado, é preciso entender que tudo começa do zero de novo. Você não pode chegar em outro país, outra cultura, com os mesmo pensamentos e estratégias do mercado que já conquistou.” Anitta ainda falou sobre como lida com o desafio de tentar coisas novas. Para a cantora, é importante arriscar sem se colocar em risco. “Eu gosto de tentar coisas novas, mas sabendo que eu consigo alcançar o que está perto da minha mão.”

Foram dias intensos de muito conhecimento e imersão no digital. A proximidade com diversos nomes influentes e com as maiores marcas que detêm grande poder na atualidade, sem dúvidas foi bastante esclarecedora. São eventos como esse que ajudam a esclarecer ideias, colocá-las em prática para ver novas possibilidades para pensar além do óbvio.

Leia Mais
Digital

Por que o IGTV não deu certo?

creativosbr-igtv-instagram-digital

Você sabe o porquê do IGTV ainda não ter dado certo?  O Instagram fez essa investida para concorrer com o YouTube, só que de uma maneira mais diferenciada: o formato vertical, estilo Stories para vídeos longos. Ele foi lançado há 3 meses, mas ainda não teve o seu acesso viralizado. O CEO Kevin Systrom tentou explicar o motivo.

Os problemas se resumem: o formato vertical não engajou os usuários por ser pouco usado para conteúdo longo; o Instagram não teve o trabalho em ensinar os maiores influenciadores a utilizarem e gerarem esse tipo de vídeo; e, o local onde o ícone do IGTV, ele pode ser facilmente ignorado na interface.

Em entrevista ao TechCrunch, o CEO do Instagram diz: “este é um novo formato. É diferente. Temos que esperar que as pessoas o adotem e isso leva tempo”. Systrom compara o IGTV a uma nova startup: “é como o Instagram era nos primeiros dias”.

“É bastante difícil simplesmente pegar vídeos que já existem e simplesmente repostá-los. Isso não é verdade no feed. Isso basicamente força todos a criarem conteúdo exclusivo para a plataforma”, diz Systrom. O maior problema para os criadores é que, rendendo poucas visualizações, não há muito incentivo para criar conteúdo no IGTV. Além disso, o Instagram não ensinou os canais a criar conteúdo longo na vertical. É fácil entreter seguidores durante Stories de quinze segundos; e como prender a atenção em dez minutos, com a variedade de conteúdo que pode ser consumido em menos tempo? Ainda tem mais: é muito fácil ignorar a presença do IGTV. O ícone laranja na interface pode ser muito bem ignorado na barra superior. Aparece uma barra de notificação quando há um vídeo de contas que você segue, mas só.

“O IGTV parece muito aleatório, com virais inúteis e vídeos mal cortados para caberem na vertical aparecendo na seção Popular, ao lado de alguns criadores que tentam produzir talk shows e tutoriais de culinária feitos para o IGTV”, escreve o TechCrunch.

Ainda é cedo para fadá-lo ao fracasso, mas é certo que a expectativa de bater de frente com o YouTube não aconteceu. Resta saber se isso irá realmente acontecer um dia e como o IGTV vai se comportar daqui pra frente.

Leia Mais
Vai e vem

Paulo Centenaro é o novo diretor executivo da ABRADI

PAULO-CENTENARO-ABRADI-VAI-EVEM-CREATIVOSBR

Com a responsabilidade de aumentar a representatividade no país, unificar as 14 regionais e posicionar a instituição como transformadora digital, agora a ABRADI conta com a direção executiva de Paulo Centenaro.

“A nacionalização da instituição visa, principalmente, criar um back-office estruturado com uma equipe própria administrativa-financeira potencializada por contratos de empresas de contabilidade e de advocacia”, disse Marcelo Sousa, presidente da Abradi Nacional.

Há quase dez anos Paulo assume a mesma função na unidade de São Paulo e afirma que a Abradi vai trabalhar para mostrar ao mercado que seus profissionais estão ativos na liderança da transformação digital no país.

Leia Mais
Digital

Mídia fragmentada e oportunidades de conversão

GRAD ALON – DIGITAL – CREATIVOS BR – DIVULGAÇÃO – CELINA GERMER

Durante o 8º Congresso da Abeb, em São Paulo, Gad Alon – diretor de parcerias em métricas do Facebook – apresentou dados que evidenciam a fragmentação da audiência. De acordo com este dados, na década de 70, nos Estados Unidos, os 10 programas mais assistidos alcançavam 37% da audiência, e hoje o número chega a 17%. Outra diferença é que nesses quase 50 anos os domicílios que tinham em média 8 canis de TV agora contam com mais de 194 opções. Além disso, para consagrar a fragmentação, os telespectadores adicionaram a segunda tela.

É cada vez mais difícil atingir o público diante da diversidade de opções de consumo de mídia, contudo Alon afirma que diante deste cenário haverá oportunidades aos profissionais de marketing que investem em plataformas digitais e mídias tradicionais.

Para Alon, a concentração do público está dividida entre os modais e isso não significa que as pessoas não estejam prestando atenção aos comerciais. “A noção de atenção mudou. Para sermos mais efetivos, é necessário abraçar isso”, diz Alon. Um estudo realizado pelo Facebook sustenta seu discurso. Durante o lançamento de uma série o uso da rede social apontou aumento de 50% durante os intervalos.

“Antes, quando pensávamos em cross device e cross channel era sobre complementar alcance, mas não é mais sobre isso. Agora é sobre frequência e estímulo”, afirma Alon.

No Facebook deve ser considerado o tempo de visualização com um dos pilares da comunicação. Alon explica que mesmo vídeos que não foram vistos até o fim podem trazer bons resultados para empresas, principalmente porque, nesses casos, eles custam cerca de um quinto do valor ao anunciante. Para que a campanha tenha uma boa performance, é necessário realizar uma inserção do nome da empresa nos primeiros momentos do filme, e adaptá-lo a um ambiente em que ele possa ser visto sem som.

Leia Mais
Marketing

CreativosBr lança agenda de cursos para publicitários e estudantes da área

digital

Está aberta a temporada 2018 de cursos do CreativosBr. A empresa, que além de escola de cursos é também um portal de conteúdo e agência de comunicação, lança ao mercado, diversos cursos de especialização para publicitários e estudantes da área de Comunicação.

Ao todo, serão 5 cursos e que já iniciam ainda nesse mês de Maio. Entre os temas disponibilizados pelo CreativosBr estão: “Compra e Planejamento de influenciadores Digitais”, com Filipe Crespo, atual head de mídia da aktuellmix; “Linkedin para Negócios“ com o profissional Cristiano Santos; “Google Analytics” com Rafael Garey e “Planejamento de Comunicação 3.0”, com o publicitário Bruno Pavani.

Os cursos serão presenciais e ocorrerão todos na cidade de São Paulo, nas instalações da FECAP (Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado), no bairro da Liberdade. Para o segundo semestre do ano, outras cidades deverão receber os cursos.

Os cursos, de aproximadamente 8 horas cada, incluem certificado de participação,a cesso ao material apresentado pelo professor e acesso ao mailing de participantes.

Maiores informações sobre a agenda de cursos, assim como os preços promocionais do primeiro lote podem ser encontrados clicando AQUI.

Leia Mais
1 2 3 5
Página 1de 5