close

mcdonalds

Marketing

Méqui 1000, uma experiência a parte

Mequi 1000 credito
Méqui, Mequinho, Mecôso. Com certeza você já foi impactado por essa publicidade, e deve ter achado fantástico a sacada e ousadia da marca de se adaptar da gíria e se apropriar do carinho com que seus consumidores passaram a chamá-lo.
No início, suas fachadas foram mudadas em dois locais, na Avenida Paulista e na Barra, no Rio de Janeiro, sem comunicar o porquê dessa mudança; depois, quando a impacto foi causado de forma positiva, a marca começou a sua comunicação dialogando com o consumidor e pedindo a sua participação para sugerir outros nomes, outros apelidos e outras formas carinhosas que costumam chamar o tão famoso fast food. E com esse retorno, a marca começou a espalhar pelo Brasil adaptação da identidade, desenvolvendo lâminas de bandejas diferentes, mudando embalagens de produtos, mudando menus, foto dos perfis das redes sociais entre outras coisas. Hoje são sete restaurantes com fachadas diferentes, com gírias locais espalhados pelo Brasil.
Há 40 anos que o McDonald’s está no Brasil, e nunca houve uma redução na quantidade de clientes ou mesmo de produtos vendidos. Em um momento de dificuldade econômica em que o Brasil se encontra é notório que a população irá reduzir seus custos, mas os líderes de mercado têm a responsabilidade de provocar mudanças no mercado que possa entregar mais valor agregado e se destacar dos demais para não serem taxados de supérfluos ou desnecessários, porem não é toda marca que consegue isso. Portanto, este ano, o McDonald’s comemora a sua abertura do milésimo restaurante, isso é sinônimo de que não só é um excelente líder de mercado, como também está em um momento especial, pois poucas marcas conseguem manter seus clientes apaixonados e ativos em momentos de crise.
A nova loja fica localizada na Avenida Paulista e possui uma experiencia completa aos consumidores de Méqui. Além dos produtos tradicionais, lá você encontra um menu com 15 produtos exclusivos que só tem lá, também é possível consumir um menu a parte de McCafé com produtos sem lactose e bebidas diferentes.
A experiência não fica só nos produtos, o atendimento será um diferencial, além dos totens de autoatendimento posicionados em todo o restaurante, no segundo andar o cliente pode comprar no menu digital, colocar uma plaquinha com sua identificação na mesa e ser servido sem precisar ir buscar o lanche, uma experiencia nada convencional dos modelos de fast food.
Wi-Fi de qualidade, ambientação totalmente diferenciada e sem contar na arquitetura preservada de uma das casas mais ícones da Avenida Paulista, por ter sido construída em 1940 e apesar de ter alguns aninhos, seu ambiente interno foi totalmente reformulado para que proporcionasse espaços instagramáveis, tendo como ícone central um Big Mac desconstruído de aproximadamente um metro e meio de altura pendurado no centro da loja. E na sua parte externa, além da sua parte de convivência onde acontecerá shows e espaços para brincadeiras, a loja possui um mirante no topo em que disponibiliza binóculos em formato de caixinhas de sanduíches para observar e contemplar a beleza da cidade, pois o restaurante será 24 horas.
Como se não bastasse toda a ambientação, os novos produtos e o novo modelo de atendimento, o Méqui 1000 traz para a sua inauguração uma ativação em parceria com o app Airbnb, que consiste em levar um trailer ambientado do McDonald’s onde as pessoas vão poder reservar para passar uma noite dormindo e curtindo essa experiência maravilhosa.
“A gente tem o privilégio de ser uma marca global, mas ao mesmo tempo, quando a gente fala de comida, estamos entrando muito na cultura local, nos hábitos locais, então é muito comum dentro do sistema McDonald’s você achar restaurantes que vende yakisoba, sopa, croquete, arroz e feijão. Há essa liberdade para que a marca consiga se adaptar as culturas locais e aqui no Brasil a gente também fez isso, mas também como estratégia de comunicação a gente quer se aproximar das pessoas. Então quando a gente usa as gírias locais, fala a linguagem do brasileiro ou até mesmo permite que eles nos chamem com apelidos carinhosos que eles nos dão, a gente mostra que está bem pertinho deles e é isso que a gente é, uma marca que está no dia a dia dos brasileiros”, afirma João Branco – CMO do McDonald’s no Brasil.
Leia Mais
Digital

