close

youtube

Publicidade

SKY convida Marcelinho, o fantoche do Youtube, para ação de Dia dos Namorados

SKY_16x9

A SKY, maior operadora de TV via satélite do país, preparou uma surpresa para o Dia dos Namorados e convidou Marcelinho, fantoche que ficou conhecido no Youtube por ler contos eróticos com seu jeitinho particular, para comentar os filmes da saga Crepúsculo. O filme, criado pela Mirum, será veiculado nos perfis da operadora no FacebookInstagram e Youtube.

A ação integra o novo posicionamento da operadora – SKY, a gente se diverte junto, lançado em fevereiro de 2020, focado na presença da empresa nos micro momentos de diversão do dia a dia de seus clientes. Nos filmes, Marcelinho comenta frases de efeito e os xavecos ditos por Edward Cullen, o vampiro galã do filme interpretado por Robert Pattinson. Expressões como “Se você ficar eu não preciso do paraíso” e “Será que um dia meu coração vai parar de tentar sair do meu peito toda vez que você toca em mim?” não escapam do tom irônico do fantoche.

Os diálogos também podem ser acompanhados pelo público no Megapix (canais 107 e 507). No dia 13 de junho, a partir das 14h, será exibida a maratona com os cinco filmes da saga.

Link para o filme: https://youtu.be/xg7pQdNKsc4

Ficha Técnica
Agência: Mirum Agency
Diretor de criação: Filipe Matiazi
Coordenação Criativa: Victor Keiti
Criação: Carlos Franco e Danilo Nagami
Produtora de áudio e vídeo: Erik Gustavo (Marcelinho)
Producer: Paulo Setti
Atendimento: Patricia Rogoski, Andressa Sucodolski, Ana Oliveira
Estratégia de Mídia: Bruno Seus, Antonela Fabiano e Gustavo Hipolito
Aprovação Cliente: Veronica Leao Guerriere, Gabriela Piffer Rodrigues e Felippe Sampaio Toloi

Leia Mais
Digital

RedeTV! é a primeira emissora brasileira a ter 10 milhões de inscritos em seu canal no YouTube

RedeTV! é a primeira emissora brasileira a ter 10 milhões de inscritos em seu canal no YouTube

Canal está ainda entre os 15 mais vistos no país na plataforma de vídeos

A RedeTV! é a maior emissora brasileira no YouTube em números de inscritos em seu canal principal. Mantendo-se na liderança entre os canais de TV aberta na plataforma há mais de um ano, a página da RedeTV! alcançou nesta semana a marca de 10 milhões de inscritos. O canal se destaca também em número de visualizações, sendo o único entre as televisões abertas a figurar no ranking dos mais vistos do SocialBlade, ocupando o 14º lugar.

O canal da RedeTV! no YouTube soma 6,1 bilhões de visualizações, mais do que o dobro da segunda colocada do segmento de televisão. De acordo com o ranking do SocialBlade, a página da emissora contempla mais views do que a do sertanejo Gusttavo Lima, por exemplo, que recentemente produziu lives no período de isolamento social.

Muito além de uma televisão aberta, a RedeTV! tem ampliado o desenvolvimento de produções multiplataforma, reforçando sua operação enquanto produtora de conteúdo a ser distribuído em diferentes verticais.

Toda sua estratégia e inteligência digital está concentrada na Peanuts Content, empresa voltada para a produção, gerenciamento e comercialização de conteúdo exclusivo para plataformas de social videos, responsável por tornar a emissora um dos maiores players digitais do país com um crescimento orgânico nas plataformas.

Ao todo a Peanuts administra cerca de 25 milhões de inscritos e seguidores no YouTube e Facebook com uma audiência total de 12 bilhões de views em seus vídeos.

Confira o ranking dos canais brasileiros em visualizações no YouTube:
1) KondZilla: 30,1 bilhões
2) Galinha Pintadinha: 15,3 bilhões
3) GR6 Explode: 14,9 bilhões
4) Luccas Neto: 11,1 bilhões
5) Rezende Evil: 10,3 bilhões
6) Marília Mendonça: 10,3 bilhões
7) Turma da Mônica: 10,1 bilhões
8) Felipe Neto: 9,9 bilhões
9) Maria Clara & JP: 8,1 bilhões
10) AuthenticGames: 7,8 bilhões
11) Henrique e Juliano: 7,8 bilhões
12) Totoykids: 7,6 bilhões
13) Zé Neto e Cristiano: 6,7 bilhões
14) RedeTV!: 6,1 bilhões
15) Gusttavo Lima: 6 bilhões

