close

produtos

Marketing

Putz que legal lança campanha no digital em parceria com b.drops

Lançada no final de 2020, a Putz! Que Legal, marca de produtos de beleza, chega ao mercado brasileiro com uma linha completa de produtos capilares veganos, cruelty free e livre de parabenos em sua composição.

Para mostrar para o mercado sua linha completa de shampoo, condicionador e hidratantes, a empresa, junto com a b.drops, preparou um lançamento completo com mídia em salões de beleza, profissionais da beleza e influenciadores.

Para a primeira fase do lançamento, a estratégia criada pela b.drops conta com influenciadoras e profissionais da beleza que juntos vão mostrar em suas redes sociais toda a malemolência e diferenciais PQL. Além das postagens no feed e stories, a empresa também fará um live.

Para segunda fase do lançamento, a empresa vai anunciar nas telas b.drops em diversos salões de beleza de São Paulo, além de realizar uma ativação em salões selecionados, levando a linha completa Putz! Que Legal para que clientes e profissionais da beleza experimentem e comprovem os benefícios na prática.

Essa comunicação pretende gerar awareness para a marca e contribuir para seu crescimento, trazendo novos consumidores para o e-commerce, além de aumentar o engajamento nas redes sociais. De acordo com Regina Rocha, gerente de operações em marketing de influência da b.drops, essa estratégia vem de encontro com o novo momento de interação da marca com seus consumidores “Nossa estratégia é baseada no endosso de beauty stylist consagrados no mercado brasileiro, proporcionando uma experiência inovadora entre marca, cabeleireiros e consumidores” afirma Regina.

Leia Mais
Opinião

A importância de uma boa ambientação de loja

Uma
boa ambientação de loja pode ser usada para evocar humores mais do que
agradáveis nas pessoas.

Consumidores felizes acabam por gastarem mais
dinheiro, ficam muito mais tempo na loja e ainda saem mais satisfeitos
com sua experiência de compra.

Porém, as Lojas Americanas
parece fazer exatamente o contrário.

As lojas são péssimas, com clara
impressão de abandono.

Corredores estreitos, caixas jogadas pelo chão,
música alta e encontrar um funcionário para tirar uma dúvida é um parto.

Leia Mais
Opinião

Sou publicitário e daí?

Até mesmo por senso de justiça do mantenedor deste blog, (ou seja… eu) inúmeras foram as vezes que elogiei e critiquei a postura de profissionais de propaganda.

Como em qualquer profissão temos bons e maus profissionais na nossa área.

Dia desses, postei aqui um artigo do Francisco Gracioso que foi publicado no editorial da edição de aniversário da Revista da ESPM.

A profissão de publicitário de modo geral é muito mal vista pela sociedade. Nas últimas pesquisas publicadas, a nossa profissão é considerada uma das que menos crédito tem junto a população.

Obviamente, bombeiros e padres são aqueles que as pessoas mais confiam. Já a gente encerra a lista, lá na zona de rebaixamento, heheh, junto com políticos e corretores de seguros.

NINGUÉM CONFIA NA GENTE, PORRA!!!

Nada contra o corretor de seguros, mas esse nem eu nunca confiei. hehehe

Agora… fica a pergunta: Por que tanto ódio no coração das pessoas?

Fácil responder isso.

Vejam o motivo:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia Mais