Isobar inova ao lançar mídia programática para jornal impresso

Isobar Jornal Mídia programática

De forma bem resumida e sem muito technes podemos dizer que mídia programática é anunciar de forma automatizada para o seu cluster, ou seja, em vez de comprar uma página de anúncio, a marca/agência compra audiência para ser impactada com a sua mensagem, em vez de comprar espaços midiáticos.

Partindo dessa lógica e tentando adaptar esse raciocínio nas plataformas físicas, a Isobar em parceria com o jornal O Estado de S.Paulo, lançou em 26/07 no Estadão Expresso a criação do primeiro anúncio programático para mídia impressa. O conteúdo promocional era uma oferta das redes de fast-food McDonald´s, Burgyer King e Subway simultaneamente. A nova proposta permite que anunciantes de um mesmo segmento divitam a página e ofereçam, em tempo real, suas melhores ofertas aos leitores.

Bom mas até ai não há nada de programático, certo? Ok, a “mágica” acontece quando o leitor utiliza o seu leitor de QRcode e através da geolocalização entrega ao leitor uma oferta mais relevante, levando em consideração a loja mais perto de onde está. 

Ana Leão, Managing Director da Isobar São Paulo, comenta:  “O formato inédito criado pela Isobar traduz nosso foco em proporcionar experiências relevantes para o consumidor. Trazendo para uma mídia off-line o modelo programático, o jornal incorpora a eficiência proporcionada pelo ambiente digital. É inusitado e vantajoso para o consumidor e para as marcas”

“Se determinado anunciante disponibiliza uma oferta às 8h30 da manhã e, em algumas horas, entende que esteja perdendo espaço para outras promoções mais agressivas de outras marcas participantes, é possível fazer uma mudança na oferta para tornar-se mais competitivo. A segunda fase e ‘evolução’ deste novo produto prevê que as marcas participantes possam fazer ofertas ‘mais atraentes’, mesmo se não forem as mais próximas ou convenientes para o leitor”. Afirma Rui Branquinho, CCO (Chief Creative Officer) da DAN (Dentsu Aegis Network)

“É um marco na transformação de uma indústria que vem sendo desafiada; uma nova mecânica digital para gerar novas linhas de receita via impresso. Trouxemos para o piloto o segmento de fast-food, liderado pelas gigantes McDonad’s, Burger King e Subway e estamos com conversas avançadas com marcas de outras categorias. Além da importância pelo próprio ineditismo, esse anúncio torna possível proporcionar ofertas relevantes, levando a comunicação da marca com o consumidor a outro nível e dando novo significado ao canal impresso enquanto meio para transmitir uma mensagem”, observa Paulo Pessoa, diretor comercial executivo do Estadão. 

O desenvolvimento da mecânica e tecnologias aplicadas ao projeto foram criadas pela IWS (Isobar Worldsourcing), centro de desenvolvimento de software do Isobar Brasil Group, baseado em Porto Alegre; já a estratégia de programática foi criada em conjunto com a Amnet, trading desk de mídia programática da DAN no Brasil.