Fonte: SocialBlade

Leia Mais
Mídia

O consumo de conteúdo no Youtube em época de isolamento

Post Youtube

No mês passado, em abril, acompanhamos o que diria ser o pico das lives na plataforma do YouTube. Assistir cantores sertanejos, artistas pop e até o estilo brega pedindo licença para entrar na sala de casa dos internautas, e muitas marcas aproveitando essa nova audiência das live shows foi uma maneira diferente para observar a forma de consumo dessa plataforma. O fato é que as pessoas já utilizavam o YouTube como um site de entretenimento e pesquisas, buscando por: lazer, diversão e informação, o que ocorreu foi apenas uma mudança no comportamento e o modo de consumir conteúdo dessa plataforma devido ao cenário em que estamos aprendendo a nos adaptar.

O Google realizou uma pesquisa para analisar as mudanças no comportamento do brasileiro no youtube durante o isolamento e a pequisa seguiu 3 pilares que influenciaram no crescimento da oferta e demanda de conteúdo neste cenário de quarentena.

Achar o equilíbrio entre informações e saúde mental.

Neste momento em que percebemos a importância da informação, também notamos que bombardear nossa mente com um assunto denso como a pandemia, acaba saturando e podendo causar problemas maiores a saúde mental. Dessa forma foi notado que assim como as notícias que cresceram 75% nos meses anteriores, a busca por assuntos relacionados a conscientização e a saúde mental elevou consideravelmente em até seis vezes mais do que o habitual.

A própria plataforma que estava desenvolvendo uma campanha institucional, aproveitou o momento para junto com diversos creators divulgar conteúdos diversos para amenizar e trazer aos usuários alguns momentos de leveza e distração, disponibilizando vídeos que vão desde crochê a meditação para fazer em casa e dicas de autocuidado, estimulando a hashtag #Fique em Casa comigo.

Adaptar ou criar uma rotina para o isolamento.

Com o distanciamento social e o isolamento, a sociedade teve que se adaptar e essa adaptação requer uma curva de aprendizado, no qual o Youtube foi importante como fonte de pesquisa para muitas pessoas que se questionaram e buscaram aprender como adaptar sua casa para o trabalho em home office, como diversificar na cozinha com poucos recursos, como entreter as crianças e até como fazer ginástica em casa ou apartamento.

As idas ao supermercado diminuíram e para isso, tornou-se necessário ser mais estratégico para comprar o essencial e de maior rentabilidade. A busca por “pão caseiro” subiu 66%, assim como receitas com 49% e o termo “cozinha” com 40% em comparação aos meses anteriores.

Se na cozinha os números cresceram, na sala não foi diferente. Os termos “aulas” e “estude comigo” tiveram um aumento de 33% e 52% respectivamente, assim como a busca por mais produtividade no trabalho, o termo “home office” foi o que mais cresce chegando a 173%.

Entender impactos mais amplos na sociedade.

Diante deste cenário, um tema tem tomado dois víeis, de forma macro e micro. A busca e o consumo por conteúdos relacionados a economia tem mantido um crescimento contínuo, porém, dividido entre os interesses com relação à economia global e o acompanhamento de como governos e instituições financeiras tem tomado medidas para minimizar os danos na sociedade de forma geral e o outro interesse relacionado ao próprio bolso buscando maneiras de segurar as finanças pessoais nesse período até que as coisas voltem ao normal.

Esse estudo completo e outros relacionados a tendências de consumo podem ser acessados pelo site disponibilizado pelo Google no site Think With Google que divulga artigos, dados e insights para informar e compartilhar mais conhecimento com seus usuários.