 

 

Ficha Técnica

Título: Anúncio Programático

Cliente: O Estado de São Paulo

Produto: Estadão EXPRESSO

Agência: Isobar

CCO DAN Brasil: Rui Branquinho

Criação: Rui Branquinho e Guime Davidson

IWS: Luiz Siqueira, Andre Trevisani, Cainã Murtinho, Marco Almeida, Aline Bof, Thiago Winkler

Negócios: Ana Leão, Mariana Cantarelli

Mídia: Carol Magalhães, Thyago Corrêa

Chief Product Officer: Aloisio Pinto

BI: Thiago Micheloni

Projetos: Fabio Dias

Dentsu Aegis Network: Guilherme Horácio, Marcio Zorzella, Marina Tunes

Aprovação do Cliente: Paulo Pessoa e Daniel Canello (OESP)

Anunciantes participantes do Anúncio Programático Piloto: McDonalds, Burger King e Subway

 

 

Leia Mais
Publicidade

Tem que colocar logo em tudo! Será?

batata-campanha-mc-donalds

Aposto que só de ver a imagem em destaque você já sabia qual marca eu ia citar por aqui. coque iphone xr E olha que não está nem citada no título! Pois é, uma marca muito conhecida não precisa ficar adicionando o logo em todas suas peças. soldes coque iphone Ela simplesmente é tão forte que o público reconhece de longe, só pela presença de alguns elementos. coque iphone xs max Dê uma olhada na nova campanha que o McDonald’s está veiculando em Porto Rico. coque iphone “Say no More” foi criada pela agência TBWA\San Juan, e traz os produtos do cliente de forma embaçada. coque iphone 2019 pas cher Para mim, míope que sou, é como ver a batata do McDonald’s sem óculos. soldes coque iphone Só pelas cores e pelos formatos já é possível reconhecer do que se trata.

Leia Mais
Marketing

McDonald’s substitui o plástico dos seus canudos por alternativas biodegradáveis

McDonald’s-substitui-o-plástico-dos-seus-canudos-por-alternativas-biodegradáveis-Creativosbr-marketing-blogdocrespo

Na Índia, o McDonald’s vem trabalhando ao longo dos últimos meses com os seus fornecedores para implementar uma ação sustentável em seus restaurantes. soldes coque iphone A principal filial do McDonald’s no oeste e sul da Índia informou que fez essa transição do plástico para alternativas ecológicas e biodegradáveis para os itens usados nas embalagens. coque iphone 2019 A empresa já se afastou do plástico em Maharashtra e das principais cidades de Karnataka. coque iphone O McDonald’s vem trabalhando para uma mudança a nível internacional. coque iphone x E na Índia, a previsão é que nos próximos meses essa solução sustentável já esteja sendo aplicada em todo o mercado. coque iphone pas cher De acordo com o McDonald’s, os restaurantes agora oferecem aos clientes talheres de madeira em vez de plásticos. coque iphone 6 Vale ressaltar que esta prática de trabalhar com fornecedores a fim de utilizar materiais sustentáveis é realizada nos Estados Unidos, mas não somente pela franquia, bares e restaurantes já adotaram a postura em diversos lugares do País.

Leia Mais
Vai e vem

João Branco é o novo presidente da ABA

creativosbr-blogdocrespo-vaievem-joao-branco-e-o-novo-presidente-da-ABA

A Associação Brasileira de Anunciantes (ABA) escolheu João Branco como seu novo presidente. Ele é diretor de marketing do McDonald’s e exercerá a função no período de 15 de agosto de 2017 até março de 2018.

O cargo de presidente antes era ocupado por Juliana Nunes, que deixou o cargo por não fazer mais parte da Brasil Kirin desde 15 de junho. Quando escolhida para comandar a ABA, Juliana era vice-presidente de assuntos corporativos, sustentabilidade, recursos humanos e compliance da Brasil Kirin, cargo que deixou de ocupar após a Heineken ter comprado a companhia.

Sergio Pompílio, que atualmente é vice-presidente da atual diretoria, passa a atuar como co-presidente do Conselho Superior, ao lado de João Campos.

João Branco fazia parte da ABA como membro do conselho superior desde a última eleição que aconteceu em 2016. Branco é formado em Administração pela USP, tem MBA em Marketing pela ESPM, MBA em Business pela FGV e especializações no exterior (Wharton e IAE). Há três anos ele é diretor de marketing do McDonald’s no Brasil. Antes ele atuou como gerente de marketing na Ferrero e na P&G.

Leia Mais
1 2
Página 1de 2