Leia Mais
Publicidade

Coca-Cola em: A perseguição

coca cola em a perseguicao

Por aqui já nos habituamos com a Coca-Cola com café. Mas na gringa chegou a Coca-Cola sabor Laranja com Baunilha. coque iphone xs max Apesar do lançamento do produto já rondar o mercado há um tempo, a campanha entrou no ar nos Estados Unidos enquanto o nosso foco era o samba. coque iphone 6 Segundo Kate Carpenter, diretora da Coca-Cola Trademark, o novo sabor será parte de uma reformulação de sabores da marca, e terá sua respectiva versão zero açúcar. coque iphone x A bebida foi testada no Canadá e Estados Unidos antes do lançamento, e foi considerada ‘única e diferente’ mas com um sabor ‘familiar’. A marca, que não introduzia novos produtos no mercado norte-americano há 12 anos, trouxe o filme ‘A perseguição’ para o lançamento. coque iphone x A clássica cena de perseguição nas ruas dos EUA, na estética dos anos 70, mas estreando um caminhão da Coca-Cola tendo ‘em sua cola’ um caminhão de sorvete de baunilha e outro de laranjas. Com a assinatura da W+K de Portland, o filme mostra de maneira funny a junção dos sabores. coque iphone xs max   A campanha conta ainda com mais três vídeos da reação ao provar o novo sabor. Consegue imaginar qual seria o seu?     Créditos: Advertising Agency: Wieden + Kennedy, Portland, USA Executive Creative Directors: Eric Baldwin, Jason Bagley Creative Directors: Erik Fahrenkopf, Patty Orlando Copywriters: Pepe Hernandez, Eric Fensler Art Directors: Lloyd Winter, James Moslander Broadcast Producer: Amy Berriochoa Executive Producer (Client): Heather Hanrahan Group Brand Director: David Hughes Brand Executive: Beth Lussenhop Studio Designer: Luke Wilhelmi, Luke Wilhelmi / W+K Studios Production: Prettybird Director: Tom Noakes Executive Producer: Suzanne Hargrove Line Producer: Julie Sawyer DoP: James L. Brown Service Company: Farm Films Executive Producer (service company): Peter Sherlock Line Producer (service company): Craig Siney Editorial: Joint Editorial Editors: Tommy Harden, Steve Sprinkel Assistant Editors: Kristy Faris, Ian DeVore Post Producer: Kathleen Russell Post Executive Producer: Leslie Carthy Color: Framestore Colorist: Simon Bourne Senior Color Producer: Chris Anthony VFX: Kevin ECD / Partner: Tim Davies Head of CG: Mike Dalzell Senior EP / Partner: Sue Troyan VFX Producer: Jami Schakel VFX Coordinator: Eoin Sherry 2-D: Robert Murdock, Steve Gibbons, Anthony Petitti 3-D: Carl Harders, Matt Longwell, Greg Mawicke, Dennys Herman, Tom Allen, Jarrod Avalos, Igor Stefanovic Music: We Are Walker Music Supervisor: Stephanie Pigott Partner, Creative Director: Peter Gannon Audio Mixer + Sound Designer: Noah Woodburn Audio Assistant: Natalie Huizenga   Fonte: Jornal O Globo.

Leia Mais
Digital

Por que o IGTV não deu certo?

creativosbr-igtv-instagram-digital

Você sabe o porquê do IGTV ainda não ter dado certo? O Instagram fez essa investida para concorrer com o YouTube, só que de uma maneira mais diferenciada: o formato vertical, estilo Stories para vídeos longos. acheter coque iphone en ligne Ele foi lançado há 3 meses, mas ainda não teve o seu acesso viralizado. coque iphone O CEO Kevin Systrom tentou explicar o motivo. Os problemas se resumem: o formato vertical não engajou os usuários por ser pouco usado para conteúdo longo; o Instagram não teve o trabalho em ensinar os maiores influenciadores a utilizarem e gerarem esse tipo de vídeo; e, o local onde o ícone do IGTV, ele pode ser facilmente ignorado na interface. Em entrevista ao TechCrunch, o CEO do Instagram diz: “este é um novo formato. É diferente. coque iphone 2019 Temos que esperar que as pessoas o adotem e isso leva tempo”. Systrom compara o IGTV a uma nova startup: “é como o Instagram era nos primeiros dias”. “É bastante difícil simplesmente pegar vídeos que já existem e simplesmente repostá-los. Isso não é verdade no feed. coque iphone 2019 Isso basicamente força todos a criarem conteúdo exclusivo para a plataforma”, diz Systrom. O maior problema para os criadores é que, rendendo poucas visualizações, não há muito incentivo para criar conteúdo no IGTV. Além disso, o Instagram não ensinou os canais a criar conteúdo longo na vertical. É fácil entreter seguidores durante Stories de quinze segundos; e como prender a atenção em dez minutos, com a variedade de conteúdo que pode ser consumido em menos tempo? Ainda tem mais: é muito fácil ignorar a presença do IGTV. O ícone laranja na interface pode ser muito bem ignorado na barra superior. Aparece uma barra de notificação quando há um vídeo de contas que você segue, mas só. coque iphone “O IGTV parece muito aleatório, com virais inúteis e vídeos mal cortados para caberem na vertical aparecendo na seção Popular, ao lado de alguns criadores que tentam produzir talk shows e tutoriais de culinária feitos para o IGTV”, escreve o TechCrunch. coque iphone x Ainda é cedo para fadá-lo ao fracasso, mas é certo que a expectativa de bater de frente com o YouTube não aconteceu.

Leia Mais
Digital

Realidade aumentada: o novo recurso do YouTube

creativosbr-blogdocrespo-digital-youtube-stories

A febre do stories continua solta no meio digital. O recurso é sucesso e bastante relevante para as marcas e a plataforma de vídeos não poderia ficar de fora. coque iphone Após o Snapchat, Instagram e Facebook já lançaram a ferramenta e, agora, o YouTube começou a investir na função. coque iphone De acordo com o site da TechCrunch, a partir de entrevista concedida pelo YouTube, a ideia da nova feature é aproximar ainda mais os criadores e usuários a partir da possibilidade de criar mais conteúdo, de forma rápida e fácil. coque iphone Ela pode ser extremamente eficiente para os youtubers, principalmente. O que realmente está em alta no novo recurso do YouTube é a ferramenta de realidade aumentada para filtros, que já está presente tanto no Instagram como no Snapchat. coque iphone 2019 A nova função já se encontra em teste para um pequeno número de youtubers famosos na plataforma. coque iphone soldes Segundo o site Engadet, ainda não foi possível total finalização do recurso, mas já está bastante adiantado, e explica que a tecnologia usa redes neurais para identificar e separar um assunto em segundo plano. coque iphone 7 É o mesmo efeito líquido que uma tela verde, permitindo que os criadores publiquem o que quiserem no novo cenário em tempo real. Mais atualizações estão por vir, o YouTube prometeu anunciar em breve, mas por enquanto tudo ainda se encontra em fase de testes.

Leia Mais
Vai e vem

Livia Marquez é a nova head do YouTube Space

CREATIVOS BR – BLOG DO CRESPO – VAI E VEM – LIVIA MARQUEZ

A ex-diretora de advertising e brand management da TIM, Livia Marquez, estará de casa nova em breve. Depois de passar por 6 anos na operadora, a profissional foi em busca de novos desafios e se deparou com o convite para gerenciar o YouTube Space, mantido pelo Google em diversos países.

Área destinada a desenvolver e apoiar os criados de conteúdo do YouTube, o setor ganha a expertise de uma profissional que respondia pela Comunicação da TIM, e que foi indicada ao Prêmio Caboré em 2010 na categoria Profissional de Marketing.

Leia Mais
Eventos

Social Media Week São Paulo (Cobertura 12/09)

no thumb

No dia de ontem, 12/09, teve início mais uma edição do
Social Media Week São Paulo. O evento que é sucesso nas principais capitais do
mundo já se tornou tradicional também na capital paulista e faz parte da agenda
dos profissionais do meio digital.

A equipe do Blog do Crespo mais uma vez esteve presente no
evento e conferiu uma das palestras do dia, que correu no MIS, um dos locais em
que ocorre o evento.

O tema do painel foi “Youtube além do teen”, tema bastante
atual e relevante principalmente para o mercado publicitário.

O debate foi mediado pelo empreendedor João Motta, que falou
sobre a representatividade e importância que os youtubers possuem junto ao
público jovem e como esse público têm acompanhado e até idolatrado os famosos
nomes brasileiros do Youtube. Também foi abordada, a maneira como grandes
canais do Youtube vêm se estendendo ou migrando para outras plataformas, após
garantirem o sucesso na rede. Alguns dos exemplos citados foram os filmes recentemente
filmados pela youtuber Kefera e pelo youtuber Cristian Figueiredo, ou o
programa do Desimpedidos, agora na Fox.

Com a apresentação de alguns cases de youtubers foi possível
conhecer e tirar dali alguns insights e aprendizados como por exemplo, o retorno
esperado ao investir em influenciadores que tem sido cada vez maior.

Discutiu-se também no painel, a cautela ainda existente por
parte dos anunciantes de investir suas verbas em youtubers devido ao receio de
ter sua imagem denegrida por alguma atitude imprópria, uma vez que os youtubers
possuem mais liberdade em seu universo e maneira própria de dialogar com seu
público.  Além disso, falou-se muito do
cuidado, em especial dos clientes, para a criação de conteúdos harmônicos, de
modo que o conteúdo fique menos “fake” e mais atrativo e autêntico.

A palestra também contou com a apresentação ilustre do
youtuber Caio Novaes, fundador do canal Ana Maria Brogui. No debate, Novaes
contou como se deu o surgimento de seu canal, além do percurso que teve após
lançar seu primeiro livro.

Leia Mais
1 2 3 20
Página 1de 20